História Tramas de um crime - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Crimes, Romance, Trama
Exibições 2
Palavras 929
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Richards acobertará mais um assassinato?

Capítulo 7 - Acerto de contas


Emma acorda com os braços de Richards á apertando, ela se vira para olha-lo e observa-o passando os dedos em seu rosto, Emma o olha com preocupação. Ela levanta-se e leva o lençol cobrindo seu corpo nu, e vai até a enorme janela e fica pensativa olhando o amanhecer de Paris, a torre Eiffel, os pássaros passando cantando.

-É lindo não é? – Diz Richards abraçando Emma por trás a tirando do devaneio

- Sim, é lindo- Emma responde se virando para beija-lo.

-Emma, desde nosso encontro na biblioteca, eu senti algo... E eu sei que isso é algo importante para você, e eu escolho você – Diz Richards olhando fixamente para Emma que assente.

-Não parece feliz- Diz ele levantando o queixo de Emma.

-Não, não é isso é que...

-Ok, vamos sair, estamos em Paris! – Diz ele vestindo sua roupa intima e puxando Emma para seu colo.

-Não querido, não vou poder aproveitar Paris- Responde ela colocando seus cabelos no ombro direito e Richards cheira seu pescoço.

-Por que não? – Pergunta desentendido

-Vou para o México, lá irei atrás de mais um- Diz ela se levantando e indo até o banheiro – Você vem? – Pergunta ela colocando seu rosto para fora da porta do banheiro.

-Claro que sim, alias México é um belo país- Diz ele se levantando e arrumando sua carteira

-Não falei do México- Emma disse mordendo os lábios, Richards entende o recado e vai até ela á beijando.

México...

Emma e Richards entram no clube e pousada, Emma vestia um vestido florido e óculos, Richards usava uma camisa azul e calção levaram as malas até a recepção para fazer o  check in, enquanto faziam o check in Emma vê Ivan Miller saindo do elevador, Emma relembra de quando ele agrediu ela naquela noite. Ivan conversava com um homem e depois se despede e passar por Emma, eles trocam olhares, Emma podia disfarçar seu olhar, mas também sabia decifrar um e aquele olhar era de desejo, Emma olha para Richards que balança a cabeça de forma positiva.

Emma e Richards entram no quarto onde ficariam e colocam roupas de banho, Emma usava um biquíni vermelho e Richards um calção de banho, eles vão caminho da piscina com as mãos dadas, ao chegarem à entrada eles se separam.

-Hora do show- Diz Emma ao ver Ivan se sentando na borda da piscina.

Emma pula na água e finge afogamento – Socorro – Gritava ela

- mulher se afogando- Grita Ivan se jogando na água para salvar Emma do afogamento falso.

Ele o tira de fora d’agua e vê que Emma não conseguia respirar, Ivan passa a mão nos cabelos molhados de Emma e faz respiração boca a boca, Richards estava tão bravo que ele mesmo queria mata-lo, mas ele sabia que isso faz parte do plano de Emma.

-Oh você me salvou... cof cof – Diz Emma com a mão no pescoço

-Não á de que, onde esta seu marido? – Pergunta

-Cof, eu não tenho marido, eu vim aqui com meu irmão, por favor, me leve para meu quarto, sim?

-Claro- Diz Ivan e Emma o guia até seu quarto

Ao chegarem no quarto, Emma abre uma geladeira e pega agua coloca em um copo e pega da gaveta um sonífero colocando a substancia no copo e depois mexendo com uma colher.

-Aceita água? Irônico acabou de salva alguém disso- Diz Emma sorrindo

-Obrigado – Ele bebe o copo e começa á se sentir tonto – O que tem nessa água? – Pergunta se ajoelhando

-Só algo que te deixará fraco querido- Diz Emma sentando-se no sofá e observando ele tentar se levantar

-Quem mandou você aqui?

-Há há , olha isso, então quer dizer que se esquecem de todos vocês mataram? – Pergunta Emma com uma risada maléfica.

-Sua vaca- Diz ele tentando bater nela, mas ela se esquiva.

-Vou te ensinar á não bater em mulheres seu desgraçado – Emma esmurra o queixo dele e ele se levanta

-Você me bateu naquela noite, aceite isso como um acerto de contas- Diz ela estralando os dedos e logo depois chutando o rosto de Ivan duas vezes e depois pegando sua cabeça e depois esmurrando o deixando desacordado.

-Preferiria que estivesse acordado para ver isso, mas não tenho muito tempo – Emma pega de sua mala uma faca e começa a estoca-la no peito de Ivan, o sangue jorrava em grande quantidade.

-Já terminou? – Pergunta Richards entrando no quarto.

-Sim querido já acabei, me ajude á jogar o lixo fora- Diz Emma pegando o saco plástico preto.

Richards e Emma limpam o lugar, eles levam o corpo pelos fundos o colocando na porta malas do carro, depois voltam se ajeitam e vão para a recepção. Emma e Richards dirigem até uma região montanhosa e ao chegarem em um local isolado e cavam um buraco fundo o bastante para ninguém desconfiar, eles enterram Ivan e ao acabar, Richards solta um “-Ufa, terminamos”

-Fez um ótimo trabalho querido- Diz Emma abraçando o corpo suado e Richards.

-Você também querida – Diz ele abraçando Emma e a beijando no sol escaldante do México.

- Para onde vamos agora? Quantos faltam? – Pergunta ele

-Não se preocupe querido, falta apenas um, e é ele, o chefe dos quatros que matei, o grande maldito que mandou matar minha família , Marcos Montenegro – Diz Emma se limpando da areia.

-Onde?

-Itália. Agora vamos nosso voo sai daqui á duas horas- Emma diz sorrindo e eles entram no carro e conversão sobre a Itália de como é um país romântico ao chegarem ao aeroporto os dois ficam esperando o voo deles serem anunciados para o embarque.

Continua...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...