História Totalmente Calculado (Imagine BTS - Suga e V) - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~Treeice

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Apocalipse Zumbi, Bangtan Boys (bts), Drama, Romance, Sexo, Suga, Você
Visualizações 25
Palavras 1.077
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


GENTE A SABRINA TA ME ENCHENDO DE FANFIC!!
ALGUÉM ME HELPA!
NUM TO COM TEMPO PARA ATUALIZAR TODAS! SCRR!
SORRY!!!!
MAS ESSE CAP FOI FEITO COM CALINHO :3
Então... Bjo no cu
#selo_De_aprovação_Creide

Capítulo 10 - Gosto de min yoongi


Fanfic / Fanfiction Totalmente Calculado (Imagine BTS - Suga e V) - Capítulo 10 - Gosto de min yoongi

Fiquei na bancada da cozinha vendo Seokjin cozinhar atentamente.
Eu não aceitei cozinhar com ele, minha comida é minha comida.

-Está pronto, princesa!! - Ele trouxe um prato BEM cheio para a mesa e puxou a cadeira para que eu me sentasse.
-Você está esquecendo que a princesa é você, meu queridinho! - Ele ri e sai me deixando sozinha.

Comi o kimchi que ele havia feito inteirinho!
Estava ótimo!!

Me senti por alguns segundo uma criança!

Deixei o prato ali mesmo na mesa, como sempre fiz.
Estava a caminhar e ouvi... Yoongi e... Uma mulher... Transando.
Eu tenho sempre sorte de acabar ouvindo ou vendo coisas desagradáveis...
Suspirei e tentei passar pelo seu quarto sem dar atenção aos gemidos escandalosos da garota.
Parecia uma cabra dando a luz.
Ela gritava seu nome muito alto, o que era nitidamente forçado.
Tortura aquilo.
Eu vou me retirar.

Meu corpo tremia descontroladamente, ele realmente teve coragem?
Eu estou cobrando a fidelidade de alguém que nem posso chamar de meu? Eu realmente estou enlouquecendo cada vez mais nesse lugar...
Uma lágrima desce sem querer e a seco rapidamente antes que alguém brotasse e percebesse o quão mal eu estou por esses "novos acontecimentos". Minha mente anda tão confusa... As vezes eu me pergunto... Por que de tanto ódio com as pessoas? Eu sou um monstro, mas eu não percebo. Eu acho que não tenho motivos para tanto rancor e etc.

Eu só tento... Ser alguém forte.

 

Continuei me dirigindo até a saída daquele extenso corredor - ou nem tanto - pelo qual, vagava dias e noites em passos lentos ou até um pouco apressados, como os de agora.
Parecia não ter mais fim, quando eu mais torcia sair de lá, mais comprido ele ficava.
A madeira lisa parecia puxar meus pés para baixo, como um ímã, não estava conseguindo sequer andar direito.
Ah, Min Yoongi, Min Yoongi...
Qual é o problema desses garotos? Eu não entendo o por que eles estarem me afetando tanto!
É uma das piores sensações, angústia.
 

Ao ver que estava em frente a porta a abro com um suspiro de alívio e sinto minhas pernas enfraquecerem, quase me fazendo cair no chão, se não fosse pelo banco que se encontrava quase do lado da porta.
Me apoio no mesmo e me sento botando a mão entre os meus seios sentindo meu coração disparando pelo meu desespero.
Fecho meus olhos tentando me concentrar ao máximo na minha respiração e esquecer os problemas.

