História Tragedies - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pierce The Veil, Sleeping With Sirens
Personagens Jaime Preciado, Kellin Quinn, Mike Fuentes, Personagens Originais, Vic Fuentes
Tags Kellic, Perrentes
Exibições 33
Palavras 254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Adivinha quem ressurgiu das trevas?????

Capítulo 6 - Bad Dream


Fanfic / Fanfiction Tragedies - Capítulo 6 - Bad Dream

Narração ON

O que você faria se acordasse em um repleto vazio, sem poder ver nada, mesmo estando de olhos abertos?
Foi a pergunta que se passava na mente de Kellin quando acordou.

Tentou se levantar, mas suas pernas pareciam ser bigornas o impedindo de se mover. Tateou as paredes ao redor para ter uma ideia de onde estava, percebendo os casacos pendurados acima de sua cabeça, começou a bater contra a porta do armário e a gritar pedindo socorro.

O som de sua voz saia estridente e completamente desesperado, com toda a agonia que sentia.

O que mais o incomodava era o silêncio que permanecia do lado de fora. Ele continuava a pedir socorro, a essa altura suas lágrimas já banhavam seu rosto. Suas mãos já estavam doloridas, tinha quase certeza de que sua pele estava marcada. Implorava pela ajuda de qualquer um, o silêncio do lado de fora permanecia, o deixando mais desesperado.

Ouviu o som de passos no piso de madeira, denunciando a presença de alguém ali. Os passos eram lentos porém pesados, Kellin recuou, com medo de quem abriria a porta.
A luz invadiu o lugar, o menor apenas fechou os olhos e esperou algum impacto.

Sentiu uma forte mão o puxar pelos braços, um pano umedecido foi ao encontro de sua face, sobre o seu nariz, se mantendo ali. Kellin se debateu enquanto sentia o cheiro enjoativo do líquido posto no pano. Aos poucos, sua visão foi se embaçando e seu corpo relaxando ivoluntariamente, voltando a dormir.

Um pesadelo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...