História TOMDAYA One shot's - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tom Holland, Zendaya
Personagens Tom Holland, Zendaya
Tags Tom Holland, Tomdaya, Zendaya
Visualizações 179
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi hehe, esse capítulo é a little explícito. Não sei se sou muito boa com hot's🔥 bem, é isso.

Capítulo 4 - Wild Thoughts (Hot)


Fanfic / Fanfiction TOMDAYA One shot's - Capítulo 4 - Wild Thoughts (Hot)

Zendaya pov's

Como está calor em Los Angeles, a galera tava afim de se encontrar e a piscina da minha casa foi o que restou. Bebo o resto da batida de conhaque e levanto procurando por mais. Merda tenho que me conter. Já deve ser o quarto copo. o que vou fazer? Tá calor. Isso refresca e me deixa.."animada" Chapada demais para diminuir meu entusiasmo, quando estou assim não posso ficar perto dele. Puta merda como o tom tá gostoso. E me dá olhares que quase arrancam pedaços. O que houve com o menino corado com rostinho de bebê? Faz um tempo que não damos uns pegas.

Tom pov's

Zendaya me come com os olhos à longa distância, o que me deixa um pouco encabulado. A última vez que estivemos sozinhos rolaram coisas um tanto.."memoráveis" ela morde o canudo de seu quinto copo de batida, me encarando de cima abaixo. Essa gente só sabe beber, provavelmente não deveria estar próximo à ela quando estou desse jeito. Ela levanta e vai para o frigobar, vou atrás dela. Sei o que quer e não pensarei duas vezes.

Narradora

-coleman.. thomas encosta no balcão varrendo com os olhos todo o corpo de zendaya curvado para pegar uma bebida gelada no pequeno freezer.

-holland..ela encosta ao lado dele.

Tom continua com olhares indiscretos e intimidadores sobre a morena, sem sinais de excito como antigamente. Ele está mudado, zendaya adoraria provar de seu novo eu.

-perdeu algo aqui? Em sua vez age com certo deboche.

-ah, não tenho certeza.. deve ser o que você perdeu aqui. Ele aponta para o próprio abdômen, deixando zendaya um pouco sem graça.

-haha, muito engraçadinho pro meu gosto. o que houve tom, morreu e foi substituído? Nem te reconheço. Ela disfarça olhares descarados para o físico do britânico

thomas para na frente dela aproximando seus rostos, Coleman cora, e sente um arrepio ao sentir o hálito quente de Holland sobre sua mandíbula. - prazer.

Ele continuava aproximando seus rostos e olhando fixamente para zendaya, nunca desviando o olhar.

Já nascia uma pequena tensão no curto espaço entre seus lábios. Tom saiu dali voltando para atenção dos amigos.

Deixando-a perplexa. agora ele está em um joguinho de provocações com ela? "ele não é nem louco" pensou. Teve uma ideia atravessada para ficar a sós com o mesmo.

-Já volto Laura, vou trocar o sutiã, tá me incomodando...

-se pudesse ficava sem, não é? Laura riu

-que louca. Eu hein kkkk

Zendaya parou na porta de vidro com acesso ao interior da casa e olhou diretamente para tom, que acenou discretamente com a cabeça.

Foi para o quarto e esperou um pouco, Holland estava demorando demais para a pressa da garota. Resolveu trocar de sutiã, pegou um preto um pouco mais aberto que o anterior e puxou o laço em suas costas deixando-a nua da cintura pra cima. Distraída, ela não ouve tom entrar e abraça-la por trás.

-tens pressa? Ele beija sua nuca

-achei que não iria subir...

-não ousaria.. sobe as mãos por sua barriga até chegar em seus seios, passando a massagea-los levemente. Enquanto a garota pressionava seu quadril contra o membro do mesmo. Ela vira de frente e ele aperta sua bunda deixando lá um leve tapa, com um impulso a toma em seu colo. Despejando beijos por seu pescoço a caminho do busto onde agarra o seio esquerdo chupando o mesmo. Zendaya mantinha o antebraço contra a boca para não gemer alto. Seus movimentos involuntários de prazer emersa no corpo do britânico o deixava cada vez mais "ativo". Suas mãos nervosas corriam pelos cabelos dele enquanto o mesmo terminava a primeira parte de seu trabalho.

