História Transtorno de personalidade - Capítulo 85


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin
Visualizações 168
Palavras 1.289
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Att dupla porque amo vocês e tô devendo.

Boa leitura

Capítulo 85 - Capítulo 85


Fanfic / Fanfiction Transtorno de personalidade - Capítulo 85 - Capítulo 85

Narração

Jin acabará de sair do banho, quando ouviu a campainha tocando, acabou de se arrumar penteado o cabelo o mais rápido possível, e foi atender a porta, logo abriu e deixou o corretor entrar, passaram alguns minutos ministrando o apartamento ao mesmo, agora estavam na sala sentados enquanto o corretor, anotação algumas coisas e fazia algumas contas em sua calculadora HP Gold, Jin já vi uma dessas em sua universidade, os alunos de economia sempre estavam com uma, mas ele nunca usou tal calculadora e nem saberia como, afinal a mesma possuía muitos botões que Jin nem imaginava pra que servia.

Depois de alguns minutos anotando e calculando o corretor finalmente se pronunciou.

_Bem senhor Kim, o senhor possui um excelente imóvel aqui, em um ótimo bairro e está em perfeito estado, creio que comuns meses conseguiríamos um excelente preço de venda algo em torno de uns dois milhões, com certeza teríamos muitas ofertas.

_Seria ótimo mas só tenho uma semana para vender o apartamento então qualquer quantia acima de um milhão u estou aceitando preciso muito desse dinheiro com urgência.

Jin falou ao corretor que não poderia esperar com muita dor no coração, afinal ele não queria vender seu tão amado apartamento que conseguiu com tanto esforço e suor, mas ele não tinha escolha.

_Tudo bem Sr. Kin vou anunciar seu apartamento agora mesmo assim que chegar ao escritório, e assim que tiver propostas ligarei para você.

_ ok ficarei esperando sua ligação.

Jin falou já na porta se despedindo do homem.

Jin agora se dirigia ao restaurante, iria falar com seus amigos contar-lhes tudo o que aconteceu no seu dia, precisaria de um bebida hoje com certeza, só assim conseguiria seguir em frente hoje.

Já no restaurante, Jin acabará de chegar e foi direto a cozinha afinal ainda tinha o serviço de jantar a ser feito. Cumprimentou Mark e Jackson que hoje passou o dia todo lá já que era sua filha, aproveitou o dia com seu namorado, coisa rara nos últimos meses o máximo que se viam era algumas noites quando Jackson passava no restaurante para jantar, depois Jin cumprimentou o retorno de seus funcionários.

Mark queria muito conversar com o amigo, mas sabia que não era a hora certa, esperaria o movimento acabar, voltou a sua função, os dois fizeram todo o serviço normalmente como se nada tivesse a ser dito, e Jin agradeceu mentalmente a ele por isso, não queria falar nada na frente de tanta gente. Ele realmente tinha os melhores amigos que alguém poderia querer.

Após horas de serviços, enfim os três estavam a sós, e como se fosse telepatia, Jackson os aguardava na mesa com uma garrafa de Soju, e três copos e Mark vinha com petiscos nas mãos.

Antes mesmo de começar a falar Jin pegou um dos copos já cheio e virou de uma vez, não antes é claro de brindar com os amigos que logo entenderam o estado do amigo, e viram todos de uma vez só os copos, bebendo todo o líquido ali presente, depois de fazer uma careta, pelo gosto forte da bebida, Jin coloca o copo sobre a mesa e então olha para os amigos, que o olhavam da forma amis calorosa possível, como se por apenas um olhar fosse possível transmitir todo o amor que eles sentiam por Jin e quisesse demostrar tudo nesse olhar, e de verdade era possível, pois foi isso que Jin sentiu, sentiu-se amado é reconfortante apenas com aqueles olhares.

Jin contou-lhe tudo, o que foi dito esta manhã por seus pais, foi bem difícil para ele repetir algumas partes, os dois ali presentes perceberam isso é não interromperão nenhuma vez segure sabendo o quanto difícil seria ele ter que repetir qualquer coisa.

