História Together by the destination - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você, Originais, Os Instrumentos Mortais, Tina Jittaleela
Personagens Personagens Originais
Tags Alec, Apaixonados, Katherine, Miguel, Rachel, Rebeldes
Exibições 32
Palavras 2.654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção, Orange, Romance e Novela, Slash, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoas do meu ♥! Aí vai mais um cap! Boa leitura,espero que gostem! E não reparem nos pequenos erros básicos!

Capítulo 33 - "Sorte sua que tem pai" + Alice + Rachel


Fanfic / Fanfiction Together by the destination - Capítulo 33 - "Sorte sua que tem pai" + Alice + Rachel

Katherine P.O.V

 

 

Eu estava no meu quarto pensando na minha vida e no que vou fazer,eu havia ligago para minha mãe já faz poucos dias e havia prometido para mim mesma que iria juntar meus pais novamente... Ouvi o rangido da porta eu estava muito ocupada em meus pensamentos para ver quem era.. Senti sua presença ouvi outro rangido da porta com a certeza ele fechou a porta,senti ele se aproximar até sua cama do jeito que eu estava distraída não vi se ele havia se deitado ou se sentado apenas ouvi um simples suspiro vindo dele. Eu sabia que era Miguel...

 

 

 

 

 

Miguel: Katherine. –Chamou,eu virei meu olhar para ele ainda deitada.–Sobre aquele episódio... –Eu o interrompi.

 

Katherine: Tudo bem,já passou.–Sorri.

 

Miguel: Por quê você está tão séria?–Perguntou.

 

Katherine: Ah,não é nada. Eu só estava pensando em minha vida .–Contei.

 

Miguel: Tipo?–Perguntou,quis saber.

 

Katherine: Estou pensando em minha família. –Respondi ainda o olhando.–Meus pais são separados.–Contei,dessa vez virei meu olhar pro teto.

 

Miguel: Eu te entendo.–Contou,sua voz grossa as vezes me deixava tonta.–Sorte sua que tem pai.–Comentou.

 

Katherine: Po quê? –Falei me virando para olha-lo de uma vez,ele me encarava..

 

Miguel: Bem,eu não cheguei a conhecer meu pai.–Contou.–Eu cresci sem saber quem era meu pai,minha mãe ela sempre deu o seu melhor para poder sustentar eu e Harry. –Falou pausadamente.

 

Katherine: Sua mãe, é uma guerreira.–Elogiei.

 

Miguel: Sim,ela batalhou muito sozinha. Quando Harry fez 17 ele resolveu trabalhar numa oficina para carros para poder ajudar minha mãe. –Contou olhando pro teto.

 

Katherine: Um dia desses eu gostaria de conhecer sua mãe. –Falei e sorri, vi ele virar o rosto para me olhar.

 

Miguel:Eu não sei...minha mãe está doente.–Contou.

 

 

 

 

 

Eu sabia dessa parte eu ouvi a diretora conversando com o professor sobre a mãe de Miguel, e também não lembro de ele ter me contado essa parte.

 

 

 

 

Katherine: Eu sou teimosa,quero ver ela de qualquer jeito.–Sorri.

 

Miguel: Bem,temos que marcar um dia e avisar a diretora.–Contou.

 

Katherine: Tudo bem.–Sorri.

 

Miguel: Bom,eu vou dormir um pouco. Estou acabadão!–Falou,se virando de costas.

 

Katherine: Tudo bem! Pode dormir.–Falei,virei meus olhos pro teto.

 

 

 

 

 

Eu vou conhecer a mãe de Miguel é o que me importa só de ouvir Miguel me contar a história dela me fez admirá-lá,eu acho bonito uma mãe batalhar para poder sustentar os filhos enquanto o covarde que fez filho vazou fora,eu apoio as mães solteiras. Mas no caso da minha mãe é diferente eu cresci vendo meus pais juntos quando eu estava prestes a fazer 14 meu pai saiu de casa com as malas.

 

 

 

 

Flashback ON

 

 

Meu pai haviac guardado as malas no seu carro em seguida voltou para mim..

 

 

 

Adam:Minha princesa,o papai não vai mais mais morar aqui mas eu irei vim te visitar sempre ouviu?–Perguntou.

