História Together at Random - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Fifth Harmony, Lucy Hale, One Direction, Sasha Pieterse, Shawn Mendes, Shay Mitchell
Personagens Ashley Benson, Camila Cabello, Harry Styles, Lauren Jauregui, Lucy Hale, Sasha Pieterse, Shawn Mendes, Shay Mitchell
Tags Babies, Camren G!p, Emison, Hashley, Sashay, Sashay G!p, Shawncy
Visualizações 129
Palavras 637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Abram alas para segunda fase! ;)

Capítulo 53 - Kiss Me


Fanfic / Fanfiction Together at Random - Capítulo 53 - Kiss Me

Enquanto isso em Miami Beach, mas necessariamente na mansão Minnette. Desde que descobriu a confirmação de que seria pai, Dylan, já não sabia mais o que era a palavra "noite de sono". Katherine estava fase de ter desejos.
O que deixava o médico de cabelos em pé, pois era um mais louco que o outro. Pelo menos até aquela manhã...




(...)





Eram 09:45 da manhã, quando um moreno surgiu no final do corredor, tropeçando nos próprios pés. Sua namorada estava o chamando aos gritos, da sala do hall da mansão.

- Dylan!
- oi, baby.
- amor, eu quero que você me traga torta de amora.

Pediu a Langford sorridente, desejando algo como ela sempre fazia desde do seu segundo mês de gestação. Não importava qual fosse o horário, mas caso Dylan contrariasse-a, o mesmo acabaria dormindo no sofá, como forma de castigo.

- Mas, Kate são...

Dylan olhou o horário em seu relógio esportivo de pulso, e logo deu continuidade.

- são 09:45 da manhã!

Disse o mais velho suspirando pesadamente, pois sabia que contrariar os desejos da namorada grávida, era a mesma coisa que pedir para morrer. Mas não custava, ele se arriscar de vem em quando.

- ANDA LOGO, STUPID!

Gritou a australiana sem paciência, agora expulsando seu namorado da própria casa à base de tapas e beliscões, fazendo-o sair da propriedade, para comprar a torta preferida da amada. Porém só havia um problema... A torta era tradicional do Canadá!!







(...)







De volta à Washington, Cambridge Place, na mansão Mitchell, todos estavam arrumando suas malas, pois voltariam para Los Angeles ainda naquele dia. Já no quarto de Sashay, a Pieterse estava terminando de fazer sua mala, quando viu Shannon deitada na cama enquanto lia algum livro de cabeceira.

- Shan!
- hm?
- o que está lendo?
- Toda Sua, de Sylvia Day.
- e ele é bom?
- quente, eu diria que ele é quente.
- mais hot que eu?

Questionou a americana num tom irônico, provocando alguns sorrisos de Shay.

- nope! Não existe mulher mais quente que tu, mi amor.

Respondeu a canadense esboçando um sorriso malicioso nos lábios, levantando-se da cama e indo ao encontro de Sasha.

- really?
- yeah
- Shan..
- hm?
- I love you!
- I love you too.


Os olhos castanhos da Mitchell foram sugados pela imensidão das orbes oceânicas de Sasha. Aos poucos, Shay foi se aproximando dos lábios da noiva e por fim, acabar com o espaço entre suas bocas.
O beijo era sofrego e enlouquecendo, intensificando ainda mais a conexão do casal. Porém ambas contaram o contato quando o ar foi necessário.





(...)





Retornando a Miami Beach, na mansão Minnette, a porta da casa foi aberta por um moreno que trazia algumas sacolas de uma famosa padaria especialista em doces canadenses. Quando aproximou-se de sua namorada, Dylan notou o quanto Katherine estava impaciente com sua chegada.

- até que enfim, né, Dylan Christopher Minnette? Aonde você foi, que demorou tanto?
- eu estava caçando a filial da Rosewood Cakes.
- hm... mas lá tinha, o que eu pedi?
- sim, amor.


Então o americano pode relaxar na ponta do sofá, se afastando ao máximo da namorada. E quando teve certeza de que Katherine estava mais focada em se deliciar com a torta de amora, o Minnette aproveitou para acariciar a barriga volumosa da australiana, que logo se manifestou, mas agora ela estava mais calma.

- o que está fazendo?
- fazendo carinho no nosso bebê.

Respondeu o médico outra vez enquanto sorria largamente para sua namorada, que retribuiu o gesto de bom grado.







(...)







Já em Washington, na mansão Mitchell, para ser mais exato, no quanto Sashay. O cômodo pegava fogo com a luxuria do casal, que estava quase indo para os finalmente, quando de repente escutam batidas desesperadas na porta.


Notas Finais


Eita, e agora? O que aconteceu desta vez? Será que é com nossa pequena Amy ou é alguém querendo algo? Então é isso pessoal, comentem se gostaram e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...