Jackson sentisse um fracasso por não poder ajudar seu Hyung de alguma forma, ele não merecia nada daquilo, seu sangue fervia ao pensar nos pais de Jin, como não podem ver o filho maravilhoso que eles tem, como podem fazer isso com ele. Já não bastava tudo que já fizeram com ele agora vão chantagear ele?! Isso era um absurdo.

Quando Jin enfim terminou de contar Jackson perguntou.

_Hyung como você fará para arrumar todo esse dinheiro?

Jin olhou com olhos tristes para os dois e respondeu tão baixo quanto conseguiu afinal ao pronunciar em voz alta tornava tudo real é isso doía em Jin.

_Bem tenho algumas economias, e também coloquei meu apartamento a venda, mas provavelmente ano será o suficiente, e por isso queria falar com vocês.

Os meninos não acreditavam no que estavam ouvindo, como poderia ele vender seu apartamento, os dois presenciaram toda a luta de Jin para comprar seu tão amado apartamento. Agora foi Mark que se pronunciou não aguentou ouvir aquilo.

_ Como assim vender seu apartamento, ano pode fazer isso. Você lutou muito para tê-lo, e agora vai vender para dar para aqueles sanguessugas, não pode Jin.

O garoto falou tudo de uma vez nem se importando de ofender os pais do amigo, mas afinal não era mentira.

_Tudo bem, da mesma forma que consegui agora conseguirei futuramente, Namjoon e mais importante que um apartamento, não posso deixar que eles estragam a vida dele. Não suportaria passar por isso mais uma vez. Não suportaria ver ele me odiando com Lee Jung Kio me indicou um dia, não sobreviver ia a isso, o apartamento compro outro quando conseguir, somente Namjoon importa agora.

Jin respondeu o amigo da forma mais tranquila é simples, possível tentando não transparecer pesar em vender seu apartamento. Mark iria falar mais alguma coisa, porém Jackson o impediu.

_Hyung, o que queria falar com agente, quer dinheiro emprestado, se for só me fale o valor, não tenho muito mas o que eu puder emprestar será seu.

Jin se emocionou ao ouvir seu amigo falando, mas ele estava errado, Jin não queria dinheiro emprestado.

_Obrigado, fico feliz em saber que posso contar com vocês, mas não quero dinheiro emprestado, e outra coisa.

Jin direcionou seu olhar a Mark, segurou em suas mãos e pois se a falar.

_Mark, eu já vinha pensando nessa ideia a algum tempo,. Economia certeza não era assim que eu queria te oferecer, pelo contrário eu queria lhe fazer uma surpresa, mas enfim as condições agora não me permitem mais isso.

Jin falava e Mark estava cada vez mas impaciente.

_ Sem rodeo Jin fale de uma vez.

O garoto falou já s paciência e de alguma forma preocupado, com o que vinha a seguir.

_Ok, bem eu queria saber se você quer ser meu sócio no restaurante, eu vou precisar de R$500,00 mil, ainda para entrar o dia dinheiro, a minha intenção era dar a sociedade a você por merecimento e não pedindo dinheiro em troca mas infelizmente agora eu preciso do dinheiro, mas se você não quiser tudo bem eu tento outra coisa. Mas você e a única pessoa que eu confio esse restaurante.

Mark não sabia o que estava sentindo, era um misto de emoções, em saber que o amigo o queria como sócio, afinal ele construiu esse restaurante sozinho e graças ao seu maravilhoso tempero e que o restaurante ficou famoso, Mark apenas o ajudava, se sentia extremamente honrado com o convite, mas se sentia furioso em saber que o dinheiro seria para aqueles sanguessugas.

_ E claro que eu aceito, eu sei que não está fazendo esse convite por conta do dinheiro, sei que verdadeiramente me quer como sócio.

Mark estendeu as mãos ao amigo, e assim separam o negócio, agora Jin só precisava vender o apartamento. Os três ficaram o resto da noite bebendo, no fim da noite Jackson que estava menos bêbado chamou um táxi a Jin e um para ela afinal ninguém tinha condições de dirigir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Obrigada a quem acompanha

Comentem a opinião de vocês e importante.

Desculpa os erros, não é fácil revisar pelo celular...
Assim que eu tiver com um computador prometo corrigir todos eles.


Dêem amor ao trailer da fic

https://www.youtube.com/watch?v=uM8tPNnRHa0&feature=youtu.be


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...