História Traídos Pelo Coração - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sasori, Sasuke Uchiha, Yahiko
Tags Kuraita, Leegaa, Narusasu, Nejikiba, Sasodei, Yahinaga
Exibições 118
Palavras 15.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yoo Minna-San <33

Trouxe outro capitulo pra vocês :33
Desculpem os erros

Boa Leitura
|Não relida|

Capítulo 18 - Capitulo 18


Fanfic / Fanfiction Traídos Pelo Coração - Capítulo 18 - Capitulo 18

Estavamos na sala da casa da meu padrinho porque não estamos parando em casa desde que tio Madara voltou, e nesse momento discutiamos sobre quem giraria a garrafa. A gente ia jogar Verdade ou Consequência quem jogaria? LISTINHA NECESSÁRIA QUASE SEMPRE, briks é para vocês ficarem cientes de quem vive aqui

 Kiba, Neji, Suigetsu, Karin, Gaara estava lá também o mais animado pra jogar era ele, Lee, Shikamaru dormia no chão ao lado de Temari, Deidara estava na rodinha também conversando animadamente com Sakura e Hinata

 Meus padrinhos, meus tios e meus pais estavam nos fundo conversando sobre assunto de velho, Mebuki havia saído não sei fazer oque, meu irmão estava ali no sofá jogando video game com Kisame (Sim Minna, na casa do tio Minato tem um video game ^3^)

- Tá vamos resolver essa porra que nem homem - Naruto diz - No três... Um, dois, três

 Aish e lá vamos nós de novo

- Jo Kên Po! - Neji, Naruto e Lee dizem antes de posicionar a mão e lançar

- Infantis... - Kiba resmunga deitando a cabeça em minhas pernas 

- Crianças... - Gaara diz rindo da cara de derrota de Naruto

- Saiu por que foi burro todo mundo quando joga começa com tesoura, mas Naruto é o diferentão começa com papel - Suigetsu fala e suspira - Desempata logo - E assim Lee e Neji partem para uma revanche

- Jo Kên Po! 

 E foi dessa maneira que Neji girou a garrafa 

- Bofe você não presta nem pra ganhar em pedra, papel, tesoura seu inútil - Gaara se senta ao meu lado fechando a roda que existia no tapete da sala 

 Neji gira a garrafa caindo o seguinte; ele pergunta para Suigetsu 

- Espera antes de começar quero deixar as regras claras - Karin diz e todos a olham - Se a pessoa pergunta Verdade ou Consequência e você escolher Desafio, você só pode trocar para Verdade uma vez

- Fechado! - Sakura fala e sorri

- Verdade ou consequência? - Neji pergunta e Suigetsu sorri

- Consequência!

- Te desafio a beijar a Karin (MEU SHIPP <3) - Ele arregala os olhos e dirige o olhar até Naruto e Sasori que estava no sofá, Karin revira os olhos

- Assim se fode com a vida do tio aqui 

- Se tocar em Karin eu juro que arranco suas bolas e amarro elas em sua garganta - Kurama diz indo em direção da escada, ele havia acabado de passar por nós

- I-isso foi uma ameaça? - Ele pergunta e o ruivo sorriu e fechou os olhos negando 

- Um aviso - E assim ele subia para seu quarto (Apesar que ele nunca fica aqui e só vem por que minha madrinha o obriga)

- Verdade... - Suigetsu murmura e Neji sorri

- É verdade que você já beijou a Karin? (MEU SHIPP <3) - E mais uma vez ele arregala os olhos, a pergunta de Neji chamou a atenção do meu namorado ciumento e de Sasori e ambos olharam o albino tipo: "Cê fez isso bexa?"

- Na-na moralzona Neji o que você tem contra mim? - Sim ele está com medo

- Foi só uma pergunta e você tem que responder - O sorriso sapeca no rosto de Neji era evidente

- Okay, nós ficamos duas vezes SÓ DUAS VEZES! 

- Corre... - Deidara fala baixinho a ele e Sasori se levanta da onde estava

- Vacilona... - Falei e Naruto apenas o olhou e se levantou

- Tá com medo então se esconde... - Por fim Gaara completa a melhor musíca ever <3

- Sabe minha mãe sempre quis que eu virasse médico, posso testar minhas habilidades em você? Mas não me certifico que tu saia vivo - O tom de voz frio dele me dá muito medo

 Suigetsu olha Karin que reclamava de algo e ele não pensou duas vezes antes de correr até a porta, Sasori revirou os olhos e foi atrás dele

- Desistiu? - Neji perguntou a Naruto 

- Pelo menos com o olho roxo Suigetsu volta - Naruto voltou a se sentar, não antes de olhar feio para Karin 

- Eu giro no lugar dele - Sakura diz e gira a garrafa

 Saky girou a garrafa e caiu o seguinte: Gaara pergunta para Deidara

- Se fodeu - Naruto fala e me olhou e do nada pisca para mim, vou ser estuprado outra vez essa noite ¬¬

- Verdade ou Consequência gatinho? 

- Alguma dica? - Pergunta para Naruto já que é melhor amigo do ruivo ao meu lado

- Com as duas opções você se fode

- Acho que ele não sabe de nenhuma verdade minha não é? - Naruto dá de ombros - Verdade...
 
- É verdade que na vez em que Itachi e Kurama "namoravam" - Fez aspas com os dedos - Você beijou Itachi por que gostava do irmão do Naru e sabia que se você se declarasse a ele, ele ia te negar? - Aish...

 Itachi parou de jogar seu joguinho fazendo o mesmo perder na luta e ele olha o ruivo e depois Deidara que se mantinha corado e com o rosto fechado, isso fez meu Nii-San abrir a boca em um perfeito, assim como eu até porque né?

- I-isso foi a muito tempo hm... Eu era bem menor naquela época tinha uns dez anos quando achei que gostava dele, mas isso mudou muito de uns tempos pra cá

- Só por que ele te bateu? - Gaara pergunta e Deidara dá de ombros

- Também... Quem disse que ele me bateu? Não sabe se eu bati nele hm?

- Desculpa mas quando Kurama mudou para Kumogakure ele tinha treze e metia a mão na cara de qualquer um, eu lembro que estava na quinta série e ele na oitava ele tomou suspensão de cinco dias por quase afogar um garoto na piscina do colégio - Os olhos do loiro se arregalaram brevemente

- Eu lembro dessa época - Naruto diz e gargalhou - Pensa em alguém que ficou de castigo por um mês sem celular, computador ou sair de casa sem ser pra escola

- Tia Kushina colocou Kurama de castigo por um mês? - Gaara pergunta e começa a rir - Olha só então a delicinha em pessoa ficava de castigo - Olhamos para onde ele encara, a escada, vendo Kurama discutindo por telefone com alguém

- Eeh? - O ruivo pergunta assim que encerra a ligação

- Fiquei sabendo que naquela vez que você quase matou aquele guri afogado sua mãe te botou de castigo por um mês - Uma coisa eu confirmo... Gaara é insuportavel

- Aaaah - Diz e suspira passando a mão no rosto - Pensa em alguém que apanhou, esse alguém foi eu

- NACREDITO! Você apanhou? - A risada escandalosa de Gaara poderia ser ouvida de longe

- Sim, minha mãe pegou uma mangueira e desceu ela nas minha costas - Fala e riu - Machucou velho

- É mesmo - Naruto diz e acompanha Gaara na risada escandalosa - Ficou uma cicatriz aqui assim - Mostra com a mão atrás de suas costas, pouco acima da bunda dele

- Doeu Kurama? - As vezes Gaara faz cada pergunta

- Não! Foi gostoso pra caralho - Sarcasmo é o segundo nome do Kurama ^3^ Ele se joga no sofá que Sasori estava 

- Vamos voltar ao jogo? - Hinata pergunta chamando a atenção dos demais que assentiram

 Deidara girou a garrafa caindo em Temari pergunta para Lee

- Consequência... - Antes dela perguntar ele responde fazendo assim nascer um sorriso em seus lábios

- Te desafio a ligar para um petshop e inventar qualquer coisa relacionado a seu peixe que tá dormindo faz uma semana de barriga pra cima

- Por que? Só me diz porque?

- Apenas uma lembrancinha de cunhada que te odeia por colocar uma criança dentro do meu bebê - Temari responde e manda coração para Gaara que revirou os olhos 

- Bofe essa ainda é leve, você teve sorte que Shukaku não está aqui para te dar um desafio - Gaara diz a Lee - Dica de namorado, se um dia você jogar verdade ou consequência com meu Aniki, não jogue se não você vai se arrepender, ele vai saber de verdades sua que nem você lembra - Estilo Gaara mesmo - E te desafiaria a ficar na linha de um trem até ele passar, ainda mais ele que te odeia - E assim ele sorri fechando os olhos

- Hai hai! - Diz e pega o celular

- Toma - Nauto aparece ao seu lado com uma lista telefonica nas mãos e entrega para o mesmo

 Enquanto Lee discava o numero eu olho Itachi de relance, ele estava com a cara fechada e Kisame ria de si provavelmente ele perdeu feio e achou ruim. Vejo que ele se levanta do sofá que estava e foi para a cozinha, me levantei indo atrás dele

- Nii-San? - O chamei quando entrei na cozinha o encontrando sentado em volta da mesa mexendo no celular

- Otouto

 Lembra quando eu fui atrás dele no ultimo capitulo? Nós brigamos...

"SuperConsciente_Kiba: Você estava errado!"

 Não estava não! Ah qual é? Eu vou na maior preocupação ver o que tinha de errado com ele e ele faz mal criação comigo ¬¬ 

- Desculpa brigar contigo esses dias pra trás - Ele diz sem me olhar diretamente - Estava nervoso...

- Eu só queria saber o que você tinha - Resmungo e ele suspira

- Não era nada ok?

- Sabe Itachi... Eu te conheço tão bem e olha lá se eu não conheço você melhor que a mamãe, então eu sei quando você está escondendo alguma coisa e quando não está. Vai pode se abrir pra mim - Ele me olha e logo nega

- Não é nada

- Quer saber? Foda-se você, foda-se o que voc~e tá escondendo, foda-se esse seu 'não é nada', foda-se tudo - Bati as mãos na mesa irritado e apoiei o rosto em uma delas

 O silencio se fez presente naquela cozinha, naquele momento só se ouvia o som da respiração descomparada do meu irmão e de meus dedos batucando a mesa

- SE VOCÊ ENCOSTAR EM MIM EU JURO QUE ARRANCO TEUS OLHOS! - O silêncio foi cortado com um grito histérico e irritado

- Kurama? - Perguntei a mim mesmo notando que o grito veio da sala e que a voz era a dele mesmo

 Deu-se no mínimo dois segundinhos e uma cabeleira ruiva cruzou a porta correndo e Naruto atrás

- Se você não aceitar vai ser pior pra mim Aniki! - Naruto disse irritado também . Todo mundo tá irritado

- Não caralho, é nojento! E eu to pouco me fodendo pra você! - Os dois batiam bocam em nossa frente e estava tipo: "WTF?" e meu irmão tipo: "Interesante a conversa parça"

- Nii-San coopera comig... - Naruto teve sua fala interrompida com um tropeço de sua parte fazendo ele cair e levar o ruivo junto

- Eai? Ele aceitou? - Karin aparece ali ao lado de Gaara e Kiba que ria da situação

- Oras é claro que não! - Meu namorado diz e olha a ruiva - Troca o desafio, por favor!

