História Tomei uma poção do amor e olha no que deu - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Hopekook, Hoseok, Jhope, Jihope, Jihopekook, Jinhope, Namseok, Taeseok, Yoonseok
Visualizações 40
Palavras 383
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello! It's me, de novo... Eeeee! Mais um capítulo! Ninguém liga... (TwT). Espero que gostem do capítulo!!! Boa leitura

Capítulo 2 - Fui comprar pão e olha no que deu


-flash back on-

Eu estava dormindo em minha linda cama quando uma voz ecoou em minha mente. "hoseok, não saia da cama hoje" ela dizia. 

Logo em seguida, a voz de Jin me despertou exclamando "Hoseok!!!! LEVANTA DESSA PORRA E VAI COMPRAR PÃO!!!". Bom, depois daquele alerta de G-deus, eu não saí da cama e fiz fusão com ela até o outro dia, certo????? ERRADO!!! Qualquer ser humano que se preze, não sairia da cama depois de um aviso divino, mas Jung Hoseok não é um ser humano comum! Jung Hoseok é Jung Hoseok, por isso, eu saí da cama, andei até o meu armário, murmurando alguns palavrões após bater a caralha do mindinho do pé esquerdo na quina da cama (dedo maldito), vesti uma camiseta preta escrita :" não gostou? Me processa!!! (>3<)" em letras prateadas, uma calça jeans justa e um chinelo, porque não sou obrigado a calçar a merda de um tênis com cadarço logo após me levantar. Fui até a cozinha e peguei o dinheiro que Jin deixou pra eu comprar pão. Saí de casa e fui andando até a vendinha do seu Jaime, onde a gente sempre compra pão. "Bom dia, seu Jaime! Tem pão?" disse ao entrar no estabelecimento. "Desculpa Hoseok, hoje não tem pão, mas posso te indicar um bom lugar pra comprar o pão de hoje." o homem respondeu calmamente. 

-poderia me dizer o lugar, senhor Jaime? - perguntei rapidamente, se eu demorasse muito a "omma" ia comer meu orifício anal com sal e pimenta... 

-Claro! Está vendo aquela rua ali? Siga por ela, dobre a primeira esquerda, depois a direita e esquerda de novo, entendeu? 

Acenti com a cabeça e saí correndo, balançando a mão em forma de despedida. 

Bom, não seria possível um ser humano se perder em um caminho tão simples, né? Bem vindo a minha vida! Eu me perdi e fui parar em um bairro que nunca vi antes... "PORRA!!! O JIN VAI ME MATAR!!! E O TAE, AQUELA DESGRAÇA, VAI FICAR RINDO DA MISÉRIA DOS OUTROS!!!" gritei em plenos pulmões, me amaldiçoando por não ter escutado o santo G-deus (GD: eu avisei). Já estava prestes a voltar a praguejar quando uma velhinha de uns 200 anos apareceu/brotou do meu lado." Meu jovem, gostaria de uma solução para os seus problemas?" 


Notas Finais


Hohoho! Espero que tenha gostado!!!! Se não tiver, desculpa a perda de tempo... <3 flw.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...