História Tomorrow · Jungkook e Suga - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Armys, Bts, Jungkook, Kookie, Namjin, Suga, Tomorrow, Triângulo Amoroso, Vhope, Yoongi, Yoonkook, Yoonseok, Yoontaeseok
Visualizações 46
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


^^ _ Min Yoongi é o mesmo que vida, então é ele de novo mesmo. Tenho hipoglicemia, sem "Sugar" não vivo por isso coloquei o "Cookie" também. Espero que gostem.

Capítulo 1 - Loiro da estação


Fanfic / Fanfiction Tomorrow · Jungkook e Suga - Capítulo 1 - Loiro da estação

  

Parte I - Loiro da estação 


Obrigado por me encontrar 

Eu vejo você, sempre a mesma 

Seu cheiro forte, que esperou por mim 

Me toca profundamente 

Com está forte e misteriosa atração 

Eu quero abrir minhas asas 

Em sua direção 



2016.


   

Ter minha vida entregue a um desconhecido não me pareceu o melhor jeito de iniciar o meio do segundo semestre que por sua vez vinha acompanhado de fortes chuvas e um frio intenso. Para ir a universidade agasalhei-me bem e tomei um café quente, odiava o gosto do líquido escuro e amargo, mas se realmente quisesse prestar atenção nas aulas, teria que despertar, nada melhor para isso que um café bem forte. Por conta da carga emocional causada pela notícia do meu casamento, a noite havia sido longa e meus olhos haviam sido agraciados com olheiras horríveis, meu corpo emanava mal-humor. Infelizmente appa insistia em manter os costumes da família criados por seu avô, no qual a Kim mais velha de cada geração deveria se casar com um homem escolhido pela família, não necessariamente rico, apenas um bom homem, bonito e com um futuro parcialmente garantido. E como a primeira filha da geração Kim -vulgo mais velha-, eu deveria me casar com Jeon Jungkook. Um quase estranho, os Jeon por gerações foram amigos dos Kim, conheci Jungkook no ensino médio frequentavamos o mesmo colégio e por coincidência a mesma classe, nos tornamos amigos com tempo, mais por questões pessoais ele e sua família voltaram para Busan consequentemente perdemos o contato. 


Ya, isso foi a quatro anos atrás, agora o garoto que fora embora como meu amigo. Voltaria como meu noivo. 


Tanto por estar atrasada quanto por estar perdida -e um tanto assustada- com meus próprios pensamentos, ao ponto de tropeçar duas vezes seguidas e ainda derrubar todo meu café, por sorte não sujei minha roupa, acabei me atrasando minimamente. Respirei fundo largando o copo de plástico em uma lixeira qualquer e caminhei entre as pessoas na estação até a linha na qual pegaria um metrô para universidade. Adentrei sendo empurrada por outras pessoas que também procuravam por lugar, ignorei todos os resmungos me concentrando apenas em caminhar até o fundo e conseguir um lugar para me sentar. Achei uma poltrona vazia e me sentei ajeitando a mochila sob minhas coxas. Com a cabeça apoiada no vidro da pequena janela retangular, observei um garoto loiro caminhar desajeitadamente pela estação tropeçando nos cadarços dos próprios tênis -o que fez sorrir pela primeira vez naquela manhã- enquanto segurava contra o peito alguns cadernos e toda vez que esbarrava em alguém se curvava em desculpas, aos poucos ele foi ficando para trás junto a outras pessoas na estação lotada, sumindo do meu campo de vista.


    - Poderia me ceder o lugar? -Uma voz desgastada chegou aos meus tímpanos olhei a senhora com algumas sacolas nos braços. -Minhas pernas já estão doloridas garotinha.


     - Mianhae ajumma. -Desculpei-me pulando do acento deixando ele livre para a mais velha que se acomodou colocando suas compras no chão próximas aos seus pés. 


