História Tragédia Agridoce - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Jason Grace, Nico di Angelo, Octavian, Percy Jackson, Piper Mclean
Tags Jasiper Percabeth
Exibições 16
Palavras 1.471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi, daqui que começa o Jasiper

Capítulo 12 - Seja meu professor!


Aula, aula e mais aula, será que não tem descanso nessa escola?  O dia esta um tédio e ainda falta quatro horas para as aulas acabarem e para piorar tudo a aula que estou tendo agora é Álgebra. Nada de interessante acontece. Estou quase dormindo enquanto o professor Richard explica alguma coisa que não estou interessada de saber. Tiro meu celular de dentro do estojo - meu (e das minhas amigas) lugar secreto para usar o celular dentro da aula. -, mando uma mensagem no grupo “Retardada do HJS” e logo vejo Amy, Annabeth, Hazel, Calipso e Thalia dando risadas abafadas. O professor tonto como é nem percebe. A porta da sala se abre e uma menina seguida por três meninos entram na sala e vão até ao professor. Vejo que Amy se encolhe na cadera e pelo que percebo as garotas que entrou encararam ela, acho que não sou a única que percebe isso pois em poucos segundos começa a chegar varias menssagens no nosso grupo.

Chat on

Tatalia: O que foi Amy?
Annabe(beth)lle: Você conhece ela?
Amylia:  Ela é só uma vadia que eu tive o desprazer de conhecer na viagem que eu fiz com o Dan e a Nellie  pelo o mundo nas férias.
Eu: Vadia boa ou uma vadia ruim?
Amylia: RUIM!!!!!
Hazel Grace: Ishi que azar, parece que ela vai estudar com a gente.
Cali: Bota azar nisso, parece até que Tique* esta tirando com a sua cara.
Amylia: Eu tinha pensado em alguém do clã Ekats ou do clã  Janus ou até mesmo do clã Lucian  tentando tirar com a minha cara mas se você disse Tique eu acho que só pode ser ela mesmo.
Eu: Gente bora parar aqui, o Rich ta levantando.

Chat off

O professor que agora estava em pé, olhou para a turma inteira e então disse:
—  Gente esses são os nossos novos alunos, Sinead Starling, Ned Starling, Ted Starling e Ian Kabra. Querem se apresentar a turma?
—  Ah, mas é claro professor.  —  Amy se encolheu ainda mais na cadeira quando a tal olhou Sinead Starling diretamente para ela. —  Oi, meu nome é Sinead Starling e tenho 16 anos e eu vim da Inglaterra junto como o meu irmãos  Ned e Ted  e o meu primo Ian e, ah! Eu e eles somos primos da garota ruivinha da segunda fileira, Amy Cahill. — Tanto eu quanto as outras meninas olhas para Amy que ao perceber nossos olhas da de ombros.
—  Sinead você pode se sentar atrás da... — ele analisa a sala — senhorita McLean, na quarta fila a menina com pequenas tranças com penas, Ted e Ned vocês dois podem se sentar naqueles dois lugares vagos na primeira fila e Ian o senhor pode se sentar ao lado da sua prima Amy.  — Assim que o professor diz isso Amy arregala os olhos e se esconde ainda mais na cadeira. Parece que ela não gosta muito dos primos ingleses.  Sem conseguir controlar a minha curiosidade mando uma mensagem no grupo.

Chat on

Eu: AMY COMO ASSIM A VADIA RUIM  E OS TRÊS MENINOS É DA SUA FAMILIA?ISSO É VERDADE?
Tatalia: AMY PORQUE O BOY QUE PARECE O TYLER POSEY* ESTÁ TE ENCARANDO COMO SE A VIDA DELE DENPENDESSE DISSO?
Annabe(beth)lle: AMYYY RESPONDE AS PERGUNTAS PARA MIM PODER FAZER OUTRAS. ISSO. VAI. DIGITA LOGO MENINA!
Amylia: Nossa meninas pra que o caps lock? E sim Piper é verdade, a  Sid, o Ted, o Ned e o Ian são meus primos, infelizmente.  E Thalia o boy que parece o Tyler Posey se chama Ian okay? Ele é um idiota.  E por favor, não façam mais perguntas! ._.
Eu:  Afe Amy, agora não vou perguntar nada mais depois... Não prometo nada.
Annabe(beth)lle:  Idem
Cali: Idem¹
Tatalia: Idem²
Hazel Grace: Também não prometo nada.

