História Tracing Destination - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Justin Bieber, Lily Collins, Margot Robbie
Tags Abandono, Drama, Romance, Traição
Visualizações 20
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores.. Demorei a postar porque tava salvo no meu celular e quando colava aqui não aparecia, logo tive que reescrever novamente.
Ficou pequeno... mas espero que gostem.

Capítulo 2 - Porque ele morreu


Nova York, 06:00 PM 2017 

Dois anos depois

POV Justin Bieber 

    Estava na sala do meu escritório com Ryan pensando em o que fazer pra limpar a imagem do Dillan.


    - Jogador que mais me causa problemas, já não to mais aguentando administrar alguém que gasta o dobro do que recebe. - Ryan ri da minha frustação 


    - Calma Bieber, isso muda! Lembra quando você era assim? 


    - Eu não era assim seu cuzão - fecho o notebook desistindo de contabilizar, pois não passava de tempo perdido. 


    - No início era sim, depois foi controlando graças ao Jeremy.


    - Graças? Ele só me roubava Ryan, não Viaja! O que eu não gastava ia pro bolso dele.. 


    - Justin olha pra tudo o que você tem, para de reclamar velho.


    - Vai se foder Ryan, agora sai que preciso fazer umas ligações sobre alguns patrocínios - ele se levantou meio contrariado parando na porta.


    - Depois entra naquele site que te falei, tem cada universitária. - Eu não entendia do porque Ryan gostava tanto dessas universitárias, tudo bem que são gostosas pra caralho, mas são tão fúteis velho. 



[...] 
  


    Já tinha terminado por hoje, estava na internet pesquisando sobre o Dillan, pois eu tinha pago pra que saísse os vexames que ele passou na festa de patrocínio... Quando aparece um anúncio sobre o site de relacionamento que Ryan tinha falado mais cedo. Cliquei no anúncio ainda receoso, estava sentindo algo estranho, como se fosse uma espécie de expectativa mas ao mesmo tempo um otário por perder meu tempo nessa bobeira.


    Me cadastrei como JB e com uma foto de um cara aleatório do Google, assim que confirmei, algumas meninas me chamaram, fiquei ali enrolando, mas eram papos tão imaturos que fechei o chat, arrumei minhas coisa e sai do prédio.



[...]


    Tinha uma reunião no bar do Hotel em que Duncan  -  jogador que me deixaria bilionário caso fechasse contrato  -  estava hospedado. Encontrei com Ryan no hall e logo a recepcionista estava nos acompanhando até  onde nos esperavam.

    - Boa noite - cumprimentando a todos me sentei e procurei ser rápido - Vamos ser direto, não estamos com a vida ganha não é mesmo? Estou disposto a pagar 90 mil com... - ouço um merda me interrompendo com Ryan já imaginando o que eu poderia fazer à aquele homem. 


    - O meu cliente não aceita nada abaixo de 110 mil dólares - ele sorri debochado mostrando um dente nojento de ouro no meio. 


    Respiro fundo prosseguindo


    - Como eu ia dizendo antes de ser interrompido, estamos falando de 90 mil com 40 garantido, é o melhor contrato depois do jogador mais caro. 


    - Porque meu cliente não poderia ser o mais caro? O senhor está insinuando que ele não... - o interrompo antes de toda confusão iniciar. 


    - Não senhor. Estou querendo dizer que o valor estimado é muito além do que posso oferecer. Ele nem está no auge da carreira, porque eu pagaria o valor do jogador mais caro sem ter a potência em mãos? - respiro mantendo minha pouca paciência - O contrato está aqui Duncan, leia e me ligue, caso recuse, boa sorte em achar uma oferta melhor.


    Me levanto deixando Ryan pra trás, aquele cara só podia ta tirando uma com minha cara. Entro no meu carro rumo ao meu apartamento.



[...]


    Depois de um banho, deito na cama procurando por meu celular, e entro no site, vi que uma garota de cabelos e olhos castanhos me chamava atenção esbanjando uma beleza natural diferenciada, seu user era Dançarina Anônima. 


    Parecia um anjo mas ao mesmo tempo com um olhar forte de.... malícia. Uma dúvida pairava sobre mim, seria certo chamar uma menina de 19 anos? 


    E me fazendo levar um susto, meu celular começa a apitar com um número restrito aparecendo no visor.


                  Ligação On 
    - Alô - ninguém se manifestava, ouvia apenas uma respiração pesada - Alô? 


    - Me des-desculpe - e um baque me agride no momento em que reconheço aquela voz - Eu sinto sua falta amor sinto saudades, preciso de você, preciso do seu amor. 


    - Meu amor não foi suficiente pra você, e nunca será - Fiz uma breve pausa, tomando fôlego - Porque ele morreu.
                Ligação Off


    E naquele instante eu despertei sentindo a raiva me consumir.  

Narrador

E o rapaz naquele instante voltou a se sentir perdido novamente, entendendo o verdadeiro significado de  "ao mesmo tempo que está no céu, quando menos esperar poderá estar no inferno" .

 

Mas o que ele não podia imaginar era que essa jovem bela e aparentemente um anjo, poderia ser o seu mais novo inferno, mas que ainda assim, seria quem o poderia ajudar a superar.

 

 

     
 

 

 


Notas Finais


E ai? Gostaram? :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...