História Traumas - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeodan, Bts, Jeon Jungkook, Jimin, Jungkook, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Namjin, Namjoon, Park Jimin, Pipoces, Rap Monster, Suga, Taehyung, Taekook, Traumas, Vkook, Yaoi Bts, Yoongi, Yoonmin
Exibições 110
Palavras 1.721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Finalmente voltei com os capítulos :D
Finalmente me bateu inspiração, espero ter feito vocês ficarem satisfeitos com ele :3
Se preparem que a partir do próximo capítulo o foco é VKook •u•
Eu sei que essa é uma fanfic VKook, mas vamos dar um desconto, o Kook e o Tae acabaram de se conhecer, e outros shipps ainda estão pra acontecer. O TaeHyung e o JungKook não podem se pegar do nada, até pq mesmo q eles estejam ficando próximos, eles nem se conhecem direito, não tem dois dias que eles começaram a se falar.

Capítulo 11 - Os motivos que eu não sei


Fanfic / Fanfiction Traumas - Capítulo 11 - Os motivos que eu não sei

Duas horas exatas. Esse foi o tempo que eles demoraram no salão.

 

Depois de saírem na frente da escola, eles buscaram SeokJin em casa.


Agora o mais velho estava quase atrasado para a faculdade, que era depois do almoço.


YoonGi pintou seus cabelos de preto, do jeito que gostava. JiMin deixou seus cabelos loiros, quase brancos de tão claros que ficaram. Tae adorou seu novo cabelo loiro. Adorava se olhar no espelho toda vez que via um.E Jin pintou-os de castanho escuro. Ele achou adorável.


Depois de colorir seus cabelos, eles foram admirar as colorações novas um dos outros.


JiMin deixou um suspiro sair de seus lábios quando se deparou com YoonGi com aqueles cabelos cor de ébano. Ele realmente queria dizer que não sabia o motivo, mas ele sabia. YoonGi estava lindo com sua cor natural, caindo sob seus olhos. JiMin não queria admitir que ele estava muito bonito com aquela cor, então apenas ficou calado, estanhando-se.


Jin já estava tão próximo de TaeHyung que pareciam amigos de infância. Os meninos já sabiam que SeokJin já era infantil, próximo do, agora, loiro, parecia ter cinco anos de idade.


O moreno se sentia relaxado. A faculdade e mais alguns acontecimentos recentes estavam o estressando. Mas estar com os amigos, mesmo que seja para sentar numa cadeira e ficar duas malditas horas deitado sentindo o cheiro de amônia impregnado no nariz, o fazia bem. Por que por duas malditas horas, ele pode esquecer os problemas.



Deixaram Jin na faculdade e TaeHyung em casa. Então ficaram apenas JiMin e YoonGi no carro, num silêncio gostoso, interrompido apenas quando JiMin ligou o rádio e cantarolou a música que tocava. O mais velho, como todas as vezes que dera carona ao mais novo, apenas observava os movimentos de sua boca.


Não maliciava, afinal, mesmo que as pessoas vissem o loiro como a personificação do pecado com seu belo corpo e aparência, YoonGi apenas o via como um menino inocente e muito fofo. Não era seu corpo que chamou atenção do mais velho, por mais que ele apreciasse. Ele foi atraído pela personalidade fofa do baixinho.


—YoonGi, você sabe o nome dessa música? Eu já ouvi algumas vezes, mas nunca achei o nome. É muito boa.

—Não, não sei. Depois eu procuro pra você.

—Não precisa! Eu procuro.

—Tudo bem.


YoonGi com certeza ia procurar depois. Ficou prestando atenção na letra até o final para depois procurar no Google, pois sabia que quando a escrevesse as palavras elas seriam relacionadas a canção.


JiMin no fundo sabia que o mais velho realmente faria. Ele o conhecia, sabia que o amigo sempre fazia de tudo para lhe agradar. Ele não reparava YoonGi fazendo isso tanto com os outros quanto fazia para si, porém o loiro se culpava. Achava que prestava muita atenção em si mesmo, apenas para fingir que não cogitava a probabilidade de YoonGi gostar dele.


Não que ele não já se pegou pensando como seria ter uma relação amorosa com o de cabelos escuros, principalmente nos últimos dias, mas ele tinha medo de que, caso o mais velho realmente gostasse dele, ele não o correspondesse, e JiMin sabia qual era a dor de não ser correspondido e não desejava isso para ninguém, muito menos YoonGi.


