História Together at Random - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Fifth Harmony, Lucy Hale, One Direction, Sasha Pieterse, Shawn Mendes, Shay Mitchell
Personagens Ashley Benson, Camila Cabello, Harry Styles, Lauren Jauregui, Lucy Hale, Sasha Pieterse, Shawn Mendes, Shay Mitchell
Tags Babies, Camren G!p, Emison, Hashley, Sashay, Sashay G!p, Shawncy
Visualizações 126
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


o.o

Capítulo 58 - My Demons


Fanfic / Fanfiction Together at Random - Capítulo 58 - My Demons

Gritou Zayn para o homem de terno cinza, que lhe encarou debochado.

- as vezes acho que você perde a noção do perigo quando me chama de JD.
- isso é uma ameaça?
- pode ser que sim, pode ser que não. Tudo depende de você, meu caro, Malik!
- esqueceu quem eu sou?
- um mero riquinho metido a ministro?

Retrucou o desconhecido, ganhando um duro golpe em seu rosto e fazendo-o cair no chão.

- não me teste, JD.
- porque não?
- você pode ter dopado, sequestrado e obrigado aquela atriz à carregar por nove fucking meses, um bebê que não era dela, mas você não me conhece o bastante para me ameaçar, JD! Quer realmente medir forças comigo?
- isso vai ter volta, seu insolente!

Exclamou o homem de terno levantando-se do chão e, rapidamente procurando em seu coldre, a sua pistola Desert Eagle, mas logo notou que se encontrava vazia.

- perdeu alguma coisa?
- me devolve, seu maldito!
- vem pegar, então.

Provocou Zayn fitando o homem de terno cinza, que correu em direção do Malik, afim de fazê-lo devolver sua arma dourada. Mas logo um disparo foi ecoado naquela sala de música, encontrando-se apenas um sobrevivente.

- sabe de uma coisa? Você é um completo idiota! Pensou mesmo que eu permitiria que matasse a minha Sasha Pieterse? Ela pode não me amar como eu queria, mas ao contrário de você, estou deixando-a ir.
Mas é como diz uma personagem da série que você odeia... Duas pessoas só podem guardar um segredo, se uma delas estiver morta.
E isso se encaixa com você agora, não é mesmo? Te vejo no inferno, JD! Ou devo dizer... Jamie Dornan?















(...)
















Algumas semanas depois do assassinato de Jamie Dornan, a paz prevaleceu na movimentada Los Angeles, tornando-a silenciosa e até mesmo um pouco assustadora. Porém em New York, a cidade permaneceu do jeito que sempre foi, uma confusão armada com as idas e vindas de sua numerosa população.
Enquanto isso na sala do CEO da Warner Bros. Television, era possível ouvir uma discussão verbal escandalizada para quem quisesse escutar ao passar por ali. Parecia que o empresário discordava veemente de alguma coisa. Mas o quê? E por qual motivo ele estava tão furioso?

- isso é um absurdo, Zayn!

Rosnou o CEO da Warner, batendo com os próprios punhos sobre a mesa, mas provavelmente o executivo estava nervoso com Zayn Malik, que estava sentado de pernas cruzadas e de frente para o outro homem.

- porque? Só porque não foi isso que planejou?
- miserável! Como você tem a petulância de me afrontar?
- quer que realmente te responda? Você sabe que o que foi planejado está quase sendo exposto! Então eu o sugiro que faça o que estou lhe dizendo, ou serei obrigado a usar minha carta na manga.
- como pode ser tão baixo?
- não foi você mesmo que disse, que para conseguir algo, temos que pisar em tudo e todos?
- filho da...

O olhar encurralado do CEO da Warner, divertia Zayn, que estava o confrontando desde o inicio da manhã daquele dia. Mas a pergunta era... Porquê? Porque o empresário tinha tanto medo de ceder a chantagem de Zayn? O que o Malik tinha guardado na manga? E de qual plano, eles estavam falando? Será que era sobre algo relacionado ao caso Amy? Estaria o CEO envolvido no crime de sequestro da herdeira de Sashay?












(...)











Já em Los Angeles, no bairro Beverly Grove, mas necessariamente na mansão Sashay... O relógio marcava 10:45 da manhã, quando o celular de Shannon começou a tocar. Como todos já tinham acordado, a Mitchell logo tateou pela sua calça moletom e em seguida aceitou a ligação, sem ao menos ver quem era no identificador de chamadas.

- Hello?
- Shannon, sou eu, Marlene.
- ah, oi.
- Shay, será que tem como você e a Sasha, passarem aqui no meu escritório?
- sim
- perfeito!
- houve algum problema no caso da Amy?
- não necessariamente.
- como assim?
- eu não posso te falar por telefone, sinto muito.
- é tão grave assim?
- eu diria, que é delicado.
- certo, depois do almoço, nós vamos aí.
- ok, fico lhes aguardando, então.
- tchau, tia Marlene.
- bye bye!

Em seguida a morena encerrou a ligação, e ficou encarando o aparelho celular por algum tempo.

- quem era, Boo?


Notas Finais


Eita, cacete! O que tia Marlene quer com Sashay? Será que vai chegar a hora da verdade? Quem será o CEO da Warner? O mesmo está metido no sequestro da pequena Amy? Ou a culpa dele no cartório é maior? Então é isso pessoal, comentem, façam suas teorias e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...