História Trafficker's love - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Caitlin Beadles, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Jaxon Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Barbara Palvin, Justin Bieber
Visualizações 76
Palavras 973
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


voltei,desculpa não ter postado nesse final de semana

Capítulo 7 - Festa part 2


Fanfic / Fanfiction Trafficker's love - Capítulo 7 - Festa part 2

Ainda de mãos dadas com justin,subimos até um quarto no primeiro andar mesmo,já que séria mais fácil quando fossemos pular.Entrei no quarto de hóspedes e rápidamente soltei a mão de justin,esse lance de mãos dadas já estava me imcomondando.Fui até o closet e peguei algumas armas e facas escondidas.Sai do closet com a minha deset eagle na mão,ainda não tinha usado ela desde que cheguei aqui,fui até uma mesinha e apoiei minha perna direita na cadeira,deixando toda ela de fora graças a fenda.

Percebi olhares de justin sobre mim enquanto pegava suas armas e isso já estava me incomodando.

- O que foi,justin? - perguntei sem olha-lo

- você vai mesmo com esse vestido apertado e esse salto? - ele parecia indignado

- sim,sei me virar com essas roupas.Não se preocupe - sorri cínica

- não estou preocupado - seu olhar desceu até minha perna novamente e subiu para minha bunda,rápidamente mordeu os lábios.

- E pare de olhar para meu corpo - revirei os olhos

- estranho séria se eu não olhasse - revidou

Bufei e tirei minha perna da cadeira,minha arma e a faca já estavam posicionadas na minha perna.Esperei justin terminar de colocar algumas armas em uma bolsa e sentei esperando o comando de Chris.

- já estou no galpão,já está tudo preparado - chris avisou pelo ponto no meu ouvido

- ok.Vamos lá - falei

justin assentiu e me seguiu até o parapeito da janela

- Damas primeiro - sorrio falso

- Quanto cavalheirismo - revirei os olhos

Passei uma perna pelo parapeito e depois passei a outra.Me equilibrei e posicionei minha perna em um tipo de escada que tinha na parede,Desci ccom cuidado até chegar no chão.Me virei e pedi para justin jogar a bolsa com armas,logo após ele desceu e fomos em silencio até a saida da casa.

- droga.Não podemos ir - praguejei vendo um segurança de Mason perto da porta

- o que? porque? - apontei para o segurança e justin bufou visivelmente irritado

- Christian,resolva isso agora! - ele quase gritou

- tudo bem,porra - falou chris pelo ponto

Depois de um tempo uma puta chegou perto dele e começou a flertar e parecia que não estava dando muito certo já que o segurança empurrou a mulher varias vezes e parecia irritado

- sério Christian? a história da puta? - falei frustada

- você queria o que?nenhum homem rejeita mulher e essa é uma das nossas mulheres - rebateu

Bufei e devolvi a bolsa a justin que me olhou como se soubesse o que eu fosse fazer.Amarrei a sai do meu vestido do lado contrario ao da fenda,deixando que toda a minha perna ficasse a mostra e quase mostrando a calcinha.Tirei minha arma e a faca e entreguei a justin,ajeitei meu decote e abaixei uma alcinha do meu vestido para que o decote mostrasse mais o que devia.

- você me paga,Christian - resmunguei e ouvi os meninos rirem pelo ponto

- nossa,não faça isso com a gente - falou chaz - estamos vendo tudo pela camera e nossa tenho nem o que dizer - É.Eu sei que estavam,olhei para camera e mostrei o dedo do meio

Justin estava vidrado e não desviava o olhar do meu corpo.Respirei fundo e rebolei o máximo que conseguia indo até o segurança,ele me olhou de cima a baixo e mórdeu os lábios.

- huh...senhorita? - ele parecia nervoso.Seu olhar ia do meu decota a minha perna desnuda

- só estava passeando por ai - cheguei mais perto e passei a mão no seu peitoral coberto pelo terno - Essa festa não está tão boa - fiz cara de cachorrinho que caiu da mudança.

Cheguei mais perto e beijei seu percoço,mordi o lóbulo da sua orelha e ouvi ele arfar.

- se...senhorira,estou a trabalho - engoliu em seco me afastando

- nem para uma rápidinha? - desci minha mãe e deixei um leve aperto em seu membro

Ele arfou.Peguei sua mão e deixei em cima da minha bunda,onde ele apertou.Fingi um gémido e deixei um chupão em seu pescoço.Senti sua ereção,que já era vísivel,ele levou sua mão até minha perna direita e apertou minha coxa.

justin pigarreou pelo ponto e eu revirei os olhos

- já pode acabar com isso - resmungou justin

Sorri máliciosa e me afastei,deixando o homem confuso

- o que está fazendo? - perguntou

- podemos terminar isso depois do seu trabalho - sorri e ele retribuiu - agora vá resolver isso - apontei para sua ereção

Ele saiu dali correndo.Suspirei e chamei justin.Quando ele me entrou minhas armas,percebi que estava ofegante e com uma cara de desespero.

- o que aconteceu? - perguntei confusa correndo para a outra rua

ele apontou para o meio de suas pernas,ele estava de pau duro e por minha calça.Arregalei os olhos e ele deu de ombros.Chegamos onde os carros estavam e os meninos não estavam muito diferentes de justin,enquanto Caitlin só revirava os olhos.Assim que cheguei a atenção deles vieram para mim.

- precisava fazer isso? - perguntou ryan

- olha o que você fez com a gente - chaz apontou pro seu membro

- ta.ta.Vamos - falei - vocês resolvem isso mais tarde

- onde está seu carro? - perguntou justin,percebendo que só tinha quatro carros ali

- não vou de carro,vou de moto - apontei para minha suzuki

- É mais seguro de carro - afirmou

- Mas é mais radical de moto - pisquei para ele e fui em direção a minha moto.Ajeitei meu vestido e subi da moto.

- chris? - chamei pelo ponto - Chris? - e nada - CHRISTIAN CARALHO! - gritei

- cheguei.Cheguei - falou ofegante

- onde estava? - perguntei

- No banheiro.Precisava me aliviar - falou.Revirei os olhos - tudo bem.o Mason está lá e tudo está sobre controle.Vão

Liguei minha moto e sai catando pneu pela estrada.


Notas Finais


me desculpe a demora.Tive os problemas ai....mas enfim espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...