História Toy And Promise - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Brown Eyed Girls, Jay Park, Monsta X
Personagens Ga In, Hyung Won, I'M, Jay Park, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags Brown Eyed Girls, Hyungwon, Jay Park, Lemon, Monsta X, Romance, Wonho, Yaoi
Exibições 44
Palavras 2.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá! ><
Então... Eu demorei, não foi? Me perdoe, estava sem criatividade... E acabou que fiquei muito tempo sem escrever.
Enfim, espero que goste desse novo capitulo.

Capítulo 5 - Rosa, Laranja e Azul


Fanfic / Fanfiction Toy And Promise - Capítulo 5 - Rosa, Laranja e Azul

Pela primeira vez em séculos eu tinha acordado cedo, omma estava fazendo o café da manhã, o cheirinho delicioso invadia minhas narinas, fazendo minha barriga roncar igual a um motor de trator, incrível não? 
 MinHyuk estava muito ansioso, ele tinha acordado às cinco da manhã para vestir o novo uniforme - mesmo eu dizendo que não precisava chegar tão cedo -, seus cabelos estavam perfeitamente alinhados.

 - Ora, ora. Parece que alguém caiu da cama hoje, MinHyuk te acordou? - Omma deu um leve sorriso, estava colocando os pratos sobre a mesa. - Ele está muito feliz, disse que nem conseguiu dormir direito. 

 - Espero que ele não se decepcione com a nova escola, quer dizer... Lá não é tão bom. - Dei uma risada e abri a geladeira, procurando algo. - Onde ele está? 

 - Disse que precisava arrumar seu uniforme, acho que é a décima quarta vez que ele fala isso... Tadinho. - Omma deu uma risada e terminou de organizar as coisas na mesa, ela chamou appa, que veio rapidamente. - Querido, vá chamar MinHyuk.

 Afirmei com a cabeça e corri até o primeiro andar, abri a porta de seu quarto com toda força possível e dei um sorriso largo, ele estava em frente ao espelho ajeitando sua gravata, balancei a cabeça e fui até ele, por que estava tão preocupado? É apenas uma escola. Toquei em seu ombro, dando dois tapinhas logo em seguida, ele estava visivelmente preocupado.

 - Não precisa ficar assim! Você está indo para a escola, e não para uma festa do ministro, se ficar assim... As pessoas vão achar você esquisito. - Baguncei os cabelos brancos do garoto, na mesma hora, recebi um olhar maligno. - Não me olhe assim... Você fica mais legal com cabelo bagunçado. 

 - Mas... Eu tenho que causar uma boa impressão, imagina se eles começarem a falar de mim por as costas, e ficarem dizendo "o novato é estranho... Estou com medo! Saia daqui", vai ser muito assustador... - MinHyuk abaixou a cabeça, mordendo o lábio inferior logo em seguida. 

 - Eles não vão falar isso, se falarem... Eu mato todo mundo com minha kagune. - Dei uma risada, acariciando seus cabelos. - É só ser você mesmo, tenho certeza que todos vão te adorar, e as garotas vão gritar coisas como "MinHyuk oppa é tão bonito e inteligente! Por que eu não o conheci antes?" - Dei alguns pulinhos e fiz uma cara de desesperado, encenando a ação das garotas.

 MinHyuk deu uma gargalhada e afirmou com a cabeça, afrouxando o nó da gravata logo em seguida, ele respirou fundo e me deu um abraço, sussurrando um "obrigado" em meu ouvido, aquilo arrepiou até a alma, sua voz era um tanto rouca.

(...) 

 Estava tudo muito bem na escola, MinHyuk já tinha conseguido amigos e adquiriu até a confiança dos professores - incrível, para alguém que acabou de chegar. -, seu nervosismo, aos poucos, foi indo embora, e o verdadeiro MinHyuk apareceu, um garoto falante, fofo, inteligente e muito carinhoso, ele não parava de sorrir nem por um segundo, parecia uma criança de seis anos quando via seu brinquedo favorito - aigoo ~ tão fofo. 
 As primeiras aulas haviam acabado, era hora de correr e garantir minhas rosquinhas, felizmente, consegui duas - uma para mim e outra para MinHyuk -, ele estava um pouco nervoso por conta da concentração de pessoas na cantina, então tive que pegar para ele.

 - Então... Esse é MinHyuk, meu amigo de infância. MinHyuk, esses são meus amigos, JooHeon, HyunWoo, KiHyun e o chato do ChangKyun, ele é o mais estranho entre nós. - Dei uma risada ao falar sobre I.M, ele já estava um pouco irritado com aquilo. - E o HyungWon... Ele não está aqui, deve estar ocupado. - Suspirei, estava um pouco triste.

