História Together? Forever. - Camren - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Aventura, Camren, Drama, Romance
Exibições 1.351
Palavras 1.075
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa tarde,estou completamente acabada com esse calor.Mas estou aqui.

Capítulo 36 - Julgamento


P.O.V  Lauren

- Em vinte minutos pousaremos.

A voz da aeromoça se fez presente naquele avião,Camila está do meu lado dormindo toda folgada praticamente em cima de mim.Nós estamos chegando em Washington,hoje será o dia do julgamento de Sam Smith,eu estou realmente preocupada.Quer dizer,não quero que a minha namorada sofra vendo o canalha encarando ela.Esse vai ser o grande reencontro e é disso que tenho medo,a voz da aeromoça falou novamente que acabamos de chegar em nosso destino.

Espera ai,já se passaram vinte minutos? Eu voei longe com os meus pensamentos,olhei para a minha namorada que está com suas pernas em cima de mim e com a boca entreaberta soltando alguns murmúrios que eu não entendia,essa visão é tão linda.Uma pena que tenho que acordá-la,passei a mão em seu rosto tirando uns fios de cabelos que caiam e beijei sua mão.

- Amor – Cutuquei ela – Acorda flor.

- Hmmm...

- Princesa – Passei a mão em sua barriga acariciando – Hey preguicinha.

- Lo? – Camila abriu os olhos lentamente e me encarou,que cena mais fofa. – Chegamos?

- Sim senhorita,manhosa. – Tirei suas pernas de cima de mim e ela se ajeitou ficando de pé.

- Eu estou com sono.

- Vamos para o quarto de hotel e você toma um bom banho,depois iremos ao tribunal.

[...]

Terminei de sair do banheiro depois de um banho gelado,fui até a minha mala vendo que a Camz está praticamente dormindo na cama.Acredita que ela nem tomou banho ainda? Pois é,respondi algumas mensagens das meninas e mandei mensagem para os meus pais.Meu sogro e os meus pais estão em meu apartamento,já to vendo que vai pegar fogo lá.

- CAMZII,vai pro banho – Apontei para o banheiro.

- Ta bom,to indo.

Camila correu para o banheiro e eu voltei a pegar roupas em minha mala,optei por uma calça social,blusa social branca e nos pés meus coturnos.Ajeitei meus cabelos e passei um leve batom em meus lábios marcando um pouco os mesmos,sentei em minha cama e peguei meu celular vendo que a Vero mandou vários vídeos pornôs,se a Camila ver isso ela me mata.

- Agora podemos ir – Minha namorada falou de pois que saiu do banheiro.Ela está usando uma saia social e uma blusa social com renda,nos pés um salto baixo.Essa mulher ainda vai me matar uma hora.

- Vamos,amor.

Dei um selinho nela e peguei em sua mão dando um beijo no mesmo,saímos do hotel de mãos dadas e assobiei para um taxi que passava.Logo entramos no automóvel e eu dei o endereço para onde vamos,minha namorada está incrivelmente linda.Passei meu braço por cima dos seus ombros e colei nossas bocas,eu amo o gosto do seu batom.É de morango,suguei seus lábios sentindo mais o gosto e logo a minha língua adentrou,que boca gostosa senhor.Explorei cada canto e até que ouvi uma tosse forçada,separamos nossas bocas causando aquele estalo.

- Chegamos senhorita.

- Obrigada,senhor.

Paguei a ele e entramos no tribunal que tem bastante gente até,um segurança nos indicou uma sala e fomos para o mesmo.Nos acomodamos nos bancos e eu segurei firme a mão da minha namorada que está um pouco suada.A minha está no mesmo estado,eu não queria ver o Sam nem a pau,mas eu estou aqui pela minha Camila.Hoje é o dia em que o desgraçado vai pagar por tudo na cadeia.

- Senhoras e senhores – O Juiz entrou na sala e sentou no seu trono. – Me chamo Jason.Guardas,tragam o senhor Smith.

- Amor,vai ficar tudo bem – Sussurrei para a minha namorada.

- Tudo bem – Ela se aconchegou em mim e eu sorri tentando confortá-la.

Dois policiais entraram com o Sam Smith algemado e colocaram ele em um banco perto do Juiz,nessa mesma hora eu olhei para a minha namorada que está de olhos arregalados segurando firme a minha mão.O Sam continua do mesmo jeito,só que ele tem bastante machucados em seu rosto e um olho roxo.

- Bom,agora podemos começar – O Juiz falou – Camila Cabello a vitima,se levante-se e conte tudo que aconteceu.

- Meritíssimo – Camila se levantou e acenou para Jason – Tudo começou por volta da minha adolescência,eu comecei a namorar com o Sam e ele era um cara bacana até.Mas com o passar do tempo ele começou a me bater,abusar de mim e me manteve em cárcere privado.

- Porque não denunciou?

- Eu até gostaria de fazer isso e eu já tentei,mas ele me pegou no flagra querendo escapar – Vi minha britânica suspirando – A ameaça dele foi “Se você contar para alguém,eu mato a sua irmã”,minha irmã é tão novinha para morrer.O medo tomou conta de mim e eu nunca tive coragem de falar para alguém ou encostar o dedo nele.

- Certo,senhorita Jauregui – Assim que o juiz falou meu nome,eu me levantei parando ao lado da minha Camz. – Ela te contou a verdade?

- Sim,meritíssimo – Acenei com a cabeça – Eu comecei a criar fortes emoção pela senhorita Cabello e ela a mesma coisa por mim,eu sabia que tinha algo de errado.Era como se ela estivesse sofrendo,eu também estava sofrendo.Foi então que a Camila confiou em mim o suficiente e me contou a verdade.

- Você foi atrás dele?

- Eu fui,na verdade ele tinha seqüestrado a minha namorada.Eu fui para o Brasil recuperar minha Camila,ainda chamei a policia brasileira.

- Certo,policial levante-se – Olhei para o policial que estava no dia do seqüestro,é o brasileiro. – Tudo isso é verdade?

- Sim senhor,essas meninas estão falando a verdade.Faz tempo que o Sam apronta e nenhum policial descobriu,cheguei a ponto de ver as coisas e ele merece ser preso. – O policial arrumou sua farda.

- Senhor Smith,quer dizer alguma coisa?

Todos nós olhamos para o Sam que estava fazendo careta,o mesmo não tinha parado de olhar para a minha namorada.Esse babaca me da nojo,ele lentamente se levantou e forçou uma tosse falsa,esse babaca ama chamar atenção.Não entendo mais ele.

- Camila eu te amo e sempre te amei,por favor não faça isso comigo – Ele se ajoelhou – Eu errei tão feio,a culpa é totalmente minha.Me perdoa? Podemos namorar e se casar,larga a Jauregui.Eu posso te dar amor verdadeiro.

- Sério que é isso que você queria falar? – Minha namorada fez uma cara irônica – Nunca em minha vida eu voltaria com você,eu te odeio com todas as minhas forças.Sabe com quem eu irei me casar? Com a Lauren Jauregui e ela é o amor da minha vida,minha namorada está dando o amor verdadeiro que eu sempre sonhei.

- Caso encerrado – O juiz bateu na mesa – Sam Smith,trinta anos de prisão.

  


Notas Finais


Boa sorte Sam muahaha. Daqui a pouco eu posto a nova fanfic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...