História Tóxico - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Sehun, Suho
Tags Baekyeol, Chanbaek, Sesoo
Exibições 31
Palavras 5.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente eu revisei de última hora, então perdoa qualquer erro (de novo)
Obrigada pelos favoritos e visualizações vou me esforçar para fazer uma fanfic melhor ainda
Ok queria dar um aviso o capítulo pode ser que não agrade todo mundo (ou a fanfic toda?kkkrindodenervoso) mas no próximo capítulo vocês terão uma surpresa acho que seria certo dizer que a verdadeira história vai começar, talvez quando eu acabe ela poste como um bônus um capítulo com uma cena +18 de SeSoo não é nada confirmado mas sim vai ter provavelmente também no próximo capítulo mas talvez eu faça uma a mais, e eu já estou trabalhando em uma oneshot de KaiSoo (ou de outro ship, oque vocês acharem melhor)
Nesse capítulo não vai ter cena +18 e oque vocês acharam da nova capa da fic? sorry pela primeira eu fiz de última hora
Então chega de enrolação vão ler <3

Capítulo 2 - TWO


Amanheci um pouco dolorido e com marcas roxas na minha cintura , a noite foi boa demais. Procurei Chanyeol com os olhos pela cama e ele não estava só tinha um bilhete branco com uma mensagem escrita em cima da cômoda.



" Me levantei mais cedo tinha que resolver umas coisas da empresa , pode comer o que quiser , tem toalhas dentro do guarda-roupa na segunda porta , tenho umas roupas que compraram do tamanho errado para mim se der em você fique com elas estão numa sacola marrom , pode usar a banheira e se precisar de dinheiro para pagar o táxi deixei em cima da cômoda , deixei também uma cópia da chave do AP deixa na portaria que depois eu busco."



Que lindo ele pensou em mim e como eu voltaria para casa. Preciso me levantar , tomar um banho e comer alguma coisa ele disse que eu podia então vou aproveitar né. Me levantei e abri o guarda roupa e notei como Chanyeol é muito organizado , os ternos passados em cabines todos muito bem arrumadinhos , as gravatas dobradas dentro de uma gaveta ao lado as cuecas e meias , quando abri a outra porta vi a sacola marrom com as roupas dentro eram realmente do meu tamanho , peguei uma toalha branca e fui para o banheiro era branco com um lindo mármore crema marfil , num canto tinha a banheira e no outro tinha um box de vidro com o chuveiro dentro , liguei a banheira e deixei encher de água enquanto eu estava procurando sais de banho dentro do armário em baixo da pia , achei uns que veio do Japão e na frente do pote estava escrito "チェリーのバスソルト" pelo pouco que eu sei de japonês tem alguma coisa haver com cerejeira e o pote está rosa então deve ser isso mesmo.


E eu estava certo tinha um cheiro extremamente agradável , entrei na água já que eu estava sem roupa por que dormi nu no peito de Chanyeol. Fiquei uns 20 minutos na água e quase dormi de novo , vou me lembrar de que na próxima vez que eu vier aqui eu e Chanyeol vamos fazer sexo na banheira , é tão relaxante. Depois que saí da água me sequei e vesti as roupas que estavam dentro da sacola e era uma regata meio cinza com a borda preta e uma calça jeans escura , eu logicamente estranhei é incomum um empresário usar esse tipo de roupa geralmente usam umas roupas bem ridículas mas fico feliz que o Channie tenha bom gosto . A regata ficou um pouco grande em mim e a calça ficou do tamanho perfeito , ajeitei meu cabelo e fui para a cozinha , só agora eu pude notar como o apartamento dele é bem luxuoso e bonito , quer dizer eu tinha notado o luxo ontem mas eu estava mais concentrado em conhecer outras coisas do que parar admirar o apartamento , na sala tinha uma TV grande deve ser de 60 polegadas mas é bem grande mesmo , de frente tem um sofá bege com almofadas vermelhas , tem um raque e em cima do raque tem umas fotos de Chanyeol e o pai dele quando Chanyeol era mais novo , pareciam estar se divertindo em um parque e Chanyeol era tão lindo quando era mais novo e ainda é. Após acabar de olhar cada canto do apartamento é que eu realmente fui para cozinha fazer meu café da manhã e nisso já era umas 09:30 , a cozinha como todo o resto era moderna , tinha uma mesa preta de seis lugares e em cima dela tinha pães , geléia , queijo , presunto e uma garrafa de suco , coloquei meu café e peguei meu celular e disquei o número de Kyungsoo para contar as boas novas . Logo no primeiro toque ele atendeu.



