História Tokyo Ghoul - Recomeço. - Segunda Temporada - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Juuzou Suzuya
Tags Tokyo Treta
Visualizações 25
Palavras 1.748
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E aqui temos um arco

(sim,é isso mesmo que você leu no título)
Vocês vão gostar~~

Capítulo 36 - Namorado de Mentirinha.


   Não sei exatamente o que tá rolando. Juuzou anda um pouco ocupado com sua missão na CCG e entre outras tarefas pendentes.E enquanto isso,tive que comparecer constantemente na escola,às aulas,explicando melhor.A diretora não quis me dizer o por quê,mas entendo que deve ser importante,todos os alunos estão vindo.Não como se fosse algo incomum,quer dizer,são só aulas,afinal de contas.

- Bom dia,turma. - o professor cumprimentou os alunos.

- Bom dia! - todos nós dissemos em uníssono,reverenciando-o.

- Podem se sentar agora.Bom,antes de começarmos nossa aula,tenho um comunicado da nossa diretora,Srta.Yamaguchi.

- Olá,queridos alunos - disse a diretora - Sei que isso é um tanto repentino,mas tenho uma notícia para vocês.No dia 20 deste mês,teremos um baile de outono!

   Neste momento,os alunos se empolgaram com sorrisos e ficaram mais agitados.Principalmente as meninas.

- Mas não é só isso - ela continuou - O baile só ocorrerá se todos participarem das arrecadações.Temos pouca verba para fazer um baile,então pensei que as arrecadações pudessem ajudar,além da cooperação dos alunos da escola.Os alunos veteranos deverão arrecadar dinheiro da forma mais criativa,como doações de brinquedos ou coisas que venham em suas mentes.Enquanto os mais novos ajudarão,com a soma do dinheiro arrecadado,comprar enfeites para a festa e ajudar na organização geral do baile.

   E mais uma vez,os alunos se agitaram,empolgados em saber o que poderiam fazer para o baile.

- Alguém tem dúvida? - a diretora perguntou,com um sorriso confiante perante aos alunos.

- Isso é obrigatório? - perguntei,levantando minha mão.A sala ficou em silêncio ao ouvir minha pergunta.Será que fui a única a ter essa dúvida?

- Sim,Takanashi,é obrigatório.Todos os alunos da escola deverão participar deste evento.É o nosso primeiro baile de outono;aqueles que se esforçarem na participação,ganharão pontos em todas as diciplinas,e será provável uma nota extra no boletim do quarto bimestre.

   Duas semanas se passaram e as coisas se agitaram mais do que pensei.Todo mundo só fala desse baile,no qual não interesse algum de ir.Ah,me poupe;não é como nos filmes,não tem essa de rei e rainha do baile de outono,bebedeira e beijos com o garoto que você nem sonhara que estava a fim de você.Não é algo que eu queria que tivesse,é claro.Acho que seria só uma ilusão barata da vida mais uma vez.É que me parece tão cinza.Além disso,não poderia ter ninguém para ir comigo,se não estou interessada.

   Estava andando pelo pátio da escola,segurando firmemente as alças da minha mochila,olhando para os blocos distantes de concreto amarelo que se aproximavam de acordo como andava,de mente vazia,como sempre.

- Ei,Monstrinha. - ouvi uma voz familiar me chamar.

' Ah...O doce som da voz do Diabo está me chamando. '

- O que foi,Sakki? - disse,já não ligando mais para os insultos e xingamentos que ela poderia usar contra mim.Na verdade,já é entendiante.

- Então,com quem você vai para o baile? - a mais velha perguntou,se aproximando com suas amigas.Ela enrolava uma mexa de seu cabelo,mascando um chiclete.

- Por que está me perguntando isso?

- Ah...eu já devia imaginar.Você nem deve ter namorado,né? - seu sorriso ameaçava a sair,junto com uma risadinha.

- Eu--

- Aposto que nem teve o primeiro beijo!Hahahah! - sua gargalhada se tornou ofensiva,de acordo como suas amigas também riam.

- Grr...

