História Too sweet - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Híbrido, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 183
Palavras 2.698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HI MY FRIENDS, HOW ARE YOU?

▶LEIA AS NOTAS FINAIS!◀

Capítulo 10 - BEBÊ?!


》JUNGKOOK《




 Quatro dias! 


Fazem quatro dias que a mãe, atualmente, renascida dos mortos do Jimin, não o procura. Quatro dias que Xavier não nos procura ou deixa notícias, quando eu disse que isso era estranho não foi brincadeira. Jimin está diferente, ele mal come e suas feições não são nada alegres como de costume. 


 Uma noite, senti Jimin levantar-se da cama e ir ao banheiro - ainda inconsciente do sono - ouvi o mesmo chorar depois de fazer uns barulhos bem estranhos, não sei se isso continua acontecendo. Não consegui acordar para ir vê-lo, e também, deixa-lo só por um tempo é o melhor a se fazer.


 Ele está tão diferente que até seu jeito de falar está mudando, antes só se referia a si mesmo na terceira pessoa, mas agora fala normal, sempre mistura tudo. Sinto falta do seu jeito fofo e carinhoso. Sua alegria me faz muita falta.


- Jungkookie... - Me chama baixinho enquanto acaricio suas orelhas. Estamos no sofá e sua cabeça está deitada em minha coxa.


- O que foi, Minnie? 


- Eu tenho que contar uma coisa. Acho que Jimin está doente. - Ele se encolhe nas minhas pernas e fecha os olhinhos com força. 


- O que você sente? - Não paro de acaricia-lo.


- Eu me sinto tonto, as vezes, e todas as noites sinto vontade de vomitar. 


- Quanto tempo?


- Não sei, seis dias? - Ele pergunta mais do que afimar.


- Por que não me avisou? - Digo meio alto, faz muito tempo, até antes da notícia sobre sua mãe. Ele murmura um " desculpa " e senta-se no sofá. 


- Não queria lhe preocupar! - Fiquei advertindo o mesmo pela sua imprudência, ele só ouvia calado. - Kookie... to me sentindo tonto. - Coloquei minha mão em sua testa. 


- Você está muito quente, como não percebi isso! - Digo desesperado. - Vou chamar Jin! - Antes de sair da sala vi Jimin cair no sofá e corri até ele. - JIMIN! JIMIN! - Balancei seu corpo e o mesmo não respondia. - JIN HYUNG! JIMIN ACORDA! JIN HYUNG VEM AQUI!


- O QUE FOI? QUE GRITARIA É ESSA? - Jin desce as escadas assutado, vê Jimin jogado nos meus braços e corre até mim. - O que aconteceu?!


- ... Não sei! 


- Vou ligar o carro, manda Namjoon levar Jimin e avise aos outros. - Jin saiu correndo até a garagem onde tinha os dois carros que usamos para vim pra cá. Chamei Namjoon e ele levou Jimin pro carro, eu não conseguiria, estou muito nervoso. Os outros da casa viram meu desespero e o de Jin, os mais exaltados, e entraram no outro carro.


 Jin foi dirigido e Namjoon foi ao seu lado. Eu estava segurando o corpo de Jimin em minhas pernas no banco de trás. Chegamos no hospital, carreguei Jimin até a recepção e a mulher logo chamou uns enfermeiros que o levaram para tomar soro e fazer alguns exames. Foi bem rápido, já que o pai de Namjoon é famosos aqui e ninguém ousaria deixar seu filho e amigos esperando. O médico se aproximou de nós que estávamos sentados na sala de espera.


- Então doutor, o que ele tem? - Jin pergunta se levantando junto a mim.


- Nada grave, só estava muito desidratado e percebi que o mesmo não está se alimentando de forma correta. Híbridos são bem sensíveis, e deixa-lo ter esse tipo de queda não é bom.


- Ele está bem?! - Pergunto preocupado, não devia tê-lo deixado sem se alimentar.


- Não se preocupem, ele e o bebê estão bem. - Suspirei aliviado e... espera!


- BEBÊ!? - Todos gritam em uníssono. 


- Vocês não sabiam? Jimin está grávido! - O médico diz e saí de perto de nós para atender a outro paciente. Senti uma tapa na minha nuca.


- YA! - Passei a mão no local.


- Eu disse que era pra usar camisinha! - Jin reclama, espera, só agora caiu a ficha. 


- EU VOU SER PAI!? - Senti várias tapas nas minhas costas. Todos me desejaram parabéns, o jeito que ele demonstram felicidade é bem doloroso. 


