História Totalmente Inesperado - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Chen, Kris Wu, Mpreg, Taoris, Xiuchen, Xiumin, Zi Tao
Exibições 142
Palavras 1.631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hellou, me desculpa os erros ortograficos, não estou tendo tempo de corrigir.

Bjinhos e boa leitura <3

Capítulo 2 - Onde tudo começou?


Chanyeol

 

Duas semanas já tinham se passado desde minha maravilhosa transa com Baekhyun, ele parecia não se lembrar de quase nada. Bom pelo menos na empresa continuava o mesmo de sempre.

Estava em minha sala de vidro observando ele de longe afinal eu posso ver fora porém ninguém vê aqui dentro então admira-lo não seria um problema. Eu nunca tinha parado para reparar o quando ele era encantador, e quando não estava bêbado, tão inocente. Soltei uma leve risada e olhei quando Yoshikawa se aproximou de Baekhyun, ela é uma jovem de 20 anos estagiária aqui na empresa. Veio do Japão e acabou parando por aqui, confesso que já tive algumas transas com ela mais não passou disso. Ela disse algo como "faça isso para mim" mais não consegui entender o resto pois minha leitura labial era péssima quando não se tratava de lábios colados aos meus.

Mas antes de terminar de falar vi Baekhyun sair correndo em uma direção que não consegui distinguir onde seria, a empresa é realmente enorme e não teria chances de eu adivinhar.

Me levantei e sai da sala indo em direção a mesa de Baekhyun vendo se estava tudo bem com o trabalho e se ele se saia bem. Aproveitei o momento que ele estava fora para que não desconfiasse. Sua mesa tinha vários post-it's com várias tarefas e favores diferentes que as pessoas da empresa pediam a ele. E por ser inocente e doce imagino que ele não conseguia negar. Mais por incrível que pareça sua mesa estava totalmente organizada e tudo que tinham lhe pedido já estava pronto e guardado em sua gaveta. Senti um pouco de dó dele afinal ele fazia o trabalho de quase todos ali de sua sessão.

— A partir de hoje não quero ver nenhum recado na mesa de Byun Baekhyun. Quero que cada um realize seu trabalho, eu contrato pessoas eficientes não preguiçosas. - Falei em alto e bom tom para que todos dali pudessem ouvir. — Estamos entendidos? - Ouvi apenas um "Sim Sr. Park" de todos ali presentes Me virei indo para minha sala mais Baekhyun estava parado olhando aquilo.

Fiquei preocupado ao ver que ele estava branco e com uma expressão doente. Me aproximei e parei em sua frente encarando seus lindos e fofos olhos.

— Está tudo bem? Parece estar doente. - Ele desviou o olhar e falou um baixo "sim" . Deu a volta pelo meu corpo passando ao meu lado e voltou a trabalhar em sua mesa.

Aquele jeito tímido e inocente de Baekhyun estava fazendo eu sentir coisas estranhas dentro de mim. "Não Park Chanyeol, foi apenas uma noite e nada de se amarrar a alguém, você é jovem e tem muito pra curtir,ou seja, transar." Falei para mim mesmo em mente e voltei a minha sala continuando a observa-lo, fiquei assim mais uns minutos e voltei a fazer meu trabalho.

 

P.o.V Baekhyun

 

O que era aquilo? Que cena foi aquela? Park Chanyeol me ''defendendo''? O dia sem duvidas não poderia ficar mais estranho.

Voltei a minha mesa e entreguei relatórios, desenhos, e etc. para as pessoas que tinham me pedido como um ''pequeno favor''. Todos me olhavam de uma maneira diferente e estranha. Obrigado em chefe, como se já não bastasse eu ser invisivel para todos agora iria piorar depois desse showzinho. Eu tinha apenas um colega de trabalho que me tratava bem, que era Zi Tao. Apenas conversávamos as vezes mais nada demais. 

Meu expediente acabou então fui direto para o médico eu precisava ter certeza do que estava pensando.

 

*48 minutos depois*

 

Finalmente consegui realizar os exames, peguei o resultado sem ver e fui para casa andando mesmo. Em todo caminho tentei criar coragem de abrir o envelope mais não consegui. Acabei esbarrando em uma pessoa e infelizmente era Kris, não queria ver ninguem naquele momento tão aflito e sem perceber meu envelope havia caído no chão com papeis e tudo. Kris abaixou para pegar para mim enquanto eu ajeitava a roupa, porém nem me toquei ele poderia ver. 

- Ahhhhh, deixa que eu pego! - Falei quase gritando e puxei os pepeis e tudo de sua mão guardei e saí andando sem nem mesmo me desculpar.

 

P.o.V Kris

 

Alguém tinha esbarrado em mim e quando me virei era aquele tal de Byun Baekhyun que ChanYeol tinha transado a algumas semanas. Vi que alguns papeis dele tinham caído e fiquei de boca aberta ao ver 'Exame de gravidez - Resultado: Positivo ' Vi o nome de Baekhyun ali e quando ia perguntar sobre aquilo ele puxou os papeis desesperadamente de mim e saiu praticamente correndo na direção de algum lugar, provavelmente sua casa. 