- Não! Se ele não aceitar quem se ferra é você, ou você está a fim de entrar em um Sexshop para comprar um pênis de 40cm e uma boneca inflavel? (COCIELO SEU GAUTO <3)

 É OQUE?

- Amigos, o que se passa aqui? - Perguntei atraindo a atenção de ambos para mim

- Karin desafiou o Naruto a beijar o Kurama - Gaara fala e eu arregalei meus olhos olhando a garota que sorria - De língua! (EU SHIPPO <3)

- Oe e o corno dá história é quem? - Perguntei e ela apenas balançou as mãos

- Amor fraternal é tudo gatinho - Gaara diz. Olhei Naruto que negava com a cabeça, e o mesmo estava em cima de Kurama que tentava sair de lá, já falei que meu mozão é forte?

- Ok! Se beijem... - Digo atraindo a atenção de todos - Que foi? Eu curto eles dois se pegando tá? 

 Do nada um celular conhecido por minha pessoa voo em minha direção

- Kurama já ouviu falar em educação? - Pergunto depois de desviar do pobre celular do Naru

- Sasuke já ouviu falar em incesto? - Itachi me pergunta e eu sorri pra ele

- SE BEIJEM PORRA! - Kiba gritou e foi...

 Naruto aproveitou que estava sentando em cima de Kurama e o mesmo olhava Kiba como se fosse um ET, pegou no rosto do ruivo e foi minha gente...

 UM FUCKING BEIJO ROUBADO!

 Um selinho que foi do caralho porém com o susto que o Uzumaki mais velho levou deu pra ver perfeitamente ele abrir a boca e Naruto se aproveitar mais uma vez disso

 ESSA LÍNGUA É MINHA KURAMA!

"SuperConsciente_Kiba: Você pediu para ele se beijarem moço"

 Olhei Kiba que me olhava tipo: "CÓE PARÇA?"

 Volto a olhar para meu namorado beijando outro na minha cara, Naruto foi empurrado em uma velocidade fora do comum de cima do ruivo que colocou a mão na boca e fez cara de: "MAN QUE NOJEIRA" 

- MÃE! - Kurama gritou se levantando - NARUTO ABUSOU DE MIM! - Depois dessa fala ele saiu para o quintal

- MOR! - O loiro gritou e veio até mim - Discurpa...

[...] 

- O que eu tenho a dizer é algo que me arrependo amargamente - Mebuki disse enquanto olhava paras suas mãos, onde continha dois exames - Antes de tudo queria pedir desculpas a você - Olha minha madrinha que se mantinha com o cenho franzido - Eu tinha que ter falado antes mas a coragem nunca vinha, mas acho que no final da vida sempre criamos coragem para o que nunca tivemos antes

 Eu não entendia nada daquela conversa, olhei Naruto que não tinha nenhuma expressão na face, Kurama estava ao seu lado despreocupado com o assunto mexendo no celular, depois olho meus padrinhos do lado um do outro olhando Mebuki que estava de frente para nós cinco. O povo que estava aqui haviam saído para comprar sei lá o que e meus pais e meus tios tinham ido para casa com Kisame, já que Itachi tinha colocado Hiroki para dormir e dormiu também então ele está dormindo lá em cima

- O que quer dizer com "Final da vida"? - Minato perguntou e ela suspira

- Vou direto ao ponto - Ela pega um dos papéis e os abre - Eu estou doente, muito doente e descobri isso a um ano e meio - Vai até meus padrinhos entregando o documento a Minato. Ele lê junto de minha tia, a mesma arregala os olhos e tampa a boca com a mão

- Ah Datebanne! Se isso foi constatado a mais de um ano por que não disse a nós ou se peocupou em tratar?

- Não achei necessário porque sinceramente, quero consertar meus erros do passado

- E acha que morrer por uma doença que esta te consumindo vai mudar alguma coisa? - Minha madrinha estava irada naquele momento - Eu já te perdoei Mebuki! Faz muito tempo! Não tenho mais magoas por você ter me traído na cara dura, você era minha melhor amiga quando eu tinha a idade dos meus filhos? Sim! Você seria a madrinha de Kurama no lugar de Mikoto? Seria! O que eu senti quando soube que minha melhor amiga havia ficado com meu marido? Me senti traída sabe? Mas isso é o de menos, eu poderia te odiar por ter atropelado meu filho mais velho? Poderia claro que eu poderia, poderia te odiar por ter feito eu ganhar meu Naruto antes do tempo? Por sua culpa ele quase morreu? Eu tenho vários motivos para te odiar sabia? Mas eu não odeio, eu te perdoei a muito tempo então isso não é motivo para você não se preocupar com sua saúde... - No final de sua fala ela respira fundo, olho Mebuki que se manteve calada notei seus olhos se formando em lágrimas 

- E seus filhos Mebuki? - Meu padrinho pergunta enquanto coloca o exame ao seu lado no sofá - Não pensou em como Deidara e Sakura vão se sentir? Ainda mais ele, em saber que a irmã mais nova não tem uma saúde muito boa por causa das heroínas que ela usa e agora saber que a mãe dele tem no máximo duas semanas de vida? Você não pensa nos outros? Fez a mesma coisa a muitos anos atrás, quando pensou que se matasse Kushina com meu filho dentro dela iria fazer eu te amar? Você só pensou em si mesma, não pensou que se eles morressem me machucaria? Não pensou que se Kurama na vez em que você atropelou ele se machucasse feio iria me ferir? E agora não pensou que se morresse deixaria seus dois filhos sofrendo? Deidara teve uma infância complicada por conta de um ataque de asma que ele mal se movia e não respirava corretamente, Sakura depois que o pai dele morreu ela entrou nas drogas e você não estava com ela por que estava ocupada demais com medo da minha ex mulher e meus filhos voltarem pra cá e eu te deixar! Qual é o seu problema? Só me diz por que eu não entendo o real motivo de você querer morrer, se for para consertar suas burrices sinto muito mas o que foi feito não dá pra voltar atrás 

 Ela passou a mão no rosto e abriu o outro documento entregando-o novamente para Minato. Ele a olha e depois volta a atenção ao papel, seus olhos se arregalaram junto os de minha madrinha

- Era isso que eu sempre quis, mas hoje me arrependo - Mebuki falou e olhou minha Daibo-San e foi ai em que ela caíu no choro de verdade - Me desculpa por favor! - Foi até a ruiva a abraçando, minha tia ficou sem expressão e meu padrinho deixou o papel de lado novamente - Eu me arrependo tanto, tanto, mais tanto! Como Minato disse eu sempre pensei só em mim e não nos outros, sempre quis minha felicidade e não a dos outros - Solta minha tia e fica em pé novamente de frente aos dois - Não faz muito tempo que descobri que Deidara não era filho de Kizashi, não tive coragem de contar a Minato toda a verdade por vergonha de mim mesmo, não acham que eu me arrependo de ter ficado com ele e destruido a vida de vocês Por minha causa Kurama odeia ele com todas as suas forças? - Ela olha o ruivo que ainda se mantinha focado no celular e como eu disse sem se importar com o rumo que aquilo levava, já Naruto se mantinha preocupado com aquilo tudo

- Como pode esconder de mim que eu tenho um filho? - Minato fala encarando ela

 A pergunta dele finalmente atraiu a atenção de Kurama, ele olhou Minato e Mebuki depois olhou Naruto e sorriu irônico

- Eu tive medo...

- Medo? Como teve medo? Não teve medo de engravidar mas medo de dizer que eu tenho um filho você tem?

- Como assim? - Naruto perguntou e me soltou se levantando

 Não vai dar bom...

- Amor... Deixa eles se resolverem, depois você esclarece as coisas - Segurei seu pulso mas quem disse que adiantou? Ele andou até onde a mãe e o pai dele estavam segurando o loiro mais velho pela blusa

- Eu fiz uma pergunta e quero uma resposta! - Vendo que não iria receber nenhuma, ele pegou o documento que meu tio havia deixado de lado e o leu

 Aish...

- Deidara... Pai? - Ele pergunta olhando seu pai de um jeito censurado - DEPOIS DE TANTOS ANOS EU DESCUBRO QUE EU TENHO UM IRMÃO? - Amigos, Naruto com raiva é um pouco assustador sabe? 

- Eu não sabia disso - Minato diz sem olhar nos olhos do mozão 

- Ahaa não? Ok você poderia não saber, mas sabia que tinha transado com ela e gozado dentro! Ela podia engravidar! Deidara é um ano e sete meses mais novo que Kurama, e Kurama tem dezenove pai sabe o significado disso? QUE ENQUANTO MINHA MÃE ESTAVA EM CASA PENSANDO QUE VOCÊ ERA O MARIDO PERFEITO VOCÊ ESTAVA NA CAMA COM OUTRA? Acho que hoje eu entendo o que meu irmão sempre sentiu por você, eu achava que ele aumentava as coisas por puro desgosto de você mesmomas hoje eu percebo que ele sempre disse verdades suas mesmo - Naruto tá puto, isso não é bom pro pai aqui...

- Nah... - O chamei porém ele estava ocupado demais olhando magoado meu padrinho - Kurama! - Chamei o ruivo que nesse momento estava de fones e deitado do meu lado - Oe! 

 Puxei os fios de si recebendo dele um olhar feio

- Naruto não culpe seu pai - Mebuki disse e puxou o lenço florido que usava na cabeça

 Cadê o cabelo dela?

- Mebuki... - Minha madrinha diz horrorizada - Como você teve coragem de fazer isso consigo mesma? - A mulher sorriu e limpou as lágrimas que escorriam 

- Naruto ouça bem, Minato teve sim um pouco de culpa nisso tudo, sei que vocês devem me odiar também mas não culpo você e sim eu mesma por ter deixado isso prosseguir só quero que vocês tenham em mente que Deidara não tem a ver com nada disso, não julguem meu filho por favor. Não iria contar isso só disse a verdade por que eu estou morrendo e não quero deixar ele sozinho - Ela balanças as mãos - Não estou dizendo que é sua responsabilidade cuidar dele só digo para que não deixe meu menino sozinho, Sakura antes era da vida dormia sei lá onde mas agora ela arranjou uma namoradinha e está firme com ela pelo menos sei que ela estara bem ao contrário de Deidara - Suspira e coloca o lenço novamente -    Entenderam aonde quis chegar com isso?

