História Tome cuidado com o que deseja - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Sherlock Holmes
Visualizações 19
Palavras 1.038
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Kkkkk
Galera!!! Nunca pensei que o fim da fic fosse abalar tanta gente... Muitos me mandaram mensagem dizendo "BelaNina!!!! Não acaba não!!! Aguenta mais um pouco!!!!"
Gente, quero dizer que o fim terá que chegar um dia.... Mas ele ainda vai demorar no mínimo do mínimo uns cinco capítulos. E ainda no último capítulo vocês terão uma surpresa.
Eu quero agradecer a todos os favoritos, pq a maioria estão me seguindo desde o começo desta fic, mas os q pegaram ela no meio do caminho tbm estão inclusos e por me ajudarem mandando msgs com suas opniões e pq é a minha primeira fic!!!!
Obrigada galera!!!!!
Bjos
P.S.: Notas finais por Gi.

Capítulo 29 - Sangue é sempre bom


Yes!!! Temos um aliado...

- Nina!!! - Jin apareceu de braços abertos, Watson desapareceu. Jin n tinha o visto - Estamos evoluindo no treinamento...

Sorri fingindo não ter acontecido nada.

- Olha que é meu primeiro dia - Fiz reaparecer meu prato com comida na mesa. Jin deu um sorriso, ai meu coração. 

Um prato apareceu flutuando na frente de Jin, deve ter sido magia dele.

- Também tenho meus truques - Disse Emma descendo as escadas. 

Revirei os olhos, ela sorriu. Jin só observava, atento.

- Não precisa se preocupar com isso, sei me virar sozinho - Jin pegou o prato e atirou para Emma que o pegou quase deixando cair no chão.

Sorri. 1x0 pra mim.

- Espero que comam essa comida, - Jin me olhou como se dissesse "Como assim?". Lancei um olhar para ele acusador - Emma disse que vocês não comem alguns tipos de comida.

Ele gargalhou. Depois que terminou, olhou para Emma sério.

- Ignore Emma - Ele disse, se virando para mim. Parecia que estavam trocando pensamentos - Ela sabe que eu amo comida do mundo dos humanos.

Apesar dele ter tentado ser menos ofensivo ao chamar mundo dos humanos, me incomodou.

- Que bom!!!! - Sentei e comecei a comer - Fiquem a vontade, afinal, a casa é de vocês.

- Na verdade, agora pode chamar de nossa casa.

Eu acho que tem um cisco no meu olho.

Eles se serviram, ou melhor dizendo, Emma mal comeu.

Nunca vi uma pessoa com tanta fome como eu. O treinamento foi meio.... Não sei a palavra certa para descrever.

Comemos em silêncio, até que quando eu estava satisfeito (num ponto que eu já estava passando mal) pedi licença e subi as escadas a procura de um quarto.

O corredor parecia ter saído do país das maravilhas. Cheio de estampas nas paredes, com espelhos, flores e muitas coisas que não sei identificar.

Escolhi abrir uma porta rosa, com flores e uma maçaneta de ouro.

Abri.

- Cacete.

O quarto tinha uma cama King Size, com uma colcha preta. As paredes tinham um papel de parede de caveiras pretas e cinzas. E também havia um armário preto com os puxadores de ossos humanos.

Abri o armário. Estava cheio de roupas em tons escuros e atrás da porta estavam coladas fotos de.... Watson!!!! Como assim?! Também tinham fotos de Jin e de Thom!!!! 

- Quem te deixou entrar? - A voz de Emma me assutou, fechei o armário.

- Eu estava procurando um quarto pra ficar e decidi abrir esse.... - Comecei a me aproximar da porta.

- Infelizmente ele está ocupado.

- É, eu percebi - Emma rodava uma faca na mão com a maior facilidade, apesar de tudo, ela me causava calafrios.

- Talvez você goste de um quarto no fundo do corredor.

- Ok. Irei vê-lo. Obrigada e me desculpe.

- Está...

Fechei a porta e comecei a ir pro quarto indicado.

Abri a porta e a fechei.

