História Tomorrow never dies-Luke Hemmings fanfic - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Exibições 10
Palavras 2.890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - 4"ela é sua irma"


Fanfic / Fanfiction Tomorrow never dies-Luke Hemmings fanfic - Capítulo 4 - 4"ela é sua irma"

P.O.V.Luke

-Ela é sua irmã !?-perguntei um pouco assutado com que tinha acabado de acontecer. 

A esquentadinha irmã de Michael, isso explica muita coisa.

-Não Luke, sou a mãe dele, né Mikezinho?- disse Bah em um tom de ironia e todos deram risada -Mas é claro que sou irmã dele.

-hahahaha adoro graça.

-Primeiro não ouse em me chamar de Mikezinho e segundo quero falar com os dois.-Michael fala enquanto nos empurrava para fora da sala indo pro corredor.

-Daonde vocês se conhecêm?

-Do pet Shop, eu fui lá e vi esse dog aqui parado na minha frente.-disse Bah e Mikey começou a rir.

-Da escola.-disse eu.

-Mas você disse que minha irmã não tava na sua sala.-disse Mike

-Ai e eu ia saber que a esquentadinha era sua irmã?

-Sim -dizeram ao mesmo tempo.

-Ai tá bom, mas só que a Bah ta diferente Mike desde a última vez que eu a vi.

-Mas é claro que tá. Da última vez que vocês se viram a Bah tava com 13 anos. É claro que ela vai tá diferente, ela tá com 17 anos agora. 4 anos se passaram e você quer que ela fique com a mesma aparência?-disse Mike inconformado.

-Não, só que ela tá mais bonita agora,antes ela era feinha...

-ei...você também não era lá grande coisa Lukey -disse Bah.

-Sempre fui.-Sorri. 

-Mike cê tá me zuando que vou te aturar essa coisa aqui com agente.-disse Bah. 

-Vai sim.-disse Mike.

-sei que você me ama né esquentadinha.

-É e eu sei que você é bem iludido. -disse Bah voltando pra sala.

-Michael Gordon Clifford você não me disse que sua irmã está uma gata.-disse sussurrando. 

-Ai...Luke,menos vai...perai, quando você disse hoje na escola que estava esperando aluna nova era a bah ?!-perguntou Mike. 

-...era...-disse meio fraco. 

-Ai Luke eu te mato...agora não porque to com preguiça mas eu te mato se fizer algo com minha irmã. 

-Okay. 

P.O.V.Bah

Quando voltei pra sala Aline e juh me perguntaram sobre o Luke 

-Nem me fale nesse delinqüente, vou ter que aturar ele aqui também...droga.

-Quer um conselho de quem tem experiência de sobra com o Luke? -disse Lih. 

-anh...Experiência? 

- Sou irmã do Luke -disse Lih

-Sinto muito.-Disse e ela riu -Sim quero,por favor.

Eu e as meninas nos enturmamos com a Lih e fomos até pro meu quarto.

-Bah sabia que Mike ia precisar da minha ajuda, então eu fiz umas comprinhas pra você, espero que goste.-disse Lih me entregando algumas sacolas.

-Valeu Lih e sim vou gostar sim, tenho certeza -disse e nesse momento Mike entrou e disse que o jantar estava na mesa. Descemos e fomos até a sala de jantar.

Estávamos todos comendo e conversando naturalmente mas algo me incomodava:

Era Luke. 

Ele não parava de me encarar com aqueles lindos olhos azuis... tá okay Bah, foco ,realidade.

Depois do jantar eu e as meninas estavamos na sala conversando com Ash , Calum e o inferno de pessoa: Lukey. 

-Gente, eu vou indo -disse Juh.-Quer carona Aline?

-Tá, pode ser, Bah Até amanhã. -disseram as duas.

-Até.-disse e acompanhei elas até a porta.

-Nós também vamos indo né Cal? -disse Ash 

-mas já?-disse.-Okay Até meninos -disse abraçando Ash e o Calum. 