 O silencio se tornou presente naquela sala antes de ser quebrado por um ruivo desinteressado naquilo tudo

- Se matar não era uma opção muito inteligente heim? - Mebuki o olhou e sorriu

- Sei que não, meus filhos podem passar o resto da vida me odiando mas eu quis não é mesmo? - Ela volta a olhar meus tios e revira os olhos - Não deixem saberem que Haruno Mebuki morreu deixando Namikaze Minato viúvo, apesar que desde aquela vez em que nos separamos não arrumamos os pepéis do divórcio então isso significa que estamos divorciados a muito tempo - Ela gargalhou por uns instantes - Posso mandar a real? Nunca gostei de ter o nome Namikaze depois que casei, preferia Senju hn? - Depois de sua fala o silêncio novamente se faz presente sendo cortado dessa vez por um choro fino e distante vindo do andar de cima - Ai ai, vou indo passar um tempo com minhas crias certo? - E assim ela saiu pela porta

 Aish... Que tenso...

- Tsc! - Ouço um silvo vindo do meu tio e ele se levanta andando em direção as escadas

- Ah é assim? Você vai sair assim? Se esconder de seus deveres? - Naruto pergunta indo até ele com os punhos cerrados

- E o que você quer que eu faça? Chegar no pirralho e dizer "Olá sou seu pai por conta de uma merda feita no passado!"? - Ótimo! Todo mundo revoltou..

- Uai e o que você pensa em fazer? Omitir isso? Esconder que ele é seu filho como se ele não fosse nada? Como se ele fosse nada pra você?

- Ele é nada pra mim! - Ah meu Deus que horror!

- MINATO! - O grito de Naruto foi estridente, pensa na voz dele; pensou? Agora pense nela alta cinquenta vezes mais

- Oque você quer que eu faça?

- Que haja como um homem de verdade caralho! Foi homem o suficiente para colocar o pau pra fora e ejacular dentro dela mas para assumir um garoto maior de idade não é? Ele pode muito bem escolher não querer ficar com você, ele namora, tem Sasori com ele não vai precisar de um apoio de um pai que ele nunca nem se quer sabia se tinha 

- Para de agir como Kurama por favor!

- Não Minato não estou agindo como ele estou agindo normal com meu sangue Uzumaki, se lembra da minha mãe? Ela tem meu sangue e é alguém estressada eu também sou embora na apresente e outra, se fosse meu Nii-San aqui ele já teria socado sua cara e ter dito que você não era pai dele, mas sei que fazer isso não vai adiantar então eu lavo minhas mãos - Ele levanta os braços em sinal de rendição e vai até a saída da porta passando pela mesma

 AISH MAIS UMA VEZ!

 Me levantei para o seguir mas Kurama segurou meu braço negando com a cabeça e sussurrando um "Deixa ele lá" passei a mão nos cabelos suspirando e me sentei Kurama colocou a cabeça em meu colo voltando a mexer no celular, Minato subiu as escadas e minha tia suspirou também e passou as mãos no rosto subindo atrás dele

 Logo ouço passos lentos vindo da escada novamente e vejo Itachi com a cara amassada segurando Hiroki com um braço e Katsumi no outro

- Que vida dura Aniki - Digo assim que ele se senta 

- Eu sei... - Se senta ao meu lado colocando a ruiva no meu colo - Mas não posso fazer nada

- Você não tem a obrigação de cuidar deles sabia disso? - Falei observando a garota pegar o cabelo do ruivo mais velho e puxar, essa menina é o cão

- Na verdade eu tenho sim - Resmunga tirando a mão de Hiroki da boca do mesmo - Quem estava gritando? Atrapalhou meu sono e dessas pestinhas aqui

- Naruto

- O que houve?

- Depois eu digo com calma - Tsumi havia ficado em pé em cima de mim e agora "pulava" sabe flexicionar o joelho? Enton... - Mas diz ai Kurama, bem que você poderia descolar um ingresso para o show da banda dos seus amigos de camarote né? Sabe, você é meu cunhado e tal e você mora aqui no meu coraçãozinho né não?

- Não tenho a obrigação de fazer nada pra você

- Mas eu quero ir, e é facíl de arrumar um ingresso vip com você

- Com Gaara também é

- Mas você é meu cunhado inferno!

- Seu cunhado não seu maridinho que tem que fazer o que você quer

- Aish para de ser chato e seje legal uma vez na vida? - Ele não disse nada... AISH! Katsumi me olhou tipo: "VAI DEIXAR ASSIM?" 

 A guria suspirou soltando um som estranho e bateu a mão no aparelho telefonico que o ruivo mexia, fazendo assim ele ser jogado no chão com força. Olhei ela que agora me olhava tipo: "É assim que se faz titio", sinto o olhar de Itachi em mim ele havia feito um perfeito com a boca, escuto Kurama bufar e ele se levanta olhando a garota que nesse momento fez língua pra ele

- Sua pirralha anã derrubou meu celular o que você diz sobre isso? - Ele pergunta a Itachi

- Minha pirralha anã derrubou SEU celular não o MEU, então o problema é seu - Dessa vez Kurama abriu a boca em um perfeito

- O prejuízo é de quem?

 AAAAAAAAAAAAAH eles não vão discutir comigo aqui não né? 

 Claro que sim ¬¬ 

 Deixei Katsumi com o ruivo e sai de lá, fui até a calçada atrás de Naruto o encontrando debaixo de uma árvore uns dois metros de distancia de casa. Me sentei do seu lado não dizendo nada apenas ficando peto dele, circulo meus braços ao redor de sua cintura e passo uma perna sobre a sua deitando minha cabeça em seu ombro. Ouço seu suspiro e ele apoia sua cabeça na minha

- Como que meu filhote tá? - Pergunta me fazendo soltar um riso

- Por incrível que pareça ele está quieto hoje - Coloco uma mão sobre a barriga - Daqui algumas semanas saberemos se é uma garota ou um menino - Ele desencosta de mim e sorri

- É uma menina amor

- Ah é? Aposto que é um menino

 Do nada surgiu um assunto agradavel e ficamos conversando durante um bom tempo, ora ou outra ele me roubava um ou dois beijos (Como se eu não gostasse)

[...] A noite...

- Agora você pode me amar muito sua putinha - Kurama diz a mim enquanto me entregava uma garrafa d'água para mim e uma bebida azul para Naruto

- Por que eu não ganhei um desse? - Resmunguei apontando para o copo nas mãos do loiro ao meu lado

- Meu sobrinho tem que ter saúde seu idiota ou quer que assim que ele nasça tenha cirrose?

- Kurama vai você e sua praga embora daqui - Naruto fala 

- Eu coloquei vocês aqui seus ingratos! Se não eu viria sozinho

- Você entrou de graça! - Naruto retruca

- Se não fosse por mim vocês iriam estar lá com aquele monte de gente - Aponta lá pra baixo

- Vai jogar na cara? 

- Quem pode, pode Otouto - E assim ele manda um beijo pra Naruto

 Graças a Kurama estamos esperando a Bijuus começarem uma quarta música, sim ele é alguém lecau e conseguiu ingressos para assistirmos o show de camarote :3 Aishiteru Cunha <3

 Deidara e Sasori vieram porém estão lá em baixo na multidão, meu nii-san e o namorado de dois metros dele vieram também. Ok Itachi como é chato não queria vir mas Kisame disse pra ele vir e insistiu muito e ele veio e estão do nosso lado aqui, como meu irmão é alguém como eu fez Kurama arrumar mais dois ingressos VIPS por que ficar lá embaixo com um monte de gente pisando no seu pé é um saco

 Depois de longos sete minutos, lembram daquela amiga louca do Kurama? A do cabelo azul? Então ela é a vocalista principal e acabou de chegar no palco acompanhada do irmão do Gaara, ele também é um dos vocalistas, e falando em Gaara ele estava aqui também no pescoço do Lee com um copo de bebida ¬¬

- Sabia que você está indecente nessa calça? - Naruto me pergunta ao meu ouvido

- Estou engordando amorzinho e outra, não tenho culpa que meus pais me fizeram com carinho - Digo a ele devolta recebendo um sorriso de lado bem daqueles tipo: Vou te comer no cantinho da sala da diretora"

 Pouco depois o som da bateria se misturou com o das duas guitarras que havia no palco e logo ela começou a cantar as Lights Shows foram diretamente para ela, as pessoas lá de baixo a dançarem. Tudo ia bem, eu estava curtindo a música, a garota tem uma voz bonita, Naruto também estava gostando, até Itachi tinha parado de reclamar isso me aliviou um pouco e notei que Kisame também até por que aguentar Itachi falando é um saco ¬¬ tudo estava indo bem Gaara quase se jogava lá em baixo de tanta eufolia

- Isse no se de fumikomu gōrain bokura wa, nanimo nanimo mada shiranu - Ela tem uma voz agradavel

 Ok ok eu gostei da voz dela ^^

 Como eu dizia tudo ia bem até a putinha da Shion chegar com duas amigas putas 

"SuperConsciente_Kiba: Tá julgando as meninas como fez com Haku?"

 Aish... Shion é puta ¬¬ as outras nunca conversei com elas mas se é amiga dela boas pessoas não são

- Naru-Kun - Se aproxima sorrindo. Humph vulgar... Kun? Naru? Minha piroca...

- Shion! Quanto tempo - Ele sorri e pega em sua mão a cumprimentando com um beijo no rosto 

- Sim faz um pouquinho - Ela ri - Bom você já conhece a Kurotsuchi e essa é Maki

 Aff...

 Sinto olhares sobre mim e olho para o lado esquerdo vendo Kisame e Itachi me olhando, Kisame franzia o cenho e meu irmão estava preocupado, talvez seja porque da última vez que tive ataque de ciúmes foi no shopping a dois dias atrás a culpa foi do fúncionario que deu o numero dele para Naruto, olho para a direita e Kurama também me olhava

- Ela tá quase dando pra ele, depois se ela aparecer como a tal Keiko apareceu com um filho do Lee não venha chorar - Ele ri e eu cerrei os olhos 

- Cala a boquinha - Falo a ele recebendo um sinal de rendição

 Tentei ignorar meu namorado rino com as três putas do meu lado mas não dá, até por que de minuto em minuto Shion olhava pra cá com um sorrisinho siníco... Hoje vamos ter galinhada no jantar :3

 Logo ouvi um grito feminino me fazendo olhar na direção em que ele veio, vendo claramente uma garota morena caída no chão com uma mão na bochecha e Gaara a olhando com ódio... Tretas :33 Lee foi até ela a ajudando a se levantar, Gaara o olhou desacreditado e ele negou com a cabeça, vejo Lee colocar o indicador na cabeça li seus lábios e eles diziam: "Você ficou louco?" e ali mesmo eles discutiram

 Naruto ao menos notou aquilo porque conversar e dar atenção para meninas era mais importante, bufei e olhei para onde o ruivo estava ele não pode ficar irritado nem era pra ele tá aqui. Vejo ele mostrar os dois dedos do meio para Lee e sair de lá achei que o moreno iria seguir ele mas não ele ficou lá com a guria chorando, suspirei e fui atrás dele

Autora

 Gaara descia as escadas com certa raiva, acabou por esbarrar em um cara desconhecido na entrada e acabou não dando bom

- Vai fazer o que? Esmurrar a cara de um garotinho indefeso por bater no seu ombro sem querer? - Perguntou irônico enquanto se encostava na parede cruzando os braços com apenas um pensamento em mente

 "Não posso apanhar, então não revida imbecil"

- Seria uma boa, se você prestasse atenção e não saísse irritadinho por ai vai que você encontra um sequestrador de mocinhos que batem no ombros dos outros sem querer - E então ele cerra os punhos se aproximando do ruivo 

- Vai me dizer que você é um sequestrador de mocinhos? - O sarcasmo na voz de um terceira pessoa que chegou ali pingava e um riso dele é ouvido - Experimenta encostar um dedo no meu irmão pra ver se eu não quebro sua cara - O homem olha para o garoto e depois para o dono da voz antes de sair de la

- Shukaku... - Gaara diz e respira aliviado - Oque faz aqui? Não deveria estar no palco?

