História Transpiracão (Jikook/Kookmin) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Abuso, Amor Platonico, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Sadomasoquismo
Visualizações 56
Palavras 523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Empatia



Obedeci Jimin. Deitei, ainda assustado, tanto que durante o percurso, não consegui tirar os olhos dele. Era impressionante como havia mudado a postura naqueles minutos últimos. Era um Jimin que eu não conhecia.

Ainda fora de mim, não fui capaz de cobrir meu próprio corpo com a coberta, estava de bruços, com a cabeça virada de tal maneira que o encarava. Ele captou o medo em meus atos.

Como eu sei disso?

Ele veio, cheio de risos sarcásticos, até o meu lugar. Parou ali, olhando-me, descrente. "Não vai se cobrir? Pode ficar com frio." E deixou sua mão passear pelas minhas costas, vez ou outra apertando a carne que conseguia alcançar. 

Subiu, rapidamente, a coberta, de forma que tampou todo o meu corpo, excetuando pescoço e cabeça. Observava o trabalho feito por si, até que resolveu por sentar ao meu lado, em frente ao meu rosto amedrontado. Eu só sabia respirar.

"Jungkook... o quê tanto insiste em olhar?", "Não tira os olhos do hyung um minuto, hm?" debochava da minha situação. Mal ele via o quão desconfortável eu estava.

"Não fala mais?" Encarava-me sério.

"Eu só queria entender por que está agindo assim, hyung." É, pode me chamar de idiota, foi exatamente o que eu falei.

"Pareço diferente?" sorria pra mim, surpreso. "Nunca fez isso." Eu só sabia ser sincero. "Eu acho que não, Jungkook. Você é que é péssimo em conhecer as pessoas." zombava mais de mim. 

"Hyung? Desculpa, se eu fiz algo que te incomodou." Sentia-me, de verdade, culpado por deixá-lo fora de si. "Não, baby. Você não fez nada. Por favor!..." Lamentava de volta, com um semblante entristecido. De repente, mudou a postura para algo frio, e até mesmo doentio "Na verdade, Jungkook, você faz. Faz tanto... A todo momento." Repousava uma das mãos sobre minha bochecha.

"Mas, quanto a isso, você pode se redimir." Terminou, percebendo a minha vontade de sair daquela posição.

"O que eu tenho que fazer, hyung? fiquei na mesma altura de Jimin, totalmente interessado pelo que sairia pelos seus lábios.

"Emprestar esse bracinho pro hyung. E, principalmente, não reclamar.", "O que acha? Pode fazer isso?" fitava pesadamente os meus olhos, lia o meu rosto, especialmente quando eu assenti com a cabeça para si. Em resposta, ele sorria de lado, abobado pela minha confiança, tomando ligeiramente o meu braço direito. 

Subiu até a base do meu antebraço, alisando carinhosamente, até que lançava carícias em meu punho fechado. Eu estava apavorado, não sabia o que esperar. Ansioso, decepcionado comigo mesmo. Ele leu isso em mim. Tanto que elevou meu queixo, para que continuasse a encarar-me perfeitamente.

Aquela fisionomia. Fria, distante. Era horrível.

Mas não foi o pior daquela noite. De repente, ele começou a coçar aquela região. Lentamente. Buscava algo em meus olhos. Viu um estranhamente, justificado ao menos. Aquilo não era comum.

Mais aos poucos foi ganhando ritmo. Cor. Já nem coçava mais, arranhava a minha carne, via o prenúncio de sangue surgir ali. Cuidou de captar a minha reação. Primeiro, queria tirar imediatamente. Mas eu vi, quando pude observá-lo, um brilho, uma euforia que eu jamais vira em Jimin. Outro que eu nunca havia visto.

Era deleitoso para ele fazer aquilo. E, inexplicavelmente, passou a ser para mim também.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...