História Too sweet - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Híbrido, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 319
Palavras 2.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


# Leia as notas finais #


BOA LEITURA!

Capítulo 2 - Me deixa te acariciar


#JUNGKOOK ON#

- Argh! - Me levanto do sofá reclamando das dores fortes no meu corpo pelo mal jeito que dormi.

Saiu da sala, praticamente, me arrastando. Tomo um banho rápido e vou até meu quarto pegar uma muda de roupa. Entro no mesmo e dou de cara com um Jimin dormindo profundamente, seus cabelo todo assanhado com seu rabinho ao redor da sua própria cintura, a coisa mais fofa que deve existir na face da terra. Deixo de observa-lo, me arrumo e vou para cozinhar preparar o café. Quando termino volto ao quarto para acordar o híbrido dorminhoco, antes de ir para a faculdade.

- Jimin. - Falo balançado o mesmo. Ele se assusta e se levanta rápido se encolhendo. - Ei, sou eu, olha pra mim. - Ele tira suas mãozinhas do rosto e levanta a cabeça sorrindo pra mim.

- Bom dia, Kookie. - Me segurei para não apertar as suas lindas bochechas.

- Eu vou para a faculdade. Deixei o café na mesa, volto na hora do almoço. - O híbrido me olhou assustado.

- Jimin não quer ficar sozinho. Jimin não gosta mais de ficar sem ninguém do lado dele.

- Mas, você não pode ir pra faculdade comigo.- Jimin me surpreendeu com sua ação, o mesmo levantou-se da cama e fez olhinhos de gato de pidão, não tem como recusar. - Ah! Tá. Mas tome um banho rápido. - Ele saiu correndo para o banheiro, muito feliz.

Vou até meu guarda-roupa e procuro uma roupa que não fique tão folgada no mesmo. Acho uma camisa vermelha e uma calça de couro que com certeza vai ficar apertada, comparando minhas coxas com a dele. Balanço a cabeça para expulsar os pensamentos obscenos que ensistiram em aparecer.

- Kookie. - Esculto o moreno me chamar do banheiro. - Jimin esqueceu a toalha. - Pego a toalha do híbrido e levo até o banheiro.

- Abre a porta Jimin. - Ele deixa a porta entre aberta e só consigo ver o seu rosto envergonhado. Entrego a toalha e ele se enrola nela saindo do banheiro. - Veste essa roupa. - Entrego a roupa ao mesmo e tento não olhar para seu abdômen, que por sinal é lisinho e branquinho, ótimo para deixar marcas. Jungkook o que você está pensando. O híbrido percebe que o encaro e fica mais vermelho, se é que é possível.

Saiu do quarto e o espero do lado de fora. Ele sai e como havia pensando, a calça ficou bem apertada no mesmo. Descemos até a cozinho e tomamos o café rápido,  já que estavamos um pouco atrasados. Pego minhas coisas e quando estamos já saindo de casa, ele reclama.

- Kookie. - Ele fala quase em gemidos, o que me faz arrepiar dos pés a cabeça.

- O que foi, Minnie? - Digo nervoso.

- Essa calça machuca o rabinho do Jimin. - Olho para a calça e vejo seu rabo preso na mesma. Sem querer solto uma risadinha.

- Jimin, não precisa prender ele na calça,  deixa ele solto assim, oh. - Vou até o mesmo e puxo seu rabinho que estava preso na calça.

- Niah! - Fico surpreso com seu ato repentino. Jimin pulou pra longe de mim e corou fortemente.

- De-desculpa... - Falo envergonhado e o mesmo não está diferente. - Vem vamos sair.- Puxo sua mão e fecho a porta, tento esquecer desse momento vergonhoso que por sinal foi bem excitante.

Chegamos na faculdade,  já fui levando Jimin até a direção e explicando a situação,  o diretor do instituto deixou sem problemas que Jimin ficasse, mas o mesmo me avisou que não poderia fazer isso todos os dias. Saimos da sala do diretor e fomos para o pátio, já que ainda faltava alguns minutos para a aula começar. Me encontro com meus amigos lá e os mesmo acham estranho.