– Alô, Baek? - ele falou com uma voz de quem tinha acabado de acordar.


– A rainha da Inglaterra que não seria né , tenho uma novidade que você não vai acreditar melhor eu te contar pessoalmente , então passe lá em casa umas 13:00 que eu preparo o almoço para a gente conversar.


– Hum já sei você deve ter dormido com o barman e agora quer me contar como foi a noite - falou num tom de impaciência


– Ai o barman foi embora por sua causa , mas sim eu dormi com alguém e foi com o Chanyeol - falei bem alegre 


– Sério? que bom para você pois eu estou mal e a única coisa que me fez companhia essa noite foram as minhas lágrimas.


– Amigo não fica assim , vamos conversar sobre o idiota do Sehun também e vamos armar uma para ele.


– Não , mas obrigado Baek preciso desabafar com alguém sobre o que houve ontem , tchau passo na sua casa às 13:00.


– Ok até mais então.



E assim encerei a ligação , tadinho de Soo deve estar apaixonado de verdade e esse idiota do Sehun fez merda mesmo , mas bom primeiro vou terminar de tomar café para depois eu voltar para meu apartamento e começar a preparar o almoço . Quando eu ia voltar a comer recebi uma mensagem no kakao talk do Sehun.


"Baek estou precisando conversar com você, tem como a gente se encontrar amanhã?"


Mas que safado primeiro da um quase corno no meu melhor amigo e depois quer que eu veja ele.


"VOCÊ MAGOOU O SOO SEU IMBECIL, SE EU TE VER PESSOALMENTE TE ENFORCAREI SEU POSTE AMBULANTE"


Não demorou muito e ele me respondeu.

"Calma Baek eu sei que errei, mas por favor eu preciso conversar com você, às coisas entre mim e Kyungsoo não podem ficar desse jeito"


"Olha só sua lagartixa é bom que você esteja pensando em melhorar as coisas com o Soo mesmo te mato se continuar a fazer o Soo chorar"


"Ele chorou por... mim?"


Ai que merda por que falei isso?


"Tchau eu preciso sair agora , amanhã no shopping às 14:00"


"Ok e obrigado de novo Baek"


"E para de me chamar de Baek que você não tem intimidade pra isso"



Ele visualizou e não respondeu mais , me dói mas não vou contar ao Kyungsoo sobre essa minha conversa com Sehun , não agora. Não demorei mais tempo ainda no apartamento de Chanyeol , peguei minhas roupas pus na sacola marrom , não peguei o dinheiro que ele deixou claro , eu tinha o meu e não quero parecer dependente, anotei meu número no mesmo papel que ele escreveu e deixei em cima da cômoda. Sai do apartamento e fui para o elevador o edifício onde ele mora é bem calmo chega até a me dar um pouco de medo de ver tudo tão quieto , o elevador chegou no térreo e o senhorzinho de ontem à noite ainda estava lá , tadinho deve trabalhar o tempo inteiro.



– Oi bom dia , eu estava no apartamento do meu amigo Chanyeol no sétimo andar e ele pediu para eu deixar a chave aqui - "amigo" e futuro namorado hehe.


– Ah sim bom dia , tenha um ótimo retorno para casa.



Que homenzinho bom , ele abriu o portão e eu saí , chamei um táxi pelo telefone uns 10 minutos depois o táxi chegou , entrei no carro passei o endereço e seguimos viagem.


