História Touch Me Daddy~ (Oh Sehun) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Sehun
Visualizações 37
Palavras 451
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Lie



Anos depois..

Olá, me chamo Mirabela, sou formada em contabilidade

Estou cursando a polícia, e agora eu mudei de cargo, sou segunda sargento da polícia

Já fui treinada, eu sou boa em contabilidade, minha missão agora é capturar um mafioso muito procurado

Eu irei me infiltrar em sua casa, porém, ainda não me deram informações de quem seja

Eu coloquei escutas e câmeras, já estava pronta

Aproximamos o carro perto de uma mansão bem escondida em uma floresta, assim que chegamos, demos um jeito de hackear o sistema de câmeras, para ele não ver nos infiltrado

Ouvimos um barulho de tiro, acabaram por atirar em um policial, então o tiroteio começou

Eu, mais esperta da equipe, dei um jeito de me darem cobertura, conseguindo entrar na mansão, olhei os corredores já com a arma na mão

Subi as escadas, vi uma porta gigante, com apenas um chute a Arrombei, apontando a arma em sua cabeça

- MÃOS NA CABEÇA!, aqui é a polícia, otário!

Para minha surpresa, quando ele se virou, era Sehun, arregalei os olhos, ele também estava surpreso, ele pegou sua arma, já que eu estava paralisada

- ah, quem diria Misabela...

Ele acabou por me dar um tiro de raspão, e eu também acertei tiros no mesmo que pegaram de raspão, me escondi em uma parede, fora da sala, meu braço sangrava

- filho da puta...porque justamente você?!

- não sei, a polícia me ama, então, como foi fugir de casa?

- VOCÊ ME TRAIU! 

Disse dando um tiro que pegou em seu rosto, o mesmo se escondeu novamente

- ah, bravinha?

Ele deu mais tiros, eu apenas me protegi com as mãos na cabeça, pisei nas escutas e câmeras, uma bala, ele também tinha só uma

- bem, uma bala pra cada

Me virei em sua frente, lhe dando um tiro, o mesmo fez igual, tudo estava sujo, acabado e quebrado pelos tiros

Joguei a arma longe, olhando o mesmo

- você também é bom em mira

- pode tentar vir me acertar baby

Peguei minha arma reserva, tinha uma bala, me aproximei do mesmo, meu coração estava batendo forte

- não vai conseguir

Em segundos, ele jogou a arma longe segurando meus dois braço, dei uma cabeçada no mesmo, fazendo ele me soltar, junto de um chute em sua barriga, fazendo ele cair

- só vem, Daddy

Pisquei para o mesmo que riu, se levantou vindo para cima de mim, me dando um soco certeiro no rosto

Meu nariz sangrou e a boca também, apenas cuspi o sangue, fui para cima dele lhe dando um soco no rosto, em seguida de um chute no meio de suas pernas, o joguei de costas no chão, segurando seu braço, o entortando  para trás, peguei o sinalizador, mostrando que tinha conseguido, pegando o alk-talk (não sei escrever perdão)

- missão cumprida, consegui pegar o suspeito

Disse dando um suspiro aliviado







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...