História Tokyo ghoul: Alternative universe - Capítulo 9


Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Akira Mado, Ayato Kirishima, Hideyoshi Nagachika, Hinami Fueguchi, Juuzou Suzuya, Ken Kaneki, Kishou Arima, Koutarou Amon, Nishiki Nishio, Personagens Originais, Shuu Tsukiyama, Touka Kirishima, Uta
Exibições 16
Palavras 1.977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoal.. sei que prometi postar semanalmente mas... troquei de co-autora, minha nee-chan esta me ajudando com a fic, entao se mudou um pouco da escrita, nao liguem, e eu nao tenho previsao para postar novamente, entao peço paciencia da parte de voces, pois estarao... como posso dizer... mais compridos, e com mais conteudo... boa leitura

Capítulo 9 - Novas amizades?


[...] começa a nevar.

No dia do aniversario delas, 4 de dezembro, Touka e Hinami acordam cedo para terminar os preparativos para uma festa surpresa, e quando elas terminam, chamam todos na Anteiku, Hiroshi, Akira, Hide, Yoriko e Asayo chegam, Kaneki ordena para que todos peguem um pouco de confete e se abaixem. Quando Yoko chega, Touka vai com ela ate o quarto das gêmeas, as duas batem na porta e entram em seguida, se deparando com as duas deitadas na cama dormindo. Touka se aproxima e cutuca Aiko, enquanto Yoko cutuca Akemi, Aiko acorda, e diz ainda sonolenta “Mãe...?... ainda ta cedo...” Touka retruca “Não está cedo levante, anda, é seu aniversario” ao ouvir as palavras da mãe se levanta rapidamente, e vai ate o armário pegando uma roupa e indo pro banheiro se trocar, enquanto Akemi tentava não levantar, Yoko se irrita e tira a coberta de Akemi, logo depois lhe dando um tapa na cabeça “levanta bicho dorminhoco é a droga do seu aniversario e você vai ficar deitada ai?” Akemi retruca “vou xim... é meu aniversario... eu tenho direito...” Yoko lhe da outro tapa e diz “levanta logo” Akemi se senta na cama e da um soco no braço de Yoko “Baka, é meu aniversario, eu tenho di...” antes que pudesse terminar de falar Aiko sai do banheiro e a interrompe dizendo “Levanta logo sua idiota preguiçosa”, em seguida vai ate ela e lhe empurra da cama fazendo-a cair no chão “SUA INUTIL NÃO VIU QUE EU TAVA LEVANTANDO?”  diz gritando irritada, Aiko apenas ri e começa a arrumar sua cama. Akemi sem opção, se levanta pega uma roupa e vai ate o banheiro se trocar, ela se troca e sai com o cabelo bagunçado levando uma bronca de Yoko “Arrume esse cabelo garota, você já tem 15 anos, já ta na hora de começar a se arrumar” Akemi da de ombros e vai arrumar sua cama, ela termina e vai com Aiko até a porta, quando são interrompidas por Touka dizendo “Ei esperem...” e Yoko a completa dizendo “Preparamos uma surpresinha pra vocês” “Vocês precisam colocar essas vendas” diz Touka enquanto tirava duas vendas do bolso, assim se aproximando das duas as colocando em seus olhos “Pronto agora podemos ir” ela pega na mão das garotas e desce ate a cafeteria com as mesmas. Quando elas chegam lá em baixo, Touka tira suas vendas e ascende a luz, e nessa mesma hora todos que ali estavam pulam gritando e jogando confete “Surpresa! Feliz aniversario!”. Elas encontram vários balões, serpentinas, uma mesa com duas caixas pequenas decoradas e uma outra mesa com comida para a família de Yoko e Akira e alguns copos de café. Elas param, colocam a mão no rosto e ao olhar pra cima vêem um cartaz escrito ‘Feliz 15 anos duplo’ escrito em tom de rosa e azul, elas olham novamente para frente e vêem Hiroshi vindo em sua direção dizendo “Feliz 15 anos gêmeos :3”, eles se abraçam e Yoko vem ate elas dizendo “Quem é ele?” referindo-se a Hiroshi, ele responde sem papas na língua “Me chamo Tsukyiama Hiroshi, e você?” “Yoko, Suzuya Yoko, prazer” ela diz, estendendo sua mão para saudá-lo, enquanto com a outra segurava seu macacão. Hiroshi também estende a mão e a cumprimenta “O prazer é meu” ele diz, e pega uma xícara de café para si, enquanto Yoko pega um sanduíche e coloca na boca “Com certeza isso aqui é melhor que café” diz de boca cheia, logo os quatro riem.