- Eu vou ser tio! - Diz Taehyung alegre. - Será que podemos ir vê-lo? - Fomos para à recepção do local de espera e a moça deixou irmos até o quarto onde o mesmo estava. Eu ainda não acredito que Jimin está grávido.


 Entramos na sala e ele estava deitado recebendo soro. Seus olhos abriram devagar ao ouvir a porta se fechar.


- Jungkookie... - Ele esticou o braço me chamando para perto. Me aproximei e sentei em uma cadeira ao seu lado segurando sua mão. Os outros ficaram em pé olhando.


- Por que não me disse? - Acariciei seu rosto.


- Não lhe disse o que? - Ele pergunta confuso, é, ele também não sabia. Antes de poder lhe dizer Taehyung ficou do outro lado e segurou sua mão, euforicamente.


- Você está grávido, Jimin!! - Jimin arregalou os olhos e eu quase dei um tapa em Taehyung, eu que divia dizer a ele. Hoseok o puxou e brigou com ele. - Desculpa, eu fiquei animado.


- É verdade, Kookie, Jimin está gra-grávido? - Ele gaguejou a última parte. Balancei a cabeça positivamente e seus olhos encheram de lágrimas. - O-o que vamos fazer?! - Diz já limpando as lágrimas do rosto.


- Vamos cuidar juntos! - Apertei sua mão. - Não vou lhe deixar sozinho. - Jimin sorriu pra mim, ele ainda parecia triste e essa notícia não foi boa para nenhum de nós dois. Um bebê agora? Está muito cedo para nós sermos pais!


- OWON! Que cena gay! - Hoseok diz sorridente.


- Jungkook seu idiota! Devia ter usado camisinha! - Yoongi diz irritado percebendo minha preocupação. Ao invés de me consolar ele joga a verdade na cara.


- Eu esqueci, hyung! - Disse com medo na voz. Os outros riram.


- Não se preocupe, Jungkook. Nós estaremos aqui para ajudar em qualquer situação. - Diz Namjoon com a mão em meu ombro. Os outros sorriram docentemente me fazendo relaxar, virei para Jimin e sorri para o mesmo. Com eles do meu lado, e Jimin bem, não posso desejar mais nada.






- Onde à desgraçada foi? - Pergunta Yoongi sentando no sofá da sala onde todos estávamos assistindo a um filme. Jimin foi liberado do hospital logo depois de Namjoon assinar uns papéis lá. 


- Ela saiu de manhã cedo e ainda não voltou. Acho que foi visitar os pais antes das suas férias acabarem. - Responde Jin. - Por quê? 


- Ela perdeu meu headphone, Namjoon sua irmã é uma puta! Manda ela embora, não quero que ela volte! - Diz irritado, ele nunca se deu muito bem com Lydia, ele diz ser porque ela o estressa.


- Não vou expulsar minha própria irmã, além do que, essa casa também é dela. - Namjoon respondeu fazendo Yoongi bufar. Jin desligou a televisão para conversarmos melhor.


- Vocês já arrumaram as coisas? - Jin saí para cozinha avisando que vai fazer um lanche.


- Que coisas?! - Pergunta Jimin por todos os outros na sala.


- Não acredito que esqueceram! Vamos voltar amanhã! - Grita da cozinha, ele volta com uns sanduíches e uma jarra de suco em uma bandeja. - Vocês nunca me escutam. Nossas aulas começam próxima semana, estão querendo desistir de estudar!


 Começamos a comer, Jimin comia fazendo careta.


- O que você tem, Jimin? - Pergunto achando estranho suas expressões. 


- Não quero comer alface! - Ele abre o pão e joga o alface na bandeja. - Na verdade, Jimin quer comer uma fruta bem azeda! - Dessa vez larga o sanduíche com o copo de suco na mesa de centro.


- Mal sabe que está grávido e já está desejando e sendo irritante! - Namjoon ri de seu comentário, Jimin faz outra careta.


- Hyung seu arrogante! Eu só quero comer uma fruta! - O mesmo reclama. Me levanto do sofá e pego meu casaco do lado da porta. - Onde vai, Kookie?


- Comprar sua fruta! - Peguei a carteira na mesinha do lado da porta e saí de casa.


 Comecei a andar em direção ao único mercadinho perto da casa com as mãos no bolso - me sinto observado - olho para trás várias vezes e não vejo ninguém apresso os passos e entro na loja. Compro várias frutas, entre elas o kiwi e limão. Pago-as e saiu da loja voltando para casa, ainda bastante desconfiado.


