História Tomorrow never dies-Luke Hemmings fanfic - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Exibições 6
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - 5ciumes ?Maybe!


Fanfic / Fanfiction Tomorrow never dies-Luke Hemmings fanfic - Capítulo 5 - 5ciumes ?Maybe!

P.O.V.Luke

Tinhamos chegado na escola mas devido ao congestionamento demoramos um pouco a chegar. Bah ainda dormia em mim então decidi acordá-la devagar.

-Heey dorminhoca,acorda.-Eu disse com uma voz calma e a fazendo carinhos.

Ela abriu os olhos,aqueles lindos olhos esmeralda sempre me fisgam. Mal vi que acariciava seu rosto. Ela levantou sua cabeça das minhas pernas e disse:

-Eu ditei ai ou você me pos assim?

-Eu ti pus. Deita aqui.- Disse a ela que me deu um sorisso voltamos a sua posição inicial.

Quando estacionamos, saímos em direção aos armários,  por sorte o nosso era um perto do outro e assim fomos a primeira aula matemática.

Chegando na sala, Bah e eu sentamos juntos e quando a professora Halle virou disse:

-Minha querida,percebi uma certa dificuldade sua em relação a  matemática.-Disse a professora. -por isso conversei com uns dos meus melhores alunos e ele aceitou de bom grado em lhe dar aulas extras.

-Que maravilha prof, e obrigada pela atenção...mas quem é esse gênio?-Perguntou Bah.

-Está ao seu lado.-disse a professora.

Bah virou para mim com uma cara de espanto.

-Ele?O Luke serio?!

-Sim,ele mesmo,boa sorte e magina eu faço tudo pra ajudar meus alunos.-disse a professora que acabou de sair.

-Você é bom em matemática conta outra.

-Você sendo generosa,que piada.

-...ei... eu sou um doce porém azedo,mais sou.

-Você tem toda razão,é sim doce de limão.

Estava fazendo Bah tentar entender a porra da raiz quadrada que precisava por causa da equação. Depois de um bom e longo tempo ela conseguiu. ALELUIA!

Depois que a aula de matemática acabou ela disse.

-Odeio números.-disse ela sentada  na mesa  balançando suas pernas. Fui ao seu encontro e disse:

-Relaxa,se depender de mim,faço você ama-los rapidinho. -disse a menos de uns centímetros de distância.Quase estávamos respirando o mesmo ar.

-Boa sorte. -Disse ela olhando nos meus olhos e descendo da mesa saindo da sala.

P.O.V.Bah

Quando saí da sala,fui encontrar a Juh na sala de música.

Chegando lá,esbarei em um garoto alto,meio familiar,de cabelos loiros com algumas mechas castanhas .

"Lindo" pensei comigo.

-Desculpa. -disse o garoto.

-Magina -Sorri e ele me ajudou a pegar os cárdenos no chão.

Quando levantamos ele me olhou e disse:

- Chloe!? -Quando ele falou aquilo me assustei, a única pessoa que me chamava assim era o Nash. Levantei a cabeça.

-Nash!-exclamei meio assustada.

-O que você acha garota?-disse Nash e não esperei um segundo. Pulei para o seu colo e o abracei com força.

Nash era o meu  vizinho em Los Angeles e meu melhor amigo do mundo todo.

Ele me tirou do chão e me girou.  Percebi que todos estavam a olhar para nos.

-Oh god,o que você faz aqui?-perguntei.

-Lembra daquela agência de modelo lá de L.A?

-oh se lembro.

-Então,eu vim transferido dela, um mês depois que você veio pra cá.

-Sério?  Que cool.

-Ainda não acredito que minha "little" esta aqui, meu que saudades Bah...você tá linda,ainda bem que você saiu daquela clínica, ce não sabe o quando eu implorava pra poder te ver.

-Sei sim,teve uma vez que você quis me ver,era o nosso aniversário de amizade mas não te deixaram entrar, eles colocaram uma TV que mostrava a câmera de segurança na entrada e ligaram e me mostram você sendo retirado de lá a força. Eu tentava me debater na cama sendo que estava amarrada na mesma.-disse e estava com lágrimas nos olhos. Nash veio até a mim e me abraçou falando:

-Calma relaxa,Bah,está tudo bem Angel. -disse Nash me fazendo cafuné.Me sentia confortável em seus braços.-Little,esquece isso, você sabe que nunca mais vai voltar para lá.- Disse ele ainda fazendo cafuné.

Os carinhos dele não eram tão bom quando os do Luke.

Ficamos o terceiro período conversando, até que deu a hora do almoço e convidei Nash para sentar com agente

Estava indo pro meu armário quando vi Lineh e juh.

-Heey meninas.-disse eu.

- Báh,  aonde você estava,o Luke tava doido te procurando.-disse Juh olhando o Nash,que por caso estava com as mãos na minha cintura.

Luke chegou e parou no meio do caminho.

Olhou Nash e veio ao meu encontro.

-Finalmente...quem é esse?  -perguntou ele com um olhar desconfiado.

-Gente esse é o Nash, meu melhor amigo,Nash esses são Lineh, Juh e Luke. -disse e eles se entre olharam e o cumprimentaram.