Chat off

Depois da surpresa com os alunos novos a aula ficou mais interessante, ninguém conseguia prestar atenção no que o professor explicava. O grupo da nossa turma (segundo A) não estava parado como sempre e não sei como mais os novatos já estavam nele quando eu abri para ler as mensagens. Exatamente quarenta e três minutos depois de que os alunos novos entraram o sinal bateu.
 — Alunos esperem mais um pouquinho. Starlings e Kabra se quiserem podem sair da sala. — Disse o professor. Eles não sairam. — Eu vou chamar vocês para virem até a minha mesa e vocês vão pegar os testes que fizeram na quarta passada.
 Ele começou a chamar em ordem alfabeta, a, b,c,d... A maioria das pessoas que pegavam seus testes sorriam com o resultado. Quando chegou à letra "J' eu estranhei por ele não ter chamado Jason, o professor pulou ele, chamou: Jasminne, Jane, Jace, mas não Jason.
J,k,l,m,n,o,p! Ah, finalmente!
— Piper McLean.— ele me chamou, me levantei e fui até ele.  Ele parecia decepcionado.
— Sim? — ele me entregou o teste. Olhei horrorizada para a a folha de papel em minha mão. Não... Deuses minha mãe vai me matar por tirar 1,4 em um teste que valia 5. — Mas... eu estudei! Não tem um outro teste substituto para essa nota? eu não posso ficar com essa nota!
— Tem e é por isso que eu deixei o sr. Grace na sala. Jason, venha aqui. — chama o professor. Jason se levanta e vem até a mesa, ele olha para mim com se eu fosse um mine rato recem nascido, um bicho horrivel que enche as pessoas de nojo.
— Sim, professor? Eu fiz algo errado?
— Ahn... Não Jason ao contrario, você fez tudo certo. A sua nota foi a melhor da turma e por isso eu gostaria de lhe pedir para que você ajude a nossa querida senhorita Piper a estudar para o teste substituto, para ele conseguir nota suficiente para passar esse bimestre.
— Não.
— Oi? — Falo indignada.
— Me desculpe professor mas eu não acho que conseguiria ensinar algo para essa garota. —Diz ele apontando para mim, o professor passa a mão entre os cabelos, gesto que eu tomei com sinal de nevorsismo.
— Então... Acho que você vai ter que passar alguns dias estudando sozinha. O seu teste será feito dia 17. Você terá duas semanas e mais alguns dias para estudar. Bem, é isso. Senhor Pietro.
Jason sai da sala, vou até minha mesa e pego meu celular e somente depois disso eu saio da sala. Como não teríamos a próxima aula por motivos de eu não sei porque não estava prestando atenção, vou atrás de Jason. Ele só poderia estar de brincadeira com a minha cara, ele tem que me ajudar ou não vou conseguir passar nessa droga de teste!
Procurei ele por quase toda a escola mas não consegui achá-lo em lugar nenhum e foi ai que me veio a idéia! Mas era claro, como eu ainda não tinha pensado m procurar ele na biblioteca?! Corri o mais rápido possível para a biblioteca, quando cheguei à biblioteca já estava quase morrendo por ter corrido muito, entro nela e procuro-o com os olhos, mesa por mesa, olho para as estantes e vejo ele saindo de uma delas.  Dou um, dois, três, quatro, cinco passos em direção a ele que ainda nem percebeu a minha presensa ali ou percebeu e apenas ignorou.
—  J-Jason...? — Gaguejei. Deuses eu sou ridícula. Ele me olha e por alguns instantes nós nos encaramos como se o fim do mudo dependesse disso e então ele quebra a nossa pequena conexão.
— O que você quer?  Se for sobre eu te ajudar nem vem, eu não vou te ajudar.
—  Ahn Jason, por favor! Eu preciso da sua ajuda.
— Não.
— O que você quer? Eu posso pagar para você me ajudar. — Ele me olha de cima a baixo como se eu fosse uma vagabunda, uma.... Ah Jason não me olhe assim, machuca.
— Você acha mesmo que pode me comprar?
— Não é só que...
— É só que nada, Piper.
— Jason me escuta, eu preciso da sua ajuda. Eu realmente preciso. Você acha mesmo que eu viria aqui por pura vontade falar com você se eu necessitasse da sua ajuda?  — Ele parece pensar.
— Okay. Diga o que você quer que eu faça.
— Eu quero que você seja meu professor.
— E o que eu ganho com isso? — Ele pergunta e eu o olho como se pensasse.
—  A minha presença? — sorrio de lado, mordendo o lábio.
— Isso não é muito, mas... Eu te ajudo, com uma condição.
— Qual?
— Quero que não conte para ninguém.
— Ta. Então, temos um trato? — estico a mão direita para ele, que a aperta e diz:
— Temos, agora dê o fora e me deixe em paz.
— Mas... Que horas vamos estuda?
—  Hoje à noite, passe no meu dormitório depois do toque de recolher.
Ele se virou e pegou um livro com o titulo em outra língua, dei de ombros e sai dali, pensando no porque de Jason não quer que eu conte a ninguém sobre nossas aulas 'particulares' de álgebra.


Notas Finais


Tããã Olha o cap novo!

E então? qual a opinião de vcs?

Tique: Deusa da sorte seja ela boa ou má ela também dá esperança e a forma romana dela é Fortuna.

Tyler Posey:Tyler Garcia Posey é um ator americano, mais conhecido por participar de Teen Wolf como Scott McCall.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...