Passando 1 hora, Yoko, Akemi e Akira estavam conversando sobre a profissão de Juuzou e Hide, Hiroshi vai até Aiko e a convida “Aiko, quer dar uma volta comigo? Para comemorar seu aniversario, é claro...” diz ele levemente corado de vergonha por não ter escolhido bem as palavras, mas Aiko não repara no que ele “não” quis dizer e aceita “Mas é claro, porque não? Só preciso avisar meus pais”, Hiroshi concorda e espera Aiko voltar. Aiko vai até Touka e Kaneki para pedir sua permissão “Pai mãe, Hiroshi me chamou para caminhar com ele... posso ir?” Touka retruca na hora com ar autoritário “Não... você sabe o quão ele é perigoso, não vou deixar você sair com...” antes que pudesse terminar Kaneki dá um passo a frente não a deixando falar, dizendo em seguida “Claro que pode Aiko, apenas tome cuidado, sabemos do que ele é capaz, mas também sabemos que você não é um animalzinho indefeso que não sabe se defender” ele dá uma piscadela para Aiko e sorri em seguida “Obrigada papai” Aiko diz indo de encontro a um abraço com Touka e Kaneki, a mesma sorri e vai até Hiroshi “Eu posso ir” ela sorri e pega na mão dele “Vamos” a mesma sai da Anteiku com Hiroshi. Akemi estava ainda conversando com Akira e Yoko sobre a profissão do pai dos dois, quando Hide chama Akira para ir embora, o mesmo se despede de todos, e vai embora. Yoko, e suas idéias nada hiperativas e brilhantes pega na mão de Akemi e vai até Juuzou, assim dizendo super feliz “Pai pai pai, podemos sair hoje e levar a Akemi, como comemoração do aniversario dela?” ele olha desconfiado para Akemi, que no momento sorria para ele, e diz “Claro Yoko, apenas precisamos da permissão dos pais dela, e precisamos saber se ela quer ir” ele olha para os pais de Akemi e em seguida vai ate eles, pedindo permissão para que ela pudesse sair com eles, Kaneki olha para Akemi e ela balança a cabeça positivamente como se estivesse dizendo ‘pode deixar’, e Kaneki deixa ela ir.

Akemi, Yoko e Juuzou saem da Anteiku, e Juuzou sugere um restaurante, Yoko como sempre concorda, e Akemi sem opções, vai com eles. Ao chegarem no restaurante, Yoko pede dois sanduíches naturais, Juuzou pede um suco de laranja apenas, e Akemi escolhe uma pequena porção de sushi, para que conseguisse comer sem parecer suspeita. Os pedidos chegam. Cada um pega o seu, e ambos começam a comer. Passadas uma hora e meia com os cinco conversando, Akemi já não se agüentava mais, por estar enjoada, se despede dos dois, agradece Juuzou por tê-la levado para lá, e vai embora. Ao chegar na Anteiku corre para vomitar, não consegue vomitar tudo, graças ao decorrer do tempo que passou lá, ao menos se sentia melhor, havia vomitado metade daquela toxina que à fazia mau.

