História Tomorrow - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 4
Palavras 594
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello my flowers ❤
Voltei aki com mais um capítulo.
Espero q gostem <3

Capítulo 2 - Gale


Fanfic / Fanfiction Tomorrow - Capítulo 2 - Gale

No outro dia, como promotido, Yoongi me ligara e dissera a hora que aproximadamente chegaria. O sinal da escola havia tocado e eu iria com Miory receber o albino no aeroporto. Guardei meus materiais na mochila e saí da sala. Fui ao pátio, esperar alguém em específico sair da sua sala.

- Amor da minha vida! - gritou, e eu sorri para o mesmo. Corri até seus braços, onde me desfiz em um abraço longo com ele.

- Você jura que virá me visitar?- perguntei.

- Sim, querida, eu irei. E boa sorte com esse garoto que você irá encontrar hoje.

- Obrigada, Hoseok. Muito obrigada mesmo. 

O moreno deu um beijo na minha testa e acenou, indo de encontro com sua namorada. Hoseok era meu melhor amigo desde que estou nessa escola. Ele iria mudar de cidade - uma não tão longe, porém com uma distância razoável para mudar de escola. 

- Miory, vamos? 

Ela assentiu e me seguiu. Fomos andando para o aeroporto por acharmos um bom momento para conversar. Não demorou muito para chegarmos e eu peguei meu celular e mandei uma mensagem para Yoongi.

Eu: Já estou no aeroporto.

Mexi um pouco no cabelo para dar uma boa primeira-impressão. Virei para trás e contemplei aquele sorriso; o sorriso que eu sempre sonhei em ver pessoalmente. Nossos olhares se encontraram e ele veio até mim.

- É você mesmo...? 

- Sim, sou eu. É tão bom conhecê-la.

O garoto desceu até mim e me abraçou. Seus dedos brincaram com as pontas do meu cabelo e o mesmo logo cumprimentou Miory. Olhei para ele novamente só para ter certeza que era o meu tão sonhado homem.

Se controle, Yoo Sim, falei para mim mesma. 

Peguei algumas das malas de Yoongi e o ajudei a vir conosco até um táxi. O loiro possuía uma câmera nas mãos e fotografava tudo o que via.

- Você ficará num hotel? - perguntou Miory, limpando seus óculos.

- Na verdade, eu nem tinha pensado nessa parte. Estava tão empolgado com a sensação de visitar um novo país que nem pensei nessa parte...

- Você pode ficar na minha casa.

Não faço ideia de como aquilo saiu da minha boca. Corei ao notar o que havia falado mas já era. 

- Não acho uma má ideia. Mas, de todo jeito, não quero incomodar ninguém...

- Você não irá incomodar - suspirei. Já que eu tinha dado a ideia, poderia me aproveitar daquilo. - Eu moro apenas com meu irmão postiço, mas é raro ele estar em casa. Acho que ele não se incomodaria...

- Ok então...

Pedi para o taxista nos deixar no meu endereço. Conversamos o caminho inteiro. Ele disse que nunca tinha saído do país e estava bem empolgado. Disse também que seu sonho era ser fotógrafo e fotografar o maior número de lugares que pudesse.

~

Já era noite Yoongi não saira do quarto desde que tinha chegado. Fiquei nervosa dele estar se sentindo solitário porque eu não havia dado uma sequer palavra depois que saímos do táxi. Terminei de preparar o jantar e bati na porta do seu quarto. 

Nada.

Resolvi abrir e entrar. Ele estava deitado na cama, com fones de ouvido, e lágrimas pareciam descer de seus olhos.

- Yoongi...?

O mesmo viu que eu estava ali e apenas soltou as seguintes palavras, num tom rouco.

- Por favor, me deixe só.

- M-mas...você está chorando?

Yoongi se levantou da cada, veio da minha direção e me prendeu na parede.

- Realmente, eu não quero que nada de mau aconteça com você, porque você foi legal comigo. Porém, se quiser mesmo continuar tranquila, do jeito que está, não mexa comigo. Não quero ser culpado por nada.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...