História Trabalhando com meu Inimigo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Iris, Kentin, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Violette
Exibições 146
Palavras 1.573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou atrasada ? Sim , muito mas eu posso explicar , bom eu estava com um bloqueio horrível e simplesmente não saia nada quando eu tentava escrever , então peço desculpas a vocês . Compensando a demora um capitulo com bastante treta , sei que vocês adoram ... Enfim .. Boa leitura

Capítulo 7 - O que esta acontecendo ?


Novamente nos dirigimos para o quarto mais próximo porem dessa vez acaba sendo o meu , puxo meu braço com força afim de me soltar , ultimamente ficar perto dele tem me causado sensações estranhas e sentir seu toque faz meu corpo ansiar por mais  e isso eu não vou permitir , além do mais ele não tinha o direto de me arrastar assim dessa maneira , por que ele ficou tão incomodado se a poucas horas esfregou na minha cara que não se importava com o que eu fazia ? Estou começando a achar que esse ruivo idiota é extremamente bipolar , so pode :

- Cara qual o seu problema ? – pergunto fingindo estar com raiva , eu não estava , na verdade eu ate gostei da crise de ciúmes que ele deu , não me perguntem o porque

- Estou indo – diz dirigindo sua mão ate a porta , seguro seu braço e o puxo ate mim , nossos corpos se chocam e ficam apenas a alguns centímetros de distancia , sua respiração se mistura com a minha , sinto meu corpo arrepiar ao senti-lo tão perto – O que você quer ? – pergunta em um tom ríspido

- Eu ... Eu não dei em cima dele – tento me explicar

- Você não me deve explicações – diz no mesmo tom

-  Eu sei é só que .. –

- Sabe Ariana – Castiel aproxima mais seu rosto do meu e põe uma mecha de cabelo que estava solto atrás da minha orelha , uma de suas mãos vai ate minha nuca , aproximou sua boca perto do meu ouvido , me arrepiei a sentir sua respiração novamente , fechei meus olhos novamente em expectativa -  Eu já falei e repito , não me importo com o que você faz apenas não estrague a missão – suas palavras meio que me fazem acordar do leve transe no qual eu estava , bufo com raiva e o empurro pra longe –

- Sai daqui agora idiota –

- Com muito prazer – diz  e se retira me fazendo gritar de ódio , o que que estava acontecendo comigo ? Por que ele estava me fazendo sentir-me daquela maneira , a cada aproximação , a cada toque , isso não faz sentido afinal eu odeio , não é mesmo ? Estava muito cansada pra questionar tantos problemas , resolvi ir  tomar um banho e em seguida dormir . Por algum motivo não encontrei com a loira do dia anterior , não que isso me importasse porem fiquei curiosa sobre o que ela estava fazendo uma hora daquelas , mas na situação que eu estava não tinha a mínima paciência pra me importar com tal fato .

**

Assim que acordei olhei pra cama a minha esquerda e bom , pelo que parece a garota já havia voltado , ainda estava dormindo e pela profundidade que seu sono aparentava ter a noite dela deve ter sido bem longa . Decidi que tentaria uma aproximação , por mais que ela tivesse sido uma baita grossa comigo no meu primeiro dia iriamos conviver uma com a outra então seria bem melhor se nos déssemos bem ,e outra é bem estranho ela desaparecer praticamente a noite toda , e com sua atitude extremamente estranha ela acaba  sim se tornando  suspeita .

Me levantei calmamente afim de não acorda-la , não sei se porque fiquei com pena dela ou porque simplesmente não queria ouvi-la gritar as seis horas da manha , porem não deu muito certo já que acabei esbarrando em algo que não vi muito bem e a minha terrível queda fez bastante barulho , resultando nela acordada e com uma cara de poucos amigos :

- Por que ? – pergunta com raiva – Não podia simplesmente levantar sem fazer barulho , você tem algum problema garota ? –

- Me desculpa – peço – Eu escorreguei em alguma coisa – digo me levantando

- Eu não me importo – se vira e afunda seu rosto no travesseiro

- Escuta – a chamo e novamente se vira porem agora me encara com uma cara péssima – Estou aqui a três dias e ainda não nos apresentamos – ela arqueou as sobrancelhas – Sou Ariana – me aproximo e estendo uma das mãos –

- Eu não me importo – diz e afunda novamente seu rosto no travesseiro me ignorando e deixando-me com cara de boca –