 - Oh! Eu não sabia que o novo aluno era amigo do WonHo, seja bem-vindo, MinHyuk. Espero que sejamos bons amigos. - JooHeon deu um sorriso, revelando suas irresistíveis e belíssimas covinhas, se levantando logo em seguida e fazendo uma breve reverência. 

 - Não escute o que WonHo diz, eu sou muito legal, e não sou esquisito, bom... Pode me chamar de I.M, não entendo porque colocaram esse apelido em mim, mas o que posso fazer. - I.M deu um suspiro, balançando a cabeça negativamente logo em seguida, ele deu um leve sorriso, o que era raro, e olhou para MinHyuk. - Você parece ser legal, diferente desse aí. - I.M apontou para mim com a cabeça, dando uma risada logo em seguida. 

 - Annyeong, MinHyuk. Acho que você já percebeu, mas vou falar... Eu sou o charme desse grupo, está vendo todos esses garotos aqui? Nenhum deles chegam aos meus pés. Acho que você é a primeira pessoa que vejo que é tão bonito quanto eu, parabéns. - KiHyun deu um largo sorriso, se levantando em seguida e fazendo uma reverência. - Seremos bons amigos!

 - Eu sou o HyunWoo, mas pode me chamar de ShowNu, muito prazer em conhece-lo. - ShowNu fez uma rápida reverência, voltando a sentar-se logo depois, ele não gostava muito de conversar com estranhos. 

 - Prazer em conhece-los! Meu nome é Lee MinHyuk, no momento eu não tenho um apelido, então, se quiserem, podem me chamar pelo nome. - MinHyuk fez uma reverência, um sorriso surgiu em seu rosto, ele parecia estar feliz. - Vocês são muito divertidos... E... Seu cabelo é tão legal! Como conseguiu deixar ele vermelho? - MinHyuk se aproximou de JooHeon, observando seus cabelos vermelhos, ele estava encantado. - É tão bonito. 

 I.M fechou a cara no momento em que MinHyuk se aproximou de JooHeon, tinha ciúmes anormal, ele era do tipo de pessoa que é seu amigo enquanto você não toca em algo precioso dele, com certeza, I.M tinha sentimentos pelo ruivo, só não admitia, ele era muito orgulhoso para dizer um "eu gosto de você" ou "eu te amo" para alguém.
 Tudo estava perfeito, até HyungWon aparecer com a barata asquerosa, mais conhecida como Son Ye Jin, só de olhar para aquela cara feia dava vontade de vomitar, Wonnie não podia ter escolhido algo melhor? Alguém como a Taiga, Minori... Até Ami seria uma vadia melhor! Mas ele tinha que escolher a pior de todas. Infelizmente, ela conseguiu encantar quase todos os garotos daquele local, o único que não caiu em sua lábia foi KiHyun, ele odiava qualquer pessoa que tentasse ser mais brilhante que ele, então, rogou todas as pragas possíveis para Ye Jin - i love you, KiHyun -, desde quebrar a unha na parte mais dolorida até ser atropelada por um trator. 
 Ye Jin sentou-se ao lado de HyungWon, ela estava parecendo uma... Eu não consegui nem explicar, saia extremamente curta, blusa com um decote absurdo, como o diretor permitiu que uma minhoca torta entrasse ali? Francamente... 

 - MinHyuk, você está vendo uma espécie única de cobra, ela tem pés e mãos, incrível, não é? - KiHyun deu um sorriso, lançando um olhar de ódio para Ye Jin. - Não se aproxime muito dela, porque é bastante venenosa. 

 - N-Não fale assim, KiHyun oppa, isso me magoa muito, parece até que sou um mal para a humanidade. - Ye Jin abaixou a cabeça, como se estivesse triste, ela agarrou o braço de HyungWon, o colocando entre os seios. - Não entendo porque você não gosta de mim... Eu nunca te fiz nada. 

 - Talvez seja porque você é uma jararaca oferecida. Bom, com licença, eu tenho que ir tomar um ar, acho que aqui tem muito veneno. - KiHyun se levantou e fez uma reverência, se despedindo, ele deu um breve sorriso e foi em direção às salas.

 - K-KiHyun! KiHyun hyung! Aigoo. Eu não sabia que ele odiava a Ye Jin, me perdoem. - HyungWon passou a mão nos cabelos, se levantando logo depois. - Eu vou atrás dele.

 - Ele deve estar com raiva de você também, deixa que eu vou, ele provavelmente está chorando agora. - ShowNu se levantou rapidamente, indo na mesma direção que KiHyun havia ido à alguns segundos atrás.

 KiHyun tinha a incrível habilidade de desaparecer entre os corredores, ele sabia exatamente onde ficar para que ninguém o achasse, o que não facilitou a busca de ShowNu, ele já estava desistindo, quando viu uma movimentação estranha no terceiro andar, o garoto ergueu uma de suas sobrancelhas, começando a correr em direção ao local.