Sinto alguém se aproximando de mim e então abro os olhos, Kim Taehyung.
-Você está estranha... Aconteceu algo? Não é de hoje que eu vejo você assim... Me preocupa! - Ele podia ser um garoto doce, eu não conseguia entender as vezes, que eu machucava ele sem sequer perceber. Eu era, eu sou a amargura em pessoa.
-Ei! Não fica assim! - Entrelaço meus braços em volta de seu pescoço e dou-lhe um selar discreto, uma simples demonstração de afeto. - Eu só estou um pouco confusa, algo meu, nem tente descobrir! - Sorrio e ele repete o mesmo gesto abaixando a cabeça logo em seguida.
-Você não pode me impedir de descobrir sozinho! - Ele fez cócegas na região da minha barriga e eu revidei o ato. Estávamos a rir descontraidamente. 
-Vamos ver! - Dou-lhe um abraço apertado que ele se solta segundos depois para iniciar um beijo calmo, me deixando um pouco excitada ao sentir suas mãos deslizarem nas minhas costas em direção a minha nuca, onde ele afundou seus dedos entre os vários fios de cabelo ali presente e "massageando" o local.
O tal "beijo calmo" aos poucos foi se tornando algo feroz e o ar já era algo em falta para mim.
 

Subo em seu colo e enquanto sua mão deslizava pela minha coxa, dei uma leve rebolada em seu membro que já se encontrava "acordado".
Acabo por sorrir satisfeita quando ouvi o gemido abafado durante o contato de nossos lábios.
Percebo um desconforto e o paro, afastando suas mãos do meu corpo.
-A-Agora não... - Ele me olhava um pouco confuso, seus olhos estavam bem abertos. - Desculpa... - Saio de seu colo correndo, sem mais nem menos.

As vezes eu acabo sentindo culpa, mas ter pena das pessoas nunca foi meu forte. O que eu acho que está mudando de uns dias pra cá, eu venho mudado drasticamente depois que coloquei meus pés aqui.
Estou me importando com as pessoas.


Desculpa Cinco,
Desculpa Yoongi,
Desculpa meninos.



[...]

 

Havia acabado de anoitecer, segundo a janelinha do meu quarto.
Se eu passei o resto do dia trancada no meu quarto lamentando tudo que estava acontecendo dentro e fora da minha cabeça? Claro que sim.

Me deparar com alguns dos meninos por acaso no corredor e sair correndo, não é algo que eu queira fazer...
Estou me apegando cada vez mais a cada um deles...

O "Jin", virou meu "melhor amigo", o que é surpreendente pra alguém como eu, que nunca teve um.
O Namjoon é um safadinho que tem que tomar cuidado com o volume das "músicas" que ele anda escutando!  *risos*
Hoseok é um cara muito divertido que tem me alegrado tanto quanto Seokjin.
Jimin é tão fofo! Acho que ele é o único ser capaz de chorar de rir das minhas piadas lixo.
O  Jeon Jungkook me odeia, acho. *risos* Mentira, ele ama quando chamo ele de "oppa" que eu sei! </3
Yoongi... Bem... Eu não sei o que ele fez, mas eu não paro de pensar nele sequer um segundo.
O Cinco... Ah... Um idiota!
O melhor idiota! Eu amodeio esse garoto!
 

Os sete garotos desconhecidos, pelo qual, no começo, eu denominava todos imbecis. Viraram minha vida completamente de cabeça para baixo!
Sabe que... Morrer de um jeito único não é mais meu objetivo.
Morrer por alguém é um jeito único de morrer.
Hmm... Se eu estou pensando em me matar? Não.
Morrer para salvar alguém é algo lindo, se matar por alguém é algo que muitos hoje em dia fazem...
Triste é aceitar que no final de tudo eu posso nunca mais vê-los, caso eu não escolha "alguém".
Taehyung digamos que... Está na palma da minha mão?
"Perderá os pombos das mãos se tentar pegar os que estão voando".
Isso é tão confuso! Eu quero poder amar intensamente alguém, mas Taehyung... Eu não sei!
Minha mente gira em torno de Min Yoongi.
Meus pensamentos são repletos de coisas que recordem Min Yoongi.
Eu gosto de Min Yoongi.


Notas Finais


"ARIGATO, ARIGATO, O MEU CU EU NÃO DOU.
SAIONARA, SAIONARA, O MEU NEGÓCIO É CHUPA!"
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Vou rir disso até 2020


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...