História Totalmente Inesperado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Chen, Kris Wu, Mpreg, Taoris, Xiuchen, Xiumin, Zi Tao
Exibições 165
Palavras 1.324
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeiro cap da Fic. Espero que gostem❤

Capítulo 1 - Momentos inesperados


*23:56*  

P.o.v BaekHyun 


Estava eu dentro do táxi tranquilamente indo a caminho da boate Kisses, era minha primeira vez naquela boate pois tinha sido inaugurada a pouco tempo. Sorri ao chegar ao local, dei meu nome é fui para a área vip. Lá haviam várias pessoas dançando sensualmente e muita pegação, sendo homens e mulheres ou do mesmo sexo. 

 Fui até o barmen e pedi duas doses da bebida mais forte da casa. Em poucos segundos ele trouxe o que eu havia pedido e eu virei os dois copos de uma vez sentindo minha garganta queimar. Fui para pista dançar afinal não tinha ido lá atoa. 

 A bebida começou a fazer efeito em meu corpo e então já estava um pouco fora dos meus sentidos. Senti alguém me puxar pela cintura e colar minhas nádegas em seu membro bem ereto.

Estava te observando desde que chegou.. e confesso que é bem mais gostoso do que imaginei.. 


Apesar de quase não estar entendendo nada, reconheci aquela voz e me virei vendo Park Chanyeol, o dono da empresa de design que eu trabalho. Fiquei meio receoso mais logo cai na tentação depois de senti seus lábios quentes e macios em meu pescoço deixando alguns chupões.. 


Chanyeol-ahh.. - não pude conter um gemido quando senti sua respiração na curvatura do meu pescoço suas mãos firmes apertando minhas nádegas. Senti ele me levar para um lugar e apenas o acompanhei. 



P.O.V Chanyeol


Eu observei Baekhyun a noite toda e quando percebi o que ele procurava aquela noite nao perdi tempo e fui ao ataque, depois de perceber que ele não havia resistido o puxei e levei para uma sala exclusiva minha da boate. Eu era amigo do dono Kris Wu e tinha comprado um "quarto" só para mim. Ser poderoso tinha suas vantagens. 

 Cheguei no quarto com Baekhyun é tranquei a porta jogando a chave em qualquer canto de lá. Tirei meu blazer e blusa social colocando encima de uma mesinha de vidro. Vi Baekhyun fazer o mesmo e percebi que ele realmente estava bêbado, eu estava totalmente consciente afinal queria fode-lo até não aguentar mais e estando bêbado eu não aproveitaria e talvez nem me lembrasse dessa noite com esse garoto. Olhar seu corpo me dava um tesão que eu nunca tive antes. 

 Vou te foder muito Baekhyun... - Falei ao pé de sua orelha e mordi a ponta da mesma. 

Tirei sua calça um tanto quanto apertada que marcava perfeitamente suas coxas e bundas grandes. Mais nada foi mais perfeito que ver suas coxas nuas, eram brancas e grossas.. sem hesitar dei um chupão em uma delas e na outra apertei com firmeza a outra deixando uma marca vermelha na hora. 

Em poucos segundos já estávamos totalmente nús e eu gemia o nome de Baek para os 4 ventos afinal sua boca quente e apertada chupando meu pau era uma sensação que eu nunca tive antes em nenhuma das minhas transas por aí. BaekHyun era totalmente diferente, mais gostoso e sabia o que estava fazendo.

Gozei em sua boca e ele engoliu quase tudo deixando um pouco escorrer pelos lados de sua boca e passou a língua olhando para mim e em seguida mordeu os lábios de uma forma sexy. Apartir dali ele iria se arrepender de me provocar daquela forma.. Ô se ia. 

Me levantei e puxei ele junto, fiz ele ficar de costas para mim apoiado com as mãos na cama e empinando aquela maravilhosa bunda para mim, apertei cada lado de sua bunda com força e separei passando a língua em volta de sua entrada. Sua entrada piscava pedindo para que eu o penetrasse logo, não só sua entrada mais Baek também que gemia alto como se não houvesse amanhã..

Chan...Ahh, me f-fode l-l-logo -  Ele falou enquanto gemia e mordia os lábios de prazer. 

Posicione minha glande em sua entrada e fiquei esfregando para o provocar, era uma delícia ouvir Baekhyun gemer. 

