História Tramas de um crime - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Crimes, Romance, Trama
Exibições 18
Palavras 953
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi pessoal, essa é minha primeira fic espero que gostem <3

Capítulo 1 - O nascer de uma rainha


São Francisco ,1955...
Emma Grace Taylor é uma bela moça de dezoito anos. Ela estuda artes, seu sonho é um dia trabalhar com arte. Na faculdade, ela conversa com o seu professor depois das aulas:

-Não se preocupe, sempre tirou notas ótimas, com certeza será uma grande profissional, Emma- Fala o professor entregando a prova dela

-Eu sempre dou o meu melhor senhor Morrison- Diz Emma sorrindo satisfatória com a nota


-Você tem um grande futuro, eu sinto isso- Fala ele apertando a mão de Emma

Ao sair da sala Emma ouve uma voz familiar, era Jonny seu namorado que corria para tentar alcança-la
- Eh oi. Diz ele

-Nossa o que aconteceu? Pergunta ela desconfiada

-Bem... Preciso te falar uma coisa... Uma coisa que pode mudar nosso relacionamento, Emma. Diz ele segurando os ombros de Emma – Eu... Passei um fim de semana em uma cidade aqui perto... e acabei me envolvendo com outra , e ... Eu acho que estou a amando. Diz ele um pouco receoso do que viria de Emma

-Emma? Que expressão é essa? Pergunta o rapaz que recebe dois tapas no rosto

Emma chega em casa e sobe as escadas sem fazer barulho, mas sua mãe aparece da outra sala

- Querida, se arrume para o jantar daqui a pouco será servido. Diz a senhora elegante

- Já estou indo mamãe- Diz Emma subindo as escadas. Emma abre a porta de seu quarto e
deita-se na cama fazendo seus cabelos longos e escuros se espalharem.

-Desgraçado. Diz quase enchendo seus olhos azuis profundos de lagrimas

Minutos depois Emma desce as escadas e senta-se a mesa com sua família e é servida pelos empregados

-O que aconteceu querida? Andou chorando- Fala sua mãe preocupada

-Jonny e eu terminamos, ele me traiu- Diz ela abaixando sua cabeça e brincando com a comida


- E o que você fez?- Pergunta Alice sua irmã mais nova de quinze anos

-Dei-lhe bofetadas no rosto, maldito seja- Falou Emma


-Bah... Não te criei pra isso. Fala seu pai irritado – E também não te criei para estudar artes,

deveria estar na empresa de nossa família-Completa ele

-De novo esta historia? Pergunta Emma irritada se levantando da mesa e se retirando

Longe dali...
-Então senhor Marcos esta tudo certo, já podemos agir? – Pergunta um homem de chapéu e terno enquanto falava no telefone

-Sim, Adam Taylor me deve muito dinheiro, leve com você meus quatro homens de confiança- Fala a voz pelo telefone

-A família toda? Pergunta o homem

-Bem... acabei de ter uma ideia, que não nos fará suspeitos, agora escute...

De volta aos Taylors...
-Adam! O que foi aquilo? – Pergunta a mãe de Emma irritada com seu marido

- A realidade – Responde virando o rosto

-Foi uma escolha dela- Diz

-Tolice estudar artes-Fala ele esmurrando a parede- Eu amo Emma, assim como meus outros filhos, mas queria que Emma um dia assumisse a empresa Taylor- Diz se mostrando um pouco mais sentimental

-Bah... Emma, como sempre é a preferida- Diz Philips seu irmão mais velho que escutava a briga da outra sala sentado em uma poltrona

-Não diga isso Philips, nosso pai nos ama igualmente. Diz Alice lendo uma revista.

-Calada sua ruiva estupida- Diz ele com raiva

-Philips pare de brigar com Alice- Emma diz se intrometendo e nesse momento a porta é arrombada por cinco homens armados

-Mas o que é isso?- pergunta Philips exaltado, um dos homens levanta uma arma e atira bem no meio da cabeça de Philips

-Alice corre- Diz Emma desesperada puxando Alice pelos braços e correndo para outra sala

-Meninas, o que foi isso?- Pergunta sua mãe, os homens entram na sala e atiram em sua mãe  duas vezes
-MAMÃE- gritavam as duas – MARY- grita Adam
 

-Meninas, subam- Diz Adam e é obedecido  

-Sei quem mandou vocês aqui, e quero que mandem um recado para ele, vai pro inferno- Adam disse mais furioso do que nunca e recebe uma bala no seu peito o que faz seu corpo cai no chão
-Menininhas venham aqui. Diz o homem subindo as escadas
Emma e Alice estavam escondidas no quarto de Philips, Alice chorava e soluçava
-Emma estou com medo. Diz ela

-É deveria ter mesmo-Diz o homem entrando no quarto e atirando na cabeça de Alice, o sangue de Alice se espalhou pelo quarto deixando Emma em desespero

-Por favor, não me mate- Emma diz soluçando e olhando para os cinco homens, um deles bate com a arma na cabeça de Emma que a faz cair

-Senhor Marcos Montenegro tem planos para ela, vou lhes contar o plano- Diz o homem para os outros de ternos , Emma ouve essa parte da conversa mas logo depois desmaia – M-Marcos- Diz ela antes de ficar desacordada

No dia seguinte...
Emma acorda no sofá e olha para o teto que continha um enorme lustre de cristais
-Foi apenas um pesadelo- Diz ela virando seu rosto e para sua surpresa ver policiais e o casal de vizinhos

-Senhorita Emma Grace Taylor, esta presa pelo assassinato de sua família- Diz um policial prendendo suas mãos com algemas

-N-não fui eu que os matei... foram cinco homens de terno- Emma disse desesperada

-Os vizinhos contam que você tinham problemas com seu pai, e ao que as evidencias indicam você é a assassina, esta suja de sangue e a arma do crime estava em suas mãos enquanto estava desacordada- Diz o policial interrompendo Emma

-Armaram para mim, tem que acreditar em mim, eu não fiz nada, eu os amava- Emma diz em desespero

-Isso você terá que responder ao juiz no tribunal

O policial a leva para a viatura, Emma apoia sua cabeça no vidro da janela da viatura e começa outra vez a chorar

Continua...

 



 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...