Já em casa era 10:25 , comecei a preparar o almoço eu como muito e gosto de coisas gordurosas mas como o Soo vai vim comer aqui hoje terei que fazer algo mais leve para ele , aqui em casa já tinha duas caixas de cerveja então coloquei no congelador para ficar geladinha quando o Soo chegar. Terminei de preparar o almoço e estava cansado , já tinha bebido sozinho quatro copos de whisky enquanto cozinhava , o tempo tinha passado rápido já eram 12:40 fui tomar meu banho , deixei arrumado em cima da cama uma regata branca bem cavada nos lados e um short azul claro bem curto , entrei no banheiro tomei um banho rápido me sequei e arrumei meu cabelo , saí do banheiro e vesti a roupa que deixei em cima da cama.



Não demorou muito e Soo chegou , ele estava péssimo com orelhas que deixavam ele parecido com um panda. Fiz sinal para que ele entrasse e ele foi e se sentou no sofá.



– Então Soo quer um copo de whisky ou uma lata de cerveja? - perguntei indo para cozinha.


– Vou querer uma cerveja , não estou muito afim de beber whisky hoje vou me sentir pior - falou com os olhinhos tristinhos. Se Soo continuar assim vou me sentir triste por ele também.


– Ai amigo não fica assim não , você conversou com o Sehun ontem? - perguntei entregando a cerveja para ele e me sentando ao seu lado , vou beber whisky é claro.


– Não , nem deixei ele vim se explicar - parou para dar um gole na cerveja - quando eu sai correndo da boate ele segurou meu braço e me virou de frente para ele , ele não disse nada e quando ia falar eu dei um tapa na mão dele e entrei no meu carro.


– Soo...


– Ele não tinha que me explicar nada Baek , nós não éramos namorados a gente... só transava... - falou começando a chorar e tentou cobrir o rosto com a mão dele.



Eu não sei o que dizer para Kyungsoo olhando ele assim chorando tanto só posso abraça-lo , e assim ficamos por um bom tempo, eu nunca pensei que poderia ver ele assim sofrendo tanto por Sehun quando eu ver ele vou atropelar aquela lagartixa. Após Soo se acalmar fomos almoçar fiz costelas de porco com molho barbecue, com batatas douradas o vinho caríssimo só abri por que Soo está muito triste se não eu beberia esse vinho todo sozinho.



– Você realmente sabe cozinhar bem, eu estava com medo de comer algo e ter uma intoxicação alimentar - disse levando mais uma garfada na boca.


– Ei! eu sempre cozinhei bem viu - falei com falso tom de indignação.


– Ata, mas que vinho bom é esse?


– É um Chateau Lafayette Reneau Finger Lakes Riesling Dry, um dos melhores eu beberia sozinho mas já que você está tristinho eu divido com você


– Nem duvido



Terminamos de comer e Soo foi lavar os pratos , claro eu tinha feito a comida então ele deveria ao menos lavar os pratos né , depois fomos para sala assistir qualquer filme que estava passando na televisão e acabamos assistindo Diário de uma paixão , a história é linda conta sobre Allie e Noah que se conheceram no parque de diversões num verão de 1940 e começam a viver uma intensa paixão , o casal foi separado pela mãe de Allie que não aceitava o namoro por Noah ser pobre ela levou Allie para longe e por um ano Noah escreveu cartas para Allie mas a mãe dela não entregou nenhuma delas e na última carta Noah se despede dela dizendo que iria seguir em frente , como Allie não recebia nenhuma carta também achou que Noah tinha se esquecido dela se passam sete anos e Allie está noiva de um soldado que serviu na 2ª guerra mundial (como Noah) ele é rico então Allie não teve problemas para noivar , só que Allie retorna para a cidade onde Noah mora e descobre a verdade só que ela tem que escolher entre seu noivo e seu primeiro amor. Eu e Soo choramos o filme inteiro é lindo demais a história , mesmo que eu já tenha assistido várias vezes eu nunca me canso de ver de novo.



– Então Baek , me conta como foi a sua noite com o Chanyeol - Soo falou enquanto secava algumas lágrimas que escorriam do rosto.


– Foi ótima , transamos loucamente no quarto do apartamento dele e ele me deu um moletom e uma calça nova.


– Vocês só transam por uma noite e ele começa a te dar presentes , nossa como ele é idiota.


– Ai amigo não fala assim, bem ele literalmente não me deu , mas deixou um bilhete dizendo que se a roupa servia em mim eu poderia ficar.