-Se cuida Bah...tchau Lukey. 

-Tchau -disse Luke e fechei a porta.-Bom, parece que está só nós dois.-falou Luke. 

-Não, tem o sofá, a TV, os móveis e o mais importante o meu quarto que é pra lá que eu vou...tchau Lukey -disse e percebi alguém me seguindo até o meu quarto.

-Nossa muleque,ce não cansa não é? -Disse e entrei no meu quarto e ele me seguindo. 

-Não...wooooow que quarto foda. -disse Lukey -Oh god, você tem os álbuns do nirvana em vinil!

-Tenho...aqueles dois foi Mikey que me deu por ter completado 15 anos e o resto eu comprei, só ta faltando um que eu não estou achando em lugar nenhum.

- daora...gostei do novo visual esquentadinha.-disse Luke se aproximando. -Eu não pedi sua opinião.

-Mesmo assim.- disse ele se aproximando mais.

-Ce fica bonita de lilás.

-Okay...-disse e Luke sentou-se em minha cama.

-CE não pretende ficar aqui né? 

-Por que?

-Porque eu quero descansar...e anda ,cai fora Lukey -disse e acompanhei ele ate a saída do quarto. -Até nunca mais delinqüente.

-Até esquentadinha.-disse Luke. Tomei um bom banho e fui deitar.

Meu sonho começou assim: eu estava presa na cama de hospital na clínica.

Meus braços estavam amarrados com tiras de couro presas a cama com muita força.

A ponta dos meus dedos estavam brancas por conta da minha circulação empedida na altura dos pulsos por mais tiras de couro.

Uma forte luz branca estava no meu rosto queimando meus olhos.

Homens sem face se enfiltram no quarto e eu começo a me debater.

Um deles puxou meus cabelos e o outro tentou enfiar uma agulha imensa no meu pescoço.

Eu tentei gritar mas não dava.

Acordei sobressalta e suando frio quando a agulha tocou minha jugular.

Minha garganta estava seca.

Peguei um cobertor e procurei um chinelo ou algo do tipo nas sacolas que Ligia me deu.

Acabei achando umas pantufas pinguim!

Olhei para elas e as calcei.

Desci as escadas,larguei o cobertor no sofá.

Fui até a cozinha pegar um copo d'agua e vi alguém.

-Assaltando a geladeira delinquente?-Falei e encostei no balcão. 

-Que susto garota!-Luke colocou a mão no peito. 

-Desculpa.

-Está se sentindo bem? 

-Só porque estou me desculpando? Você é mesmo um babaca. 

-Não,é porque você está pálida.

-Ah é que eu tive...um pesadelo. 

- Oh, e como foi esse pesado? 

- Eu não quero falar sobre isso. 

- Tudo bem. Tá sem sono?

- Uhum e você? 

- Também.Tive uma ideia.-Ele abre o armário e tira um pote de Nutella, pega duas colheres.-Vamos ver um filme? 

- Okay, delinquente. 

- Ei que pantufas são essas?

- Sua irmã que me deu.

- Eu amo pinguins.-Falou sorrindo.

Eu ri e revirei os olhos balançando a cabeça e segui para sala.

Nós nos sentamos no sofá e eu me enrolei no cobertor.

Vi que a pele de Luke estava arrepiada por conta do frio. 

Suspirei e abri um dos braços. 

-Que foi? -ele me perguntou confuso. 

-Vem aqui, eu sei que está com frio.

Sem reclamar, Luke se aproximou de mim e encostou no meu ombro.

Eu nos cobri e por conta da posição que ele estava fui obrigada a ficar com um braço envolta da sua cintura. 

Ele colocou a Nutella no colo e me deu uma das colheres. 

Ligou a TV e começamos a ver Se eu ficar?

Comemos o pote todo,ali abraçados no sofá.

Eu detesto admitir mas estava gostando da companhia dele.

