História Tokio Hotel: The Sound of Revolution - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokio Hotel
Personagens Bill Kaulitz, Georg Listing, Gustav Schäfer, Personagens Originais, Tom Kaulitz
Tags Ação, Aventura, Luta, Romance, Tokio Hotel, Violencia
Exibições 6
Palavras 3.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiieen
Boa leitura people *~*

Capítulo 26 - Revelações - Pt 1


         Sozinha na cela Alice começou a sentir seu corpo enfraquecer as dores irradiavam por todos os lados, olhou a pulseira que ainda mantinha no braço esta também marcava seus sinais vitais estava desidratada, foi quando notou que não tomava seus remédios a dias.
          Já era noite tentou desligar a mente e esquecer de tudo foi quando lembrou da noite da festa, mesmo com toda a confusão e a angústia que tinha passado, aqueles momentos com Bill tinham sido agradáveis ele havia se comportado e ela se sentia mal por ter que matá-lo. Sophia não tirava os olhos deles percebendo isso Bill perguntou:
     
         -Desculpe por ser tão direto, mas eu preciso saber vocês duas brigaram por causa do Georg? Você gosta dele?... Ou sei lá talvez goste dela? - Bill estava apreensivo.

            Alice o observou parecia que sua resposta era muito importante:

           -Um dos motivos era sim o Georg, mas a sua pergunta tem a ver com atração sexual e eu não sinto isso por nenhum dos dois, a Sophia é como uma irmã e não tenho interesse em me envolver com o cabeludo.
     Bill soltou um suspiro aliviado:

          -Não sei o que você tem contra o Georg, olha para os dois juntos, nunca o vi tão feliz.

          Alice olhou para Georg e Sophia estavam distraídos, Bill continuou:

          -Também quero me sentir assim - Acariciou suavimente o rosto dela.

          -Vamos lá para fora.

          Alice lembrou do toque e sorriu foi só então que percebeu que aquilo era uma loucura Bill era apenas uma missão:

        -É isso que vários golpes na cabeça causam.
                
                ***

          Sophia ainda tentava convencer os Thirty Seconds:

         -Por que devo acreditar nessa sua história de que você era uma agente do Depp e que agora simplesmente decidiu passar para o outro lado? - Disse Jared desesperado.

          -Olha, praticamente todos os agentes são obrigados a ficar lá o Depp controla nossas mentes ele podia me matar.

           -E como você escapou desse controle?

            -Um amigo telepata conseguiu quebrar a conexão.

           Shannon que até então só ouvia chamou Jared:

           -Não sei se podemos confiar nela, mas em vez de um resgate podemos usar essa oportunidade para descobrir o que há por trás da pesquisa.

          Tomo ainda estava arredio:

           -E se for uma armadilha?

          Sophia tinha escutado tudo:

          -Essa missão seria para resgatar a comandante da pesquisa se salvarem ela tenho certeza que ela lhes daria todos os dados.

         Gustav pareceu não acreditar:

        -Certeza? - Sophia apenas o olhou com quem diz "O que mais eu podia dizer?".

      Jared riu:

          -Você quer salvar aquela garota com um parafuso a menos.

           -Garota com um parafuso a menos que capturou você, o príncipe Kyra e o Kurt.

      Shannon interferiu:

          -Chega! Nós iremos, mas vocês tem que se apresentar ao Exército Terrestre e contar toda essa história para eles, eu quero garantias, nomes quero saber tudo o que você sabe.

           -Certo!
            
                      ***

            Tokio Hotel se apresentou muito bem apesar da preocupação, que os garotos não deixaram transparecer para o público o ponto alto do show foi Monsoon.

        "[...]Running throug the monsoon
         Beyond the world
        To the of time
       where the rain won't hurt
      Fighting the storm
      Into the blue
      And when I lose myself I'll think of you
      Together we'll be running somewhere new
       And nothing can hold me back from you
       Through the monsoon[...]"

         Logo após o show Gustav defez sua outra imagem exigia muita concentração, e Georg correu até Sophia para saber como tudo tinha ido:
    
          -Deu tudo certo. - Gustav a olhou:
   
         -Na medida do possível, eles não acreditam em você.
     Tom ficou intrigado:

          -Como assim?

          -O que importa é que eles tem interesse em ir comigo e é disso que eu preciso, apoio. Georg a abraçou e beijou sua testa:

          -Eu vou dar todo apoio que você precisar.

         -Obrigada.

     Bill finalmente falou:

         -Quer dizer que é real? Nós vamos salvá-la. - Sophia foi até ele e segurou suas mãos.

          -Vamos trazê-la de volta. -Sophia passava uma segurança invejável.

           Quando o show finalmente acabou Tomo se comunicou com o Exército os presidentes estavam totalmente certos de que aquilo era uma armadilha ou talvez uma distração boba para um ataque, por isso exigiram a presença de todos em uma reunião em Washington DC o mais rápido possível.