– Ah sei e só foi isso?


– Queria mais o quê? antes de eu e ele irmos para o apartamento dele conversamos sobre tantas coisas ele me contou sobre suas viagens para o exterior com seu pai quando era mais novo , me falou sobre uns costumes esquisitos de outros países e vários outros assuntos até que ele me levou para lista de dança e começamos a nos beijar.


– Uau está apaixonado né , quem diria Byun Baekhyun apaixonadinho pelo o chefe que acabou de descobrir ser gay


– Não estou apaixonado , só estou muito feliz


– Feliz pelo o quê a transa ou por que transou com ele? admite Baek você tá caidinho por ele sempre ficava falando como ele era lindo andando e como era excitante ver ele naquelas roupas de escritório - falou dando risada


– Ai amigo , não me arrasa não.



Soo e eu continuamos a conversar pelo resto do dia e quando a noite caiu acabou que ele quis me acompanhar bebendo whisky que acabou um tempo depois então bebemos todas as cervejas e Soo apagou no sofá , tentei acordar ele para ele ir tomar um banho mas ele nem se moveu , levei Kyungsoo para meu quarto e tirei o short dele deixando ele apenas de uma blusa e cueca box , se ele não fosse passivo eu transaria com o Soo vejam só ele é tão lindo. Quando eu ia tomar um banho o celular vibrou mostrando uma notificação de uma chamada perdida do Yixing , sai do quarto para não acordar o Soo então liguei de volta para ele , não demorou muito e ele atendeu.


– Baekkie o Soo está ai com você? - disse com voz um pouco chorosa


– Sim , mas- . quando eu ia falar ouvi a voz do Tao e um barulho, então Tao começou a falar.


– Baek estamos indo para ai agora , não quero que meus amigos fiquem sem se falar por causa de um desgraçado que nem o Sehun - falou irritado e desligou a ligação.


Que merda Kyungsoo não está em condições de ter uma conversa agora e muito menos uma séria , não posso tirar ele daqui e muito menos impedir Tao e Yixing de virem para cá.



passou 25 minutos...



Escuto batidas na porta e já tremendo com medo do furacão ZiTao fui abrir e encontrei um Yixing com olheiras e um Tao nervoso.


– Sai da frente Baek precisamos conversar com Soo - Tao passou me empurrando e puxando Yixing pelo braço.


– KYUNGSOO PRECISAMOS CONVERSAR - Tao berrou quando chegou na sala


E como não recebeu nenhuma resposta saiu procurando Kyungsoo pelos cômodos da casa deixando para trás um Yixing choroso e eu lógico fui correndo atrás , Tao quando percebeu que Kyungsoo podia estar no meu quarto abriu a porta e viu um Kyungsoo recém despertado , zonzo sem entender nada.


– O que está acontecendo, porquê essa gritaria toda Tao? - falou enquanto se sentava na cama coçando seus olhos e procurava o seu short para vesti-lo


– Precisamos conversar eu, você, Baekhyun e Yixing - falou pondo as mãos na cintura parecendo aquelas barraqueiras de bar.


– Eu não quero conversar agora.


– Ah mas você vai, Yixing merece você ouvir uma explicação dele.


– Yixing não precisa se explicar, eu e Sehun não temos nada, ele não tem motivos para pedir desculpa.


– Como ele não precisa se explicar se você claramente está afetado com isso?.


– Eu só estou pedindo um tempo poxa.


– Poderia ao menos fazer isso depois de ouvir ele?.



Eu fiquei perplexo olhando para Soo, acho que seria prudente ele ao menos ouvir o menino né, ah não sei.


Kyungsoo se levantou e saiu do quarto foi caminhando em direção a sala chegou lá ele encontrou Yixing encolhido no sofá brincando com os seus dedos com os olhos inchados, parecendo aquelas crianças que aprontam alguma e ficam com medo da bronca. Ele foi e se sentou no sofá só que longe de Yixing, Tao se sentou num puff e eu no outro.


– Soo eu queria te pedir desculpas - Yixing falou levantando os olhos se virando para Kyungsoo.