- Quem é esse? - Pergunta Namjoon confuso.

- Esse aqui é Jimin, meu novo híbrido. - Apresento os meninos a Jimin e o mesmo os comprimenta sorrindo.

- Ai que coisa mais fofa. - Jin diz se aproximando de Jimin e apertando suas bochechas.

- Para Hyung, vai assustar ele! - Reclamo.

- Calma, não vou roubar ele de você. - Ficamos um tempinho a mais conversando, mas logo fui para sala acompanhado por Jimin.  O híbrido ficou sendo observado por todas as meninas naquela sala, o que me deixou super irritado. As aulas acabaram e voltamos para casa.

- Jimin tá cansado. - Diz o mesmo se jogando no sofá, me fazendo rir.

- Mas você não fez nada.

- Jimin fez sim, eu estudei muito. - Ele diz orgulhoso se si mesmo. - Jimin está com fome.

- Vou preparar o almoço. - Seu rabinho mexeu de tanta felicidade ao me ouvir dizer isso.

                             ( ... )

Jimin e eu ficamos a tarde assistindo filmes. Ele assistindo filmes é a coisa mais fofa do mundo, seus olhos brilhavam quando começava a aparecer os desenhos na tela. O híbrido foi dormir cedo, aproveitei isso e fui para minha aula de dança,  tranquei a porta e sai.

- Oi Hoseok hyung. - Digo entrando na sala.

- Oi Kookie. Esqueci de te falar, o professor não vem hoje, pegou uma dengue e não conseguiu vim dar aula.

- E por que você tá aqui?

- To dando aula no lugar dele, só por em quanto. - O elogio e o mesmo fica envergonhado. Sua primeira vez dando aula, estou orgulhoso do meu hyung.

Os outros alunos chegaram e ele começou a ensinar coisas que ele já havia aprendido. Passou-se bem rápido e todos foram embora.

- Hey hyung, você sabe alguma coisa sobre híbridos? - O mesmo estava bebendo água e me olha consufo. Sempre que quero saber alguma coisa pergunto ao mesmo.

- O que? não, por que está me perguntando isso? - Ele diz nervoso.

- É porque agora estou cuidando de um, mas não sei nada sobre eles.

- Ah, é por isso. Eu também tenho um.

- E por que disse que não tinha? - O mais velho fica nervoso outra vez, mas agora muda de assunto.

- Híbridos são bem fáceis de cuidar. Te mando umas mensagens para você saber mais sobre esse assunto. - O agradeço. - Que tal nossos híbridos se conhecerem?

Ele disse que levaria seu híbrido amanhã a tarde na minha casa. Aceitei, me despedi do mais velho e fui embora.

  Abro a porta de minha casa e entro na mesma. Vou até o quarto e vejo Jimin dormindo tranquilo, fico aliviado, fiquei com medo do mesmo acordar e não me ver.

Tomei um banho rápido e me vesti. Não quero dormir no sofá de novo, assim vou ficar velho mais cedo do que o normal. Me deito calmamente ao lado de Jimin para não acorda-lo, fecho os olhos e acabo pegando no sono.

                               ( ... )


Acordo com a luz encomodando meus olhos, olho para o relógio e vejo que já faz mais de 2 horas que estou atrasado. Me assunto e tento me levantar, mas alguma coisa felpuda me segura pela cintura. Olho para baixo e vejo Jimin agarrado em mim com seu rabinho ao redor da minha cintura. Essa cena é tão linda que não quero me levantar, fico o encarando por alguns minutos e o vejo abrir os olhos devagar e bocejar fofamente. Ele se afasta de mim assustado e como é uma mania sua, corado também.

- Por que Jimin está abraçado a Kookie?

- Desculpa Jimin, mas dormir no sofá me deixa todo quebrado. - Ele se espanta com minha fala.

- Quebrado? Jimin deixou Kookie quebrado? - Fico rindo de sua expressão.

