História Together? Forever. - Camren - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Aventura, Camren, Drama, Romance
Exibições 1.496
Palavras 1.079
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Que calor é esse gzuis,boa tarde povo

Capítulo 37 - Pesadelo


P.O.V  Camila

Vi o Sam Smith sendo acorrentado nas mãos e o mesmo rosnava para os policiais que seguravam ele com força,o Juiz se encolhia vendo o quão feroz o Smith estava,fui segurar firme na mão da Lauren mas a mesma não estava mais do meu lado.Olhei para o tribunal inteiro e não a encontrei,um desespero tomou conta de mim e eu vi o Sam querendo partir para a minha direção.

- EU AINDA VOU TE MATAR,CAMILA – Gritou.

Segurei no banco com firmeza tentando me controlar e as lagrimas desciam pelo meus olhos,eu enxergava tudo embaçado.Meu fim foi quando o Sam conseguiu escapar dos policiais que seguravam ele,o mesmo veio em minha direção com a mandíbula travada e meu coração batia muito rápido.Parecia que eu ia morrer,quando eu ia me levantar do banco.Sam Smith apareceu em minha frente agarrando meu pescoço com todas as forças possíveis,o ar começou a me fazer falta e eu já estava me engasgando.

- Por favor,me solta – Implorei – Por favor.

- Vou te matar.

- NÃO.

Meu corpo automaticamente foi para frente me fazendo acordar,meu coração batia freneticamente e o meu rosto suava por conta do sonho.Meu Deus,olhei em volta um pouco perdida por conta da sensação e então me localizei,estou indo para Las Vegas.De volta para casa,respirei fundo tentando controlar minha respiração e vi que a Lauren está segurando firme meus pulsos,eu estou com os punhos fechados.Joguei minha cabeça para trás,merda de pesadelo.

- Você está bem?

- Agora sim,tive um pesadelo.

- Você quase acertou minha cara com sua mão – Ela me olhou e afagou meus cabelos – Quer me contar como foi?

- Não,sinto muito – Deitei minha cabeça em seus ombros sentindo as caricias que ela me fazia – Estamos chegando?

- Falta pouco.

Relaxei na poltrona e não demorou muito para o avião pousar em Las Vegas,saímos no portão de embarque e pegamos nossas malas.Lauren foi o tempo todo me distraindo e eu agradeço muito por isso,pois agora eu estou bem melhor.Pegamos um taxi e eu agarrei o braço da minha namorada,colei nossos lábios em um beijo calmo só com encostar deles.Ficamos assim por um tempo até que o taxista parou em frente ao apartamento.

Entramos no apartamento da Lauren de mãos dadas e vi a maior bagunça,meu Deus do céu o que é isso? Umas vozes altas fizeram presente mas não era daqui e sim da parte de cima.Eles só podem estar na piscina,saímos do apartamento indo para a piscina e encontramos meus pais,meus sogros e as meninas.

- Vocês não tem casa não? – Perguntei apontando para todas.

- Se cada um cuidasse da sua vida,não haveria morte no mundo. – Vero respondeu.

- Cala a boca,Veronica Cavala Iglesias – Lauren mostrou o dedo do meio para ela.

- Gente que bagunça é aquela no apartamento?

- Camila mal chegou e já está enchendo o saco – Dinah fez careta – Nós fizemos uma festa com seus pais.

- Nós mal saímos de casa e já fazem festa – Minha namorada revirou os olhos sentando na espreguiçadeira – Vem cá amor.

Sentei entre suas pernas e senti um belo vento batendo em meu rosto,olhei para os meus pais que brincavam com os meus sogros.Não sei quem é mais crianças,Sofia tentava jogar o Chris na água e a Taylor está tomando banho de sol,Lucy e Normani jogaram água em mim fazendo acertar também a Lolo.Duas tontas,olhei para o canto vendo Ally se pegando com a Hilary,assim que eu gosto.

- Como foi o julgamento? – Meu pai perguntou depois que parou de brincar com Mike.

- Sam se ferrou,ele pegou 30 anos de prisão – Lauren respondeu sorrindo de lado – Adorei isso.

- Que maravilha Mila – Ally disse sorrindo.

- Agora podemos ficar em paz – Me aconcheguei nos braços de Lauren.

Minha namorada segurou firme a minha cintura e segurou em meu queixo fazendo eu olhar para ela,nossas bocas se encontraram e começamos um beijo lento que logo ficou intenso por conta dela.Sua língua habilidosa capturava a minha toda sensual,suas mãos alisavam minhas costas e as vezes abaixava mais.Eu amo estar no braço dela,mas hoje não estou em clima para isso.Tentei separar nossas bocas mas a Lauren segurou firme em minha cintura fazendo meu corpo pressionar mas com o dela.

- Laur...

Tentei falar contra sua boca mas eu não conseguia,ela deu um leve aperto na minha bunda e eu suspirei.Eu realmente não quero hoje,não depois de um sonho horrível.Aquela porra de pesadelo começou a vir em minha cabeça,droga.Desgrudei minha boca da de Lauren fazendo aquele estalo e eu a empurrei com tudo.

- Não,não,não – Eu repetia me afastando – Não rela em mim.

- Mas o que? – Lauren me olhava com aquela boca vermelha.

- Desculpa – Falei baixo assim que voltei a pensar direito – Não quero fazer nada agora,o pesadelo está em minha cabeça Lo.

- Tudo bem,eu vou te respeitar – Ela sorriu carinhosa.

Voltei a me aconchegar em seu corpo e me permitir relaxar,não acredito que aquele pesadelo tinha tomado conta da minha cabeça.Passei a mão em minha testa limpando o resquícios de suor,inda bem que ninguém percebeu meu pequeno ataque.Senti as mãos da minha namorada acariciando meus ombros e distribuindo beijos por eles mesmo,não tinha nenhuma malicia e eu agradeço por isso.

- Então senhorita Brooke – Brinquei – Como está a sua relação com essa doutora ai?

- Tenho novidades – Ally bateu palmas – As meninas já sabem,mas eu estou namorando com ela.

- Mentira – Fiquei de boca aberta – Hilary,finalmente fez algo que preste.

- Concordo com o meu amor – Lauren piscou – Hilary se você magoar a baixinha,eu corto seus dedos e sua língua.

- Vão se ferrar Cabello Jauregui – Hilary gargalhou do próprio xingamento – Bobocas,eu sou super romântica para o seu interesse.Sou o pacote completo.

- Essa eu quero ver – Lauren zoou – Mas conte como foi Ally.

- Primeiro ela me buscou no meu restaurante e fomos para a praia duas horas da manha já que foi esse horário que fechei o restaurante – Ally contava toda animada – Ela abriu um vinho lá na praia e ficamos sentadas numa rocha enorme,lá ela me pediu em namoro e depois caímos no mar.

- Que fofo – Sorri – Vocês merecem.

- Obrigada Mila.

- Lauren você não pode ficar dando uma de durona ameaçando a Hilary não – Meu pai falou fuzilando minha namorada – Sabe que aquelas palavras que falou para a doutora,estão valendo para você.Corto tudo seu,se eu ver você destruindo o coração da minha menina.

- Mas e se você ver uma transa?  - Minha namorada sorriu maliciosa.

- Não me testa,garota.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...