- Só vou entrar depois - Pega um maço de ciagarros dentro do bolso do casaco que usava - O que aquele guri filho da puta fez contigo? - Pega um cigarro o colocando na boca e um esqueiro do bolso da calça acendo-o

- Aquela menina a Keiko estava lá, abraçou ele, trocaram risos e piadinhas como se eu não existisse ali, quando notaram que eu ainda estava lá olhou pra minha e perguntou se o pai do bebê estava colaborando com ele - Os olhos do ruivo se encheram de lágrimas estava muito emotivo a um bom tempo - O pior é que aquele desgraçado riu mas não disse nada, a vadia ainda teve a audácia de perguntar se eu havia pego alguma doença, eu dei um tapa na cara dela e estou pouco me fudendo se ela era uma mulher ou não - Passou o pulso nos olhos

 "Chorar de raiva... ótimo, isso é bem a minha cara"

- Gaara me poupe, se poupe e nos poupe - Shukaku diz enquanto soltava a fumaça pela a boca - Se ele não está te fazendo feliz desiste porque ficar assim ninguém merece, não chore atoa ainda mais se for por aquele garoto alienígena escroto, não é por que você cometeu a estupídez de engravidar dele que você é obrigado a aguentar as merdas que ele faz - O ruivo suspirou fundo olhando a face do irmão mais velho

- Eu quero... - Diz apontando para o tabaco entre os dedos do outro

- Haha' claro que não! - Responde irônico

- Eu quero droga! - Puxa um do maço que estava em sua mão o colocando entre os dedos - Não vai me matar se eu pegar um só

- Sua criançinha de apenas um mês pode morrer ai dentro e a culpa será minha por deixar e sua por fumar - Reclama tragando o seu mais uma vez

- Não fala assim idiota - Se aproxima do irmão com o cigarro nos lábios encostando o mesmo no outro trangando fazendo acender - Cadê a mãe?

- Estava fazendo uma pintura em tela quando saí

 Depois disso ficaram em silencio, Gaara se afundou em seus pensamentos preocupado demais em saber se Rock Lee não o queria mais pois nem ir atrás dele ele foi

- Acha que por causa dessa criança Lee deixou de me amar? Ou ele nunca me amou? - Pergunta ao garoto ao seu lado que suspirou o olhando

- Por que acha isso?

- Ele mudou comigo, não é mais o mesmo, demora para ver minhas mensagens, não me liga mais antes ele ligava duas vezes ao dia agora ele liga um dia sim outro não, acha que ele tem outro?

- Na minha opinião não, ele apenas não estava preparado para isso de repente

- Se esse fosse o caso ele diria

- Gaara você está com medo dele fazer o mesmo que Rasa fez com a mãe, tem medo dele dizer que esse filho não é dele mesmo sabendo que é igual Rasa fez comigo mas escuta, você tem eu, a mamãe, Temari, aquele Uchiha estranho e Naruto ele é seu melhor amigo ainda não é? Mas se Rock Lee pensar em fazer isso eu vou arrebentar a cara dele até ele ficar bonito, Aniki não tinha um pai mais bonito para meu sobrinho?

- Shukaku!

- Reze para sua cria puxar a beleza do pai aqui se não, eu não quero ser chamado de tio

- Nii-San cala a boca - O ruivo grunhi fazendo o irmão sorrir

- Estou brincando vou voltar para dentro depois sou eu lá em cima - Diz e joga o cigarro no chão pisando no mesmo o apagando

- Queria te ver cantando mas estou com dor de cabeça, esqueci minha carteira em casa Lee quem pagou minhas coisas então me dá dinheiro para um táxi - O loiro arquea a sobrancelha bem delineada (O cabelo dele é da cor do da Tema/Karura/Yashamaru ok?)

- Certo - Pega o dinheiro do bolso estendendo para o ruivo - Não arrume confusão ok?

- Como se eu fosse desses - Riu jogando seu cigarro em qualquer lugar e saindo dali indo até a calçada atrás de um táxi

 Quando passou um perto de si ele acenou pedindo para parar entrando no mesmo pedindo para o levar até em casa, depois de dar o enderenço encostou a cabeça na janela olhando a rua com bastante movimento por causa do mês de dezembro estar chegando as ruas estão enfeitadas com pisca-pisca, árvores de natal e mais um monte dessas baboseiras . Ele coloca as mãos em torno da barriga fazendo um carinho pequeno ali

 "Droga Lee!"

Em outro lugar:

 Pela quinta vez Sasuke discou o numero de Gaara dando por fim desligado, bufou irritado e passou a mão no cabelo olhando de um lado para o outro 

- Sasuke - Naruto se aproxima dele tocando em seu ombro - O que foi? Saiu de lá sem me avisar

- Gaara pelo jeito discutiu com Lee e saiu de lá e agora não acho ele - Olha o loiro e assim que percebe a mancha de batom vermelho em seu pescoço franze o cenho

- Ele está em casa, me mandou mensagem dizendo para avisar você - Sorriu apertando a bochecha do namorado

- Por que tem batom no sue pescoço?

- Shion estava retocando o dela e borrou um pouco, ai ela passou o dedo pra limpar e passou em mim - O moreno fez cara de nojo voltando a caminhar lá pra dentro - Espera! - Naruto segura o pulso do outro o fazendo parar - Está com ciúmes?

- Oque você acha? Não é todo dia que tem uma vadia compartilhando batom com você - Se solta do aperto do mais novo indo em direção ao banheiro - Estou fulo contigo seu vagabundo! Me trocou por garotas de escola, enquanto eu estava lá igual bobo

- Não exagera né Neko? Foram algumas palavras

- Batons... - Murmura 

 Assim que chegou no banheiro vazio não havia ninguém todos estavam no show que acontecia a poucos metros da onde estavam, parou em frente ao enorme espelho olhando seu reflexo arrumou seu cabelo e olhou sua barriga sorrindo satisfeito ao ver que por causa da blusa de frio gigante que usava não aparentava que estava gordo, levantou as mangas da blusa até os cotovelos lavando as mãos

- Me deu vontade de tomar leite - Fala pra si mesmo lembrando que faz um bom tempo desde a última vez em que bebeu leite de caxinha na sua canequinha do Mickey

- Leite? Sério môr? - Naruto diz se desencostando da pia e se aproximando do moreno - Quer leitinho Suke? - Sussurra para o namorado mordendo o lóbulo de sua orlha

- Não o seu Naruto! - Reclama empurrando o loiro

- Ah não? Sabia que não fazemos sexo a quase dois meses? - O prende contra a pia

- Tudo isso? - Sasuke arregala os olhos, em sua cabeça não fazia nem duas semanas

- Tudo isso. E ficar na mão não é a mesma coisa - Beija o pescoço do mais velho deslizando as mãos para suas coxas as levantando para cima sentando o mais velho na pia, o mesmo abriu as pernas e Naruto se encaixou nelas

- Não vamos transar em um banheiro amor - Nega com a cabeça

- Não ligo - Mordiscou de leve sua bochecha - Vai Sasu-Chan, já fizemos isso naquela mini floresta daquele parque se lembra? E teve no quarto dos seus pais, era perigoso alguém chegar lá

- Era diferente lá tinha cama, era confortavél e era minha cara, não um banheiro que todo mundo uso pra qualqu... - Naruto apertou a cintura coberta do moreno e o beijou, um beijo rápido cheio de mordidas. Sasuke bateu nos ombros do outro para o soltar - Eu não quero dá pra você!

- Eu não vou te machucar fui sensível na nossa primeira lembra?

 O moreno soltou um riso sínico ao se lembrar da primeira vez que tiveram, sensível? Quem foi sensível? 

- Não tem nem vergonha de dizer isso não é? - Pergunta com os olhos cerrados, Naruto sorriu iniciando um assunto desconexo quem que poucos minutos atrás queria te convencer a transar em um banheiro começa a conversar sobre a sexta temporada de AHS

 Mas é claro que Uzumaki Naruto não era tão panaca assim, enquanto conversava sobre a nova temporada de alguma série e mantinha Sasuke entretido no assunto seus dedos trabalhavam em desabotoar as calças surradas que certo moreno usava, assim que terminou sua ''missão secreta" fez o mesmo com as suas descendo-as disfarçadamente. Sorriu satisfeito reparando que Sasuke ao menos notou o que ele fez, ignorando a raiva do namorado porque Jéssica Lange não esta na nova temporada da série (BOLADA TAMBÉM POXA! NEM NA QUINTA NEM NA SEXTA) puxou com tudo as calças do mais velho que se assustou com oque foi feito, olhou feio para o loiro que sorriu e lhe deu um selinho

- Isso é traíragem desgraçado - Grunhiu e Naruto negou colocando dois dedos na boca puxando o moreno para si, levou os dedos para o ânus do namorado circulando ali, Sasuke arqueou as costas ao ter um contato gelado naquele local e deu um tapa forte no braço do outro - Para! Eu não quero, se me forçar eu vou gritar!

- Gritar você vai mesmo, mas só depois que eu estiver te fodendo bem gostoso - Mordeu seu pescoço

- Se você machucar meu filho eu arranco seu pinto! - Sasuke diz furioso arrancando uma risada do mais novo

- Tá com medo disso mamãe coruja? - Zoou com ele causando uma pequena discução entre ambos

 Para se livrar daquilo o loiro encaixou seu pênis na entrada do namorado e sem aviso nenhum entrou nele com um pouco de dificuldade

- Aii aii seu... Filho da tia Kushina! Sabe o quanto eu quero te xingar? - Apertou os ombros largos do loiro se remexendo desconfortavel - Tá doendo idiota como você disse faz quase dois meses que não temos nenhum tipo de relação 

- E oque tem a ver? - Perguntou se movimento 

- Tem a ver que faz quase dois meses que eu não dou pra você então sua piroca assassina está entrando em mim como uma faca, tradução seu pau está machucando meu cú usuratonkachi - Disse fazendo Naruto gargalhar e beijar a ponta do seu nariz

- Amor você só se desacostumou - Enfiou a mãos por dentro da blusa do outro parando em sua costela fazendo um carinho ali - Te amo sabia disso?

- Sim todos me amam - O moreno convencido sorri ao ver a cara de taxo do namorado - Estou brincando minha putinha - Coloca as duas mãos no rosto do loiro apertando o mesmo - Eu também te amo, mas agora que começou termina - Se refere ao que faziam - Me fode, mas fode direito por que depois não vou liberar pra você até meu bebê nasça

Dentro do recinto:

- Itachi-San não acha que é demais? - Um certo azulado pergunta preocupado com o estado do namorado

- Por que demais? Tenho curtir não é? - Sorriu mais uma vez antes de colocar o canudinho da bebiba que tomava na boca

 Sim canudinho...