 

Katherine: Sim,papai!–Respondi assentindo.

 

Adam:Enquanto papai não estiver aqui,cuide da mamãe para mim. Você pode fazer isso por mim?–Perguntou.

 

Katherine: Sim.–Respondi olhando pro chão.

 

Adam:Ei!–Chamou,ele pôs sua mão na ponta do meu queixo o levantando para eu olhá-lo.–Não chore,princesa.–Pediu e me abraçou.

 

 

 

Eu estava muito triste pois eu me acostumei com meus pais juntos... Eu era feliz! Parece que alguém resolveu destruir o casamento dos meus pais.

Ele desfez o abraço me olhando fixamente.

 

 

 

Adam:Saiba que papai te ama muito.–Sorriu.–Sempre vou te amar!–Falou,deu um beijou em minha testa se virou.

 

 

 

 

Ele desceu as pequenas escadas e começou a caminhar para onde estava o seu carro perto da calçada. Vê meu pais indo embora me fez chorar...

 

 

 

 

 

Katherine: TE AMO,PAI!–Gritei quase soluçando.

 

 

 

 

 

Ele se virou para mim sorriu se virou para frente e seguiu até chegar no seu carro em seguida deu partida,eu fiquei ali perto da porta ainda chorando senti uma mão em meu ombro mes virei para ver era minha mãe os olhos cor de mel estavam vermelhos com certeza ela estava chorando?

 

 

 

 

Anne:Vamos entrar,querida? Hum?–Perguntou com um sorriso de lado.

 

 

 

 

Eu não respondi apenas apenas assenti minha mãe colocou seu braço em volta de meu pescoço me guiando para dentro de casa.

 

 

 

Flashback OFF

 

 

Aquele dia eu nunca esqueci,mas meu pai cumpriu com a palavra ele foi lá me visitar sempre quando não dava para me visitar ele enviava presentes para mim. Eu amo tanto meu pai.

Meu celular vibrou eu o peguei debaixo do travesseiro e atendi.

 

 

 

 

Ligação ON

 

Katherine: Alô? –Perguntei.

Anne:Querida! Estou aqui na sua escola,pegue algumas roupas simples,vou levar você para passar o domingo comigo.–Contou.

Katherine: Hoje?–Perguntei.

Anne:Sim! Ande,estou te esperando perto da secretária.–Contou.

Katherine: Ta bom.–Respondi.

Anne:Se apresse!–Pediu.

Katherine: Tá. –Falei.

Ligação OFF

 

 

 

Me sentei na cama num suspiro minha mãe as vezes é um pouco exagerada,me levantei da cama peguei minha mochila tirei meus materiais no lugar deles guardei poucas peças de roupas,Fechei minha mochila em seguida olhei para Miguel ele ainda dormia parece que o toque do celular não o acordou realmente ele parece ter um sono pesado. Caminhei até ele me abaixei depositei um selinho em sua boca.

 

 

 

 

Katherine: Até breve.–Sussurrei.

 

 

 

 

Me levantei caminhei até a porta a abri dei mais uma olhada em Miguel em seguida saí dalí fechando a porta,caminhei pelo corredor até finalmente chegar à secretária onde estava minha mãe.

 

 

 

 

 

Anne:Querida!–Sorriu ao me ver,ela caminhou quase que apressada até mim e me abraçou. –Senti sua falta.–Contou,ainda abraçada em mim.

 

 

 

 

 

Minha vontade era discutir com ela por ter me colocado na escola interna mas parte de mim dizia para eu agradecê-la porque se não fosse por ela eu não teria conhecido meus amigos principalmente Miguel.

 

 

 

 

 

Katherine: Mãe.–Chamei, desfazendo o abraço.–Vamos?–Perguntei.

 

 

 

 

Ela sorriu assentiu positivamente começamos a caminhar até sair da escola,eu observei as pessoas espalhadas no jardim conversando animadamente pensei na Chel,Kris e Lilly em seguida nos meninos Alec,Ty,Marcus e por fim Miguel, me senti uma covarde por não ter o avisado para onde eu estarei indo mas irei ligar para Chel assim que chegar em casa. Entrei no carro me sentei no banco de passageiro coloquei minha mochila no meu colo enquanto minha mãe entrou no carro no lugar do motorista, ela o ligou dando partida em seguida.