– Você não tem motivos para me pedir desculpas, eu não tinha nada com Sehun - falou com uma expressão séria.


– Mas... eu sou seu amigo não deveria ter feito isso mesmo estando bebâdo, por favor não fique com raiva e se afaste de mim, não quero que nossa amizade se acabe eu te amo muito.


– De fato você é, mas não tenho motivos para ficar com raiva de você eu só estou triste por que a dura realidade bateu com força em meu rosto, agora eu preciso de um tempo eu ainda gosto muito dele sabe? me doeu por que você é um dos meus melhores amigos não deveria ter feito uma sacanagem dessas comigo, eu que sempre te respeitei e te dei carinho, não sei se nossa amizade vai continuar como a de antigamente preciso ficar um pouco longe para tomar uma decisão correta, mas relaxe não vou ficar com raiva de você e nem de Sehun - disse pegando na mão de Yixing e dando um meio sorriso.



Eu e Tao nos olhamos e todos ficamos em silêncio, não imaginei que Kyungsoo teria uma atitude tão madura assim, Yixing foi e abraçou Kyungsoo ficou repetindo várias vezes perdão e Kyungsoo fez carinho na cabeça dele. Se fosse comigo acho que ficaria bem magoado não teria cabeça para agir da mesma maneira e muito menos bêbado, a verdade sempre foi que Kyungsoo é o mais responsável entre nós. Eles continuaram se abraçando quando eu olhei para o relógio e vi que já estava ficando mais tarde ainda.



– Bom - eu falei me levantando e chamando a atenção de todos ali - estamos precisando de uma boa noite de sonho, acho melhor vocês dois irem agora, já tivemos muitas emoções para um fim de semana.


Tao não me contrariou se levantou e foi em direção a Kyungsoo.


– Eu não esperava muita coisa, mas isso é bem melhor que nada, Soo melhoras não quero que fique triste por muito tempo não viu? quero voltar a encher seu saco - Tao falou abraçando Kyungsoo e dando um sorriso de canto.


– Obrigado, eu só preciso de um tempo - respondeu escondendo seu rosto no pescoço de Tao.


Tao começou a andar em direção a porta e Yixing e Kyungsoo se levantaram.


– Me desculpa mesmo - Yixing falou voltando a chorar.


Kyungsoo ainda não aparentava estar totalmente calmo, acho que é por causa da bebida.


– Não precisa ficar se martirizando o tempo inteiro, já passou.


Yixing parou de chorar e se despediu ele e Tao foram embora, Kyungsoo se desfez no sofá e soltou a respiração de forma leve.


– Você foi incrível Soo - falei me sentando ao lado dele após fechar a porta.


– Só fiz a coisa certa, não acho que vou voltar a ter a mesma amizade de antigamente com Yixing, mas isso veremos depois.


– Pois é por que você precisa de um banho agora você está fedendo eca - falei apertando meu nariz.


Após Kyungsoo ir tomar um banho fomos dormir.


Acordei cedo e Soo já tinha se levantado e arrumado a mesa do café, não tocamos no assunto Sehun ou Yixing, depois Kyungsoo trocou de roupa e saiu disse que precisava ir arrumar a casa dele ou algo do tipo, quando abri meu kakao talk tinha mais uma mensagem de Sehun.


"Ás 14:00 na frente da lanchonete que vende Bubble Tea"


Já conhecia a tal lanchonete Soo me levou lá para que eu conhecesse ele.


"Ok"



Respondi e fui assistir qualquer coisa que estivesse passando na televisão, estava tendo maratonas de séries na Fox então passei meu dia assistindo vários episódios de Two Half and Man quando deu o horário tomei um banho e vesti uma blusa branca com listras azuis, calça branca e um sapato branco nada muito produzido ia ver o poste mesmo, saí do meu apartamento e fui de carro para o shopping cheguei lá e por sorte o idiota tinha chegado primeiro ele me olhou e lançou um sorriso enquanto tomava um bubble tea e eu fiz a melhor cara de nojo possível, então fomos sentar em uma mesa.



– Você não vai pedir nada? - ele perguntou deixando a bebida em cima da mesa.


– Não estou de passeio com você só vim aqui por causa de Kyungsoo apenas.