- Ok – sussurro pra mim mesma antes de entrar no banheiro

Já pronta me retiro do quarto enquanto minha querida e delicada colega continua dormindo , porem eu não me importo , tentei ser gentil mas já que ela não colaborou iriamos fazer da maneira dela . Segui ate o refeitório e após me servi vejo Rosalya , Kentin e a garota do dia anterior a tal da Iris acenando pra mim de uma mesa , um pouco mais a direita Castiel e ao seu lado Lysandre , adivinha quem ainda esta com raiva e nem um pouco afim de olhar pra cara dele ? Isso ai , eu . Me dirijo ate a mesa dos meus novos amigos informantes e me sento , eles me encaram  e parece que estão a procura de alguma informação :

- O que querem ? – pergunto com a sobrancelha arqueada claramente confusa

- Queremos saber – Kentin diz

- O que ? –

- O que rolou após a briga ? – pergunta Rosalya

- Ok , isso é pessoal – digo rindo – Mas estamos bem se é isso que querem saber – após minhas palavras o clima fica bem tenso , não entendo muito bem o que aconteceu , começo a comer e espero explicações porem nada vem – O que foi ? – pergunto confusa

- Nada – todos dizem em uníssono

- Ok , alguma coisa aconteceu – digo com convicção , não sou burra – Se não me contarem , irei descobrir

- Então .. Vocês estão mesmo bem ? – pergunta Rosa

- Sim por que ? –

- Porque não foi o que pareceu hoje de manha quando vimos ele beijando a .. –

- Debrah – deduzo sentindo meu sangue ferver , e não , não foi apenas por causa da missão , um motivo desconhecido me fez ficar com bastante raiva ao descobrir aquilo . Me levantei da mesa rapidamente e me dirigi ate onde Castiel estava , bati com raiva na mesa e vi todos no refeitório me encararem – Seu filho da puta traidor – grito e o vejo me olha confuso – Não acredito que beijou – digo indignada

- Ariana vamos conversar em outro lugar – diz baixo se levantando e vindo ate mim , tenta segurar minha mão mas o empurro com força

- Não encoste em mim – digo com raiva

- Vamos agora – ordena me fazendo rir , sem humor nenhum só pra constar

- Você não manda em mim seu babaca –

- Ok , chega – pareceu perder a paciência , seus braços foram ao meu redor e ele me carregou , comecei a me debater afim de me soltar porem foi em vão já que apesar de também ser uma espiã treinada ele tinha bem mais força que eu , assim que nos retiramos do refeitório ele me colocou no chão , e assim que meus pés o tocou eu soquei a cara de Castiel com toda minha força fazendo o gritar de dor e raiva – Merda , qual o seu problema ? –

- Não acredito que você fez mesmo isso – digo sentindo meu sangue ferver de tanto ódio

- Por que se importa ? –

- Você me humilhou seu merda –

- Isso não é só pela missão ne ? – pergunta curioso , baixo minha cabeça confirmando o que ele acabou de dizer – O que esta acontecendo ? Sabe que isso é apenas uma missão não sabe  ? Você não seria tão idiota a ponto de se apaixonar mesmo por mim não é ? – pergunta sério , não faço ideia do que responder – Seria Ariana ? – me recomponho

- Eu me apaixonar por você ? – riu falsamente – Você se acha não é mesmo ?  Escuta – me aproximo – Fazendo essa besteiras você vai acabar estragando a nossa missão . Isso pode não ser importante pra você , mas pra mim é então não estraga entendeu ? – digo e começo a me retirar

- Onde vai ? –

- Me resolver com uma certa puta – digo e saio de onde estávamos – Castiel não me segue , ao contrario , ele acaba voltando para o refeitório , caminho ate seu quarto , como sei onde é ? Bom depois de coloca-la na lista de suspeitos eu puxei toda a ficha da puta e descobrir algumas coisas uteis como qual é o seu quarto , parei frente a porta e bati duas vezes com uma certa agressividade –

- Quem é ? – pergunta do outro lado , não respondo , segundos depois vejo a maçaneta se mexer e logo em seguida porta se abri e dou de cara com Debrah – Olá Ariana – me cumprimenta sorrindo após me medir – Esta tudo bem ? – pergunta ironicamente

- Não , não esta nada bem –

- Aconteceu algo ?-

- Imagina , eu só vim te trazer algo – digo sorrindo

- E o que é ? –

- Isso aqui – digo e em seguida soco sua cara com toda minha raiva fazendo-a cair , me curvo para olha-la nos olhos – Isso é pra você aprender a não mexer com o que é meu entendeu ? – digo e saio deixando-a caída no chão e provavelmente com muita raiva de mim .


Notas Finais


Ariana apaixonada ? Só eu que fiquei com pena da dela ? Castiel filho da puta como sempre , alguém mais quis soca-lo também ? E a Debrah ? Sempre se metendo onde não deve , alguma sugestão do que faze com ela ?

Mas uma vez desculpa a demora , queria muito saber o que estão achando da historia

Favorita se gostou e comenta o que achou ..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...