Peguei meu celular pus o fone em meus ouvidos deixei meu playlist tocar todas as músicas de todas bandas de rock,Fechei meus olhos a imagem do rosto de Miguel surgiu em minha mente eu estava pensando nele...sorri de olhos fechados..

 

 

 

Alice P.O.V

 

Eu estava diante da porta do quarto de Miguel determinada a brigar com aquela sirigaita dos infernos, bati na porta não obtive sinal bati mais 3 vezes e não obtive resposta então eu abri a porta devagar coloquei minha cabeça para dentro e vi a cama da vadia desarrumada..ela saiu,ótimo! Virei meu olhar para outra cama e vi Miguel dormindo feito um anjo sem pensar duas vezes entrei no quarto fechando a porta por trás caminhei devagar até sua cama me sentei risonha ele estava dormindo seu braço direito estava esticado enquanto o esquerdo estava dobrado em sua barriga sua respiração subia e descia serenamente, deitei minha cabeça no seu braço esticado senti ele se remexer.

 

 

 

 

Miguel: Humm? Kath?–Perguntou com uma voz de sono.

 

Alice:Não meu amor,é Alice. –Respondi.

 

 

 

Ele se sentou assustado seus olhos foram em direção à cama da sirigaita em seguida se voltaram para mim confusos.

 

 

 

Miguel: O que você está fazendo aqui?–Perguntou.

 

Alice:Vim te ver.–Respondi.

 

Miguel: Alice faz o favor de sair deste quarto?–Pediu,dobrando as maos como se tivesse rezando.

 

Alice:Por que você quer que eu saia,Miguel? –Perguntei.

 

Miguel: Estou evitando uma possível briga entre duas mulheres! Então faz o favor de sair?–Pediu mais uma vez, ele se aproximou até a beira da cama colocando seus pés para fora se levantando em seguida.

 

Alice:E se eu disser que não quero sair? Vai fazer o quê? –Perguntei.

 

Miguel: Denunciar a sua invasão de privacidade dos outros para a diretora! Satisfeita?–Respondeu.

 

Alice:Duvido que você faria isso!–Falei me levantando da cama.

 

Miguel:Quer esperar para ver?–Perguntou se aproximando até a porta,ele pôs sua mão direita na maçaneta a abrindo.

 

 

 

 

Eu corri até ele o impedindo de abrir a porta ...

 

 

 

 

Alice:Está bem! Já vou indo!–Respondi meio chateada.

 

Miguel: Obrigado.–Agradeceu abrindo a porta para eu sair.

 

Alice:Mas fique sabendo que eu voltarei para te ver!–Avisei e saí dalí.

 

 

 

 

 

Não acredito que aquela vadiazinha dominou o meu Miguel! Não dá pra acreditar nem de olhos fechados,vou separar os dois ou não me Chamo Alice Collins! Ah,se vou!

 

 

 

 

Rachel P.O.V

 

Como já estava à noite eu estava no refeitório com Lilly e Kris jantando as meninas disseram que tem novidades para me contar mas não sem a Kath por perto. De repente meu celular começou a tocar vi o nome "Katherine" na tela o atendi num piscar de olhos.

 

Ligação ON

 

Rachel: Kath?–Perguntou.

Katherine: Sim!–Sorriu.

Rachel: O que houve para você me ligar?–Perguntei.

Katherine: Amigfa,eu liguei para te avisar que eu fui para casa da minha mãe. –Contou.

Rachel: Ah! Danada,viajou sem me avisar né! Que bela amiga!–Reclamei.

Katherine: Como eu ia saber? Minha mãe veio na escola de surpresa.–Falou,eu poderia imaginar ela franzir o cenho.

Rachel: Tudo bem! Eu estou aqui jantando com as meninas!–Contei.

Katherine: Manda um beijo para elas! Ah Chel,eu ia me esquecendo faz um favor para mim?–Pediu.

Rachel: Claro!–Falei sorrindo.

Katherine: Se o Miguel te perguntar por mim,conte para ele que eu estou em casa que vou voltar pra escola amanhã. –Pediu.