– Ok, então... o que você acha que eu deveria fazer? digo não podemos continuar assim, eu não tive coragem de assumir um relacionamento com ele eu estava tão machucado depois de um antigo namoro com um chinês que fiquei com medo de Kyungsoo me trair também...


– E por isso você traiu ele primeiro? - falei cruzando os braços e me recostando na cadeira.


– Baekhyun eu realmente gosto de Kyungsoo mas eu sou muito inseguro, eu sei que fiz merda e só foi ontem ele disse que iria para a boate com você, Tao e Yixing então fui atrás eu cheguei mais cedo e bebi muito fiquei rodando sozinho quando depois vi Yixing o álcool já tinha subido minha cabeça e dele também então aconteceu o que vocês viram, eu quero muito o perdão de Kyungsoo quero ficar com ele, enquanto a gente ficava eu não tinha relações com outras pessoas, me apaixonei por ele sei que fui errado mas quero o perdão de Kyungsoo será que você pode me ajudar com isso? - disse pegando nas minhas mãos com os olhos lacrimejando.


Que merda eu esse idiota vem abrir os sentimentos dele logo comigo, não tem um amigo não? eu hein.


– Olha só eu não posso te ajudar em nada, você é quem tem que se resolver sozinho com ele, dê um tempo para Kyungsoo ele está muito magoado depois quem sabe você faz algo para demonstrar seus sentimentos e tenta convencer Kyungsoo disso - falei tentando passar um pouco de confiança, ai apesar de tudo quero o bem do meu amigo e se ele gosta desse poste então será.


– Só me prometa que nunca mais irá fazer isso de novo se não eu te mato mil vezes - falei ficando com a cara séria e assustando um pouco ele.


– Ok então "assassino" - falou fazendo aspas com as mãos.




Após a conversa Sehun me chamou para ir para o cinema e claro eu disse que não então ele foi sozinho e eu fui de volta para casa, quando cheguei troquei de roupa e voltei a ser o Byun relaxado com um pote de sorvete de chocolate na mão enquanto assistia o resto da maratona de Two Half and Man. Passou quatro horas e eu ainda no sofá sem sair do lugar assistindo série, me levantei e fui olhar o meu celular e tinha uma chamada perdida de um número desconhecido eu estranhei lógico então retornei a ligação e não demorou muito tempo e alguém atendeu.



– Alô quem é? eu olhei agora meu celular e vi essa chamada perdida


– Sou eu Chanyeol


Quase tive um ataque do coração.


– AH MEU DEUS, DESCULPA EU ESTAVA OCUPADO O DIA TODO E ACABEI DEIXANDO O CELULAR NO SILENCIOSO - gritei praticamente espero que ele não fique surdo e eu certamente não iria contar que estava quase o dia inteiro assistindo Two Half and Man,então escutei ele dando risada no outro lado da linha.


– Fica calmo Baek, eu tenho uma reserva para um restaurante às 20:00 quer vir comigo? dessa vez te busco e te levo de volta no meu carro.


Felicidade. É uma coisa linda que eu sinto agora e não tem como expressar. Fiquei um tempo que nem um idiota sem responder quando escuto ele me chamar.


– Baek?


– Tô aqui, ah sim vamos às 20:00 né? vou estar pronto - falei apressado e ele riu.


– Me passa o endereço de onde você mora.

Falei o endereço e depois nos despedimos larguei o celular e dei um grito que aposto que esses ratos que moram no mesmo prédio vão ouvir, depois de fazer a dancinha da felicidade resolvi mandar uma mensagem para Soo e contar a novidade, ele é o único dos meus amigos que sabe sobre mim e Chanyeol, Tao e Yixing eu conto amanhã.


"Soo você não sabe Chanyeol me chamou para sair"


"SÉRIO AMIGO?AI NOSSA QUE BOM PARA VOCÊ"


"Eu sei, eu sei estou tão feliz"


"Quando vai ser?"