Aiko e Hiroshi estavam dando uma volta, quando passam por uma estação de trem, quando Tsunade está sentado em um dos bancos de espera quando vê os dois. "Belo dia para um passeio, não é mesmo?" Ele diz "Será que eu poderia participar?" Aiko olha para ele, mas continua quieta. Hiroshi pergunta "Quem é ele, Aiko?" Ela responde "Ninguém, vamos." Tsunade retruca "Ninguém? Eu sou um ninguém pra você? Ele mudou mesmo sua mente" e Hiroshi insiste "Aiko, quem é ele?" E ela diz com um pouco de apavoro "Ninguém, já disse, continue andando." E Hiroshi para e diz com medo "Se não é ninguém, porque está com medo?" e Tsunade concorda "É mesmo Aiko, já não se lembra de mim?" Ele vai até eles, pega Hiroshi pela blusa e o joga para longe. Tsunade diz "Aiko, você não merece nada com Hiroshi, ele é um garoto extrovertido e você é muito tímida, e Hiroshi pode não entendê-la e acabar matando-a, eu me pareço mais com você, eu poderia matá-lo para poder tê-la." Aiko se enfurece e vai para cima dele. Quando ela para, Tsunade solta seu kagune e ele ultrapassa o estômago de Hiroshi. Aiko desperta seu amor por Hiroshi e se enfurece, seu olho muda e seu kagune aparece com 12 tentáculos e corre para cima dele e diz "Não, você não vai tocar em mais nenhum fio de cabelo dele!". Ela pula e seu kagune cristaliza e solta cristais em Tsunade. Como não sendo o suficiente para ela, Aiko faz vários furos no peito de Tsunade fazendo-o cuspir muito sangue. "Certo, prometo não tocar em seu cabelo." E olha para Hiroshi. Ele pula e pega, com sua kagune, Hiroshi e Aiko, levanta-os e aproximando os dois e diz "Eu acho vocês tão fofos…" e fura o estômago de Hiroshi fazendo Aiko ficar muito nervosa e triste ao mesmo tempo, e termina "Calma Aiko, prometi não tocar em seu cabelo…"Ela faz seu kagune soltá-los e vai  para cima de Tsunade e perfura seu peito, o pega e o joga longe, dizendo "VOCÊ VAI SE ARREPENDER POR ISSO, SEU IMBECIL!!" E corre atrás dele e faz seu kagune virar cristais e os atira em Tsunade, pega-o novamente e lança-o pelas paredes e termina jogando-o no chão três vezes e ele acaba ficando inconsciente. Uma lágrima cai do olho ghoul de Aiko e ela diz "Eu não queria que fosse assim" olhando para Tsunade. Ela o deixa e corre para Hiroshi e diz, começando a entrar em desespero "Hiroshi…? Hiroshi?" ao dizer isso ela começa a chorar e gritar "H-HIROSHI…? HIROSHI!? HI-HIROSHI!? H-HIROSHI!?" E ela o pega no colo e diz "HIROSHI, ME RESPONDE… ME RESPONDE…" e ela o abraça e começa a chorar e diz "Porque t-teve que ser assim? Por quê?" logo se levanta e vai embora para a Anteiku com Hiroshi.

Ao chegar na Anteiku, Aiko começa a gritar pedindo ajuda pois Hiroshi estava muito ferido a ponto de nem conseguir lhe responder, Akemi e Hinami vem ajudá-la e Akemi pergunta “o que houve Aiko” e ela responde “Foi o Tsunade ele feriu Hiroshi, queria que eu namorasse ele e não o Hiroshi ,não que estejamos namorando tá ‘ai que vergonha' não confunda as coisas” ela diz com seu olho vermelho sem perceber que ele estava assim, Hinami pegou os curativos e o ajudou pois já tinha mais conhecimento sobre isso.

No dia seguinte, quando a tarde já havia chegado, Nishiki, Kimi e uma garota de cabelos vermelhos como sangue, compridos e trançados com olhos castanhos claros, aparentava ter 14 anos e era mais alta do que Akemi e Aiko e com um corpo magro que parecia frágil. Todos eles entram na Anteiku, e mesmo com a porta aberta Nishiki quase derruba a porta por conta de sua força e de seu jeito NADA delicado. Ao entrarem as ruivas notam duas garotas sentadas em uma das mesas da cafeteria conversando, já Nishiki as ignora e diz com a maior cara de pau que sempre teve “Touka de merda? Onde você está?” ela não responde, pois estava nos fundos e muito ocupada com as contas da cafeteria, diferente de suas filhas que ouviram perfeitamente os dizeres de Nishiki. Akemi empurrou a cadeira com tudo para trás enquanto levantava e se virava para o intruso “Retire agora mesmo o que você disse seu idiota!” Antes que Aiko pudesse fazer alguma coisa para acalmar a irmã Nishiki já retrucou com deboche “Uma garota de 14 anos querendo me dar ordens? Você deve ser muito louca” Ele da uma pausa e grita “TOUKA DE MERDA! EU QUERO TE APRESENTAR A TRÊS PESSOAS, VOCÊ ESTÀ COM MEDO DE VIR AQUI?” nessa hora Akemi explodiu de raiva e seus olhos se transformaram imediatamente “CALE A BOCA!!!” a mesma mostra suas kagunes e  atira vários espinhos em Nishiki, mas nenhum o acertou apenas passaram de raspão. A garota que até agora estava quieta decidiu fazer alguma coisa “Você por acaso não percebeu que isso é uma cafeteria? Qualquer pessoa pode entrar e te ver assim... toda estressadinha” após provocar Akemi a garota da uma risada sarcástica, e é claro, Akemi não deixaria isto passar em vão e então vai para cima dela dando uma serie de golpes com os seus tentáculos(bikaku para ser mais clara – Letis-chan there) como se estivesse dando socos nela, mas a ruiva apenas riu e deu uma passo para a esquerda “Além de descontrolada não sabe lutar huhuhuhu”...


Notas Finais


espero que tenham gostado, beijinhus <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...