Rachel: Claro,gata! Deixe que eu conto pro gostoso e lindo do Miguel! –Falei olhando pro meu prato de comida eu pude ouvir os gritinhos de Lilly e Kris.

Katherine: Obrigada,Chel! Até amanhã! –Agradeceu sorrindo.

Rachel: Não foi nada,até amanhã! Beijos!–Mandei.

Katherine: Beijos!–Falou entre risos.

 

Ligação OFF

 

 

Olhei para as meninas elas me olhavam numa expressão tipo: "Conte-nos!" acabei caindo na gargalhada.

 

 

 

 

Kristen:O que foi?–Perguntou sem entender.

 

Lilly: Era a Kath?–Perguntou sorrindo.

 

Rachel: Sim,era ela.–Falei tentando não rir.

 

Kristen/Lilly: Cadê ela?–Perguntaram quase alto fazendo algumas pessoas olharem para nós.

 

Rachel: Vocês vão ter que guardar as novidades para amanhã,porque ela está na mãe dela.–Contei.

 

Lilly: Ela foi sem nos avisar?–Perguntou.

 

Rachel: Parece que a mãe dela apareceu na escola de surpresa. –Contei.

 

Kristen:Nossa,a mãe dela parece que deu mancada.–Comentou.

 

Rachel: Eu devo concordar com você, mas aguentem as novidades até amanhã podem fazer isso?–Perguntei.

 

Lilly:Eu sei lá, vou tentar né! –Sorriu.

 

Rachel: Boba! Você consegue sim!–Garanti.

 

Kristen: Eu agüento! –Sorriu.

 

Rachel: Obrigada,meninas! Vamos terminar o jantar para irmos dormir.–Pedi.

 

 

 

 

Elas concordaram então jantamos em seguida subimos para os nossos devidos quartos.

 

 

 

 

Katherine P.O.V

 

 

Após eu contar para Chel me senti um pouco aliviada por ela dizer que iria contar para Miguel, eu não quero vê-lo chateado ou revoltado amanhã quer dizer o antigo Miguel. Aqui estou eu ajudando minha mãe no jantar,ninguém iriam acreditar em mim se eu disser que eu armei esse jantar para tentar juntar meus pais? Bom não sei o que vocês pensam mas para mim valeu a pena tentar, quem saber talvez dê certo?

 

 

 

 

 

Anne:Kath,passa o maionese? –Pediu.

 

Katherine: Claro!–Peguei o maionese que estava perto de mim e a entreguei.

 

Anne:Obrigada,querida!–Agradeceu sem tirar os olhos do salpicão.

 

 

 

 

Sim,minha mae resolveu fazer salpicão e lasanha de calabresa a bolonhesa nossa senti tanta falta dessa parte! Eu fiz uma sobremesa Pavê de chocolate branco,agora estou ajudando minha mãe a fazer salada de alface que meu pai adora,minha mãe arrumou a mesa enquanto eu colocava as comidas na mesa meu pai havia falado comigo no telefone que iria trazer um refrigerante eu torci para que não seja de Coca-cola. Terminamos de organizar as coisas minha mãe correu para tomar banho enquanto eu resolvi checar meu celular na esperança que Miguel me ligue ou algo do tipo,eu e ele havia trocado de número quando começamos a conversar. Parei de checar meu celular fui para sala ver um pouco de TV me sentei no sofá peguei o controle remoto liguei a TV no modo Sky estava passando "The Vampire Diary" que eu adoro! De repente meu celular vibrou avisando que chegou mensagem peguei meu celular e vi o nome "Miguel" na tela sorri boba abri a mensagem num piscar de olhos.

 

 

 

 

"Hey,pirralha! Onde você está?"

 

 

 

 

Eu não acredito que a Chel não contou para ele! Ou talvez ele não perguntou para ela.

 

 

 

 

 

 

"Desculpe,sair sem te avisar Sr.Arrogante! Minha mãe apareceu na escola de surpresa."

 

 

 

 

 

Respondi e enviei a mensagem tão rápido,ansiedade estava me matando.

 

 

 

"Sua mãe veio te buscar?"

 

 

"Sim,estarei de volta amanhã."

 

 

"Ok,vou jantar! Até amanhã pirralha!"

 

 

"Até amanhã Sr.Arrogante!"