"Hoje mesmo né, às 20:00"


"COMO ASSIM BYUN BAEKHYUN?ENTÃO EU VOU PARA SUA CASA AGORA MESMO VOCÊ TEM QUE ESTAR LINDO PARA LOGO QUANDO CHANYEOL TE OLHAR ELE PENSAR 'esse é para casar'"


"Então venha vai ser bom você me ajudar a me arrumar"



Kyungsoo não demorou muito 24 minutos depois de mandar a mensagem ele já estava aqui, Soo chegou com um saco na mão e dentro tinha um pó descolorante e tinta de um loiro meio perolado.


– Quando você disse que ia me arrumar não pensei que seria isso - falei surpreso


– Byun calado está na hora de você mudar essa cara de bunda, quer fica com Chanyeol ou não?


– Sim eu quero


– Então vamos pintar o seu cabelo você vai ficar lindo, agora vai pro banheiro vai



Fui para o banheiro e Soo começou a fazer as misturas e colocou o descolorante em meu cabelo, depois de um tempo tirou e pintou meu cabelo de loiro lavou meu cabelo e pôs uma hidratação enquanto estava hidratando, fomos ver uma roupa para eu vestir. Estávamos no meu quarto e Soo abriu meu guarda roupa e ficou criticando umas peças minhas, como se ele fosse o maior estilista do mundo.


– Tá bom Kyungsoo, só você tem bom gosto só você é o fashion - falei revirando os olhos.


– Então me mostre o que você pretende usar nesse encontro.


Peguei no meu guarda roupa um moletom vermelho de uma loja caríssima que fica uma besteirinha de nada justo em mim, uma calca jeans clara que nem parece tanto assim ser jeans e um tênis branco por que eu amo tênis branco.


– O moletom é para destacar a cor do meu cabelo, a calça para combinar com a cor do cabelo e o tênis é lindo - falei amostrando todas as peças para ele.


– Até que nem são tão ruins assim, mas você já está depilado?.


– Sim por sorte sim, tinha me depilado na quinta acho que foi um aviso dos céus.


– Ainda bem, agora vai tirar a hidratação do seu cabelo enquanto você toma banho e não demore já são 19:30.



Fui tomar meu banho tirei a hidratação e Soo tinha razão eu fico lindo loiro, me sequei e fui vestir as roupas Kyungsoo estava no meu quarto não fiquei com vergonha de me trocar na frente dele ele já me viu nu várias vezes e ele sempre me olha com uma cara de bunda a costumeira dele né, quando terminei de me vestir Soo foi dar uma prancha no meu cabelo.


– Está levando camisinha?


– Não, pega na cômoda ali - apontei para a cômoda perto da minha cama e ele foi lá e pegou uma de sabor de morango e me deu coloquei dentro do bolso.


Soo terminou de pranchar meu cabelo, então meu celular começou a tocar era Chanyeol.


– Estou na frente do seu prédio, já está pronto?.


– Sim, já vou descer.


Desliguei o celular


– Soo ele está lá em baixo, acho que vou vomitar e se eu fizer besteira e estragar a noite? e se ele não tiver gostado de ontem?.


– Você não vai vomitar nada Byun Baekhyun se recoponha, você vai ter uma noite linda pode ter certeza, se ele não tivesse gostado não iria te chamar para sair hoje, agora vamos descer vou para minha casa me ligue quando terminarem de transar parecendo dois animais selvagens.


– Do Kyungsoo dizendo essas coisas e depois só eu que penso em safadeza.


– Chega né Byun, anda logo.



Eu e Soo descemos para o térreo e Chanyeol estava parado em frente ao carro dele, ele estava lindo com um casaco preto que passava besteira da cintura, com uma blusa preta e branca e de calça preta, quando ele me viu deu logo um sorriso, Soo cumprimentou ele e foi para casa deixando nós dois à sós.


– Boa noite Baek, você já era lindo e ficou mais ainda com o cabelo loiro - falou me dando um abraço e acariciando meus fios loiros.


– Boa noite Chanyeol, você está muito lindo também - falei abrindo um sorriso no rosto.


– Me chama de Chany, anda vem o restaurante não é muito longe daqui - falou puxando minha mão.