- Não, isso é modo de dizer. Eu quis dizer que fico com as costas doendo. - Ele mexeu a cabeça como se quisesse dizer que entendeu. Eu ficaria aqui mais tempo abraçado e sentido seu cheirinho doce, mas o mesmo não iria deixar. Tentei fazer carinho nas suas orelhas, mas ele se afastou. Tento tirar o clima tenso que ficou entre nós. - Você quer comer alguma coisa?

- Sim. - Saimos da cama e fomos para a cozinha. Disse a Jimin que um amigo viria me visitar e ele ficou um pouco animado.

Se passou as horas e finalmente a hora que Hoseok viria chegou. Escutei batidas na porta e fui abri-la, era Hoseok e seu híbrido. O mesmo tinha orelhinhas vermelhas e o rabinho da mesma cor. Abri passagem para os dois entrarem e os dois fizeram.

- Onde está seu híbrido? - Hoseok perguntou animado. O mesmo sempre é assim, se empolga com qualquer coisa.

- Tá no sofá. - Hoseok correu pra perto dele e tentou acaricia-lo.

- Ele não deixa que o toquem. - Explico.

- Estranho. Normalmente, híbridos gostam de carinho. Tae ama um carinho. - O mesmo fala de seu híbrido que até agora estava quieto olhando para Jimin.

- Eu achei ele na rua, acho que ele só precisa de um tempo. - Jimin só ouvia a conversa. Hoseok entendeu a situação e deu de ombros.- Vamos conversar na cozinha hyung. Deixa eles se conhecerem. - O mais velho concordou e me seguiu.


#JIMIN ON#

Esse híbrido é bem fofinho. Por que ele está aqui? Ele é daquele moço animado que tentou me fazer carinho, ou será que Jungkook não gosta mais de mim e quer outro no meu lugar?

- Oi, me chamo Taehyung, mas pode me chamar de Tae.  - Sorri quadrado pra mim.

- Eu sou Jimin. - Respondo. Ele senta ao meu lado no sofá e fica me olhando, fico desconfortável. - O que foi?

- Você é bonitinho, quanto tempo está aqui? - Acho que o mesmo quer puxar assunto.

- Jimin não sabe.

- Você não sabe contar? - Mexo a cabeça negativamente. - Não te ensinaram? - Faço o mesmo gesto. - De onde eu vim, me ensinaram a ler e escrever. Quer que eu te ensine? - Dessa vez mexo a cabeça positivamente e ele sorri. - Vamos ser amigos. Eu peço pra Hope me trazer aqui aí posso te ensinar.

- Jimin gostou da idéia. - Ele sorri.

- Você é fofinho falando na terceira pessoa.- O que é terceira pessoa? Ele vem pra perto de mim e me abraça.

- Por que está abraçando Jimin?

- Eu gosto de abraçar as pessoas que são meus amigos. - Não me importei, até porque não fico desconfortável com ele já que também é um híbrido.

#JUNGKOOK ON#

- O que quer conversar? - Hoseok pergunta sentando-se na cadeira da mesa.

- Como é seu relacionamento com o Taehyung? - Ele pareceu desconfortável.

- No início ele era bem tímido, mas agora nos damos muito bem. - Sorri. - Ah! Tem umas coisas que você precisa saber dos híbridos.

- O que? - Pergunto confuso.

- Quando chegar o cio do seu híbrido você terá que fazer alguma coisa. - Cio? Híbridos tem cio, não sabia.

- Como você ajudou o seu? - Com essa simples frase fiz com que Hoseok ficasse super vermelho. Com essas suas ações estranhas acabei por entender porque o mesmo ficava tão envergonhado ao falar do seu híbrido. Sorri de lado. - Hobi. - Ele ficou me encarando. - Você está pegando seu híbrido?

- Não é bem, pegando. Tá, nós estamos namorando. - Ele ficou sem jeito, talvez achou que eu fosse crítica-lo.

- Não fica assim, hyung, não vou te julgar por isso. - O mesmo suspirou aliviado. - Vamos voltar pra sala. - Levantamos da cadeira e nos direcionamos para a sala.