- Nós temos que ir embora, ou melhor eu vou - Tentou mais um vez conversar normalmente com Itachi mas não deu muito certo - Você não quer ir embora agora certo?

- Tá cedo Kisameeee! Nem é dez horas ainda!

 "São quase um e meia Itachi-San" 

 Ele pensa e suspira por que tem bebida de alcoól em um show? Mas ele não podia negar estava agradável ali, ele gostava daquele tipo de música porém aturar um Itachi bebâdo era ruim, muito ruim. Olhou para o lado na esperança de ver Naruto ou Sasuke, mais essa agora...

- Oe... - Chamou o ruivo ao seu lado

- Hm? - Ele tira os olhos do palco onde Shukaku, Gyuuki e Saiken cantavam e olha para Kisame

- Katsumi estava com febre quando saímos e a chave do carro está com Sasuke mas ele sumiu, poderia ficar com Itachi para mim? Ele não quer ir embora - Kurama arqueou ambas sobrancelhas e olhou para o moreno que quase pulava lá em baixo com uma ligth stick nas mãos - É só pra ir ver como ela tá não quero deixar as coisas em cima da Mikoto-Sama ou de Fugaku-Sama, depois eu volto com o carro e pego ele - O ruivo dá de ombros e o mais velho vai até o moreno - Itachi-San, vou ver como Tsumi está e agora mesmo volto fechado? - Kurama volta o olhar para o palco percebendo a nova música que cantavam

 Sorriu pequeno ao reconhecer a letra, que pra ele não fazia sentido nenhum, a poucos centímetros dele havia quatro garotas que não paravam de dizer o quanto a beleza dos três naquele palco eram divinas

- Olha para ele, tão gótico, tão lindo, tão... ele - Uma suspirava enquanto apontava para Shukaku - Tenho chances? - Pergunta as amigas, Kurama observava aquilo e achava graça deixou um riso escapar atraindo a atenção delas - Oie

 "Droga..."

- Yoo - Cumprimentou de boa virando o rosto não querendo papo, olhou para onde estava o azulado notando que ele já havia saído deixando apenas Itachi bebâdo ali - Merda - Sussurra e vai até ele o puxando pelo braço - Levanta e não me passa vergonha - Fala disfarçadamente mas na real queria rir da situação do moreno

 "E agora serei babá de Itachi, que descaso"

- Como é seu nome? - A amiga da garota de antes pergunta

- Kurama - Sem perguntar como ela se chamava ele volta a ignorar

- E meu nome é Miko, tem algo planejado para mais tarde? - Era notável a segunda intenção em sua voz, Itachi se levantou e olhou para a garota usando um minúsculo vestido preto trançado no peito e um salto azul escuro - Tá tudo bem? - Pergunta ao moreno que cerrou os olhos para ela

- Por que não estaria?

- Você não parece bem - A garota depois dessa fala o ignora - Bom gatinho - Volta a atenção para o ruivo que havia voltado a observar o show, afinal estava ali para isso - Tem algo planejado para agora? Se não podemos ir pra minha casa - Arruma o vestido e se aproxima mais ainda dele, que a olhou de volta parando os olhos nos seios quase expostos da menina que sorriu ao notar isso

 Mas um certo Uchiha que os olhava calado não gostou de ser excluído 

- Ele tem sim - Disse ficando entre ela e ele - Transar comigo é um passatempo diferente de você que já deve ter pegado metade das pessoas daqui - Jogou a bebida que bebia no cabelo da garota e deu um sorrisinho de lado

 Pegou no pulso do ruivo o puxando de lá ouvindo o coro de: "Woow" das amigas dela. Desceu as escadas apertando ainda mais a pressão entre sua mão e a munheca do mais velho, sairam do recinto indo em direção ao banheiro

- Não notou a vadia quase dando pra você ali dentro? 

- Notei e não seria uma má idéia se seu namorado esquisitão não me pedisse para cuidar de você - Puxa o braço de volta pra si

- Quer dizer que eu tenho a culpa agora? - O moreno para de andar fazendo o outro bater em suas costas

- Não só estou dizendo que se você não desse showzinho ridículo eu estaria com minha foda garantida

- É só voltar lá

- Ah claro, eu vou chegar na garota cheia de bebida no cabelo depois de você jogar aquilo nela e dizer que eu transaria contigo, ela vai pensar que eu sou o que?

- Tá putinho por causa de sexo? - Itachi pergunta - Como se não fosse facíl pegar qualquer um?

- Pra você é? Não se você é o moleque transante desculpa ai madame

- Vamos discutir por causa da sua seca?

- Ahaaa colega e a culpa é de quem?

- Ok dá próxima eu te deixo ser estuprado por uma menina daquelas, mas depois não me venha lamentar que pegou DST

- Você tem uma vida sexual ativa eu tinha até Shukaku terminar oque tinhamos por sua culpa - Itachi o olha negando com a cabeça

- Minha? Você que deu um tapa na cara dele e ele quase se matou e a culpa é minha? O cú é dele Kurama e ele tem o direito de saber pra quem ele dá, e se ele cansou de ver seu piruzinho o problema não é meu!

- É o que? Escuta aqui sua fuinha do caralho, você não me irrita então nem vem

- Nem vem você se tá tão arrependido por que não comeu a menina vai lá volta lá pra dentro

 "Ótimo estou discutindo com um bebâdo, a que nível você chegou Kurama"

 Itachi colocou a mão no estomago sussurrando um ''que droga'' e saiu correndo até o banheiro porém antes mesmo de chegar na porta escutou gemidos bem altos BEM ALTOS MESMO, ou era banheiro ou era grama

 Escolha: A ou B

 Foda-se quem tá no banheiro, entrou no local encontrando nada mais nada menos que seu otouto e Naruto transando em cima da pia, porra! Bem na entrada sério? Não ligou para a cena muito menos para o olhar assustado de Sasuke, só empurrou a primeira porta que viu entrando em uma cabine colocando tudo pra fora, sabia que aquilo era efeito da bebida, sabia que era fraco nesse ponto mas queria beber, e odiava aquela sensação de enjoo não sentia ela a muito tempo desde sua gravidez a qual foi um erro total, desde esse aontecido só teve relações com Kisame e sempre usava proteção. Desceu a tampa do vaso dando descarga nele e se sentando no chão colocando os braços sobre o mesmo e deixando as lágrimas rolarem por sua face

 Nunca se perdoaria por ter deixado aquilo acontecer sabia que as crianças não tinham culpa de nada mas mesmo assim tentou tirar a vida delas, agradeceu por conhecer Kisame naquela época mas não amenizaria aquele sentimento de angústia que sentia, tinha que dizer a verdade sobre os bebês, estava na cara que não eram sobrinhos de seu namorado até Sasuke percebeu aquilo e perguntou ao irmão fazendo eles discutiram, sua mãe tinha que saber que era avó ela quem o carregou por nove meses na barriga e agora ele esconde algo assim dela? E o pai de seus filhos tem que saber também, tudo depende de Itachi mas de depender dele ninguém saberá de nada a não ser Madara, Izuna e Kisame, e infelizmente Hashirama e Tobirama

 Kurama que estava lá fora entrou no banheiro atrás do moreno e se deparou com a mesma cena vista pelo outro

- D-droga Naruto! - Sasuke diz ao ver Kurama parado os olhando

- Relaxem, está sexy - O ruivo faz tipo um TV com os dedos e pisca, indo até as cabines procurando por Itachi o encontrando sentando no chão - Itachi? - O chama tocando seus cabelos de leve

- Hm? - Responde baixo e rouco por conta do choro

- Que foi? Eu disse alguma coisa? - O moreno levanta a cabeça passando a mão nos olhos - Desculpa... - Apesar do outro estar triste o ruivo não deixou de achar fofa a cena

 Itachi se levanta e Kurama faz o mesmo, o moreno o olhou para o mais e suspirou grudando em seu braço e deitando a cabeça em seu ombro. Odiava ficar emotivo ainda mais bebâdo, ele sabai que hora ou outra diria alguma merda como a que pensou agora

- Já sei pra onde vamos - Diz sorrindo - Vamos

 Saíram da cabine indo até a pia, Itachi ignorou os dois transando ao seu lado e jogou água no rosto olhando pelo espelho o ruivo achando graça da cara de vergonha de Sasuke, já Naruto sem se preocupar com nada continuou o que fazia, nem Kurama ou Itachi poderiam negar que os gemidos misturados dos dois eram exitantes. Isso ajudou o Uchiha mais velho a bolar um esqueminha rapido e eficaz aquela hora sorrindo malicioso sem ser notado por seu alvo, depois disso saíram do banheiro deixando o casal lá


 A vergonha que Uchiha Sasuke está sentindo é enorme, seu irmão e seu cunhado acabaram de o ver dando para seu namorado e a cara dele enfia aonde?

- Nhun N-Naruto - Sasuke mordia seu lábio inferior com força enquanto seu namorado metia em si rapidamente acertando aquele lugar o qual o moreno gostava 

 As estocadas do loiro eram fortes que faziam Sasuke gemer alto e pedir mais enquanto puxava os fios do cabelo do mais novo

- O que você quer Sasu-Chan? Pede pode pedir - Abraçou a cintura fina do moreno que rodeou as pernas na cintura do loiro tombando a cabeça para o lado

- Me fode mais rápido - Assim que ele pediu Naruto o beijou fazendo o movimento "vai e vem" rápido/forte e Sasuke gemeu abafado por causa do beijo

 Depois disso ele gozou e Naruto logo atrás, o loiro sentiu uma fraqueza nas pernas já o moreno sentia o líquido quente do namorado dentro de si, odiava fazer isso fora de casa por causa da demora para chegar em seu chuveiro. Naruto vestiu suas roupas e Sasuke fez o mesmo, quando foi descer da pia teve um pequeno desequilibrio pela falta de força temporária nas pernas mas Naruto o segurou pelo braço

- Quer ir embora? - Pergunta recebendo do mais velho um aceno positivo, ele lavou a mão e a passou no rosto aliviando o suor, tirou a blusa de frio porque estava com calor depois do que rolou jogou a mesma em cima do loiro ao seu lado - Aaah ttebayo! Oque eu eu fiz?