Fui para o fundo me encostando em uma das barras de ferro me segurando para não cair. Meus olhos teimavam em ficar fechados, mais não podia cair em tentação. Coloquei meus fones e conectei ao celular colocando o álbum Love Me Right do EXO para reproduzir aleatoriamente no último volume. Em minutos cheguei a estação que ficava a três quadras do campus, assim que desci procurei uma lanchonete comprei um cappuccino e segui apressada para KAIST. Felizmente a aula ainda não tinha começado, o que resultou em um alívio maravilhoso tomando conta do meu corpo e pulmões agradecidos por respirarem normalmente outra vez. Me sentei em uma das carteiras da frente, a sala já estava quase cheia. Faltavam poucos alunos. Logo a professora chegou e sem qualquer aviso - típico da Srta. Moon - aplicou um maldito teste surpresa, como se tivéssemos no colegial. 



      [...]



Após longas horas de teóricas e práticas com a Srta. Moon e suas filosofias assustadoramente lógicas, consegui chegar na estação mais próxima de casa. Meu relógio de pulso marcavam nove e dezoito da noite, o sol já se punha e as ruas da capital se encontravam cheias, pessoas indo e vindo. Outras vendendo seus lanches e outras bugigangas que não me interessavam no momento -só não resisti aos soondaes do Sr. Shin-. Como não havia nada de importante em casa -na verdade queria evitar ouvir sobre meu próprio casamento- e na manhã seguinte seria domingo meu dia de descanso, resolvi dar uma volta por MyongDong. Comprei alguns mangás e tteok, sem mais nada para fazer fui para uma lanchonete não muito frequentada, mais que tinha o melhor Bulgogi da região. Entrei no estabelecimento logo notando o loiro que vi mais cedo na estação, foi o primeiro que vi, pelo simples fato dele ser o único loiro e usar roupas que me lembraram imediatamente Jack Frost: um moletom azul e uma calça em tom pastel. Só que diferente dos outros clientes que pareciam bem interessados em suas comidas, ele dormia com a cabeça sob livros abertos na mesa. Em um momento de inconsequência, fui até ele acariciando seus fios sedosos fazendo com que o loiro sentasse corretamente em segundos um pouco desnorteado e com rosto amassado. Senti minhas bochechas esquentarem com seu olhar.


      - Mianhae. -Me desculpei fazendo uma reverência rápida. - N-não foi minha intenção assusta-lo.


      - Eu nem vi que tinha pego no sono. -Disse soltando um riso gengival em seguida e sorri instantaneamente. -Como se fosse possível eu me ver dormindo. 


      - Ya! -Murmurei cessando seu riso. O loiro se levantou ficando de pé a minha frente.


     - Sou Min Yoongi. 


    - Kim Sunjung. 


Resolvi me sentar junto ao loiro e enquanto esperava meu pedido chegar, conversamos um pouco. Acidentalmente minha língua traiçoeira me entregou.


      - Eu vi você mais cedo na estação, parecia desesperado. 


      - Yah! Anda me observando Sunjung? -Senti meu rosto esquentar novamente e o cobri com minhas mãos. - Posso denúncia-la por perseguição. 


      - Não diga essas bobagens. 


     - Estava atrasado para universidade. Acho que tenho passado muito tempo no vídeo-game.


Meu pedido foi entregue e devorei toda carne deliciosa junto a Yoongi, que afirmou ter carne como sua comida preferida. Por insistência de sua parte, ele pagou a conta com a típica fala: "Eu sou homem e mais velho. Então eu pago." Mais antes que eu criasse uma imagem machista o loiro completou distraidamente:


      - Mais nem sempre vai ser assim. Da próxima vez você paga. -E sorriu ladino me deixando um tanto animada. 


Teria mesmo uma próxima vez?



Eu sou tão sortudo em te encontrar 

Se nos encontrarmos novamente

Eu gostaria de falar com você 


                     .Beautiful, Baek Hyun.



Notas Finais


- Opiniões, dicas ou sugestões?

Demorei quase um mês pra concluir esse plot. Não sei quando próximo capítulo ficará pronto. Mais não se preocupem, mais que um mês não demora.

Beijinhos de kookie!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...