Encostou a cabeça na janela, olhando para YoonGi concentrado nas ruas ocupadas de Seul e preocupado em levar seu dongsaeng para casa.


Ele queria muito falar, mas parecia que uma palavra qualquer quebraria o clima agradável que estavam, então apenas continuou a cantarolar as partes que sabia da música desconhecida até que ela acabasse.


Alguns minutos depois, JiMin estava em casa. Agradeceu à YoonGi e entrou.


O de cabelos pretos aproveitou a volta para casa e comprou algumas cervejas para o seu pai, que por sinal não eram as mesmas que tinham gosto de mijo.


Ao chegar em casa, a primeira coisa que fez foi exibir para a mãe o cabelo. Ela não gostava, mas aceitava que o filho pintasse suas mechas. Não havia nada que ela pudesse fazer, JiMin logo iria para a faculdade e assumiria controle sob sua própria vida. Ela teria que se acostumar com a vontade do filho de pintar o cabelo, até que ele se estragasse e caísse. Ela não queria admitir, mas ria horrores ao imaginar JiMin careca, e ria mais ainda imaginando como seria o dia que ela dissesse o típico “eu te avisei”.


Porém seu pai realmente não gostava. Depois de várias brigas, JiMin conseguiu fazer com que o pai o deixasse em paz, mas o mais velho não conseguia resistir em dizer que JiMin estava com cara de “vândalo” e que a tintura não condizia com o “homem de família” que ele (supostamente) era. Mas JiMin não se importava com os comentários desnecessários do pai. Ele apenas iria continuar a pintar o cabelo até que suas mechas caíssem. E ele ainda colocava esperanças numa futura tinta de cabelo que não desgastava o cabelo. Alguém tinha que pensar nisso, não é?


Após de almoçar tirar algumas selfies, postá-las em seu Instagram, foi procurar por notificações no aplicativo de mensagens, o KakaoTalk, porém nada foi achado.


Como estava entediado demais e o dever de casa não era tão grande assim por ser o início do semestre, resolveu conversar com a primeira pessoa que apareceu em seus contatos recentes.


Jimin

Cheguei pra encher o seu saco


JungKook

Ah tnc

Ta fazendo o q?


Jimin

Vendo o quão maravilhoso eu sou no espelho

HSKAHJDJAM

Mentira

Nada de mais

E vc?


JungKook

Conversando com o TaeHyung


JiMin

Já percebi q vc gostou dele kkkk


JungKook ruborizou. Ele não tinha percebido, mas tinha ficado vermelho como uma pimenta.


JungKook

Ele é legal e tals…


JiMin

Manda print da conversa


JungKook

Pra quê?


JiMin

Eu quero ver o q vc tá falando com ele


JungKook

Nada de mais, a gente começou a cvs quase agr…


JiMin

Mas manda

Eu quero ver, desgraça


JungKook

Que horror

Não tô afim


JiMin

Ah, fala sério

Pq vc não manda?

Vcs tão falando de alguma coisa que eu não possa saber…?🌚

Fala JungKook

Eu sei q rolou um clima

“Não se preocupe, o seu sorriso é lindo”


JungKook

EOQ MIZERA

NÃO, NADA A VER

EU SOU HÉTERO COISINHA

E Q HISTÓRIA É ESSA DE SORRISO?


JiMin

HSJAVSKABSKSGSJSUSNSHW

Vc é sonso ou se faz?

Eu tava do seu lado quando vc elogiou o sorriso do Tae

Vc n é tão discreto assim…

Agora manda print ou eu espalho pra td mundo esse climinha de vcs 🌚🍷


O moreno quase infartou. Como assim JiMin o escutara? Ele não tinha entendido as reais intenções dele, não havia nada disso de “clima” . Não era?


JungKook

Bixa fofoqueira


JiMin

Sou msm, com muito orgulho e arco íris

Vai mandar ou não?


JungKook

Eu te odeio

[Foto da Capa]


JiMin

UUOOOOOOUUU

OLHA O CLIMA

O SENHOR “SOU MTO HÉTERO” N É MAIS TÃO HÉTERO ASSIM N É?


JungKook

Cala a boca

N se pode mais elogiar ngm não?


JiMin

Loooogico que pode

Pode tbm abraçar

Beijar

Namorar

Pedir a mão em casamento

E outras coisas 🌚🍷


JungKook

SEU PODRE


JiMin

JSMAHKABAJABSJSBUSSB

TaeKook

Gostei

Aderi para o resto da minha vida


JungKook

Tnc


JiMin

Nau

Mas o q tinha antes?