- Ah,querida - ela brincou com uma mexa de meu cabelo - Que dó eu tenho de você.Se estivesse à minha altura eu até te apresentava uns meninos - Sakki se virou e começou a fazer seu caminho - Volte quando tiver um namorado,querida. Au revoir...

- E-eu tenho um namorado,sim! - cuspi,defensiva.

- Ah,é? - ela se virou com um olhar interessado ao ouvir minhas palavras - E quem é?

- O-o... O Juuzou.

'Não!Por que você disse isso,sua retardada?! '

- Pff-Hahahah! - era visível que ela se segurou para não rir mais alto - O seu irmão?Você tá brincando,né?

- Nem um pouco.Se você não sabe,não somos irmãos de sangue,obviamente.Sim,ele é o meu namorado.

- Hmm,então quer dizer que a Monstrinha curte rapazes mais velhos?

' Porra,para de falar...Você tá piorando as coisas!'

- Pois é,Sakki - disse no mesmo tom de atrevimento que ela - Não sou a boazinha que conhece.Meu namorado é demais.E estamos juntos há mais tempo do que pensa,"querida".

- Hahahah. Mas que lorota.Eu duvido MUITO de que vocês dois sejam um casal.Mas se for verdade,vocês se merecem.Dois esquisitões dá pra enquadrar.

- Eu vou provar pra você!

- É o que veremos,querida.Agora se me dá licença,preciso atualizar meus status no Twitter.Adeus! - a mais velha saiu desfilando pelo pátio,como a meretriz que sempre foi.

- Adeus...

'Argh,acho que cometi o pior erro da minha vida.'

~ TIME SKIP ~

- Juuzou!Você vai ser meu namorado a partir de hoje! - disse disparando.

   Entrei na sala de estar do menino costurado como um furacão.Joguei minha mochila imediatamente no sofá.O menino costurado me olhou em choque e em inocência.

- Como é??

- Foi o que você ouviu.A partir de hoje,você será meu namorado.

- Como é?!

- Você não entendeu.Você vai ser meu namorado de mentira.

- Tem como você me explicar isso?Você sai entrando na minha casa sem cumprimentar,e do nada fala que sou seu namorado?

- Eu vou explicar com mais calma - disse - Vai ter um baile de outono na escola,e todos terão que ir.O problema é que não tenho par.E Sakki me zoou por não ter um par,um namorado.Daí eu disse que tinha sim um namorado,que era você.

- Como você diz uma coisa dessas?Você tá maluca--

- Eu falei da boca pra fora,foi coisa do momento.Mas não posso voltar atrás agora.Preciso provar para Sakki que tenho sim um namorado,o melhor namorado que ela já viu! - disse com determinação - Ela vai ficar me perseguindo até confirmar de que tenho um namorado.

- Eu não vou participar disso.Pode tirar esse ideia.Tô fora!

- Por favor,Juuzou. É só por um tempo.Não vai demorar muito,prometo.É só até o dia do baile.Depois disso nós paramos.

- Hm... - ele parecia vacilante quanto sua decisão.

- Por favor.Seja meu namorado de mentirinha. - pedi,com um olhar pidão.

- É só...até o dia do baile,certo? - o menino perguntou com cautela.

- Sim.

- *suspiro*...Acho que não tenho escolha,né? - ele deu de ombros - Está bem.Vou ser seu namorado.

- Ah,você não sabe o quanto me alivia!Muito obrigada,Juuzou. - pulei de alegria.

- Eu achei que não ligasse para as opiniões alheias da Sakki. Por que disse que tinha um namorado,se nunca se importou?

- Olha.Eu estava na defensiva.Ela tocou num assunto um tanto delicado.E-eu não ligo de não ter um namorado ou de não ter tido nem mesmo o primeiro beijo...Mas ficar pensando nisso atrapalha demais!Eu só disse que tinha um namorado.Talvez assim ela parasse de me encher a paciência.

- Entendi.Então,se nós somos namorados,isso quer dizer que temos fazer o que casais fazem,né?

- Sim,mas só em público. Sakki pode estar nos olhando constantemente,então vamos fingir ao máximo.

- Ah...O que eu não faço por você,né?Eu devo te amar muito pra fazer isso. - ele disse com sarcasmo.

- Aham.