Era um quarto simples, a porta era preta com detalhes em prateado. Dentro o papel de parede era bege, o cama de metal vintage, e um armário de uma porta também bege. Observei um banheiro em tons de bege.

- Que sem graça!!!

Arranjei papel e lápis e comecei a desenhar um quarto. 

Quando terminei disse:

- Perfeito!! 

Me concentrei no desenho e fiz com que a realidade fosse pro papel e o desenho virasse realidade.

Olhei em volta orgulhosa. As paredes tinham um tom de off-white e uma parede era de tijolos cinzas. A cama era king size, manti alguns toques vintage e a colcha era cibza com um toque de azul.

O armário ocupava agora dois terços da parede, tinha  a mesma cor da colcha. Abri-o. Lá estava minha mochila já desmontada com minhas roupas limpas, penduradas e aproveitei para criar mais algumas peças. Na parede de tijolos coloquei um varal de barbante com fotos minhas, de meus pais, de Jin, de todas as pessoas importantes na minha vida.

Fui para o banheiro. O box era maior e era de vidro meio opaco. Um espelho enorme era iluminado por luzes de led. 

Corri para a cama. 

- Enfim, me sinto em casa. O único problema é que o quarto ainda está escuro - Pensei alto. Criei uma janela grande, com flores de todos os tipos. E coloquei meu violão do lado da escrivaninha.

- Agora sim - Fechei os olhos - Por que não experimentar meu banheiro novo?

Tirei minha roupa e peguei um pijama. Não adianta, meu quarto nunca ficaria arrumado.

Enquanto tomava banho pensei em tudo o que tinha passado em Tongcity.

- Já passei por cada coisa.

- É, muita coisa mesmo. Nem eu teria aguentado

Peguei a toalha e me cobri fechando o chuveiro.

Abri o box. Não tinha ninguém.

- É melhor eu me trocar.

Vesti meu pijama e fui pra cama.

- Watson?! - Falei alto. Ele levantou e cobriu minha boca ficando a centímetros de mim.

- Se acalme, não quero que saibam que estou aqui.

- Se você continuar me vendo nua eu terei que dizer pra alguém.

Ele me soltou, com uma expressão confusa.

- Como assim te vendo nua? - Agora ele é o santo.

- Vai me dizer que não foi você que conversou comigo no banheiro...

Ele colocou a mão na nuca, os homens fazem isso quando não sabem explicar.

- Ah! Aquilo... É... Eu não te vi... Eu estava aqui e ouvi você comentando e acabei respondendo, pensei que tinha me visto.

- Aff. Podia ter continuado tomando banho. 

Ele sorriu. 

- Mas por favor, pare de me assustar.

- Não era a minha intenção.

Uma adaga apareceu na minha mão.

Coloquei-a no pescoço de Watson.

- Uou! Vai com calma!

- Calma?! Olha tudo o que eu passei!!!! Fui sequestrada praticamente pela terceira vez!!! Tem noção do que é isso?!

Ele pensou.

- Acho que isso é um pouco ruim, né?

- Agora me conta tudo!!! 

- Contar o que???

- Foi você que começou tudo!!!!

- Ah!!! Ta!!!! Mas, e se...

- Eu vou adorar ver sangue escorrer.... - Apertei um pouco mais a adaga em sua garganta. Ele gemeu. 

Eu estava prestes a fazer uma loucura...


Notas Finais


Oie pessoal!!!! Aqui é a Gi, estou procurando Nina!!! Ela sumiu, levou algumas coisas daqui. Thom está uma fera....
Ele não pode saber que....
(BelaNina13: Gi!!! Você não pode contar!!! Thom pode descobrir!!!)
(Thom: O que eu não posso saber?!)
(BelaNina13: Eita!!! Fui!!!)
BelaNina!!! Volta aqui!!!! Vai me deixar sozinha com ele?!
(Thom: Algum problema?!)
Não Thom!!!
Bjo galera!!!
Tenho q ir....
(Thom: Aff, eu ainda acharei Nina!!! E se eu descobrir alguma coisa de Gi ela vai ter suas consequências....)
Vem Thom!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...