          Dois dias depois todos estavam lá aguardando no hall fariam a reunião com Brad Pitt e Angelina Jolie os presidentes só apareceriam por teleconferência, Jared os avisou:

             -Deixem que apenas a garota explique a situação pelo que sabemos vocês são apenas intrometidos.
Georg tentou falar, mas Sophia apertou sua mão e ele percebeu que era melhor ficar calado.
        
                       ***

            Julia decidiu avisar Depp que Liam estava tramando alguma coisa talvez com ajuda de pessoas de fora, Johnny ainda enfrentava problemas com a justiça, mas nada que um clone não pudesse resolver decidiu ele mesmo dar cabo da situação, apesar de sua mente ainda estar fraca.

             Alice teve pesadelos com pessoas que havia torturado e acordou sobressaltada sua mente fervilhava, ouviu uma risada de uma cela próxima:

            -Pra alguém tão jovem você tem muitos pecados.

            -Kurt?

            -Você falou enquanto dormia... pensei que não lembraria de mim sem aquelas agulhas que enfiava pelo meu corpo.

            -Não preciso desse papo furado agora.

           -Vamos ter muito tempo para conversar. Você pode começar dizendo o por quê de tudo aquilo?

           Antes que ela pudesse dizer algo um agente a retirou da cela:

          -Para onde vamos?

         -O sr. Depp exige sua presença.

          Liam notou que tinha algo errado quando foi chamado para sala principal decidiu mandar uma mensagem para Sophia, depois seguiu a ordem, ao entrar se assustou com Alice presa a uma cadeira:

          -O que é isso? - A  voz inconfundível veio de trás.

          -Bem que a Roberts me disse que você ficaria preocupado.

          Liam olhou para Depp parecia descansado, foi preso ao lado de Alice:

         -Sabe, eu mesmo examinei minuciosamente todos os vídeos desde o dia em que você foi recrutado Liam e já sei que vocês não tem um caso amoroso, pois teriam que ser invisíveis para não serem pegos por nenhuma câmera.

     Liam olhou para Alice:

            -Então que ligação é essa que vocês tem que o faz ser idiota o bastante para me trair?

             -Eu não sei do que o sr. está falando.

             -Ok, talvez a Alice saiba.
Depp aplicou uma alta dose de pentanol na garota, pois com o dano causado por Georg não estava conseguindo ler mentes, no início ela ficou meio mole Depp levantou sua cabeça:

            -Vamos meu bem revele seus segredos, o que você tem com nosso amiguinho aqui? -Alice tinha um olhar perdido.

           -Ele... é meu... irmão. - Depp se surpreendeu

          -Como isso pode ser possível? - Perguntou para o rapaz.

         -Somos meio irmãos na verdade filhos apenas da mesma mulher.

         -Me lembro do seu pai foi o cientista que contratei.

         -Que você enganou.

         -Minha mãe largou o marido pelo desgraçado do Mikail meu pai biológico depois que ela engravidou ele sumiu.

         -Quem diria que a Natasha era uma vadia.

         -Não fale dela!

         -Nunca soube que ela teve uma filha. Como isso aconteceu?

         -Aconteceu em uma viagem a Russia minha mãe era de lá, por isso se encantou por Mikail, depois que eu nasci ela me deixou com minha avó e o Liam e voltou para base onde você estava exilado e reatou com meu padrasto ele era um ótimo pai me assumiu.

          -Termine logo! - Liam continuou.

          -Uns anos depois você achou que o trabalho para desbloquear sua mente estava defasado e matou minha mãe para punir o meu pai.

         -Isso mesmo, aquele Benjamin era muito lento.

          -O obrigou a me recrutar nessa base como forma de assustá-lo e logo ele descobriu que a única forma era descartar seu corpo real para que sua mente fosse liberta, por isso você precisa desses clones, porque seu corpo é inútil.

          -Depois disso eu o matei e você ficou, mas como ela veio para aqui?

          -Você mandou agentes vasculharem a casa da minha mãe e Alice foi trazida nessa missão um agente que era amigo dele manipulou as informações sobre ela e disse para nunca contarmos a verdade, porque você a mataria ela não tinha utilidade.

          -O agente deu a ela o sobrenome do pai biológico, interessante. E mesmo assim desde o começo eu soube que ela tinha potencial na verdade as duas sempre foram minhas favoritas, por isso não as matei e creio que você não saiba que a pesquisa de Alice é exatamente tornar meu corpo utíl novamente dessa vez imortal para que eu possa retomar o que é e sempre foi meu. Sei que vocé está tramando alguma coisa, por isso darei seu castigo e quando Sophia tentar algo idiota Alice a trará para mim. - Olhou nos olhos dela utilizando sua hipnose. - Cada dia a mais usado Liam sofrerá e se não me trouxer Sophia eu mesmo o matarei de forma bem lenta.
            