Seguimos para o refeitorio.

P.O.V.Luke

Quando cheguei,  encontrei minha esquentadinha nas garras de um otário.

Fiquei com uma vontade enorme de dar um soco na cara daquele tal de Nash.

Chegando no refeitório...

-Mike, olha quem tá aqui.-Disse Bah puxando Nash pela mão. 

-Nash! -disse Mike. -cara quando tempo meu,ce tá ótimo, ah esses são Ash, Calum e minha namorada Lígia.-ele os apresentou.

Durante o almoço,todos me olhavam com uma cara... e depois pro Nash.

-Então Nash,o que faz aqui?- Mikey perguntou.

-Lembra daquela agência de modelos,lá de Los Angeles? -disse ele,nesse momento quase me engasguei.Na hora pensei comigo" gay", mas mesmo assim ele estava agarrado com a minha esquentadinha e não estava aturando isso.

-E por outro motivo. -Continuou Nash -Estava com saudades da minha Little.-Disse ele abraçando a Bah.

Queria torrar aqueles olhos azuis de quinta dele.

Depois do almoço eu e Bah tínhamos aula de inglês.

Quando chegamos na sala vi que ela estava escrevendo algo em seu carderno.

-Hey Bah.-disse eu.

-Hey delinquente, me ajuda com a lição?-.

Eu só queria ela pra mim e não com aquele projeto de amigo.

-Claro- disse eu me sentando ao lado dela.

Bah me deu um sorisso.

Depois de um tempo que ficamos conversando,ela deitou sua cabeça na mesa e disse:

-Pega meu fone.-Fiz o que ela pediu e a entreguei ela.

Bah me deu uma ponta e ficamos a escutar música até dar o sinal.

P.O.V.Bah

Quando a aula acabou eu e Luke fomos aos nossos armários.

Ele estava meio estranho, meio carente, percebi.

Parecia ter levado um tapa na cara.

-Luke, ce tá bem?-perguntei meio preocupada.

-Tô sim.-disse ele mucho

-Ce não tá bem ! O que foi? -insisti.

Ele não falou nada, apenas me abraçou, parecia que necessitava desse abraço e eu retribui.

-Isso é tão bom. -disse ao meu ouvido e nos separamos.

-Isso foi estranho, ce não tá bem. -disse eu, nesse momento Juh chegou quase atropelando todo mundo.

-Báh,  preciso falar com você. -Disse me puxando e me levou pro banheiro,onde estavam as meninas.

-Que foi...oque... É isso uma reunião ?-perguntei. 

-Mais o menos. -disse Line.

-LukeestácomciúmesdevocêcomoNash.-falaram todas juntas.

-Não entendi.

-O Luke tá com ciúmes de você com o Nash.-disse Lígia.

-Impossível.-disse eu.  -ele é o maior player que já vi.

-Ãh,  em relação a isso,ele também está parando. -disse Lineh.

-Verdade,normalmente ele estaria terminando com uma garota para ficar livre na hora do almoço.

-Oh god -disse eu.

Depois da discussão que tivemos no banheiro, fomos para casa. Corremos pro meu quarto e as meninas disseram:

-Báh,  o Luke pode ser o maior player dog do mundo mas ele está gostando de você.-falou Li.

-Impossível.-disse eu.

-Báh,  você foi a única que não entrou no jogo dele e ele adora um desafio -disse minha cunhada.- Ele é meu irmão,sei quando ele está gostando de alguém. 

-Mesmo assim,ele nunca vai ganhar esse aqui. -disse e ouvi a campainha tocar.

Descemos correndo,era Nash.

-Heey girls,vamos ao Starbucks?-disse Nash.

Saímos e entramos em seu carro  e assim fomos.

P.O.V.Mikey

-Mike posso te perguntar uma coisas? -disse Luke.

-Claro que sim.-Falei.

-O que a Bah tem com aquele tal de Nash?-perguntou Luke com um pouco de raiva.

-Nada que eu saiba,ah Luke eles são só amigos. -disse.-ah quando a Bah tinha uns 13 anos, antes de ficarem amigos,ela era caidinha pelo Nash. -disse e a feição de Luke mudou pra pior.

Depois daquela conversa, voltamos pra casa na verdade Luke voltou e eu fui para a casa da Lígia.

P.O.V.Luke 

Cheguei em casa e vi que não tinha ninguém,fui pro meu quarto, tomei um banho.

Depois do que Michael me falou, precisava me distrair.

Fui para baixo na garagem e comecei a tocar guitarra.

Fiquei um bom tempo lá embaixo, como era mais o menos um estúdio, não ouvia nada lá de cima e fique lá cantando e tocando até que a fome apareceu.

Eu subi e fui direto a cozinha. De lá vi uns cabelos lilás jogando videogame.

Fui até a sala e pulei no sofá, o que a assustou um pouco.

-Filho duma... professora, que susto garoto.

-Desculpa Babis.-disse e dei um beijinho do seu rosto.

-Você não esta bem.

-Dá pra parar de repetir isso? Bota em dois players.-Pedi e ficamos jogando ali por bastante tempo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...