História TOMDAYA One shot's - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tom Holland, Zendaya
Personagens Tom Holland, Zendaya
Tags Tom Holland, Tomdaya, Zendaya
Visualizações 68
Palavras 1.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei amores

Capítulo 2 - One Dance


Fanfic / Fanfiction TOMDAYA One shot's - Capítulo 2 - One Dance

Combinei com ela nessa esquina faz cinco minutos. não apareceu, esperei mais um pouco e uma figura alta com um vestido curto (até demais) reluzindo em brilhos prateados se aproximou do carro. Hoje que eu morro.

-oiee. zendaya entrou no carro me dando um abraço de lado, e se ajeitou no banco cruzando as longas pernas, seu vestido brilhante com uma alça tão fina que a qualquer momento poderia romper, fazia destaque em sua cintura e seu busto, sem sutiã, ela não gostava muito (pra que né). Seu clássico coque e argolas cravejadas combinando. Como sempre muito bonita, me fazendo reparar até demais.

-ah, oi Z finalmente. Vestido maneiro rs. Levei a mão atrás da nuca, iniciando uma série de movimentos e sentimentos involuntários que aconteciam sempre que estava com ela.

-desculpa a demora cara, rolou uns problem com meus saltos, por isso vim de tênis.. ela balançou a ponta dos pés calçados em provavelmente, um modelo exclusivo fenty.

-tudo bem, pelo menos não ficou aqui sozinha à essa hora, e ei, eu gosto é diferente. Me referi a combinação de tênis com vestido.

Ela sorriu e continuamos o caminho, marcámos com o pessoal  de se encontrar em uma nova casa noturna em L.A, estou terminando as gravações de Chaos, e achei legal rever toda a galera junta.

[...]

O lugar era escuro, o som estava em um volume agradável, fazendo com que a música envolvesse zendaya facilmente, que foi mexendo a cintura por toda a pista enquanto procurávamos nossos amigos. Mal chegamos e Harrison já estava pendurado no pescoço da Laura em um canto. Não muito longe Jacob estava sentado em uma mesa segurando uma vela de ornamentação do lugar, nós rimos e fomos até ele. Laura e Harrison vieram e nos acomodamos.

Sentei no canto do sofá e mesmo havendo lugar no outro lado, z sentou no braço do sofá ao meu lado, jogando as pernas cruzadas em minha direção. Conversamos e rimos sobre diversas coisas, Harrison lembrou de um possível beijo entre Peter Parker e Michelle na sequência. Ótimo, tenho um pretexto para beijar Zendaya.

Jacob propôs um jogo, teríamos que responder perguntas sobre o primeiro filme e a cada erro um shot. Tequila 1800, 5 anos. Laura não achou uma boa ideia, nem eu internamente. Porém topei.

Resultou em 3 pessoas bêbadas, zendaya, Jacob e Harrison, não estavam puros. Errei apenas umas duas ou.. três vezes. Laura não participou.

Três ou quatro erros foram o suficiente para me deixar meio tonto, Jacob e o cazalzinho foram dançar e não faço ideia de como Zendaya veio parar no meu colo.

-você perdeu sua carinha de bebê tom.. ela apertou minha bochecha com uma mão enquanto a outra estava no meu pescoço. Seu hálito era puro álcool e ela resmungava palavras que eu não compreendia com os lábios próximos aos meus. Merda o que tá acontecendo.

Drake começou a tocar, despertando mais fogo ainda na garota, que me puxou para o meio da pista de dança.

⏩ Play na música One Dance - Drake

"Baby, i Like your style.."🎵

Ela passava as unhas de pontas finas levemente pelo meu pescoço, sempre trazendo meu rosto próximo ao seu, mais nunca juntando nossos lábios. Puxei seu corpo para contato com o meu apoiando as mãos em sua cintura. O quão bêbada ela estava pra me deixar fazer isso?

"Grips on your waist Front way, back way You know that I don't play" 🎶

Minha perna esquerda estava no meio das suas coxas enquanto ela rebolava levemente ao ritmo da música. Lenta, mas quente.

Sem consciência nenhuma do que estava fazendo(nem tente enganar  a si mesmo) deixem minhas mãos vagarem livres por suas coxas, brincando com a barra do vestido. Apenas uma dança, antes da ponta dos nossos narizes se tocarem, pude ver chama nos olhos de Zendaya, eu deveria estar corado, finalmente a beijei, só serviu pra confirmar tudo o que sentia por ela

🎵"there's never much love when we go Ot I pray to make it back in one piece I pray, I pray"🎶

Sentia tudo ferver. meu coração disparou em um sentimento nunca sentido antes, o lugar escuro, o brilho de seu vestido. A música, seu corpo queimando contra o meu. Ela rebolava em um ritmo mais rápido enquanto me cedia passagem com a língua, seu beijo é quente e doce. Subi as mãos abaixo do fino tecido de sua veste, passando a apertar sua coxa, sua cintura, e as vezes (raramente) sua bunda para mais perto de mim, ela afastava uma perna para o lado fazendo nossos sexos se encostarem através de malditas peças de roupa. Já estava ficando meio "animado". Desci beijos para seu pescoço e apertei uma vez seu seio esquerdo, rígido. O que estou fazendo?

Zendaya ria, as vezes soltava gemidos abafados, e arfadas entre as pausas dos beijos. Não sei de onde surgia a tensão que sentia por ela, agora mil vezes maior. Ou essa "audácia" toda de toca-la e finalmente tê-la. Pelo menos uma vez, uma dança, antes de ir novamente. Peço que me lembre disso

🎶"That's why I need a one dance Got a Hennessy in my hand One more time 'fore I go Higher powers taking a hold on me..." 🎼

[...]

4:00a.m

puta dor de cabeça, como a hora passou rápido. após bebermos mais "um pouco" z dormiu. Laura acabou levando Harrison e Jacob pra sua casa que era próxima, e eu levei Z pra casa dela, procurei a chave da porta na pequena bolsa que ela carregava e a levei pro quarto

-to indo Z.. você precisa Dormir. Ela estava sentada em sua cama, deixei um beijo em sua testa e após admirar sua versão "destruída pós balada" me virei para sair do quarto. Ela segurou meu braço

-tom. Levantou em um gesto rápido e me beijou novamente. Quanto Mais nos beijamos, mais fica melhor.

-zendaya..eu.. tenho que ir.. suspirava entre suas demais tentativas de me beijar.
Não queria ir

-preciso de mais uma "dança" antes de você ir. Ela olhou nos meus olhos.

Tenho um vôo amanhã às duas da tarde. Porém.. quem caralhos Sou eu para negar alguma coisa a Coleman.

Sempre fui seu, agora mais do que nunca. Tirei minha jaqueta junto com minha camisa e seu vestido a deixando apenas de calcinha. Ela olhava fixamente para o volume em minha calça enquanto tirava o cinto. Me puxou para a cama pelo mesmo...

Fim caraio.
(Sou uma vadia má)


Notas Finais


Até a próxima amoooresss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...