Chegando na sala vimos uma cena muito fofa, mas ao meu ver era uma cena bem estranha, porque Jimin deixa Taehyung acaricia-lo e eu não, uma inveja e um ciúme bateu forte em mim - me praguejei por isso- Hoseok só faltou ter um infarto por causa da fofura.

- Que bom! - O mesmo afirma - Vocês estão se dando bem. Tae vamos embora, preciso resolver algumas coisas. - Taehyung balançou a cabeça positivamente, se despediu de Jimin com um abraço e segurou nas mãos de Hoseok.- Desculpa irmos embora tão cedo.

- Não tem problema. Outro dia vocês voltam. -Jimin se despediu dos dois e os mesmos sairam.

          

                                ( ... )


Já estava na hora de dormir, estou pensando no que vou dizer pra Jimin me deixar dormir com ele na cama - Não quero acordar dolorido de novo- o mesmo já está deitado, vou até o quarto me encontrar com ele.

- Jimin! - Ele levanta a cabeça e olha pra mim. Acho que falei muito rude com ele, estou assim desde que vi ele sendo acariciado pelo Tae.

- O que Jimin fez? - Ele pergunta assustado.

- Eu vou dormir com você hoje. - Digo como se fosse uma ordem. Ele fica sem jeito e não diz nada, acho que fui tão autoritário que o mesmo ficou assustado e resolveu não optar sobre o assunto.

Me deito ao seu lado o vendo se encolher na cama e se esconder de baixou das cobertas. Me xingo mentalmente por tê-lo tratado daquela foram. Acabo dormindo rápido, pois o cansaço estava maior.

Me acordo e dessa vez Jimin não estava abraçado em mim - na verdade nem na cama ele estava - fico assustado e me levando da cama rápido. Será que ele foi embora porque fui rude com ele. Saiu do quarto rápido para procura-lo e para meu alívio o mesmo estava sentado no sofá olhando para o tempo.

- O que está fazendo Jimin? - Ele se assusta com minha aparição e se encolhe no sofá.

- Jimin não fez nada. - o mesmo parece triste.- Jimin achou que Kookie brigaria com ele se a tv estivesse ligada. - Não sei porque, mas bateu uma vontade de chorar. Sento-me ao seu lado no sofá e o encaro, o mesmo ainda esta agarrado aos seus joelhos.

- Jimin, você pode assistir a hora que quiser. Desculpa ter sido rude com você. - Tento acaricia-lo, como sempre, mas ele se afasta, fico irritado de novo. - Jimin! - Ele tremeu. - Me deixa te acariciar!

Ele ficou parado, com certeza por estar com medo, mas não me importei e tentei acaricia-lo de novo, dessa vez consegui. Seu cabelo é tão lisinho e sedoso e suas orelhas macias. Ele aceitou de bom grado, pois está trazendo sua cabeça pra mais perto da minha mão e ronronando.

- Você não gosta disso? - O pergunto, ainda com as mãos na sua cabeça. - Por que não deixa eu te fazer carinho? - Dessa vez parei de acariciar suas orelhas e só deixei minha mão na sua cabeça. O mesmo mexeu-se entre meus dedos para continuar com o ato, não fiz até vê-lo pedir.

- Por que parou de acariar Jimin? - Ele diz vermelho.

- Porque você não gosta. - Digo fingindo estar triste. Ele fica sem jeito.

- Jimin gosta. - Sorriu de seu jeitinho tímido.- Kookie.

- Hm?

- Faz carinho em Jimin.

- Com prazer. - Começo com o carinho outra vez o vendo ronronar.


Notas Finais


Desculpem qualquer erro!

* lembrando que faço pelo celular, então pode ficar com erros*

Eu estou muito feliz de estar escrevendo essa fic, então obrigado a quem favoritou e se gostaram coloca seu comentário pra me deixar feliz, não demora nem 5 minutos.

PERGUNTINHA: vocês gostam de capítulos longos ou curtos?
Respondam, please, assim posso fazer do jeito que meus leitores acharem melhor!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...