                      ***

           Depois da reunião Sophia saiu da sala sabendo que os garotos teria um mês de treinamento, mas teriam que assinar termos de responsabilidade, pois o Éxercito não se responsabilizaria se eles morressem e se tudo desse certo Alice e ela ainda podiam ser presas, checou o celular a mensagem de Liam dizia apenas: "Estou preocupado o Johnny sabe de alguma coisa.", isso deixou ela muito preocupada respondeu: "O que houve?".
              
                  ***

            Alice acordou no laboratório com Julia e Liam precisou fingir que estava hipnotisada:
          
          -Ele já sabe de tudo. - Alice lhe deu as costas.
       
          -Ei...

          -Leve-o daqui.

Liam foi arrastado por Julia e de longe gritou:

           -Faça o que é certo!

           Alice foi até a cela de Kurt:

         -Já voltou?

          -Preciso da sua ajuda.

          -Você me prende aqui e agora diz que precisa de mim?

           -Por favor, quando tudo acabar eu te liberto.

           Kurt só aceitou colaborar, porque não aguentava mais ficar preso e havia simpatizado com a beleza da garota:

          -Ok, mas você não fará mais testes em mim!

           -Não será necessário, a pesquisa já está concluída. - Abriu a cela - Vamos para o laboratório.

            -Você devia se deitar um pouco ou comer alguma coisa.

           -Não dá cada segundo a mais o Liam pagará.

          -De que ajuda você precisa?

         -Eu sei que você se deixou capturar para tentar invadir a mente do Depp.

        -Não obtive resultados a mente dele é impenetrável.

        -Na Terra um garoto quebrou a conexão de Sophia com ele eu quero que você faça isso comigo.

         -Tem certeza que ele fez isso?

          -Absoluta, a mente dele ainda está danificada a hipnose não funcionou.

          -Esse garoto deve ser bom a única coisa que posso fazer é criar um bloqueio assim sua mente só poderia ser invadida pela minha.

           -Você poderia ler meus pensamentos?

           -Se eu quiser, sim.

           -Ok.

            Kurt colocou as mãos dos lados da cabeça de Alice, ela sentiu um pouco de dor:

            -Nossa sua cabeça é confusa um pensamento atropela o outro vou dar um jeito nisso.

              Kurt continuou até conseguir ler os pensamentos da garota com clareza:

            Alice sentiu um grande alívio foi como se tudo voltasse ao normal:

            -Acho que era o Depp que me deixava anciosa e causava esses ataques ridículos.

              -Pode ser, mas agora você está no controle, nunca duvide de si mesma. Você torturava mesmo essas pessoas?
 
              -Ficaria surpreso com tudo que Sophia e eu tivemos que fazer para sobreviver.
            
                       ***

               Sophia ensinou o básico aos garotos como montar, carregar e disparar uma arma curativos um pouco de luta corporal, mas não se sentia bem um mês era pouco tempo para eles e muito para Depp, além do mais o Exército Terrestre mostrava pouco interesse em treiná-los foi Jared que deu algumas dicas de como controlar as habilidades com precisão, depois de um tempo se pegou observando Georg enrolado com uma pistola retirou a arma das mãos dele  carregou e acertou o alvo na cabeça:

             -É assustador quando você faz isso.

            -Georg você precisa se concentrar essa missão não será brincadeira.

            -Eu sei que você está preocupada talvez precise relaxar - Georg colou a boca na dela e depois desceu para o pescoço causando um tremor involuntário em Sophia - Que tal?

             Ela abriu os olhos:

             -Tenho que voltar ao trabalho - antes de se afastar ainda recebeu uma série de beijos rápidos.
            
        ***
      
          Alice decidiu descongelar o corpo de Depp:

          -Desse jeito o corpo vai apodrecer.

            -É o que eu quero assim vocês terão tempo para detê-lo.

           -Do que você está falando?

            -Esse corpo tem várias habilidades que eu mesma colhi.

            -Você colocou habilidades de outras pessoas nele?

           -Essa é a explicação para as agulhas em você.

          -Meu Deus! Você pode fazer isso com outras pessoas?

         -Depende do organismo -Alice pegou sua pulseira e entregou a Kurt - Ligue para Sophia e diga que ela tem uma semana é o tempo do corpo ficar como eu quero.
Sophia não acreditou no nome que viu em seu celular:

            -Alice?

             -Não, é um amigo dela você tem uma semana. - Kurt desligou.

            -Como assim? Alô?

        Georg viu Sophia alterada e foi ajuda-la:

            -O que foi meu amor?

            -Eu não sei direito, mas só temos uma semana.