P.O.V Luke

Estavamos no fim do filme e percebi que Barbara dormia no meu peito.

Queria poder ficar com ela ali o resto da noite mas ela estava numa posição não muito confortável e tinha certeza que ficaria com dor por dormir de mal jeito.

A peguei delicadamente no colo e desliguei a tv.

Subi as escadas e a deitei na sua cama.

Depositei um beijo na sua testa e caminhei até a porta para sair mas fui empedido por uma voz sonolenta. 

- Lukey,fica comigo.

- O que?-Perguntei surpreso.

- Fica aqui comigo, tenho medo de ter outro pesadelo.

-Mas...

- Por favor.

Me deitei ao seu lado, mesmo sua cama sendo queen size e eu vi onde ia parar.

-Eu vou cair Bah.-menti e passei o braço pela cintura dela e juntei mais nossos corpos.

-Que tá fazendo?-Perguntou assustada. 

-Só não quero cair.

-Ai,você tá me apertando muito.

-Desculpa.-Relaxei meu braço e ela colocou a mão sobre a minha e eu entrelacei nossos dedos.

-Boa noite esquentadinha. 

-Boa noite Lukey. 

Minha boca formou um perfeito "0" e eu estava pronto para falar algo sarcástico quando percebi que ela já dormia abraçada a mim.

P.O.V.Mikey

☀☀☀☀no dia seguinte☀☀☀☀

Acordei ao som do meu desperdador como sempre ia ao quarto da minha irma só que antes passei no quarto de luke para falar com ele.

Chegando lá, eu bati e nada então entrei e vi o quarto de Luke vazio. Pensei onde Luke dormiria sem ser o quarto dele.

Me assutei e sai em disparada para quarto de Barbara.

Quase cai ao caminho do quarto de minha irmã.

Antes de entrar,meu subi consciente disse:

"calma Mike, calma,entrar lá como se não quisesse nada, relaxa relaxa..."

Ao entrar no quarto de minha irmã, andei pelo pequeno corredorzinho que lá se encontrava,me dava mais ansiedade para ver o que me espera lá dentro ,quando cheguei vi finalmente minha irmã dormindo com meu melhor amigo.

Logo quando vi eles dormindo juntos levei a crê que ia ter história com esse dois. Me deu uma vontade louca de dar risada. Peguei meu celular e tirei algumas fotos deles e mandei para Lih 
#Conversa ON#

"Seu irmão não perde tempo mesmo"

" OMG faz quando tempo que você ta ai " 

"Uns 5 minutos kkkkkk" 

"Oh god acorda eles Mikey"

"Pode deixar.Até love. "

"Ate unicórnio, vem me buscar? "

"Claro mo, até"
#ConversaOFF#

Como vou acorda esses dois? pensei comigo,pois tive uma ideia. Peguei meu celular e um caxinha de som e pluguei.

Coloquei bem próximo deles e aumentei o som no máximo e liguei a música Merry christmas kiss my ass do All time low.

A música começou a tocar.

No primeiro segundo Luke caiu da cama me fazendo cair de joelhos de tanto rir,já Bárbara acordo sobresaltada que parecia que tinha visto um fantasma. 

-PORRA MICHAEL!-disseram os dois juntos.

-Bom dia para vocês também.

-Quase morri do coração. -disse Bah tentando se recuperar do susto.

-Isso não é nada,eu cai da cama.-disse Luke inconformado sentado na cama.

-É o que ganha por dormir com a minha Urnicornia .-disse abraçando minha irmã.

-Michael não aconteceu nada entre mim e a Bah -disse Luke calmo porém,meio mucho. 

-Mas você bem que queria.-disse. 

-Eu não falei nada. -disse Luke se rendendo 

-Não, Magina ,então por que você estava agarrado com ela aqui sendo que a cama dela é queen size...poderia saber o que rolou por aqui?

-Eu tive um pesadelo Mike,então desci pois tinha perdido o sono e nos ficamos na sala vendo filme...