 ~Yoo KiHyun~ 

Já estava cansado daquela jararaca com pele de humano, ela era a pior de todas, eu não aguentava nem olhar para seu rosto asqueroso, era muito irritante, dava nojo toca-la. Os garotos achavam que era apenas paranoia, mas eu sabia que ela era uma naja.
Minha única companhia naquele momento era o espelho, ele refletia a pessoa mais linda do universo - eu, mas isso não é novidade, estava tudo bem, até ShowNu adentrar a sala, quase arrancando a porta.
 Levei um susto no mesmo instante, ele estava ficando louco? Tenho o coração fraco... Poderia ter morrido. Soltei um longo suspiro, voltando a me olhar no espelho, sim... Eu estava ignorando ele, pelo simples fato de defender aquela bitche. Eu não queria fazer isso, ShowNu era meu melhor amigo, para vir até aqui, devia estar preocupado, porém, meu orgulho falou mais alto.

 - Você sabe onde se esconder... - ShowNu falou, puxando o fôlego, ele parecia cansado, o garoto apoiou as mãos nos joelhos, dando um sorriso logo depois. - Não fique isolado, isso é ruim para você. 

 - O que está fazendo aqui? Deveria estar com Ye Jin e os outros. - Falei em um tom rude, ainda me olhando no espelho, meu reflexo estava maravilhoso, admito. 

 - Você aguenta ficar sozinho por tanto tempo? - Ele deu um leve sorriso, se aproximando lentamente, eu estava ficando nervoso, por que ele estava tão perto? Aigoo. - Pode olhar para mim ao menos uma vez? Não existe apenas seu espelho no mundo. 

 Soltei um suspiro, continuando a me olhar no espelho, aquele objeto era a coisa mais importante para mim, eu não podia simplesmente largá-lo, não agora. Estava arrumando meu cabelo, quando ShowNu puxou rapidamente o espelho, o jogando no canto da parede, o garoto colocou as mãos na parede, me fechando naquele local, minha respiração ficou acelerada em questão de segundos, seus olhos negros fitando os meus, aigoo... Eu estava tão nervoso, um tanto assustado, não esperava aquela reação de ShowNu, ele estava fazendo para me provocar? 
 Antes que eu fizesse qualquer movimento, ShowNu segurou minhas mãos e me roubou um beijo, aquilo fez meu coração parar... E logo depois bater rapidamente, eu não sabia como agir, o garoto "atacou" do nada, eu não pude fazer nada. Ah, seus lábios eram tão macios, suas mãos, apesar de grandes, eram macias e quentinhas, dando uma sensação de conforto. Acabei cedendo, estava muito bom para desperdiçar, soltei minhas mãos e coloquei meus braços ao redor de seu pescoço, o puxando ainda mais para mim, seu corpo era tão aconchegante, eu poderia ficar ali o dia todo.
 Quando me dei conta, já estava contra a parede, as pernas ao redor da cintura de ShowNu, seus lábios entraram em contato com a pele gelada de meu pescoço, fazendo todos os pelos do meu corpo se arrepiarem, mordi o lábio, fechando os olhos por um momento, eu queria ir até o fim, porém, não podia, afinal, estávamos na escola. Virei o rosto, cessando o beijo, nossas respirações ofegantes, seus olhos negros me fitando com desejo, aigoo. 

 - S-ShowNu... Não podemos continuar com isso. - Falei baixo, puxando todo o ar de meus pulmões, as bochechas um tanto coradas. - Quase fomos pegos da última vez... Não podemos deixar que isso aconteça novamente. 

 - Estamos no terceiro andar... Ninguém vem aqui. - Ele voltou a beijar meu pescoço, dando leves mordidas, aquilo estava me deixando louco... Mas. - E você não vai fazer barulho, então... Sem problemas.

 ShowNu apertou minhas coxas, suas mãos eram tão fortes, acabei soltando um baixo gemido, ele deu um sorriso malicioso, voltando a me beijar, a cada toque, eu gemia mais e mais, o garoto sabia exatamente onde ficava meus pontos fracos. Depois de muito provocar, ShowNu finalmente fez aquilo... E ele era o melhor. 
 Eu estava ofegante, ShowNu fez um trabalho excelente, ambos estavam satisfeitos, arrumei meu uniforme, respirando fundo, os cabelos totalmente bagunçados.

 - Essa foi sua punição por sair daquele jeito... Se fizer isso novamente, será pior. - Disse ShowNu, com um sorriso travesso no rosto, enquanto dava um nó em sua gravata.


Notas Finais


Obrigado por ler até aqui! Me perdoe por qualquer erro ortográfico, não costumo ler meus capítulos... Então.
Nos vemos no próximo capitulo >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...