 Já perto da mansão, olhei para o lado e vi um homem de preto encostado em uma vãn da mesma cor que suas roupas. Desviei o olhar, andei rápido e abri a porta, quando olhei para o homem pela segunda vez ele ainda olhava para a mansão. Fechei a porta, tirei meu casaco e tirei a carteira do bolso. Antes de sair da frente da porta Jimin pulou em cima de mim.


- O que você comprou? - Disse animado ainda me abraçando. 


- Me dá um beijo que eu mostro. - Ele ficou na ponta dos pés e selou meus lábios. Se afastou e tentou pegar a sacola. Desviei do mesmo. - Quero outro! - Ele sorriu e me beijou de novo. Lhe entreguei a sacola e ele a abriu todo animado. 


- Elas são azedas? - Assenti com a cabeça. Ele correu até a cozinha e fui atrás dele. O mesmo pegou um prato e uma fraca. 


- Me dá, corto pra você. - Ele me deu a faca, lavei as mãos e as frutas. Comecei a cortar as frutas com ele me observando. Levei um pedaço de kiwi a sua boca. ( N/A: nunca comi, mas dizem ser azedo)


- É azedo! - Ele fez careta. Comecei a rir de sua cara. 


- Pega esse agora. - Dei um pedacinho do limão que achei ser o mais azedo da loja. Sua carera foi tão grande que não me segurei e continuei rindo.


- Não quero mais fruta azeda! - Ele fez biquinho. Beijei o mesmo. 


- Sabia que você iria dizer isso. - Peguei umas frutas doces da sacola e as lavei. Cortei todas bem direitinho e lhe entreguei o prato com um garfo. O mesmo começou a comer as frutas todo feliz.


Sinto que estou esquecendo alguma coisa!






- Não esqueceram nada? Estão prontos? - Pergunta Jin, as malas já estavam no carro e a casa toda fechada. 


- Sim! - Respondemos em uníssono e entramos no carro. De volta a vida normal! 







- Jimin está cansado! - Diz ele se jogando no sofá. 


- Hey! Me ajuda aqui! - Digo apontando para as malas.


- To cansado! - Ele faz biquinho.


- Tá! Pelo menos vá tomar um banho, vou pedir comida japonesa. - Ele pulou do sofá e correu pro banheiro, a alguns dias descobri que o mesmo ama comida japonesa.


 Puxei todas as malas pra dentro e fechei a porta. Peguei o celular e já fui ligando para algum restaurante vir fazer a entrega. Levei as malas para o quarto e arrumei tudo, escutei a campainha e fui atender a porta, peguei a comida e paguei o entregador.


- JIMIN, A COMIDA CHEGOU! - Ele veio correndo até a cozinha. - Não corre, você pode cair. - Ele sorriu e sentou-se na cadeira.


 Ajeitei tudo e começamos a comer.


- Jimin?


- Hm?


- Você quer estudar? - Ele parou de mastigar e olhou pra mim. - Quer? - Ele ficou pensativo. 


- Não sei. 


- Você já foi a escola?


- Não, minha mãe... - Ele parou de falar por um tempo por lembrar-se da sua mãe. - Ela não me colocou na escola por medo, mas antes de sua morte me matriculou em uma. Não consegui ir para o primeiro dia pelo ocorrido de sua morte... mas eu quero, quero poder fazer alguma coisa para ajudar você, Jungkookie. Quero que nosso filho veja como serei inteligente. - Sorri de sua fala.


- Então, vamos procurar um lugar para você começar seus estudos. Amanhã e também fazer alguns exames.


 Terminei o jantar e fui tomar um banho, Jimin ficou arrumando a cozinha. Entrei no quarto e me deitei na cama, sinto que estou esquecendo alguma coisa importante. Fiquei pensando nas várias coisas que aconteceram e sobre essa nova de Jimin estudar. O mesmo entrou no quarto, me tirando de meus pensamentos, se deitando ao meu lado. O abracei de lado. Deixei um beijo em sua bochecha. 


- Apagou as luzes? 


- S-sim... 


- Por que está gaguejando?


- N-nada! - O puxei para mais perto fazendo sua cabeça ficar sobre meu peito, comecei a fazer carinho em suas orelhas.


- Então, por que está nervoso? - Jimin começou a massagear meu peitoral com seu dedinho. Suas mãos subiam e desciam me fazendo arrepiar.


- Jimin quer você! - Ele subiu em cima de mim e atacou meus lábios em um beijo afoito. Segurei sua cintura com força fazendo o mesmo arfar. Deixou uma mordida em meu lábio e desceu beijos pela lateral do meu rosto até meu pescoço, deixando beijos e lambidas enquanto rebolava em cima do meu membro. - Jimin sente falta dos seus carinhos.


