História Together Forever - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Futuro, Gemêas, Mistério, Vingança
Exibições 10
Palavras 1.064
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Fantasia, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


♥Mio♥ ♡???♥
Segundo dia de aula
"Ao nosso redor existem amigos, desconhecidos e inimigos."

Capítulo 29 - Amigos e inimigos


Fanfic / Fanfiction Together Forever - Capítulo 29 - Amigos e inimigos

O alarme tocou, senti a mesma sensação de ontem: preguiça infinita. Me levantei um pouco mais rápido dessa vez e me troquei igualmente, isso é melhor do que ficar ouvindo reclamações. 

Todas estávamos prontas 10 minutos mais cedo que ontem, chegamos na escola 15 minutos mais cedo também. Nos despedimos de Alan e entramos na escola. Ainda haviam muitos nos observando e sussurrando entre si, mas o número era relativamente menor do de ontem. 

Jack: Ei, Mio, Angel, Aya! Venham aqui!- Jack gritou de algum lugar, olhamos em volta e vimos ele andando pelo corredor com uma pilha de livros e documentos novamente. 

Aya: Bom dia Jack, o que está fazendo? 

Jack: Bom dia, eu estou levando tudo isso para a sala dos professores, como sou o representante de sala esse é meu dever. 

Mio: Parece bem pesado... Não quer ajuda? 

Jack: Não precisa, já estou acostumado.

Ficamos conversando pelo caminho, depois de entregar a papelada nós voltamos para a sala de aula e conversamos lá, aos poucos a sala foi ficando mais populada e bateu o sinal. 

Mio: Que pena... qual é a primeira aula mesmo? 

Angel: História, você ainda não decorou o horário de aulas? 

Mio: Não, e duvido que você tenha decorado.

Angel: Aé?

Ela começou a falar todas as aulas da semana inteira em um tom pausado para eu entender. 

Sam: Caramba, aposto que nem o Jack decorou tudo isso.- Disse ele entrando na conversa.

Jack: Não mesmo, você é bem responsável Angel. 

Angel: O-obrigada...- Disse ficando vermelha. 

Mio: Iiiii, por dois já?- Disse apenas para irritá-la, Jack e Sam pareceram não entender nada, Sebastian sentava do outro lado da sala então nem ouviu. 

Angel: M-Mio!!!!- Ela ficou mais vermelha ainda e bateu no meu braço. 

Mio: Ai, pra que tanta violência?

Angel: Pra você aprender a ficar quieta quando não precisa falar. 

Aya: Tá bom... chega, não vamos brigar. 

Angel e Mio: Ok. 

A professora entrou na sala e começou a aula, pela primeira vez foi uma aula de verdade, cheia de exercícios e reflexão. Eu lembrava dessa matéria, já tivemos uma aula com nossos pais sobre isso, apenas li a apostila e consegui fazer os exercícios tranquilamente, sendo a primeira a acabar, Angel acabou ao mesmo tempo. Nós andamos até a mesa da professora e avisamos que acabamos, ela deu um olhar de "Não é possível, não foram nem cinco minutos" e pediu para ver nossas respostas. 

Professora: Nossa, as respostas estão diferentes e completas, ainda por cima a letra está impecável, muito bem, podem se sentar e esperar os outros acabarem. 

Fizemos isso e Jack nos encarou surpreso, dando um olhar de "Como assim???", logo depois voltou a fazer e nós ficamos conversando baixo para não atrapalhar a aula, Aya acabou logo em seguida e ficamos conversando nós três. O sinal tocou quando todos haviam acabado, novamente fomos lanchar com os meninos. 

Eles nos mostraram a escola que não era tão grande, então eu já sabia onde mais ou menos ficavam todas as salas, precisei ir no banheiro e deixei minhas irmãs sozinhas com os meninos. Depois de lavar as mãos, quando estava prestes a sair uma menina me parou. 

???: Ei você, menina demônio. 

Mio: Eu...?

???: É você. Avise para suas irmãs  para não se aproximar muito daqueles meninos, eles são muito legais para ficar com demônios como  vocês, saibam que eles só estão lanchando com vocês porque eles são gentis demais. 

Mio: Olha, eu não sei o que você que é dizer com isso, mas pelo menos tenha respeito, nós não somos demônios! 

???: Eu apenas terei respeito assim que vocês os deixarem em paz, não se meta comigo ou você entrará em encrenca, eles são meus e de minhas amigas, não seus. 

Mio: As pessoas não são de ninguém, elas são livres e decidem o que querem ser. Nós não estamos atrás deles, nem estamos interessadas. 

???: Agora o demônio mentiroso quer dar sermão? Eu te avisei e você não seguiu meu conselho, como eu disse você pagará.- Ela saiu da sala rebolando, só de olhar para o rosto dela e ver quilos de maquiagem me dava nojo, agora ela acha que estamos interessadas nos meninos? Ela diz que vamos pagar, se ela ousar fazer algo com minhas irmãs ela terá o mesmo destino de nossos pais. Ela não tem a mínima idéia do que somos capazes, ninguém tem.

Saí do banheiro como se nada tivesse acontecido, logo depois o sinal tocou e tivemos outra aula entediante demais para descrever, mas algo diferente aconteceu nela. Estava muito quente e na sala havia apenas um ventilador de teto, que ficava em cima de nossas cabeças. No meio da aula nós ouvimos um estrondo alto e as luzes acabaram, estranhamente o ventilador não parou de funcionar, será que as luzes queimaram? Não, a escola inteira estava no escuro, então como o ventilador funcionava? Outro estrondo alto ocorreu, esse veio bem de cima da minha cabeça, quando eu notei o ventilador estava pendurado por um fio, me levantei rapidamente e chamei minhas irmãs, todos se afastaram do ventilador, menos Jack, que estava entretido com a lição e não notou a situação. 

Ouvi um terceiro estrondo e o ventilador começou a cair, e em segundos ele atingiria a cabeça de Jack, não tinha como ninguém salvá-lo mais, nenhum humano pelo menos... ♡♥♡♥♡♥♡♥♡♥♡♥♡♥

Apoiei minha cabeça na parede da sala do segundo ano, eu estava perdendo aula mas nem ligo, precisava eliminar esses demônios, retorná-los para o inferno. 

???: Agora.- Avisei minhas amigas pelo rádio, avisando que elas poderiam cortar a energia, mas teriam que deixar o ventilador ligado com a bateria para completar o plano. 

As luzes se apagaram, esperei mais alguns segundos e avisei novamente. 

???: Ótimo, agora causem o circuito para derrubar o ventilador, vocês não se esqueceram de sabotar não né? 

???4: Não senhora. 

Um segundo barulho alto ecoou pelos corredores, eu estava satisfeita, sabia que logo elas morreriam e nós teríamos os meninos só para nós. Saí andando pelo corredor apenas esperando ouvir os gritos de horror da sala ao ver elas mortas, talvez mais alguém morra também, mas não importa desde que não sejam... espera, onde eles sentam mesmo? 

Pela terceira vez aquele barulho ecoou pelos corredores. Logo um quarto fez o mesmo e escutei alguns gritos de pânico vindo do segundo ensino médio.

Mio: JAAAAACK! NÃO! 

Eu não acredito.... que eu fiz isso... Como elas escaparam...? E como ele morreu...? 








Notas Finais


Se estiver muito confuso me avisem que eu melhoro o capítulo. Espero que estejam gostando, se tiver algo que quiserem que eu melhore me avisem e se gostaram favoritem. Coloquem ideais ou teorias nos comentários e vejo vocês no próximo capítulo!
Tenham um bom dia! ♡♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...