História Treasonable - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amor Doce, Assasinato, Mistério, Morte, Nathaniel
Exibições 5
Palavras 2.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa Leitura 💋

Capítulo 5 - Baile de Máscaras part. 2 - 2


Fanfic / Fanfiction Treasonable - Capítulo 5 - Baile de Máscaras part. 2 - 2

Treasonable - Cap 5

 

(...)

 

 Hoje era o dia do baile de máscaras que a escola havia planejado.Eu havia acordado há umas 7 horas atrás e depois fui me encontrar com a Rosa no salão de beleza.Ela garantiu que tudo estivesse perfeito.

 O meu cabelo já estava pronto.Ele estava solto e ondulado.O da Rosa estava solto também,mas estava liso.Quando a maquiadora terminou a minha maquiagem,a Rosa me olhava sorrindo.

 - O que foi?

 - O que foi?Você.

 - O que?Queria um olho todo preto?Pois não vai rolar.

 - Não,não é isso que eu queria dizer.

 - Ah,desculpa.

 - Bom,eu queria te dizer que você está maravilhosa.Tenho certeza que os garotos vão se derreter por você,mesmo você estando com a máscara.

 - Menos Rosa,menos...

 - Eu só digo a verdade. - Ela deu de ombros sorrindo.

 Após a maquiadora terminar a maquiagem da Rosa,nós duas fomos para a loja do Leigh,para vestir os nossos vestidos.Quando os colocamos,eu optei por escolher a opção de sapato que a Rosa havia citado.Ela tinha realmente um bom gosto para moda e eu confio nisso.

 - Ah,as máscaras.Eu já estava esquecendo. - Ela pegou duas máscaras. - A branca é minha e a preta e renda é sua.

 - Ok. - Disse colocando a máscara.Ela fez o mesmo.

 - Vamos?

 - Vamos. - Nós saímos da loja,juntamente com o Leigh e o mesmo abriu a porta do carro para nós duas.Ele dirigiu até a escola e depois abriu a porta e ainda nos ajudou a descer do carro.A Rosa têm sorte de ter conhecido um cara como ele.

 - Vocês duas arrasaram. - Disse o Alexy se aproximando de nós sorrindo.

 - Obrigada e até que você não está nada mal,viu? - Disse.

 - Você está maravilhosa nesse conjunto,sabia?

 - Agradeça à mim. - Disse a Rosa cruzando os braços,visivelmente satisfeita.

 - Bom,vamos entrar?Eu quero ver com que roupa o Kentin veio. - Disse o Alexy sorridente.

 - Ah,sim,vamos. - Disse.

 Eu me aproximei do lado do Alexy enquanto a Rosa ficou ao lado do Leigh.Olhei para o lado e vi uma figura familiar se aproximando da entrada.Eu sabia quem era ele.Era o Nathaniel e o mesmo estava vestido com um terno preto,com uma camisa social azul e uma máscara preta.Ele estava lindo.

 Eu continuei a caminhar com o Alexy até chegar dentro do ginásio.Eram mais ou menos umas 20:00 horas.

 - Ah,o meu irmão está com o Kentin.Lá vou eu. - Disse ele sorrindo.

 - Ok,eu vou mandar energias positivas aqui do canto. - Ele asentiu sorrindo.

 Eu o observei caminhar até a direção dos dois.Toda vez que ele fica perto do Kentin,dá para sentir que ele fica meio constrangido,mas ele consegue disfarçar bem o que sente por ele.

 Decidi ir até a mesa onde ficava o ponche.Peguei um copo e me direcionei até a tigela.

 - Posso lhe servir? - Era o Nathaniel.

 - Pode ser. - Disse entregando o copo em suas mãos.

 Ele sorriu e eu o observei colocar o líquido em meu copo.

 - Obrigada. - Quando ele foi me entregar o copo,as pontas de seus dedos tocaram as pontas dos meus,o que me fez olhar quase que automaticamente para ele.

 - Por nada. - Disse e bebi um gole do ponche,observando as pessoas ao nosso redor dançarem,inclusive a Rosa.

 O Nathaniel também havia se servido e continuou do meu lado.

 - Você quer dançar? - Eu quase me engasguei com o seu pedido.Eu não sabia o que responder.

 - Eu...eu não sei dançar.

 - Vêm,eu acho que você não vai pisar no meu pé ou me fazer cair. - Ele riu. 

 - Ok. - Disse e dei o último gole do meu ponche. - Eu aceito. - Ele estendeu a sua mão para mim e eu a peguei.Ele me levou para quase o centro da quadra.Quando ele parou,senti a mão que estava segurando a minha escorregando para o meu quadril.Ele fez o mesmo com a mão oposta.Eu entrelaçei delicadamente os meus braços em volta do pescoço dele.

 - Ah,e,a propósito,você está linda. - Aquele comentário me fez sorrir.

 - Você também está. - Ele sorriu. - Se fosse por mim eu nem estaria aqui,na verdade.Foi a Rosa e o Alexy que me arrastaram até aqui.

 - E eu digo o mesmo.Foi a minha irmã que insistiu que eu a acompanhasse,mas,agora,nem sei aonde ela se meteu.

 - Você quer ir procura-la?

 - Não. - Mordi uma pequena parte do meu lábio inferior sorrindo. - Parece que você tem torcida. - Ele apontou com a cabeça até aonde se localizava a Rosa,o Alexy e o Leigh.

 - É... - Sorri.

 Enquanto dançavamos ao som daquela música lenta,da qual eu nem sabia o nome,o Nathaniel sempre me olhava diretamente e indiscretamente nos meus olhos.Aquele jesto me deixava com o coração acelerado e me fazia perder um pouco do foco do que eu estava fazendo.Tentei desviar a atenção dos seus olhos e coloquei a minha cabeça em seu peito.Senti ele me apertando um pouco mais contra ele.E ficamos assim dançando até que a música acabasse.Ouvi o DJ falando e olhei para o mesmo.Ele havia dito que a próxima música era um pedido especial.Voltei a minha atenção ao Nathaniel alguns segundos depois.