 Ele me encarou corado. Adentrou minha camisa acariciando meu abdômen e logo depois a puxou para sair de meu corpo. Começou a morder e chupar meus gominhos ainda rebolando. Aonde esse menino aprendeu a ser tão ousado? Jimin levantou-se e puxou minha cueca, meu membro já estava doendo de tão duro. Quanto tempo faz que não me toco, Jimin me deixou na seca.


 Beijou minhas coxas e marcou elas com mordidas e chupões, sua mão foi de encontro ao meu membro o apertando começando com movimentos lentos. Dedilhou meu falo chegando até a glande apertando-a. Seus beijos subiram para meus testículos estimulando os mesmo. Soltei alguns gemidos e escutei risadas baixas do gatinho. Voltou com os movimentos lentos.


- Ji-jimin vai logo com isso! - Ele não reclamou, abocanhou meu membro, suas ações eram rápidas. Tirou meu membro de sua boca e chupou a ponta. Deixava lambidas e beijos, voltou a me abocanhar, sua cabeça descia até a base, meu membro tocava em sua garganta fazendo o mesmo engasgar, mas não parou. - Jimin eu vou... ah!


 Gozei em sua boca, ele engoliu todo o líquido e passou a língua por seus lábios para não perder nenhuma gota. Tirou a sua cueca, única peça que estava usando e voltou a sentar em cima de mim. Sua bunda rebolava rápido me fazendo gemer, levei minhas mãos a mesma a apertando com força, ele gemeu baixinho. Sentei na cama e comecei a marcar seu pescoço, ainda o ajudando a se mecher.


-... Kookie ah... eu quero ... você agora!... - Deixei uma mordida em sua orelha.


- Fica de quatro. - Ele obedeceu, fiquei por trás e comecei a me mover, imitando uma penetração. Ele pedia para eu entrar dentro dele toda vez que sentia meu membro passar por sua bunda. Apertei a mesma com força a abrindo. Comecei a beija-la e marca-la.


 Passei minha língua pela área chegando a sua entrada. 


- Niah... ah! - Brinquei com minha língua em sua entrada, entrava e saía fazendo seu corpo tremer. Fiquei de joelhos e encaixei meu membro nela, enfiei apenas a glande, colocando e tirando para provoca-lo mais. Entrei por completo dentro dele começando a me mexer rápido. - AAAH! KOOKIE... 


 Passei minhas mãos por suas coxas e nádegas. Segurei seu rabinho enquanto o entocava, não o soltei e nem parei os movimentos. Ele gritava cada vez mais alto, pelo menos aqui estamos sozinhos e os vizinhos não escutaram seus gemidos com sua voz angelical. Só eu tenho o direito de ouvi-lo.


- Kookie.... ah... niah eu acho que vou... - Ele não terminou de falar e gozou na cama caindo na mesma. Continuei me enfiando dentro dele e acabei gozando em seu interior. Me deitei do lado de Jimin e o puxei para perto massageando seus cabelos. E deixando beijos por seu rosto.


- Aonde aprendeu isso?


- Ta-Taehyung... - Ele ficou vermelho. - Pedi pra ele me dizer o que fazer com você. 


- Ele tirou sua inocência. - Sorri. - Mas eu gostei. - Ele ficou todo sorridente. Puxei um lençol da cama para enrolar nossos corpos. - Vamos dormir assim mesmo, quero sentir sua pele quentinha na minha. 


- Okay. - Ele me abraçou mais forte e fechou os olhos, fiz o mesmo e dormimos.


 



Notas Finais


Perdoem os erros!
*****************

♥Primeiramente: me perdoem pela demora para postar o capítulo, esqueci totalmente de escrever e quando lembrei não tive tempo.

♥Segundamente: estou muito insegura, não sei se o lemon ficou bom, se quiserem que eu reescreva, eu apago desse capítulo e faço no outro. Só me avisar, porque por vocês eu faço esse esforço.
*****************
> momento mendigagem:

Quem não conhece, dêem uma chance as minhas outras fanfics:

IMAGINE- JIMIN

https://spiritfanfics.com/historia/my-dear-teacher-long-imagine-5506346

IMAGINE- YOONGI

https://spiritfanfics.com/historia/the-true-darkness-long-imagine-yoongi-6523718

♥As outras fics que estão nessa conta são da minha amiga, porque nós é doida e quis fazer uma conta só. Se quiserem olhar, vai aí no perfil.♥


&KISSUS PARA VOCÊS MEUS LINDOS&


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...