-Até que Bah adormeceu em meus braços e eu trouxe ela até aqui e ela me pediu para ficar com ela pois estava com medo.- disse Luke calmo -agora que tal você kiss my ass?Depois do você fez,merece! -disse Luke se levantado -vem,vem ca vem,Mike,vem -disse Luke vindo atrás de mim

e bah morrendo de dar risada.

-Eu sei muito bem que não foi isso e que os dois estão juntos. -disse e os dois se olharam com uma cara de nojo e um maybe e luke ainda atrás de mim fez eu sair do quarto de minha irmã deixando só os dois.

P.O.V.Luke

Finalmente eu tinha tirado Mikey de lá, quando voltei pro quarto encontrei Bah deitada na cama e então fiz a primeira coisa que me veio a cabeça:pulei em cima dela.

-filho de uma...sua tia Liz trabalha em que mesmo ?-perguntou ela.

-Professora de matemática.

-Verdade né? nossa...seu filho de uma professora,sai de cima de mim agora.

-Não. 

-Anda Luke, eu quero dormir. 

-Não, CE esqueceu hoje tem aula. 

-Me dá o megafone.-disse Bah. Eu peguei um megafone de brinquedos que havia no seu criado mudo e a entreguei.

-Valeu. AGORA SAI EM CIMA DE MIM-disse Bah com o megafone.

-Okay. ..pronto saí, feliz?

-Muito- disse Bah deitando denovo na cama. Fui até ela e vi que seus olhos estavam fechados e comecei a fazer carinho nela.

Ela abriu os olhos e ficamos a nos olhar.

-Não para,eu gosto -disse Bah fechando os olhos.

-Okay...-e fique fazendo cafuné nela.

Depois de alguns segundos ela se sentou e algo surpreendente aconteceu.

Ela me abraçou. Parecia que ela precisava desse abraço e a retribui.

Só não queria que aquele momento acaba-se.

-É melhor se arrumar.-disse acariciando os seus cabelos lilás 

-Okay...-disse Bah. Dei um beijo em sua testa e sai.

Fui ao meu quarto e entrei. Fechei aporta e me encostei na mesma.

Fechei os olhos e me escorreguei na porta.

-Meu,o que esta acontecendo comigo?-disse em voz alta e alguem me respondeu.

-Também gostaria de saber.-disse Mike.Ele estava com os braços cruzados me olhando. 

-A quanto tempo ce tá ai?

-O suficiente para saber o que eu preciso.

-E oque você precisa? -perguntei. 

-Luke, eu sei que você é o meu melhor amigo, mas não faça minha irmã sofrer igual as outras garotas.

-Mas é claro que não vou fazer ela sofrer...eu nem gosto dela.-soltei e sabia que era mentira.

-Luke eu sei muito bem quando você esta mentindo. -disse Mikey ao sair do quarto.

Quando terminei de me arrumar. Usava uma camisa do blink-182, minha skinny jeans preta,furada no joelho e meu all stars.

Quando estava descendo,acabei esbarrando em alguém:na esquentadinha.

Ela usava uma calça preta com alguns rasgo bem descreto,uma blusa de PINGUIM com camisa xadrez preta e vermelha por cima e seu cortuno,ela estava com algumas pulseiras de plástico em todo o pluso, eram do Blink -182, all time low, nirvana e do Batman.

Quando a olhei vestida daquele jeito meu subiconsiente disse: "você ainda nao conseguiu conquistá-la mas ela te conquistou, parabéns é a primeira "

"Cala boca isso não é verdade "

"Luke Robert hemmings você sabe que é "

"Não é verdade " e assim começou uma verdadeira discussão na minha cabeça 

"É "

"Não é "

"É " 

"Não é " até uma voz trazer para realidade.

-delinquente,quer um babador, quer?-disse Bah,não entendi o porque da pergunta Até eu perceber que realmente estava babando, sem jeito algum me limpei e Barbara ria com a minha cara.

