História Toxic - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Selena Gomez, Zayn Malik
Tags One Direction, Romance, Selena Gomez, Vicio, Zayn Malik
Exibições 114
Palavras 2.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eai Pessoal! Tudo bem?

Eu voltei com mais um capítulo! Esse está grande.

Sem mais delongas ; Boa Leitura!

Capítulo 5 - Graphite


Fanfic / Fanfiction Toxic - Capítulo 5 - Graphite

 

Mesmo estando perdida sempre encontrará um jeito de chegar até mim,pois sei que o nosso amor te guiará. Deixa eu ser a sua luz nesse seu mundo horrendo,me abrece apertado enquanto eu sussurro em seu ouvido que tudo ficará bem.

Sei que irá ter recaídas que te farão querer desistir,mas,amor ; saiba que eu estou aqui.

Deixe eu te libertar dessas correntes? Me diga,quanto tempo terei que esperar? Sinceramente eu não me importo de esperar a eternidade por você.

Enquanto enxugar suas lágrimas,irei lhe fazer jurar de amor e com elas darei a minha vida para que se cumpram.

Amor,olhe em meus olhos e me deixa desvendar a sua alma. Eu caberia perfeitamente em seu coração, me acomodaria e nunca mais sairia. Deixe-me te ajudar.

Seremos como o crepúsculo.

Eu serei o Sol e você a Lua e juntos faremos um eclipse. 

 

Zayn ; Toxic 

 

Passado.

Reino Unido,Liverpool.

 

 

Naquela manhã Selena estava  pensativa; não sabia do porque Malik ter a oferecido ajuda e muito menos do porque ele querer sua amizade. Ela sabia que não tinha nada a oferecer a não ser grosseria.

 

A menina se levantou de sua cama contra sua vontade; pois,Madelaine estava a gritar na porta. Por um momento Gomez agradeceu aos céus por ter trancado a porta na noite anterior. 

 

Soltou um palavrão alto enquanto revirava seus olhos.

 

Odiava ter que acordar cedo.

 

Vasculhou em seu guarda-roupa de madeira gasta pegando qualquer peça de roupa que via pela frente,Selena nunca foi de se arrumar,alcançou a toalha branca felpuda.Calçou suas chinelas de borrachas de tom escuro e se pois a sair do quarto contra a sua vontade.

 

A sintonia harmônica invadiu seus ouvidos,um sorriso de lado se desenhou em seus lábios. Eles deixaram o rádio ligado hoje o que dava acesso a todas as caixas de som espalhadas pelo casarão. 

 

Ela logo reconheceu a melodia. My Way de Calvin Harris,a música que se tornou uma de suas prediletas,a batida era tão contagiante que por um momento insano Gomez teve vontade de dançar no corredor.

 

Tomou seu caminho para os banheiros aonde entrou em uma das cabines,trancou a porta se certificando que nenhuma das mulheres que estavam ali poderia a olhar.Despiu-se  rapidamente ligando o chuveiro.

 

Ao sentir a água quente em sua pele seus músculos relaxaram de imediato.

 

Olhou ao seu redor percebendo que estava sozinha; assim se permitindo fechar os olhos deixando a água levas todas suas impurezas e dores. 

 

Após se lavar a menina já estava vestida; se pois a sair do vestiário deixando sua roupa suja em conjunto com as demais. 

 

Em passos rápidos seguiu caminho para o refeitório,estava faminta. Pegou uma das bandejas que continha um suco de laranja provavelmente natural e um pedaço de bolo que julgava ser de morango com  chantilly ; seu predileto. 

 

Arrastou seu olhar procurando por um lugar aonde poderia se sentar;ao achar uma mesa vazia se apressou em se sentar nela, Gomez não queria ninguém ao seu lado. 

 

Se alimentou com vontade, nesses últimos dias ela não estava a comer muito. O que a causou uma tamanha tontura ; porém ; ela resistiu,afinal,vaso ruim não quebra fácil. 

 

A mínima pressão em seu ombro a fez despertar rapidamente,Selena se deparou com Madelaine.

 

—Bom dia menina Selena — a mulher sorrio fazendo pequenas rugas se formaram em seu rosto.