- Leva pra mim amor - Fez biquinho que o outro não resistiu, amarrou a blusa na cintura e passou o braço pelo pescoço do mais velho - Por que não vi Kisame com Itachi? - Perguntou assim que ambos saíram de lá

- Não sei mas se ele saiu a chave do carro está com você 

- Vamos embora

- Eu Itachi e Kisame? - O loiro confuso pergunta franzindo o cenho

- Kurama também veio de carro, eles vão com ele por que eu quero minha cama e dormir só isso - Naruto riu do namorado e foram até o Prisma branco modelo 2017 que Itachi comprou depois que foi morar fora

 Sasuke entrou no lado passageiro e Naruto no piloto, o Uchiha encostou sua cabeça no vidro fechando os olhos estava com sono e cansado, Naruto sorriu ao ver o namorado cochilando colocou uma mão na coxa esquerda do mesmo acariciando o local, logo dando partida no automóvel saindo de lá não antes de notar que o carro de seu irmão não estava no mesmo lugar

 Noutro Local

- Gostaria de saber por que viemos aqui - O ruivo disse seguindo o moreno para dentro de um hotel luxuoso que Itachi pediu para ir

- Por que acha que eu iria querer vir em um hotel com você? - O outro pergunta risonho 

 Os quatro seguranças reconheram de imediato os garotos sendo um dos herdeiros dos Uchihas e o outro dos Senjus, cumprimentaram ambos e Itachi sorriu indo até a recepção se debruçando no balcão de frente a recepcionista loira

- Pois não? - A loira pergunta educada

- Uchiha Madara tem um quarto reservado aqui, ou pelo menos tinha - A garota olha uma ficha em uma prancheta assentindo

- Uchiha? - A moça deixou se arregalar um pouco os olhos, sabia que várias pessoas iam naquele local mas nunca esperava ver um Uchiha em sua frente - Tinha um reservamento até ontem de tarde

- Ótimo! Quero um quarto bom, que tenha vista da cidade incrível - Gargalhou do nada, a bebida ainda tinha um efeito grande em si estava bebâdo e era notavel e isso fazia Kurama se envergonhar ao notar que eram alvos de olhares

- Certo - Ela olha mais uma vez um outra lista - Sacada, hidromassagem, sala de estar e frigobar, quarto 217 último andar, estádia máxima é de três dias - Entregou a chave ao moreno que sorriu em agradecimento

 Pegou na mão do ruivo indo em direção ao elevador panoramico tropeçando duas ou três vezes, observava a vista de Konoha a noite as luzes dos prédios, diversos aviões passando no céu com aquela luz vermelha piscando que Itachi achava graça, ele olha Kurama que observava a mesma paisagem que si porém havia um sinal de interrogação estampado em sua face, tinha notado que ele está confuso


 Assim que chegaram ao quarto Itachi correu até a cama se jogando na mesma apreciava a maciez do cochão e abraçava os milhares de travesseiros que tinha sobe a mesma

- Itachi... O que fazemos aqui? - O ruivo pergunta indo até ele e se sentando na ponta da cama - Não tenho o costume de dormir cedo mas... - Ele olha no relógio vendo as horas 02:37 - Estou cansado - Murmurou

- Está tão cansado assim? - O moreno pergunta e gargalhou engatinhando na enorme cama até chegar no final dela depositando um selar de leve na bochecha do mais velho - Vamos fazer um brinde a minha volta? - Pergunta indo até o mini bar que tinha ali pegando um champagne, Kurama não entendia a cabeça de Itachi, as vezes tinha um humor outras vezes outro o considerava bipolar - Podemos brindar também o nosso sobrinho que daqui uns meses chega eim? - Fechou os olhos sorrindo pegando duas taças e levando até onde o outro se encontrava entregando uma a ele

- Não tem motivos para um brinde e você sabe bem disso - Pegou o objeto nas mãos

- Ah Kuramaaaa! Nem vem imagina pô, é nosso primeiro sobrinho isso é legal ter um bebê na familia - Assim que abriu a garrafa colocou um pouco do liquído na taça do ruivo e depois na sua

- Humph tanto faz não sou eu quem vou cuidar - Diz tomando um gole do champagne

- Faz o caralho do brinde logo 

- Eitan boca suja - Brindaram a algo que Kurama nem sabia o que era

- Sabe por que te trouxe aqui? - Subia no colo do outro que negou com a cabeça - Para ficarmos juntos - Sussurou e fez um movimento sobre o colo do mais velho

- Não mereço aturar gente bebâda

- Vamso culpar a bebida se alguma coisa acontecer - Esparramou a mão sobre o peitoral coberto do ruivoo empurrando de leve na cama

- Não nem vem, você namora e não quero ser o amante de uma noite sua então vamos respeitar seu namoradinho que a essas horas deve estar indo te buscar

- Ele deve estar cuidando da minha filha, vamos aproveitar - Diz enquanto mordia seu pescoço

- Agora ela é sua filha? Achei que era sobrinhos do seu namorado - Sua mão vai para a cintura do moreno o afastando

- Dá pra parar de me evitar? - Irritado ele o olha

- Você namora porra! Trair pode machucar o outro - Kurama era desses que se importava se iria machucar alguém ou não, ele havia sido machucado uma vez e Minato já machucou sua mãe e sabia o quanto aquilo era ruim, apesar de não ir muito com a cara do azulado não gostaria que ele passasse por algo assim

- Não me venha com sentimentalismo Kurama por favor

- Itachi... - Mais uma vez o afastou porém o outro não se deu por vencido, mordeu o lábio inferior do ruivo o puxando com força para si

 Itachi colocou a mão livre no pescoço do ruivo e o olhou admirando seus olhos sempre os comparava com esmeraldas, tanto na cor como no brilho tão lindo... Alterou seu olhar dos olhos para a boca já fazia um bom tempo desde que começou a sentir falta dela, movimentou-se a cintura no colo do ruivo sabendo que ele gostava aquilo e isso o fez dar um apertada na cintura do mais novo

 O plano de Itachi era facíl, deixar o ruivo bebâdo para ficarem a noite toda, no outro dia nenhum se lembrariam mesmo e foi o que fez, com alguns amassos aqui, risinhos ali, conversa furada cá, Kurama estava bastante alterado havia tomado alguma coisa no show de antes mas não muito forte por que estava dirijindo mas agora era outra ocasião

 Itachi e Kurama estavam na hidromassagem fazia um bom tempo as duas garrafas de champagne vazias estavam jogadas por ali mesmo e agora apenas o moreno tinha uma taça nas mãos pois a do mais velho em uma brincadeira entre ambos acabou caindo e se espatifando em partículas pequeninas, o ruivo o agarrou a cintura do moreno dando um beijo na nuca fazendo ele se arrepiar Itachi estava no meio de suas pernas de costas para ele...

- O que prefere? Chuveiro, banheira ou continuar na hidromassagem? - O mais velho pergunta em dúvida

- Qualquer um garante que iremos transar aqui? - A pergunta do moreno fez o ruivo assentir e sorrir de lado - Ficar muito na água faz a pele ficar feia então se formos para o chuveiro podemos terminar na cama?

- Ou no chão se preferir - Itachi deu tapa no ombro do outro

 Cerca de minutos já estavam debaixo do chuveiro, bebâdos (ou nem tanto) Itachi rodeou os braços no pescoço do ruivo que passou os braços na cintura do mais novo, se olharam e logo coloram as bocas

 Um beijo resumido em luxúria, pressa e ansiedade, nenhum dos dois negaram que queriam aquilo a muito tempo mas eram orgulhosos demais admitirem. Kurama puxou a língua do moreno com os lábios arrando do outro um suspiro de aprovação, a vontade quererem mais falou alto e Itachi se remexeu mostrando que queria impulso e foi isso o ruivo fez deu impulso para que ele pudesse rodear as pernas na cintura do mesmo, Itachi queria aquilo já que tinha planeja desde que saíra do banheiro daquele show, Kurama sempre quando bebe fica exitado ainda mais quando o assunto é Uchiha Itachi, a ereção do moreno roçava entre os abdomens de ambos, terminaram o beijo com uma mordida forte

- Oh droga - Itachi diz e olha o mais velho - Te quero agora, muito e não to afim de esperar mais - O ruivo sorriu notando o desespero do outro ele sabia que só entrariam naquele chuveiro por alguns segundos, desligou o registro ainda com o moreno no colo e suspirou

- Só me fez molhar o cabelo sua fuinha filha da mãe? - Itachi riu e assentiu reprimindo os lábios

 Saíram do banheiro do jeito que estavam, Kurama depositou o outro na cama não se importando em estar molhado e ficou por cima do mesmo cameçando uma trilha de beijos em seu pescoço subindo até o rosto e parando em sua boca, Itachi abriu as pernas e o ruivo se encaixou nas mesmas deslizando a mão para as coxas lisas do moreno que levando a mesma dando mais liberdade, as linguas se encontraram e era como se fossem peças de montar onde se encaixavam facilmente, o ruivo soltou um gemido quando sentiu a mão pequena do mais novo entrar em contato com seu membro começando ali uma masturbação, Itachi dizia coisas desconexas no estilo: "Seu pau parece ter aumentado de tamanho" foi como eu disse, ele tem uma boca suja quando bebe

 Foram interrompidos com o celular do moreno tocando o que o fez soltar um xingamento se esticando para pegar o aparelho em cima do criado mudo, sem parar o que fazia com a outra mão sorriu malicioso para o ruivo dando um selinho mesmo antes de antender o telefone nem notou quem era

- "Alô?" - Seu mau humor foi notado pela pessoa do outro lado

 "Itachi-San?" - O moreno revirou os olhos suspirando

- "Oque é?" - Perguntou desinteressado apenas queria saber do movimentos que fazia com a outra mão que davam prazer a pessoa em cima de si, porém voltou a atenção ao telefone ao processar o que poderia ter acontecido - "Aconteceu alguma coisa com a minha bebê?" - A preocupação foi percebida por ambas pessoas, tanto a que estava naquele quarto quanto ao telfone

 "Não ela está bem, queria saber onde você está Naruto disse que você saiu com o irmão dele" - Respirou aliviado olhando para o ruivo que mordia o lábio inferior e mantinha os olhos fechados, sorriu quando notou isso aumentando os movimentos lá e baixo fazendo ele abrir os olhos e a boca soltando um som de prazer

- "Relaxa que estamos muito bem, muito bem mesmo"

 "Me deixe adivinhar, está prestes a transar com ele?" - O azulado do outro lado riu fazendo o moreno rir também

- "Exatamente pode me dar licença?"

 "De boa" - Desligou a ligação deixando o celular de lado

 Parou o que fazia circulando a cintura do outro com as pernas trocando as posições que estavam, ele olhou para o lado de relance vendo a cinta de couro que estava usando em cima do cochão tinha tirado ela assim que chegaram, sorriu com o pensamento que passou pela sua cabeça pegou o objeto e mostrou ao ruivo que franziu o cenho ao ver aquilo. Itachi pegou os braços do ruivo e os colocou acima da cabeça prendendo a cinta na cabeceira da cama com seus braços nela

- Que porra? - Pergunta tentando se soltar, o moreno sorriu e fez que não com o dedo

- Você vai poder me foder sob minhas ordens meu kitsune - Mordeu o lóbulo da orelha do ruivo

- Não! Você vai me soltar agora antes que eu me zangue - Tentou novamente tirar as mãos presas mas estavam muito apertadas - Isso pode prender a circulação do sangue do meu pulso e eu vou morrer

- Seja menos gay por favor?