 

 

 

É engraçado o fato de ele me mandar mensagem perguntando onde eu estava,ele se preocupa comigo é isso produção?

 

 

 

 

 

Anne:Kath,seu pai ainda não chegou?–Perguntou surgindo na cozinha.

 

 

 

 

 

Como a sala era quase perto da cozinha me virei para olhá-la ela esta usando um vestido florescente rodado com mangas eu sorri.

 

 

 

 

Katherine: Ainda não. –Respondi.

 

 

 

 

A campanha tocou olhei para minha mãe ela sorria numa expressão tipo:" É ele". Eu sorri mais uma vez,minha mãe parecia uma adolescente naquele vestido e estava linda me levantei do sofá caminhei até a porta a abri,lá estava meu pai de terno preto parecia que havia chegado do trabalho aliás ele tem uma empresa de advocacia contanto que ele é o patrão dos advogados e também é um advogado,no seu braço direito ele segurava um litro de refrigerante enquanto sua mão esquerda estava ocupada segurando uma cestinha de doces...

 

 

 

Katherine: Entre,pai. –Pedi o ajudando a pegar o refrigerante.

 

Adam:Obrigado,querida!–Entrou,depositou um beijo em minha testa.

 

 

 

Ele viu minha mãe na cozinha organizando as coisas mais uma vez e usava um avental florido rosa escrito "Chef" ela o olhou e sorriu dava para ver claramente que ele retribuiu o sorriso,caminhei até a cozinha meu pai me seguiu coloquei o refrigerante na mesa.

 

 

 

 

Anne:Podem se sentar,vou servir o jantar.–Pediu.

 

 

 

 

Eu corri para a cadeira que ficava no topo da mesa a puxei para meu pai sentar ele riu e mesmo assim se sentou,em seguida puxei outra cadeira que ficava ao lado do meu pai para minha mãe se sentar,ela no início relutou mas acabou cedendo se sentou na cadeira como a messa era quadrada e grande meu pai estava no topo da mesa minha mãe no lado direito então meu lugar seria no lado esquerdo perto do meu pai. Eu quem servi o jantar me senti feliz em fazer isso não que eu me ache um pouco criança fiz isso com o intuito para reaproximar meus pais,duas pessoas que eu amo! Enquanto eu jantava meus pais pareciam conversar animadamente como se fossem adolescentes eles sorriam,um sussurrava para o outro as vezes conversavam comigo mas eu preferi ficar na minha e observar eles felizes. Após terminarem o jantar eu servi a sobremesa meu pai até que estava tão animado que resolveu me zoar um pouco.

 

 

 

 

Adam:Como é o nome dessa sobemessa?–Perguntou colocando a primeira colher na boca.

 

Katherine: Se chama Pavê. –Respondi sorrindo.

 

Adam:Anne,você ouviu nossa filha?–Perguntou segurando o riso.

 

Anne:Sim! O nome é meio engraçado, eu sei.–Sorriu.

 

Adam:Muito bem,mocinha! Essa sobremesa é para comer ou "pa vê"?–Perguntou rindo.

 

Katherine: Para comer!–Respondi também rindo.

 

Adam:Porque o nome é "pavê"?–Perguntou,minha mãe caiu na gargalhada.

 

Anne:Desculpem, eu não agüentei.–Falou tentando não rir.

 

Adam:Você podia ter batizado de "Pacomer" para facilitar as coisas.–Riu,eu também caí na gargalhada.

 

 

 

 

 

Ficamos fazendo piadas e rindo meu pai me fez perguntas sobre a escola. Eu adorei ouvir meu pai falar daquele jeito com a minha mãe "Anne,ouviu nossa filha?" tenho quase 100% de certeza que esses dois vão voltar! Ah,se vão! Depois eu subi pro meu quarto carregando cestinha de doces a deixei em cima na minha penteadeira quase vazia,caminhei até minha cama e caímorta de sono e cansaço acabei dormindo aos poucos.

 


Notas Finais


Gente,o que acharam? Amaram? Odiaram? Eu amei escrever a parte sobre os pais de Kath! Enfim comentem,eu vivo para escrever essa ficou por causa de vocês! Comentem por favor,eu conto com vocês!♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...