Põe coleman sentada em uma cômoda próxima a parede e volta ao contato de sua boca, selvagem como nunca antes. Para por alguns segundos enquanto puxava lentamente o laço do bikini, agora completamente nua, ele percorre as mãos por todo o corpo da garota abaixando até a intimidade dela. Separa suas pernas e passa acariciar o clitóris levemente iniciando uma série de movimentos. Ela sentiu um espasmo ao sentir a língua de tom tocar seu clitóris passando a chupar o mesmo. Penetrando dois dedos em movimentos circulares, revezando velocidades, a morena tinha uma perna sobre seu ombro e a outra no puxador da gaveta, pôs tanta pressão com as pernas inquietas que acaba por quebrando-o.

Zendaya Pov's

thomas aumenta a agilidade com a língua, rebolava sobre a mesma. euforia queimava em meu corpo ao sentir o orgasmo chegando. Ele parou, filho da puta. Não tive tempo de suplicar algo,

Voltou a atacar minha boca. Deixei as mãos passearem livre por suas costas, seus braços e seu abdômen, sentindo o quão gostoso ele estava. Cheguei ao volume em seu short apertando-o. tom colocou minha perna apoiada em seu ombro e tirou tudo o que tinha de veste fazendo com que seu membro batesse em sua barriga, duro. Me beijou acariciando sua língua com a minha, pressionava seu sexo contra o meu clitóris inchado, me torturando. penetrou tudo sem aviso prévio. Sai do beijo em um gemido alto seguido de arfadas. sentir ele dentro de mim, causava uma sensação gostosa misturada com nervosismo e pressa, um de seus braços apertava minha cintura e o outro se apoiava na cômoda. estocava cada vez mais rápido me fazendo ver estrelas. Dei leves mordidas por sua mandíbula, e com mais algum estocadas chegamos ao ápice juntos.

[...]

Estávamos prontos para descer, parei no meio do corredor para sentir seu beijo outra vez, foi inevitável. Porém me arrependi, tom me envolveu em seus braços e eu levei as mãos a sua nuca. Senti borboletas no meu estômago, ele respondia meu ardor com paixão. Acho que preciso muito mais do que tê-lo fisicamente. Merda, thomas está tão diferente,não deve ser recíproco.. nos separamos por falta de ar

-senti sua falta Z. Sua voz era suave. Ele me deu um selinho e sorriu. Fato quê evidenciou sua covinha

Sorri de volta meio boba, porra eu não acredito que gosto do Holland. O mesmo entrelaçou nossas mãos e descemos

Ao chegarmos na área externa olhares indiscretos me fizeram soltar a mão de tom. Laura me olhou apertando os olhos e Harrison puxou thomas para um canto "Cara que gritaria foi essa?!" Pude ouvir o começo de uma conversa constrangedora e tudo que fiz foi me afastar dalí

-parada aí garota. Laura parecia um pouco bêbada. Algo raro

-ah hehe iai Laur..

-cara você foi trocar o sutiã ou foi fabricar um? E o Holland te "ajudou"? haha. e esses arranhões nas costas dele?

Como caralhos eu consegui fazer isso e nem percebi. Eu quero entrar em baixo d'água nessa piscina e nunca mais sair.

-nossa eu tô morrendo de fome... Tentei disfarçar - o churrasco já tá pronto?

-ja sim. Do jeito que demoraram já era pra estar queimado. Você pode ir lá churrasqueira, perto dos garotos...

-ah, não. eu como alguma outra coisa.... Não vou me prestar a esse papel, não mesmo.

-que gracinha! Tá com vergonha do thomas, ain. Eu shippo vocês tanto...

Estava segurando Laura para a mesma não cair, não era acostumada a beber.

Tom olhou para mim e sorriu. Mordi o lábio inferior. Não deixaria ele ir embora essa noite. Vai ser bom voltar a vê-lo todos os dias.

Fim


Notas Finais


Chiao💜🌙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...