História Tragedies - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pierce The Veil, Sleeping With Sirens
Personagens Jaime Preciado, Kellin Quinn, Mike Fuentes, Personagens Originais, Vic Fuentes
Tags Kellic, Perrentes
Exibições 36
Palavras 476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Ponta Cabeça


Narração ON

"Um pesadelo..."

Kellin acordou sentindo um forte tapa estalado em seu rosto. Ao olhar ao redor se sentiu desnorteado como nunca.

Aos poucos foi recuperando seus sentidos. Percebeu que suas mão e pés estavam amarrados a sua cintura presa por uma corda em uma cadeira. Olhou para si mesmo e notou que estava vestindo uma blusa larga de um time de football qualquer.

-Finalmente acordou, achei que estava morto. -Ouviu o voz de Brian proferir.
O lugar era escuro, parecia um galpão abandonado, foi o que Kellin concluiu ao olhar ao redor.

-Nada a dizer? -Perguntou. Kellin continuou em silêncio.-Nem uma palavra? Xingamento? Nem uma ofença? -Brian perguntou face a face de Kellin enquanto apoiava ambas as mãos nos apoios da cadeira.

-Eu poderia te deixar descançar um pouco e esperar que você fale algo.-Ele disse se distanciando do mesmo.-Mas eu não tenho tanto tempo assim.

Brian se afastou minimamente de Kellin, foi quando o menor viu que o mais velho havia pegado uma corrente de aparência grossa. Ouviu o som da mesma ser arrastada pelo chão enquanto Brian voltava a se aproximar.

-Eu tenho um método muito bom para fazer outras pessoas falar. -Disse enquanto puxava um gancho preso à uma parede alta.

Prendeu a corrente no gancho e foi até perto de Kellin. Se abaixou e tirou um canivete de seu bolso, usando a faca para cortar a corda que prendia seus pés e sua cintura. Guardou o canivete novamente e contornou os tornozelos finos de Kellin com a corrente, prendendo os pés do mesmo novamente.

Puxou para ter certeza de que estava firme.
Puxou Kellin pelo braço esquerdo o pondo de pé. Foi caminhando até uma escada de ferro que ficava ao lado de uma sala com janelas amplas no segundo andar. Se pôs sentado em uma cadeira que ficava de frente para a janela e para um painel repleto de botões e alavancas.

Apertou um dos botões e puxou uma das alavancas enferrujadas. Kellin automaticamente caiu no chão sendo arrastado pelos pés. A corrente foi puxada para o alto, junto do corpo de Kellin, o mesmo agora gritava como nunca, sentindo como se seus tornozelos estivessem se partindo.

Sua pele era cortada aos poucos, sentiu seu sangue ainda quente escorrer por suas pernas e logo banhando minimamente ao seu corpo.

A incerteza de sentir seus pés se partindo se tornou uma confirmação ao ouvir o som de estalos seguidos vindo dos mesmos junto ao grito agudo e estridente de Kellin. Seu sangue corria para sua cabeça que agora pesava como se pedras tivessem sido amarradas ao seu pescoço.
Seu sangue escorria vagarosamente por seu corpo, e agora escorria por seu pescoço e inundava seu rosto, quase não conseguia respirar.
Brian desceu as escadas novamente, saltitando como uma criança.

-Kellin! -Chamou divertido.-Isso é apenas o início! Você ainda não viu nada!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...