Nossa senhora do céu me protege de mais pensamentos nada castos com esse homem e que eu não vá estragar a noite amém. Entramos no carro dele e o caminho até o restaurante foi silencioso eu observava cada lugar da cidade e até ela está mais bonita esta noite. Depois de uns vinte minutos de percurso chegamos ao restaurante ele ficava numa parte mais alta da cidade e era um restaurante Italiano lindo, bem moderno e confortável estava cheio e o cheiro de comida entrava pelas minhas narinas e me deixava com mais fome ainda. Um homem nos guiou até nossa mesa que era num canto onde dava para ver uma parte da cidade e como eu tinha dito ela estava mais linda ainda, nos sentamos e fizemos os pedidos.



– Então as roupas ficaram boas? - falou enquanto bebia um pouco de água.


– Sim e obrigado eu amei elas.


– Que isso, mas você está realmente lindo loiro não me canso de olhar para você.


– Sério? obrigado, acho que você ficaria lindo também se mudasse a cor do seu - falei rindo.


– E com qual cor você acha que eu deveria pintar? eu queria deixar um pouco cinza mas acho que ficaria feio e as outras pessoas não iriam gostar.


– Não tem nada haver com o que os outros pensam e sim com o que você quer, acho que ficaria mais lindo ainda de cabelo cinza.


– Então quer dizer que agora sou feio? - falou rindo.


– Não, ai você me entendeu.


– Mas acho melhor deixar assim ficariam estranho ver um empresário com cabelo cinza.


– Já disse que é bom você fazer o que quiser.


– Você é diferente do que eu imaginei, sempre que via você na empresa pensava que era uma pessoa ignorante e sem graça, mas desde ontem que a gente começou a conversar mesmo que tenha sido besteiras estou tão interessado em te conhecer mais ainda - falou colocando a cabeça sobre a palma da mão fazendo carinho no meu cabelo com a outra.



Sabe o chão? quase fui parar nele, então quer dizer que ele reparava em mim também? GANHEI NA LOTERIA, ok que não é uma coisa boa mas ele notava isso já não é bom?.



– Até ontem eu era o ignorante sem graça e você o chefe duro e sério - ele riu - está sendo ótimo te conhecer.


– Também acho.



Ficamos nos olhando por um tempo mas o garçom chegou com os pedidos então nos ajeitamos nas cadeiras e fomos comer. Enquanto a gente comia fazia piadas sobre o prato do outro e para minha surpresa Chanyeol não achou estranho o jeito que eu como muito, repeti dois pratos e comemos uma sobremesa enquanto ele falava sobre algumas coisas da empresa e sobre como seu pai quer decidir as coisas na vida dele contei a ele sobre mim também e como ele soube ontem do caso de Soo não vi problemas em contar para ele, ficamos sentados conversando sobre mais coisas até quando ele viu o horário e achou melhor me levar para casa até por que temos trabalho amanhã.



A viagem de volta foi mais animada Chanyeol colocava músicas e a gente cantava eu pude ter o deleite de ouvir esse homem maravilhoso cantando ele é uma caixa de surpresas até cantar sabe fazer direito, mas errava a letra da canção então riamos igual à dois idiotas e com isso o tempo passou mais rápido e quando fui ver já tínhamos chegado ao meu prédio.



– Obrigado por me dar uma noite tão boa Chany, eu adorei o jantar.


– Só o jantar ou minha companhia também? - eu e ele rimos - obrigado você.


Chanyeol ficou me olhando por um tempo e começou a aproximar o rosto dele de mim ai meu deus ele quer me beijar de novo, fecho meus olhos e certamente vou me deixar legar pelo momento.


– Opa tem uma sujeira aqui no seu rosto - falou passando a palma da mão pela minha bochecha fazendo eu abrir meus olhos, então ele não ia me beijar? argh


– Ai que susto eu achei que você ia me beijar - falei dando tapas fracos no braço dele e ele começou a ter um ataque de risada.


– Calma Baek, eu estava brincando você é muito nervoso.


Então ele me puxou e selamos nossos lábios, mais uma vez nesse final de semana, ele subiu para meu apartamento e usamos a camisinha de morango.


Notas Finais


Oque vocês acharam? comentem se não tiverem gostado de algo ou se gostaram e sobre qual ship vocês querem que eu faça a oneshot
Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...