 

— Bom dia Madelaine — ela responde ao ser envolvida em um abraço apertado da mulher a sua frente.

 

— Vim lhe avisar que a menina tem um telefonema — Madelaine murmura ansiosa — Vá a secretaria,Maggie irá lhe levar até as cabines — ela finaliza afobada.

 

Gomez assenti se pondo a deixar sua bandeija de lado.

 

Se levantou dando um aceno de cabeça ao passar por Madelaine; a menina se dirigiu ao corredor em passos rápidos,seu olhar se cruzou com Zayn que estava no corredor a empurrar uma cadeira de rodas aonde um lindo menino estava sentado nela.

 

Este estava com seus olhos azuis presos em uma tela que continha um desenho colorido ali,algo que Gomez não se deu ao luxo de decifrar. O menino sorria e abraçava o quadro agradecendo Zayn por algum motivo.

 

Selena por um momento se pois a observar a cena,porém,ao ver que tinha atraído a atenção de ambos; correu escadaria a baixo seguindo rumo a secretária.

 

Se deparou com uma bela menina, olhos verdes e atrativos,alta,cabelos castanhos que batiam até o ombro com um sorriso largo que demostrava seus dentes perfeitamente alinhados.

 

— Olá, Sou Maggie — ela se aproxima de Gomez — Você deve ser a Selena,certo? 

 

— Sim — a morena assenti.

 

 — Tudo bem? — a maior torna a perguntar.

 

— Sim,e você? 

 

— Bem — a castanha assenti.

 

Um silêncio devastador de faz presente,deixando Selena incomodada.

 

— Madelaine disse que tinha um telefonema para mim, posso atende-lô? — Gomez é direta fazendo a menina se levantar em um salto.

 

— Oh claro! Me perdoe! — Maggie puxa Selena pela mão — Já tinha me esquecido — ela declara vendo Gomez sorrir dando de ombros.

 

Vendo que Selena não irá dizer nada,Maggie torna a dizer.

 

— Irei te levar até as cabines,uma mulher lhe ligou — rapidamente Gomez a encara — Disse que depois retornava a ligar — Maggie finaliza vendo a menina a sua frente se agitar.

 

Selena não a respondeu,apenas se calou. Deduziu que poderia ser a sua Mãe,o que a causou uma leve agitação ; só de pensar em falar com a Mãe novamente Gomez se alegra,porém,com a alegria também vem a fúria.

 

Passaram por um grande corredor,desceram mais algumas escadas e finalmente chegaram ao seu destino.

 

Maggie,com um simples aceno de cabeça chamou Selena,que a acompanhou ainda relutante. A menina podia sentir seu corpo trêmulo; sua visão estava como um borrão de tinta em um papel pálido. 

 

Gomez sentia que qualquer hora,ela poderia cair. 

 

Sentou em uma das cadeiras que tinha por ali,arfou alto se obrigando a se acalmar. 

 

Ao levantar a cabeça se deparou com Maggie,que a observava curiosa,Selena revirou os olhos se levantando de supetão.

 

— Ela está na linha — a castanha exclama — É a cabine de número vinte — ela finaliza vendo a morena assentir.

 

A garota torna a andar,a cada passo era um número contado. Ao achar a cabine vermelha com um grande número vinte em negrito estampado nela,se pois,a empurrar a porta com uma certa brutalidade.

 

O telefone estava a tocar,um barulho estridente e irritante.

 

Alcançou o mesmo,o pegando e colocando perto do ouvido.

 

Alô,Selena? 

 

A voz aveludada de sua Mãe a fez estremecer.

 

— Oi 

 

A voz dela falha.

 

Filha! Estamos com tantas saudades! 

 

O Animo evidente na voz de Mandy,fez Selena se irritar.

 

— Não me venha com esse papo frajuto! Você me abandonou aqui! 

 

Gomez esbraveja irritada. 

 

Filha,me escute,era preciso...

 

— Não me chame de filha! Você só fez o que o babaca do seu querido Richard pediu! Preferiu me abandonar aqui,não precisava disso,era só falar que eu era um peso em sua vida que eu sairia dela! 

