História Too Good To Say goodbye - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Personagens Bruno Mars, Personagens Originais
Tags Amor, Brunomars, Hooligans, Prazer, Sexo
Exibições 47
Palavras 765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Tão linda


Fanfic / Fanfiction Too Good To Say goodbye - Capítulo 5 - Tão linda

Olhou outra, não era... na terceira porta achou Emy. Ele abriu lentamente, entrou e olhou fixo para o corpo de Emy, ela usava apenas uma camisa grande, por cima de sua lingerie branca. A camisa mal tapava sua bunda, Bruno deu mais 4 passos e encarou os olhos fechados da moça. Ela parecia estar tendo um sonho maravilhoso, ao menos era isso que seu semblante traduzia. 

Bruno; e agora? Ja estou aqui... o que devo fazer? Eu não posso simplesmente acordar ela e falar "oi eu envadi sua casa...", mas também não posso ficar aqui esperando ela acordar, vai que ela só acorda amanhã de manhã... e ai? -Bruno se perguntava como se realmente alguém fosse responde lo.

O cantor estava andando de um lado para o outro, pensando... Até que o celular de Emy começa a tocar, Bruno chinga o aparelho e a moça acorda lentamente. 

Emy: Mars? -a jovem fala coçando os olhos

Bruno: olá Lester

Emy: Como entrou aqui ? E porque entrou aqui? Errou de casa?

Bruno: Calma, uma coisa de cada vez. Atende seu celular, esse toque é irritante. 

Emy pegou o celular olhando para Bruno desconfiada, olhou para a tela e viu que era Matheus. 

Emy: oi amor

Bruno: amor? Aaa merda. 

Mars se deitou na cama como se a casa fosse dele e ficou esperando Emy encerrar a ligação.

Bruno: que melação... que demora... já fazem 15 minutos que você ta nisso.

Emy: Shiiiiu -fez Emy olhando para ele.

Bruno; Shiiiiiu? aaaaa não acredito que sai da minha casa pra aturar isso. 

Bruno ficou em silêncio por alguns segundos e em seguida começou a cantar a música "Gorilla". A letra naquele momento parecia mais uma indireta pra Emy... 

Mais 5 minutos e Emy desligou, colocou o celular no criado e se levantou, ficando  em pé ao lado da cama, com a mão na cintura. 

Emy: Como entrou aqui?

Bruno: Cida

Emy: ela te deixou subir assim? Sem nem saber que é?

Bruno; seduzi ela. Não é tão difícil seduzir uma senhora. 

Emy: aaaa fala sério (risos)

Bruno: Esse sorriso quer dizer que você não ta bravo comigo? 

Emy: por você ter invadido minha casa?

Bruno : Não... por causa daquele dia

Emy: a esquece, aquilo não significou nada.

Bruno; quase traiu seu namoradinho (risos)

Emy: Não. Aquele dia nós estávamos separados. 

Bruno; entendi

Emy; e você o que veio fazer aqui?

Bruno: ver você. Ver se você tava brava comigo e ver se podemos ser amigos. 

Emy; amigos? Hmmmm deixa eu pensar... -falou Emy olhando para o teto como se realmente estivesse pensando em algo difícil de se decidir

Bruno: a para de graça brasileira (risos) - Bruno falou se levantando da cama da moça e ficando de frente a ela.

Emy: ta desde que você nunca mais faça o que fez aquele dia. 

Bruno: deixa eu lembrar o que fiz... Bom, peguei em seus seios, mordi sua orelha e apertei sua bunda. Éee da pra ficar sem isso.. aquele dia não fiz nada perto do que eu costumo fazer com as mulheres. 

Emy: agora sou uma mulher comprometida e você também.

Bruno; nem me lembre disso...

Emy: ta com fome?

Bruno: Não, você ta né? nem jantou. 

Emy: Como sabe?

Bruno; Eu sou o Bruno Mars baby, sei de tudo.

Emy: (risos) idiota. Cida deve ter falado. (risos). vou descer comer algo, vamos? Quem sabe você muda de ideia e come.

JA NA COZINHA. 

Emy: hmmmm tem uma torta aqui -disse Emy com a cara dentro da geladeira. 

"Como um homem como eu vai conseguir ser amigo de uma mulher como ela? Sexy até quando não quer"~pensou o cantor enquanto Emy falava e falava. 

Emy esquentou a torta no microondas e logo após foram para a sala.

Emy puxou o sofá fazendo-o ficar maior. se deitou e colocou o prato do lado.

Emy: senta aqui. - apontou para seu lado, Bruno sentou se. Emy ligou a tv onde passava uma comédia romântica. Ambos riam e comia, Bruno chegou até a roubar dois pedaços de sua torta durante o filme. 

Até que Emy decide puxar assunto. 

Emy; Por que quando eu falei da sua namorada você disse "nem me lembre disso". Vocês parecem tão felizes. No Grammy você deu um beijão nela quando foi anunciado como vencedor. 

Bruno: Porque é tudo uma mentira. 

Emy: como assim? 

Bruno: Não somos um casal, pelo menos não mais. Só para câmeras. 

Emy; nossa

Bruno; calma, nem sempre foi assim. Eu amava ela demais, fazia de tudo pra ter ela comigo. Ela era minha garota, até que um dia peguei ela na nossa cama com outro cara, depois daquele dia tudo acabou, dormimos em quartos separados, evito ver ela e quando estamos em público somos o melhor casal que conseguimos fingir.


Notas Finais


Espero que gostem do capitulo assim um pouquinho maior.
Comentem ai pra dar aquele incentivo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...