 Itachi ignorou os protestos do mais velho e lhe deu um selinho antes de descer até as pernas do mesmo, olhou para ele antes de sorrir e abocanhar seu membro. Chupava, lambia e mordia e com a ajuda de sua mão masturbava o pênis do outro, Itachi não tinha o custume de fazer aquilo na verdade em sua vida só fez aquilo duas vezes contando com essa e foi para a mesma pessoa, Kurama! Uma vez quando estavam em Kunogakure e agora, nem para Kisame pensou fazer aquilo achava nojento e deselegante mas com a ajuda da bebida fazer isso se tornou possivel   

 O que o moreno queria na verdade era judiar do ruivo, já fazia um bom tempo desde que teve alguma relação. Parou o que fazia e ficou por cima do outro se sentando em seu colo e sorriu recebendo em troco um olhar feio, Kurama não estava curtindo ficar com as mão amarradas sem poder retrucar nenhum moviemento

- Oque quer? - Itachi pergunta apoiando o cotovelo no peito do outro e colocando o rosto na mão

- Que me solte por favor - Disse sério e isso fez o moreno rir de si

- Não será possível desculpe, pelo menos não agora - Apertou as bochechas do outro e sorriu e rebolou de leve - Primeiro vamos brincar - O beijou com necessidade passando as mãos pelo seu corpo

- Brincadeiras a parte, se vamos fazer besteiras que tal irmos logo? 

- E terminar nossa noite depressa? - Ele desceu a mão até a cintura do ruivo arranhando ali - Não mesmo

- Eu não disse que terminaria logo apenas disse para começarmos agora, já ouviu o ditado 'A noite é um criança'? - Riram e se encararam

- Acho seus olhos tão lindos - O moreno sussurra

 Nunca diria aquilo se estivesse sóbrio, Kurama sorriu, ele tinha tantas perguntas que queria fazer ao mais novo...

- Gosto dos seus por que não costumam emitir emoção - Itachi sorriu assentindo

- As vezes passam muita

 Deixou o papo de lado o beijando novamente, ele se senta normalmente no colo em cima de seu pênis, deu uma risada maliciosa não tirando os olhos do mais velho e com isso ele ajeitou o membro ereto do outro em sua entrada deslizando sobre ele devagar, mordeu os lábios em desconforto devia ter se preparado antes -_-

- Tá difícil ai? - O ruivo pergunta divertido com a cara de dor do parceiro - Vai bobão, acho é pouco podia te machucar mesmo pra você parar de ser trouxa e me soltar - Itachi o olhou incrédulo e mandou um dedo do meio para ele

 Ao sentir o penis do ruivo quase todo dentro de si sorriu sarcástico para o mesmo que revirou os olhos

- Se fode vai

- Quer que eu me foda sozinho? - O mais novo pergunta antes de se movimentar sobre o membro do outro, o mesmo abriu a boca em desejo - Se quiser eu posso me virar com meus dedos - Mostra a mão direita fazendo o ruivo bufar

- Itachi me solta por favor! - Tenta mais uma vez se livrar daquilo estava realmente o encomodando

- Não, quero te ver vúlneravel a mim - Ao dizer isso ele se movimentou pra cima e para baixo lentamente, Kurama gemeu com o ato e isso aumentou o sorriso que Itachi tinha

- Não quero ficar vúlneravel a você! - O ruivo estava irritado e o mais novo sabia por isso provocava, ele subia e descia sabendo que o outro estava louco na verdade para se soltar e controlar a situação - Isso terá um preço muito caro Uchiha - A malícia na voz dele era percebida de longe

- Eu acho que vou gastar muito dinheiro hn? - Pergunta mordiscando seu mamilo, o ruivo soltou um suspiro em desaprovação estava se achando inútil não poder fazer nada nem mexer as mãos

 Itachi aproveitava aquilo movimentando-se sentindo o prazer começar a surgir, já fazia um bom tempo desde que havia transado com vontade como estava querendo agora, mordeu o lábio inferior olhando o ruivo contrariado. Começou a rebolar fazendo o membro do outro entrar por interio em si e isso o fez soltar um gemido rouco, sorriu de uma maneira vulgar esparrando as mãos no peitoral do outro

- Tinha me esquecido de como era bom fazer isso com você - Falou movimentando-se mais rápido e gemendo a cada investida feita por si mesmo

- Aish caralho! - Kurama diz mas vamos mandar a real, ele quis apenas esconder o gemido que acabou de soltar - Oooh Itachi eu estou mandando você me soltar ou se não quando eu estiver livre eu juro mesmo que posso te deixar sem andar e olha que eu sei que não sou nem metade do que seu namorado de dois metros e meio

- Olha eu não duvido que você pode me aleijar, e quem diria logo você se desfamando - O moreno gargalhou e parou de rebolar começando a 'quicar' forte e rápido - Acredite haa... O pau dele é muito maior e melhor que o seu nnh... Porra Kurama! - Reclama quando sentiu o joelho do mais velho bater em suas costas - Doeu... - Grunhiu contraindo suas paredes internas

 Se assustou quando olhou o ruivo que o olhava dessa vez feio e cheio de raiva, ele não sabia se ficava com medo ou se achava aquilo exitante, arregalou os olhos quando percebeu que ele havia se soltado. ELE TINHA CONSEGUIDO ARREBENTAR O CARALHO DA CINTA. Itachi abriu a boca em um perfeito começando a ficar com medo assim que o ruivo se sentando ainda com ele em seu colo, as mãos grandes do mais velho foram uma para sua cintura a apertando e a outra em seu cabelo os puxando, sentiu a língua quente em seu pescoço gemendo com o contato apertando os ombros largos do outro

- Agora eu comando aqui e você obdece ouviu? - O mais velho sussurrou em seu ouvido, não gostava de quando era tratado assim porém abriu uma pequena exceção - Ouviu o que eu disse ou quer que eu seja mais claro?

- Seje mais específico - E provocar era uma das coisas que um Uchiha sabia saber

- Eu lidero essa droga agora - Puxou os fios negros do parceiro com força o forçando a olhar - Pode me chamar de Otou

 Mordeu o lábio do moreno o puxando para si a força que foi colocada ali o fez sangrar, o ruivo o beijou sentindo o gosto de sangue misturado com champagne. Ambas mãos de Kurama escorregaram até a bunda do mais novo as apertando, virou ele na cama ficando por cima novamente

- Oh porra! - O moreno exclama sentindo Kurama entrar em si por cusa do movimento anterior - Eu preciso que você me foda agora - Seu desespero causou graça no ruivo que negou - Como assim não?

- Eu mando você apenas obdece - Disse saindo de dentro de si e rindo divertido, Itachi não gostou do que o outro fez

- Então manda, pede, manda, obriga, fala o que você quer só não demore para me comer que se foda se vai terminar logo como você disse a noite é uma criança podemos repetir agora diz! - Falou de um vez só se sentando na cama e se apoiando com os cotovelos

- Muito bem assim que eu gosto - O ruivo diz fazendo um carinho na bochecha corada de Itachi por causa da bebida - Fica de quatro pra mim - Itachi demorou um pouco para processar sua fala - Agora! - Assentiu ao notar o tom de voz do outro, nunca tinha ficado naquela posição mas sabia que era constrangedora confiança que ele estava até agora sumiu e quem ficou vúlneravel foi ele

 Obdeceu a ordem do outro se virando de bruços e se levantando aos poucos, estava com o cenho franzido pela vergonha lhe consumindo

 "Poxa pra que ele tem que ter a visão da minha bunda desse jeito?"

 Esperou algo vir do mais velho mas não veio nada quando pensou em o olhar sentiu algo em sua entrada oque o fez soltar um gemido um tanto quanto feminino, mordeu o dedo indicador tentando não emitir som algum, sabia o que o ruivo estava fazendo e estava muito bom sentir a língua dele ali. Mordeu o dedo com força rebolando querendo mais, sentindo o ruivo apertar sua cintura e o penetrar com língua e aquilo foi demais

- Caralho Kurama! Me fode de uma vez! - Não aguentava mais queria ter o ruivo dentro de si imediatamente, sentiu ele parar o que fazia lá atrás e se arrependeu pois estava realmente muito bom

 O mais velho ficou por cima do moreno capturando seu pescoço o chupando, com uma mão pegou em seus cabelos de novo os puxando dando mais acesso ao seu trabalho, Itachi parou de morder seu dedo e levou a mão até seu próprio membro ele é daquelas pessoas que odeiam se masturbar mas em uma situação assim o que ele pode fazer?

- Não... - Ouviu a voz grossa dele em seu ouvido e a mão dele sobre a sua impedindo que ele a mova a deixando parada perto de seu ventre

 Soltou um silvo em descontento oque não passou despercebido pelo ruivo que deu uma risadinha sem ser notado, o mesmo colocou o braço que segurava de Itachi atrás das costas do mesmo deixando ele sem movimentos até que o soltasse 

- Oe! Para com isso - Pede manhoso mas tudo que recebeu foi um tapa forte, alto e dolorido na bunda, isso o fez soltar um grito por causa do impacto tinha o assustado - Kurama!?

- Otou! - O ruivo o corrigiu levando um dedo até a boca do moreno - Chupa.. - E assim ele o fez, pegou a mão do mais velho a movimentando do jeito que quisesse chupando o seu dedo indicador, olhou para trás vendo o ruivo o olhando intensamente e para o provocar colocou mais dois dedos em sua boca o chupando com vontade

 Kurama o observava com desejo e luxúria nem ele mesmo queria esperar para poder foder o moreno provocativo a sua frente, retirou os dedos de sua boca o fazendo soltar um suspiro irritado o mais velho o encarou e ele o encarou de volta limpando o filete de saliva que escorria entre seus lábios com o polegar de um jeito sexy. Colocou os dedos sem aviso nenhum dentro do mais novo sem tirar os olhos, o vendo gemer alto e esconder o rosto em um travesseiro

- Fala para o seu Otou-San oque você quer - Disse ao pé de seu ouvido o fazendo levantar a cabeça rapidamente e o olhar de novo

- Te quero dentro de mim - O ruivo arqueou a sobrancelha direita sorrindo de lado - Otou... Eu quero você dentro de mim agora, me fazendo gemer de verdade - Disse o olhando e mordendo o lábio

- E por que eu deveria fazer isso? - Perguntou recebendo do moreno um olhar feio

- Otou... - Chama manhoso o que fez certo alguém se animar - Eu preciso mesmo que você me coma de qualquer jeito, de quatro, em pé, na piscina, no carro, na escada só quero ter você dentro de mim me fodendo como se fosse sua última transa! - O moreno estava irritado e o conhecendo bem sabia que logo ele saíria dali 

 Kurama posicionou seu pênis na entrada do mais novo entrando devagar para provocar, Itachi rebolou para entrar logo e sorriu assim que o sentiu inteiro novamente, o ruivo puxou seus cabelos e segurou em sua cintura se movimentando lentamente

- Vai logo! - O moreno murmura sentindo seus cabelos serem puxados com força - Desculpe... - Ele havia entendido seu joguinho, o mais velho queria ficar no comando, queria que ele gemesse com era pra gemer, ou falar só quando fosse permitido, mas ele não iria se entregar tão facíl

 O ruivo continuou seus movimentos lentos provocando o outro que mesmo insatisfeito com aquilo gostava, vez ou outra Kurama acertava o local do prazer extremo do mais novo que gemia fraco e baixo

- Onegai Otou-San eu quero mais - Pediu enterrando a cabeça no travesseiro

- Quer?