          Os dias passaram voando Sophia estava totalmente insegura pelo namorado e os garotos tentou falar com Jared:

            -Não seria melhor irmos sem eles? Afinal mal aprenderam a atirar.

            -Não, Eles podem  ser necessários por suas habilidades.
Relutante Sophia teve que aceitar, pois Liam não respondia suas mensagens se fosse uma cilada estava caindo.
                     
             ***

           -Está tudo pronto.

         Kurt estava com o olhar perdido:

            -O que você tem?

            -Sabe faz um tempo que escuto pensamentos neste laboratório que não são seus acho que tem um espião aqui.

            -Isso não é mais problema meu.

            -Pena que os pensamentos não são claros. - Kurt apontou para o corpo.
    
           - Tem certeza que isso não se tornará um problema?

             -Só existe um jeito de salvar esse corpo, mas Depp não saberá como, provavelmente ele o congelará de novo e tentara achar outro cientista para salvá-lo ou arrumará outro corpo para por habilidades, mas as duas opções vão demorar anos.

              -Você pensou em tudo.
De repente uma sirene começou a tocar:

              -Eu vou para prisão você sabe o que fazer.

               O grupo de Sophia se dividiu em três ela ficou com Georg, porque sabia que podia protegê-lo e Bill que estava ancioso demais. Jared, Gustav e Tom ficaram na proteção, e Tomo e Shannon foram para o laboratório.

          Sophia foi direto para cela onde Alice estava, mas assim que a viu estranhou a situação ela continuava machucada parecia exausta, porém estava de uniforme. Bill a abraçou e Alice não se soltou
    na verdade retribuiu no fundo tinha sentido falta dele a questionando o tempo todo:

            -Bill afaste-se

              -O que foi?

            Alice teve que seguir o plano deu uma chave de braço nele, Georg que sempre acreditou que ela era uma traidora apontou a arma:

              -Eu sabia.

              -Espere Georg ela pode estar sendo controlada. Ajude-a como fez comigo.

              -Eu não sei como.

              -Se você atirar em mim há 95% de chances de acertá-lo, não quero machucá-los só preciso qua ela me acompanhe.

            -Pra quê?

            -Depp quer vê-la.

           -Nem pensar.

            -Georg eu vou com ela.

            -Deixe suas armas.

        Sophia trocou de lugar com Bill:

            -Qual é Alice? vamos embora.

           -Não sem o Liam, vocês dois foquem no que estiver ao redor hajam rápido ao meu sinal.

         Os dois não entenderam nada assim que entraram no elevador viram uma maca com um corpo, Alice olhou para Bill:

             -Empurre, por favor.
Depp ficou exultante ao ver Sophia:

             -Eu sabia que não falharia e ainda trouxe esses dois, devo lhe aplaudir de pé.

            Liam estava todo machucado amarrado a um pilar e Julia estava bem próxima Alice foi até o irmão. Depp se apróximou de Sophia e acariciou seu rosto:

           -Senti sua falta querida. -Sophia cuspiu nele.

           O que se seguiu foi bem rápido Alice sacou uma 45* e atirou na cabeça de Depp todos ficaram estáticos até Julia sufocá-la com sua magia, Sophia correu até a bruxa e deu um soco nela que tentou revidar, mas Bill conseguiu lançar uma bola de fogo Georg soltou Liam e Sophia ajudou Alice:

             -Temos 2 minutos até o Depp trocar de corpo e o laboratório explodir, portão 38 o Kurt está lá com uma nave preparada.

             -Você não o matou?

           -Não só o clone morreu.

           Eles seguiram para lá Sophia chamou todos pelo rádio dizendo que a missão estava completa e que haveria uma explosão.

          Na nave Sophia tentou falar com Alice que a cortou:

            -Sophia agora não é o momento.

           -Não acredito que você vai continuar com essa birra, por causa do Georg.

            -Não me importo com quem você dorme, você me atacou eu preciso de um tempo.

            -Eu salvei você.

            -Eu sei, obrigada na verdade obrigada Bill, Gustav, Jared e rapazes.

Georg perguntou:

             -E eu?

             -Desculpe o cabelo cobre a sua cara esqueci que estava aí obrigada.

             -Como é? - Sophia apertou o ombro dele carinhosamente.

             -Deixa pra lá.

             Alice se afastou e foi até a Liam que pegou sua mão Tom os olhou irritado:

              -Os pombinhos não vão se beijar.

             -Por que eu beijaria meu irmão?
Sophia quase caiu:

           -Acho que é a hora de colocar tudo em pratos limpos chega de segredos Alice, e Jared eu quero saber tudo sobre o Depp.

           Alice consentiu e Jared olhou Sophia profundamente.

*Arma de fogo.


Notas Finais


Uuuu.uuuU
Gostaram?
Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...