C-chan Y-ye-eol me fod-de agora! - ele falava enquanto empurrava sua enorme bunda para trás fazendo com que minha glande invadisse sua entrada. 

— É assim que fala com seu daddy, baby? - Minha voz saiu mais rouca que o normal e ouvir a respiração de Baek ficar cada vez mais ofegante.


Daddy, por f-favor me fode, c-com força..- Era apenas aquilo que eu queria ouvir e sem demorar penetrei por completo Baekhyun sem preparar ele nem nada, ouvi ele apenas soltar um grito de dor mais eu estava pouco me fodendo para aquilo, ele tinha pedido e agora ia ter uma foda bem forte.

Segurei sua fina cintura e continuei a estocar com força. Senti seu interior se contrair apertando meu membro e gemi de prazer.

 Tão a-apertado.. Tão gostoso - Retirava o membro com lentidão porém estocava com força e rapidez, fiquei naquele ritmo até ouvi ele gemer de prazer e um pouco mais arrastado 

I-isso, b-b-bem aí.. vai de novo - Ouvi ele gemer e concluí ter acertado sua próstata.

Tirei meu membro e peguei Baekhyun no colo e o mesmo entrelaçou as pernas em minha cintura já implorando por mais. Apoiei ele na parede e comecei a estocar tão forte e rápido quando antes. Seu corpo quicava para cima e para baixo rápido acompanhando a penetração, se eu não o segurasse provavelmente ele iria cair. Minha visão estava perfeita, Baekhyun com sua franja suada caída por seu rosto, sua boca entreaberta soltando altos gemidos e de vez em quando ele mordia o lábio de forma sexy. 

Não demorou para eu sentir o gozo de Baekhyun em meu abdômen e depois de mais algumas profundas estocadas eu me desfiz em seu interior tirando meu membro e jogando ele na cama com um pouco de cuidado.


Ele se levantou cambaleando a procura de suas roupas e eu o puxei o colocando de quatro.

Estamos apenas no começo baby. - Deixei várias marcas em seu corpo com chupões e mordidas e quando senti estar ereto novamente segurei nas nádegas empinadas e durinhas de Baekhyun e voltei a penetra-lo como antes. A noite seria longa e meu sexo com Baekhyun também eu iria fode-lo até não querer mais. 


*No outro dia* 


P.o.v BaekHyun


Acordei em um quarto estranho para mim e me vendo sozinho na cama me levantei atrás das minhas roupas mais senti minha entrada doer e descer um pouco de gozo pelas minhas pernas. Pelo que me lembrei eu havia transado até o amanhecer e depois fui deixado na cama dormindo o que infeliz só consegui fazer até agora, 09:58 da manhã. Me vesti, peguei meus pertences e sai do quarto dando de cara com a boate da noite passada. Um homem estranho veio até mim e me olhou de cima abaixo, provavelmente eu não estaria muito "bonito" afinal tinha acabado de acordar e não tinha dormido muito bem pois tinha fodido a noote inteira. 


Chanyeol escolheu bem essa noite. A melhor companhia que já vi ele trazer - O homem falou e eu gelei ouvindo o nome Chanyeol.


Chan-Chanyeol? Park Chanyeol? - Falei extremamente assustado pois o mesmo era meu patrão. 


Sim, por quê? 


 Não.. nada. Estou indo tchau. 


— Sou Kris Wu, muito prazer.


— S-sou.. Byun Baek hyun.


E assim encerrei minha conversa com Kris. 


*Três semanas depois* 


Minha vida estava a mesma de sempre, trabalhar fazer favores a todos e estar sempre sozinho. 


Baekhyun pode fazer um relatório aobre isso para mim? -. Falou uma mulher alta e bela que trabalhava na empresa. 

Antes de responde-la senti meu estômago revirar e fui correndo para o banheiro vomitar. Sentei a beira do vaso após vomitar e coloquei a mão no estômago sentindo um enjôo mais forte ainda, passei a mão no cabelo o jogando para trás e me levantei saindo do pequeno espaço que eu estava e fui lavar a boca. Me olhei no espelho alguns segundos e minha expressão se tornou totalmente assustada e minha feição ficou totalmente branca.


SERÁ QUE....? NÃO, NÃO PODE SER. 


Notas Finais


Primeiro cap aí pra vcs ❤ o que acharam? Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...