- Muito...

 E assim o mais velho fez. Começou aumentando a força de seus movimentos os deixando mais rapidos, o moreno gemeu alto quando o outro logo de inicio acertou sua próstata novamente oque foi um erro. Kurama tirou a mão de sua cintura a colocando em seu pescoço apenas para fazer ele o olhar sem apertar nem nada, o moreno o olhou e o ruivo sorriu arrancando dele um sorriso timído, Itachi remexeu seu quadril enquanto mordia o lábio

 As estocadas do ruivo eram rápidas e fortes, soltou os fios negros do mais novo e levou a mão até a bunda do mesmo a apertando algo que ambos gostaram, Kurama se movia mordendo suas costas, já Itachi gemia dessa vez em bom tom ele estava gostando daquilo mas na posição em que estava não estava gostando de ficar tão submisso assim

- E-espera... - Pediu e o mais velho o soltou e saiu de dento do mesmo

- Que foi? - Perguntou se sentando na cama, Itachi se sentou direito também ficando de frente a ele e sorriu curto abaixando a cabeça, ele não disse nada apenas colocou as duas mãos na bochecha do ruivo e as apertou beijando o biquinho que formou em sua boca

 Ele pede passagem para o outro que cedeu quase de imediato, as línguas se chocavam causando um frio na barriga de ambos, Itachi colocou as mão na nuca do ruivo e o mesmo passou as suas em sua cintura deixando o beijo mais aberto. As mãos ageis de Kurama puxaram o moreno para seu colo que sentou ali sem parar o beijo e se encaixou no pênis do mais velho

- Hmm porra como tu consegue ser tão gostoso? - Kurama pergunta assim que terminou o beijo com uma mordida no mais novo

- Como tu consegue me deixar assim? - Itachi perguntou começando a subir e descer numa facilidade só

 O ruivo soltou um gemido sentindo o moreno apertar seu membros em suas paredes enquanto 'ia e vinha' no mesmo momento em que ele arranha suas costas com o queixo em seu pescoço, ajudou o mais novo apertando sua cintura o dando impulso o fazendo te mais acesso e se movimenta livremente, os gemidos as vezes ousados e as vezes timídos do morenos despertava no mais velho algo que se igualava a felicidade? 

 Kurama passou a beijar o pescoço do moreno que apertava seus cabelos, sua língua passeava em seu ombro e subia até a clavícula mordendo forte deixando marcas, chupando em diversos lugares e beijando depois de cada ato

- Otou... - Itachi chama entre gemidos cada vez em que o outro o mordia, o ruivo o beijou novamente levando suas mãos até a bunda do moreno a apertando ele realmente estava gostando de apertar ali fazia tanto tempo desde a última vez em que fez isso nele, aperto ela ora ou outra dava tapas ainda mais quando o outro o arranhava e mordia seu ombro

 Itachi chamou seu nome assim que sentiu as mãos do mais velho apertarem suas coxas grossas e seu pênis acertar sua próstata, Kurama parou os movimentos fazendo o outro o olhar confuso então ele apenas sorriu e o deitou na cama devagar ficando por cima do mesmo. Assim que sentiu suas costas no cochão Itachi suspirou e sorriu disfarçadamente ele estava sentindo dores nas costas e olha que não é osteoporose (heuheuheu) sentiu Kurama se movimentar dentro de si novamente e ele gemeu alto, afinal foi pego desprevinido, Kurama penetrava o moreno dessa vez não tão rápido pois gostava da cara que o outro fazia; ele corava quando gemia e fechava os olhos em um aperto

 Pegou ambas mãos de Itachi e as prendeu com uma das suas acima de sua cabeça dando uma visão magnifica dele, suado e corado enquanto mordia os lábios, continuou movimentando-se e conforme ele percebia no rosto do mais novo gostava cada hora de um jeito então de vez em quando aumentava o ritmo, o ruivo sabia como provocar então toda vez em que acertava o local em que Itachi sentia mais prazer fazia questão de acertar lá uma vez a cada três estocadas e isso irritava o moreno

- Kurama... - Gemeu prendendo as pernas na cintura do ruivo quando sentiu ele acertar 'lá' - Onegai Otou faz de novo

 O pedido do mais novo na opnião de Kurama foi fofo e sexy ao mesmo tempo, ele continou com suas estocadas devagar e aumentava quando ouviu o outro gemer sabendo que havia acertado seu ponto de prazer. Cerca de mais ou menos quatro estocadas na próstata do moreno ele chegou ao seu limite gozando entre seu abdomen e o do mais velho em cima de si, e logo em seguida o ruivo fez o mesmo saindo de dentro de Itachi gozando sobre o mesmo que soltou um resmungo de descontentação, Kurama se deitou ao seu lado soltando suas mãos

- Aish... - Itachi diz passando as mãos no rosto e olhando sua barriga rindo do que via - Que nojo que viado - Reclama passando a mão ali

- Ahaa isso, passa a mão pra melhorar - O ruivo zombou de si, ele já tinha os olhos fechados só querendo dormir

 O mais novo olhou para sua mão e depois para o outro deitado ao seu lado, se sentou na cama sorrindo travesso e levou a mão até o rosto do companheiro para ser mais especifíca em sua boca, Kurama abriu os olhos imediatamente os dirijindo até o moreno que fingiu que nada aconteceu e assim que o ruivo notou que agora seu rosto estava cheio de "Suco de fazer bebê" como seu avô chama, fez uma careta 

- Porra Itachi - Disse com ódio do mais novo que o olhou e franziu o cenho

- O que eu fiz? 

 "Como se fosse inocente mesmo" 

 Pensou e depois riu se sentando e agarrando o moreno dando em si um beijo forçado
 
- Caralho Kurama! - Dessa vez o outro diz com ódio sentindo o gosto de semén em sua boca, o ruivo sorriu dando um beijo em sua testa

- Quero um banho - Falou se levantando da cama, o moreno observou suas costas arranhadas e deu um riso envergonhado e corou sem o outro perceber, ele se levanta agarrando o mais velho pelas costas e indo até o banheiro


- Oque quer dizer com isso? - O ruivo fazia um carinho nos fios pretos do mais novo que se mantinha encolhido em seu peito

 Ambos estavam banhados e de 'roupas' ou apenas cuecas, estavam deitados e conversando sobre a vida um do outro estava agradável o clima não se importavam de ser quase quatro e meia da manhã apenas aproveitavam o momento

- É... Eu menti, os gêmeos não são nada de Kisame

- Devia ter dito seus pais te apoiariam do mesmo jeito, mas eles são o que? Adotados por vocês e você ficou com medo da sua mãe brigar não é?

- Não... - O moreno se apoiou em seu cotovelo e olhou nos olhos do mais velho - Se eu disser que são nossos filhos você acreditaria? - Perguntou fazendo linhas imáginarias no peito do outro que soltou uma risada negando

- Lógico que não, porque? Vai me dizer que sou pai? - Zombou dele que arqueou uma sombrancelha e o encarou, o efeito do champagne que o mais velho tomou estava passando e ele já sabia o que se passava ali dentro, sabia que Itachi ainda estava sob efeitos de bebidas e que as vezes dizia coisas nada a ver porém aquilo le percebeu que não era brincadeira e isso o assustou

- Eu chorei tanto quando descobri isso, descobrir que eu seria pai e que teria que cuidar de uma criança realmente não foi facíl, pedi para meus tios não comentarem nada com meus pais por medo e resolvi esconder isso, quando conheci Kisame ele foi gentil e me entendia perfeitamente acredita que ele disse que poderia ser um belo pai? - Sorriu para o ruivo que retribui de maneira pequena - Eu sei que foi errado não te dizer nada mas será que você entende meu lado? Eu tive medo de ser rejeitado por você Kurama - Ergueu o olhar para ele que o encara confuso - Você tem quem você quer, e a hora que você quer eu pensei que você iria virar as costas e dizer: "Se vira quem engravidou não fui eu" então eu fiquei na França quase sem dar notícias

 Se olharam por breves segundos o ruivo pode perceber os olhos do outro brilharem e isso o machucou em saber que se o que ele dizia era verdade então a culpa na verdade era sua? Balançou a cabeça tirando os pensamentos do lugar e passou o braço em volta do pescoço do mais novo

- Não chora tudo bem? - Assentiu - Quando acordarmos você me explica melhor pode ser?

- Tudo bem - Passou as mãos nos olhos e o ruivo sorriu acariciando sua bochecha

 Se cobriram com o lençól que nem sabiam que estava ali, Itachi logo dormiu estava cansado então apagou, já Kurama não foi assim sua cabeça doía e pensar em possíbilidades praticamente impossiveis só pioravam tentou dormir mas não conseguiu, era muita informação, primeiro descobre que tem Deidara como irmão, depois sua madrasta está morrendo e agora Itachi com isso... Passou as mãos na cabeça e olhou o moreno dormindo sereno sem seus braços e isso o acalmou

[...]

 Abriu os olhos lentamente sentindo a claridade o atingir, notou logo de cara que não estava em seu quarto ao ver o lustre no teto se assustou se sentando na cama sentindo dores terríveis em seu corpo, olhou em volta e viu que estava em um hotel e suas roupas pelo quarto, aregalou os olhos ao sentir o perfume conhecido e viu que não era o de Kisame. Cruzou os dedos antes de olhar para a pessoa que dormia ao seu lado, mordeu o lábio inferior sentindo a dor de cabeça o atingir e ao ver as marcas pelo pescoço do ruivo

- Merda... - Sussurrou remexendo-se na cama o outro que antes estava de frente para o moreno virou de costas fazendo Itachi colocar a mão na boca vendo os milhares de arranhões pelas suas costas

 Pegou o celular no criado-mudo vendo que era 14:30 da tarde, bloqueou o aparelho o colocando em frente seu rosto para ver sua face vendo seu pescoço cheio de marcas, negou com a cabeça batendo a mão no cochão e se arrependendo pois o ruivo esticou a mão para o lado voltando a sua posição anterior, o moreno pode notar em seu pulso a enorme marca roxa no mesmo, e foi como flash passando perante seus olhos e só pesnou em uma coisa

 "Oque que fiz!?"


Notas Finais


OQUE VOCÊ FEZ ITACHI?????
SEU IDIOTA ¬¬

Minna quando eu fiz a parte do show dos 'Bijuus' eu estava ouvindo uma música do Haikaiss <33
E meio que me senti inspirada quando os meninos cantaram e foi essa música que o Kurama se referiu: https://www.youtube.com/watch?v=J5WLiU1qnP0

Já a que a Matatabi cantou foi Shilloute essa aqui (vocês conhecem heuheueheu) https://www.youtube.com/watch?v=npFAmRqHpQc

Gente eu odiei esse lemon credo... Sério estou pensando em refazer ele, só postei o capitulo hoje por que vai apertar pra portas depois por causa da escola e tals. Eu refiz esse capitulo duas vezes e o mais ou menos foi esse, mas é de coração <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...