 

A menina a corta com fúria,a esse ponto Gomez não conseguia segurar as lágrimas e muito menos os gritos.

 

Selena! Não fale assim,eu te amo e fiz o que foi preciso para te salvar! 

 

— Salvar? Você me salva me mandando para esse inferno?! 

 

Filha,não diga isso. Quando puder lhe visitar,irei. Saiba que eu te amo,muito.

 

Mandy estava com a voz embargada.

 

— Não! Eu não preciso do seu carinho e muito  menos desse seu amor medíocre! Guarde essas desculpas esfarrapadas para alguém que acredita! Não me ligue,eu não preciso de você! 

 

Gomez bate o telefone brutalmente,ela estava raivosa. Se pudesse quebraria tudo pela frente,ela socou a parede ao lado grunindo. 

 

Seu corpo escorregou para o chão,aonde a mesma se encolheu apoiando seu rosto em seus joelhos. Lágrimas desciam livremente,fazendo Gomez soltar soluços altos. 

 

Ela odiava essa sensação de fraqueza,por depender de alguém.

 

— Selena? — a voz nostalgica e rouca a faz entrar em estado de alerta — O que aconteceu? — ele pergunta preocupado.

 

A menina levanta sua cabeça de deparando com Zayn,que a encarava curioso e preocupado. 

 

Rapidamente,ela se levanta correndo para seus braços;que já a lhe esperavam abertos. Malik a acolhe em um abraço apertado,Selena enterra seu rosto molhado no peito de Zayn enquanto o mesmo sussurra que tudo ficaria bem.

 

— Ei — Malik levanta o rosto dela com seu polegar — Tudo vai ficar bem,sim? — ela concorda. — Eu prometo,que nunca mais ninguém irá lhe fazer chorar — ele afirma com clareza,selando a testa de Selena. Que após tal ato se agarra mais ao moreno.

 

Zayn não sabia o porque,mas,ver Selena chorando o incomoda de uma certa forma. Ele não sabia o motivo dela estar assim e nem por quem,porém,ele sabia que só por fazer Selena chorar ele já odiava a pessoa. 

 

A menina não sabia  que estava sentindo,mas,sabia que não sentia isso a tempos. Desde de seu Pai morreu. Ela gostou de se sentir protegida,e acolhida por Zayn. Sabia que depois ficaria tamanha envergonha,porém,ela precisava de ajuda ; e se ele estava disposto a dar,que mal tem em aceitar? 

 

— Selena — ela levanta sua cabeça do peito de Zayn — Gosta de desenhar? — ele pergunta maroto.

 

Gomez sorri,fazia tempo em que ela não desenhava. A garota praticamente vivia de desenhar,ela amava e tinha um dom lindo; conseguia desenhar qualquer coisa e qualquer um,todo desenho dela era uma obra de arte.

 

— Sim! — ela responde empolgada,porém,logo se recomponhe sorrindo de lado.

 

— Então — ele agarra a mão de Selena fazendo ambos terem um pequeno biliscão na pele,que logo foi ignorado — Me acompanhe! — Zayn a puxa correndo pelas cabines.

 

— Zayn! — ela o chama risonha — Nós vamos cair! — ele a puxa  com graça a vendo tropeçar o que o faz rir — Não teve graça seu idiota! — ela ri.

 

O homem continuava a correr,passaram por Maggie que apenas sorria vendo os dois correndo escadaria a cima. Malik se desviava de algumas pessoas e enfermeiros que os encaravam como se fosse loucos.

 

Selena gargalhava de alguma das vezes em que ele atropeçava em seu pé ou esbarrava em alguém e tinha que pedir desculpas a sorrisos.

 

Os passos de ambos se cessam quando Zayn para em frente de uma sala. Ele empurra a porta de madeira pálida que continha uma placa e madeira escrita em negrito Art

 

Selena ao entrar na sala se surpreende com o  que tinha ali,quadros e telas de todos os tipos,potes de tintas e pínceis de todos os tamanhos e cores. Vários spray's em uma pratileira enorme e longa,aquilo era o paraíso.

 

Zayn solta um riso alto ao ver a reação de Selena,ele sabia que ela iria gostar.

 

— Então — murmura — Por onde começamos? — ele a encara sugestivo.