Ele parecia estar preocupado e pela sua cara percebi que ele não tinha visto o resultado. Sempre achei Chanyeol muito irresponsável quando não tratava de assuntos de sua empresa então mesmo não sendo da minha conta peguei o telefone e resolvi o parabeniza-lo. Eu não tinha certeza se o filho era dele afinal não conhecia o garoto e não sabia se ele se relacionava com muitos, mas algo me dizia que aquele filho que Baekhyun esperava era dele. 

*Mensagem on*

Kris : Parabéns papai. 

ChanYeol : Mandou errado sonso. 

Kris : Você é Park Chan Yeol, então mandei totalmente certo ;).

ChanYeol : Como assim? 

*mensagem off* 

 

Parei de responder ele afinal queria apenas deixar ele desesperado. Chanyeol nunca teve preocupações em sua vida pessoal então talvez eu como amigo não pudesse deixar essa grande novidade de fora. 

 

P.o.V Chanyeol

 

Kris só poderia estar louco. Eu sem duvidas não entendi o que ele havia dito, apenas ignorei e fui para minha casa no centro da cidade. Devo confessar que minha vida é bem tranquila. Herdei a empresa do meu pai, minha mãe mora ao lado da minha casa, apesar de não gostar das varias mulheres que eu transo e querer que eu me case logo, quando ela não está com esses assuntos chatos ela é uma mulher adorável. 

Terminei de tomar banho e me deitei na cama e por algum motivo fiquei lendo e relendo aquela mensagem de Kris. O que aquilo significava? 

Pensei por vários minutos que mais pareciam horas e arregalei os olhos ao chegar em uma conclusão que naquele momento parecia bem idiota. 

E se Baekhyun estiver grávido? Não usamos proteções e minha unica transa que Kris sabia disso era ele. Puta merda, não acredito. 

Não! Se acalme Park Chan Yeol, isso é impossível. É, isso mesmo. Impossível.. 

 

*No dia seguinte já na empresa*

 

Não estava conseguindo pregar os olhos no trabalho. Meus pensamentos e olhos estavam apenas em BaekHyun e na possibilidade dele estar grávido. Não me preocupei com nenhuma outra pessoa que eu havia transado de BaekHyun era a unica pessoa que eu não tinha usado nenhum tipo de proteção. Não sei o que houve mais quando estava com ele naquele momento não me veio na cabeça isso. 

Ele se levantou umas 100 vezes para ir ao banheiro e sua face estava pálida, bem mais que o normal. Resolvi ir até ele para conversar um pouco, afinal teria 99% de chance dele estar carregando um filho meu. Mas internamente eu torcia para que esses 1% fosse mentira ou o filho ser de outra pessoa. 

- Bom dia BaekHyun, como está o trabalho? - Falei encostando em sua mesa e sentando na pontinha. Ele me olhou meio assustado e eu apenas sorri,

 

- B-b-bom dia Senhor Park. E-está tudo indo bem.. - Ele gaguejou um pouco foi mostrado seu nervosismo. 

 

- Que bom.. Se sente melhor? Ontem parecia estar doente e hoje está mais palido ainda. 

 

- S-sim, ontem já fiz meus exames e não é nada sério. - Ele falou mais baixo a ultima parte em um tom aflito

 

- Vou precisar dos seus exames, pra ter certeza que está tudo bem e se não precisa de alguns dias em casa. - Era a oportunidade perfeita para saber se ele estava ou não grávido. 

 

- N-n-não p-precisa S-senhor Park, eu estou b-bem. 

 

- Byun Baek Hyun me de seus exames, é minha obrigação cuidar da saúde dos meus funcionários. - Falei com uma voz firme e vi ele se encolher e pegar um envelope branco em uma de suas gavetas, mais a diferença era que essa gaveta era trancada com senha. Estranhei mais não falei nada. Apenas peguei o papel e saí dali. 

 

É agora que vou saber.. 

 

Olhei para a mesa de Baekhyun e o vi chorando, porque ele estava daquela forma? Estava com medo? Senti meu coração apertar e preferi não ver nada naquela hora e sim ir lá cuidar dele.

 

- Vá para casa, você parece estar mal, amanhã eu vejo seus exames e resolvo tudo que tiver para resolver. - Falei com uma voz mais firme que o normal olhando seus olhos vermelhos. 

 

- T-tudo bem.. - Ele falou baixo, pegou suas coisas e foi para a saída, mas o que eu não esperava é que ele desmaiasse no meio do caminho. 

Tomei ele em meus braços e fui para minha casa deixando meu secretário cuidando de tudo. Eu não o levaria para o hospital ainda pois eu era muito conhecido e não queria que no proximo dia eu estivesse na primeira capa dos jornais com Baekhyun em meu colo.

 

*No começo da noite*

 

Vi ele acordar depois de tantas horas e finalmente estava com coragem para resolver tudo aquilo. Se ele realmente estivesse com meu filho dentro de si eu não poderia deixar ele sozinho e passando mal poderia ser um grave risco. 

 

- Você está grávido? - Perguntei assim que ele acordou e se sentou na beira da cama. 

Eu estava mais que disposto a saber a verdade e eu iria descobrir não importa como.

 

Quem diria que a partir daquele momento minha vida mudaria tanto..


Notas Finais


Foi isso <3
(Amo o Kris)
Obrigada por ler e até o prox cap.

Bjinhoos <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...