Eu quero tudo 🌚🍷

Trabalho com material completo


JungKook

N tem nada demais

Eu só falei q era eu

Perguntei se tava tudo bem

E perguntei do cabelo

Nada demais


JiMin

Hm

Vou fazer tarefa

Flw


JungKook

Tbm

Flw


O mais novo ainda passou a falar com TaeHyung, afinal estavam numa conversa agradável e descontraída sem assunto nenhum, focado em coisas distintas e sem sentido.


Estava sozinho em seu quarto, e por isso se permitia admitir que estava sorrindo ao conversar com o novo amigo, e que esperava que ele estivesse correspondendo o sorriso.


Mas isso ninguém precisava saber.


Como tinham suas responsabilidades, abandonaram seus aparelhos em cima da cama ou da cabeceira e foram se dedicar a escola.


Os adolescentes passaram suas tardes inteiras fazendo seus deveres de casa e estudando mais um pouco, afinal as matérias estavam difíceis e eles não poderiam cometer o erro de ir mal no último ano escolar, enquanto Jin ficou na faculdade até o final da noite.


Preocupado em não conseguir pegar o metrô, ele saiu correndo do prédio e indo direto para a rua, ignorando todas as chamadas perdidas e mensagens não lidas que estavam em seu celular.


Novamente, o seu celular tocou, antes mesmo que ele pudesse sair do campus.


“Quem é que está me ligando a essa hora da noite?”  pensou.


Pegou o celular. Era Namjoon ligando. Sorriu, mas não sabia o porque, e nem precisava saber, ele apenas pôs a culpa em sua felicidade constante, afinal, mesmo passando por tanto estresse, Jin não parava de sorrir.


—Essa hora, Namjoon, sério?

—Aigoo hyung, eu só queria te oferecer carona! Mas já que está assim, eu vou desligar, boa noite…

—Não, não!—Ele o cortou, fazendo o mais novo rir.—Eu quero sua carona sim!

—Tudo bem, Jin hyung.—Ele falou ao meio das risadas.—Eu estava na biblioteca pública, aquela aí perto, aí eu lembrei que você larga essa hora, então resolvi te dar uma carona.

—Beleza! Eu vou indo até aí…

—Não, eu já tô aí perto…

—Tudo bem…


Em alguns minutos, NamJoon já estava ali na frente.


—Entre logo, eu preciso voltar pra casa rápido. Você sabe como meus pais são.

—Realmente. Me surpreendi por eles te deixarem sair essa hora. Por que está acordado?—Disse, entrando no veículo e colocando o cinto.

—Eu estava estudando. Vai ter uma festa amanhã e tal…—Ele ligou o motor do carro—Eu não tava muito afim de ir, mas o pessoal vai então eu vou. Então eu estou estudando agora pra compensar os estudos de amanhã.

—E por que você vai se não quer?

—Pra não ser o chato… Sei lá, eu já estudo bastante, dizer que eu não quero ir é dizer que eu vou ficar estudando. Ninguém quer ficar perto de alguém que estuda vinte quatro horas por dia, mesmo que não seja verdade… Além disso, tem a apresentação de rap.

—Frescura. Se você não quer, não vá. Desmarque. Mas se o rap for tão importante, você vai.

—Bom, faz tempo que eu não me apresento. Na verdade eu estava afim de me apresentar apenas. Mas em relação a festa… Bem, eu não estou muito afim…

—Então vamos fazer assim: Você faz sua apresentação e depois foge de lá. Vá para a minha casa. Tem pipoca e Netflix esperando você por lá. Bom, eu também estarei.—Sorriu. O coração do mais velho derreteu, mas ele não deixaria isso transparecer. O mais velho não poderia saber.

—Aigoo, hyung, eu não sei…

—Vamos, Nammie-ah...—Esse era o ponto fraco do de cabelos castanhos. Um apelido que Jin usava desde que começara a ter intimidade com ele, há alguns anos atrás. Ele ficava totalmente vulnerável.

—Aish, tudo bem.—Ele sorriu de volta, prestando atenção no trânsito.


Jin olhou bem para as covinhas formadas ali. Eram tão fofas, ele adorava vê-las. Adorava ver seu dongsaeng preferido sorrir.


Então ele foi deixado em casa, correspondendo o sorriso do mais velho.


Mas não eram pelos os mesmos motivos.



Isso deixou SeokJin confuso.


Notas Finais


Como conquistar o crush: dê carona
BSKSHSKSHSNSGSJHSJEBSUSWNSJ
Até o próximo, pessoal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...