 

Selena solta sua mão da de Zayn. A mesma se aproxima dele o vendo a encarar curioso.

 

— Primeiro — ela murmura — Isso — ela o disfere um tapa no braço.

 

— Ai! — ele massageia o local — Porque você me bateu? — Zayn a encara.

 

— Você me fez atropeçar tanto e esbarrar em muitas pessoas! — ela o acusa — Nunca tive que pedir tantas desculpas na minha vida! — Selena o encara o vendo gargalhar.

 

— Foi engraçado — ele sorri — E você gostou,que eu sei — Malik cerra os olhos a fazendo sorrir.

 

— Larga de ser trouxa! — ela o empurra de leve.

 

Por um momento ambos se encaram,o que faz Zayn soltar um riso alto sendo acompanhado por Selena que gargalhava. Eles estavam alegres.

 

— Segundo — ela torna a falar — Já grifitou? — Gomez o encara desafiadora enquanto pegava uma lata de spray em mãos.

 

— Meu bem — ele a chama a fazendo rir — Eu sou o maior grafitador que você vai ver na vida! — Zayn se gaba fazendo uma pose afeminada.

 

Selena gargalha.

 

— Então me mostre,meu bem — ela murmura em um tom zombeteiro.

 

Ambos decidiram que iriam grafitar a parede pálida que ainda restava ali,Zayn propôs a Selena que grafitassem algo juntos,ela aceitou de bom agrado.

 

Gomez antes de começar,pediu a Malik que colocasse alguma música. O homem se dirigiu ao rádio que tinha ali,ligando o mesmo ; colocou em uma estação que conhecia bem.

 

As notas de Beat It de Michael Jackson soraram pela sala,trazendo um sorriso a Selena. Era um de seus cantores prediletos,após a música posta,começaram a arte.

 

Os movimentos de ambos estavam sicronizados,era engraçado como eles conseguiam se concentrar. Alguns chiados daqui outros de lá. Mãos e roupas sujas de tinta.

 

Risadas de misturavam com a música,o que tornava tudo melhor. Selena estava amando aquele tempo que estava passando com Zayn,o mesmo sempre fazia piadinhas ou algo que a fizesse rir.

 

Após terminaram a obra,ambos sorriram um para o outro. O desenho estava lindo,tratava-se de um casal estampado na parede o menino e a menina estavam em tonalidades escuras,virados para a enorme Lua redonda que brilhava ali no céu.

 

Um lindo desenho. Ambos gostaram.

 

— Está demais! — Malik exclama empolgado — Isso está perfeito! — ele joga a lata no chão vendo Selena repetir o ato.

 

— Isso daqui ta foda! — ele gargalha ouvindo a menina — Você manda bem — ela o empurra com os ombros.

 

— Você também não é ruim — ele dá de ombros a sentindo o estapiar.

 

— Ai! — ele ri — Tudo bem,você também é boa! — Zayn levanta as mãos em sinal de rendição.

 

— Eu sei — Selena se gaba jogando seus cabelos para trás. 

 

Ambos gargalham. 

 

— Exibida! — ele a dá língua. 

 

— Vai tomar no cu! — Selena pega a lata de spray jogando em Zayn que se desvia rindo.

 

— Errou!   — ele comemora,porém,Selena joga mais uma vez e dessa vez cai na cabeça dele.

 

— Toma trouxa! — ela gargalha o vendo rir.

 

Passaram a tarde inteira rindo e brincando,fizeram vários quadros e grafitaram as paredes do grande casarão que ficou muito belo. Gomez estava se divertindo,algo que não fazia a anos.

 

Zayn estava alegre por conseguir que Selena sorrise e se divertisse,ele estava a ter uma ótima tarde com a menina,que sempre o mandava ir a lugares indevidos. Ele amava provoca-lá.

 

 

A partir daquela tarde,Selena sabia que Zayn sempre a protegeria.  


Notas Finais


⇨Qualquer coisa fale comigo: https://twitter.com/drunkey_
⇨Me adicionem,eu não mordo ッ
⇨Gostaram do capítulo? Digam ai nos comentários.
⇨Até o próximo! Beijos!♥✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...