- A partir de hoje você vai me buscar na escola todos os dias,ok?Vamos mostrar pra ela de que somos um casal e assim ela não enche o meu saco.

- Me pergunto o que eu ganho com isso.

- Uhm...O prazer da minha amizade?

- Ah,tá.

- Brincadeira.Você pode fazer isso por boa vontade,e também terá direito de comer o que quiser no baile.

- Não é grande coisa,mas tá valendo. - ele deu de ombros.

- Ah,vai se foder.Você vai comer de graça sem ajuda!E com sua aparência de novinho,ninguém vai suspeitar...Além da Sakki. - disse em tom infantil.

- Hah,até parece que não vão perguntar.Mas já que vou comer de graça - coisa que eu posso fazer aqui em casa - ,não vou reclamar.

- Certo.Vamos começar amanhã.Meu horário de saída é 12:30.Quero que esteja lá me esperando.E não se atrase,tá?

- Ok...

   Chegou no dia seguinte e eu acordei no pique.Hoje,tive até um pouco mais de cuidado comigo mesma,arrumei o cabelo,passei um brilho nos lábios e passei perfume bem cheiroso,não muito doce,não muito cítrico,apenas cheiroso.

   Fiz meus afazeres na escola normalmente,porém mal me concentrei.Eu estava empolgada demais para esfregar na cara da Sakki o meu "namorado".Eu tratei de fazer minhas tarefas para o baile rapidamente,assim eu poderia ter menos trabalho e estresse,e continuar apresentável para Sakki e para Juuzou,mostrar-se aparentemente bem é um bom começo.

   O sinal de encerramento das aulas tocou.Eu saí da sala cheia de confiança com minha mochila nas costas.Os alunos já estavam deixando a escola para irem para suas casas.Quando estava na porta,não avistei o menino,e logo me enfureci.

'Ele se atrasou?Mas que sacana,eu odeio quando ele faz isso.'

- Urgh,onde ele está?Daqui a pouco Sakki vai aparecer e...

- Cheguei! - uma voz infantil e familiar soou atrás de mim,fazendo-me pular.

- Juuzou,você se atrasou!Quando eu falei pra você não se atrasar. - briguei.

- Desculpa,me perdi no caminho.

- Tô sabendo.Enfim,Sakki deve estar...Ali! - me aproximei da garota,que estava com as amigas - Sakki,olá.

- Olha só quem trouxe o boy-magia - ela debochou - Hah,quem diria que vocês estariam juntos em segredo.

- Eu disse.Ele é meu namorado.Certo,Juuzou?

- É,somos.

- Ah,é? - ela debochou de novo - Então se beijem.Aqui e agora!

- O-o quê? - disse,assustada.

'B-b...Beijá-lo??'

- Isso mesmo.Se beijem,bem na nossa frente!A não ser que você esteja mentindo,e por isso não quer beijá-lo...

- Não será necessário,Sakki. - Juuzou interveio.

- Hã?

- Quando chegar o dia do baile,você vai o que casais de verdade fazem.E não essa fantasia que você chama de "namoro".Vamos,Gaby-chan. - ele disse,segurando minha mão e me levando para o caminho de casa.Olhei para trás e vi a cara de surpresa de Sakki.

- Hah!Isso deu super certo.Você viu a cara dela? - comemorei,quando estávamos longe o suficiente da audição de Sakki.

- Sim,agora vamos continuar andando.Pode soltar minha mão agora.

- Não.Você vai ficar de mãos dadas comigo até chegarmos em casa,Sakki deve estar mandando suas amigas nos stalkear. É muito visível.Tá vendo aquela garota ali?É uma das subordinadas dela.

- Uau,você faz isso parecer como uma missão.

- Isso!Encare isso como uma missão.Missão "Namorado de Mentirinha"!

- Hahah,você é engraçada.

   Chegamos em casa e nos separamos.Um ponto pra mim,zero para Sakki!É só uma questão de tempo até que o dia do baile chegue.Assim,vou dar um jeito de calar a boca dela pra sempre.Eu já cansei dela.

  Isso é só uma questão de tempo.


Notas Finais


Shippem,meus bebês,SHIPPEM!
e briguem :3
s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...