-Não sera necessário....wooow -disse e Bah se virou e perguntou 

-que foi?

-Você está linda-disse encostando ela na parede.

-particularmente eu adorei a blusa -disse em seu ouvido -porque você a tapou -disse desabotoando a sua camisa.

Senti ela se arrepiar com o meu toque em sua cintura, estávamos próximos a nós beijar quando Mike começa a falar com o megafone perto da escada que por a caso era aonde nós estávamos.

-Os seus vagals,o café tá na mesa! -disse Mike pelo megafone. 

-Já estamos descendo. -disse e vi Báh olhando pro seus pés com uma cara...

P.O.V.Bah

Luke e eu estamos preste as nos beijar quando o idiota do meu irmão disse ao megafone quebrando completamente o clima. Saí de lá com uma cara... que hora mais inconivente  para dizer aquilo,estava querendo esmagar meu irmão!

Chegando no andar de baixo,Luke falou no meu ouvido:

-foi salva pelo gongo,mas sua hora vai chegar.-disse Luke e me deu um beijo na nuca o que me fez arrepiar toda.

-Mas como você é iludido. -disse 

chegando na cozinha.

Mikey nos assustou com a porra do megafone.

-hahahaha peguei vocês de novo. -disse Michael balançando o traseiro nesse momento a Lígia abre a porta e arregala os olhos com o que acabou de presenciar.

-cheguei na hora errada? -disse Lih

-Lih, oque faz aqui?-disse Mike com a bunda empinada.

-Decidi tomar café com vocês mas acho que foi uma péssima ideia.

-Não, foi uma ótima e chegou na hora certa.-disse indo em sua direção Dei-lhe um beijo na bochecha. -Dá um jeito do seu namorado,obrigada. -disse pegando umas das panquecas que estavam no prato.

-Ai Bah vem cá.-disse Lih -as roupas ficaram ótimas em você- e Luke concordou com a cabeça e disse:

-concordo,está prefeita.-disse ele com boca cheia . Eu lancei meu olhar de " você já era" pra ele e piscou pra mim.

-Depois vamos fazer um dia só de garotas, eu e você só nos sem nenhum desse porcos com agente...okay?

-...ei...-disseram Luke e Mike juntos de boca cheia. -quem é porcas aqui são vocês.

-Eu ia adorar .-disse enquanto empurrava Luke pra longe.

-Ei -disse Luke. 

Depois do café fomos para escola. Como sempre estava com meus hadfones. Mikey estava dirigindo, Lih foi na carona e eu e luke atrás.

Quando entrei pus o cinto de segurança e no meio do caminho senti alguém pegar na minha coxa. Na hora tirei sua mão de la e Luke se virou e sussurrou em meu ouvido:

-vai esquentadinha, deixa de ser chata.-disse Luke mordendo a minha orelha.Me arrepiei toda e fiz sinal pra ele se aproximar e ele esboçou um sorisso vitorioso na cara.

-Se fizer isso de novo eu chuto o seu saco que vai fazer você perder o rumo.-disse e ele se afastou de mim com uma cara dizendo:

- Seria capaz de matar seus próprios futuros filhos?

Revirei os olhos e senti ele pegar na minha mão.

Olhei para ele com uma cara de quem vai fezer o que prometeu e ele se aproximou de mim e disse:

-Eu não mordi sua orelha se bem que estou me segurando...mas deixa isso pelo menos vai. -disse ele em meu ouvido mordendo o lábio. Revirei os olhos e peguei em sua mão e disse:

-Só porque estou sem paciência para discutir com você. 

-Você me ama, é essa a realidade -disse Lukey. 

-Vai sonhando. -disse e senti ele fazendo carinho na minha mão até que encostei a cabeça no vidro e fechei os olhos e cochile.

Senti alguém mover minha cabeça para o outro lado e começou a fazer cafuné na mesma. reconheci aquele cafuné era de Luke.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...