 

 "I'mma care for you

 I'mma care for you 

 You make it look like it's magic

 Cause I see nobody,nobody 

 But you I'm never confused

  I'm so used to being used 

 So I love when you call unexpected

 Cause I hate when the moments expected

 So I'mma care for you

 I'mma care for you,you,you

 Cause girl you're perfect

 You're always worth it 

 And you deserve it 

 The way you work it

 'Cause girl you earned it

 Girl you earned it 

 You know our love would be tragic

 So you don't pay it,don't pay it 

 No mind

 We live with no lies 

 You're my favorite kind of night 

 So I love when you call unexpected

 Cause I hate when the moments expected

 So I'mma care for you 

 I'mma care for you,you,you 

 Cause girl you're perfect

 You're always worth it

 And you deserve it 

 The way you work it

 Cause girl you earned it

 Girl you earned it 

 On that lonely night

 We said It wouldn't be love

 But we felt the rush It made us believe It was only us

 Convinced we were

 Broken inside,

 Inside

 Cause girl you're perfect 

 You're always worth it 

 And you deserve it

 The way you work it 

 Cause girl you earned it

 Girl you earned it."

 

 "Eu vou cuidar de você 

 Eu vou cuidar de você 

 Você faz isso parecer mágica

 Pois eu não vejo ninguém,ninguém

 Além de você

 Eu nunca estou confuso

 Eu estou tão acostumado a ser usado

 Então,eu amo quando você liga de surpresa

 Porque eu odeio quando os momentos são esperados

 Então,eu vou cuidar de você

 Eu vou cuidar de você,você,você

 Pois garota,você é perfeita

 Você sempre vale a pena 

 E você merece

 A maneira como você trabalha

 Porque garota,você ganhou isso

 Garota,você ganhou isso 

 Você sabe que nosso amor seria trágico

 Então você não se importa,não se importa

 Não importa

 Vivemos sem mentiras

 Você é meu tipo favorito de noite

 Então,eu amo quando você liga de surpresa

 Porque eu odeio quando os momentos são esperados

 Então,eu vou cuidar de você 

 Eu vou cuidar de você,você,você

 Pois garota,você é perfeita 

 Você sempre vale a pena

 E você merece 

 A maneira como você trabalha

 Porque garota,você ganhou isso

 Garota,você ganhou isso 

 Naquela noite solitária 

 Nós dissemos que não seria amor

 Mas sentimos a adrenalina

 Que nos fez acreditar 

 Éramos só nós

 Convencidos de que estávamos

 Quebrado por dentro,por dentro

 Pois garota,você é perfeita 

 Você sempre vale a pena 

 E você merece 

 A maneira como você trabalha

 Porque garota,você ganhou isso

 Garota,você ganhou isso."

 

 O contato entre o Nathaniel e eu era tão...intenso.Eu ficava nervosa praticamente o tempo todo enquanto dançava com ele e em nenhum segundo sequer ele desviou a atenção de seus olhos com os meus quando eu olhava.

 Ele me ajudava dançar ao ritmo da música e,pelo menos,acho que estou mandando bem.

 Quando a música acabou,logo em seguida começou outra.Eu começei a respirar com dificuldade quando ele olhou para os meus lábios por alguns segundos.Caramba,eu estou muito nervosa perante à este homem.

 Eu prendi a respiração assim que ele se aproximou do meu ouvido e sussurrou:

 - Você disse para mim que não sabia dançar. - Eu olhei para ele.

 - Eu fui bem?

 - Sim.Você foi...magnífica.

 - Não é para tanto.Você me guiou...e até que você é um bom professor.

 - E você é uma aluna incrível. - Sorri novamente mordendo o lábio inferior.

 As próximas músicas começaram a tocar.Uma após a outra.

 - Ham...eu vou buscar mais ponche,vai querer?

 - Fique aqui,eu pego. - Eu asenti e o observei indo até a mesa.Um tempo depois,ele voltou com dois copos.

 - Obrigada,de novo. - Disse e dei um gole do ponche.

 - O que acha de irmos lá para fora um pouco?

 - Ok,está bem. - Ele tomou frente.Eu o segui até o lado de fora.

 - Aqui tem um pouco de gente.Quer ir lá para trás? - Eu asenti.

 Senti uma de suas mãos tocaram delicadamente as minhas costas e indo em direção à minha cintura,me fazendo sentir um arrepio delicioso no final da minha espinha.

 - Já acabou de beber? - Eu asenti e entreguei o copo para ele. - Vai querer mais? - Neguei. - Está bem,eu já volto. - Ele disse e deu meia volta.Caminhei um pouco mais para frente e fiquei observando a lua.Admito que amo fazer isto. - Ei... - Ele tocou o meu ombro e desceu a sua mão até a minha cintura. - Observando a lua?

 - Oh,é...sim. - Ele se colocou do meu lado e a observou também.

 Caramba,eu estou muigo,muito nervosa.Não sei como agir ou o que fazer.Faz tempo que eu não saia com garotos.

 - Está com frio?

 - O quê?Eu,é,sim,um pouco. - Ele tirou o seu terno e colocou delicadamente sob os meus ombros. - ...Obrigada. - Ele asentiu e depois parou em minha frente.

 - Ah,acho que você não precisa mais disto. - Ele disse tirando delicadamente a máscara do meu rosto.Durante isso,ele não deixava de fazer contato visual. - E nem eu preciso. - Ele disse tirando a sua máscara e a colocando de lado,juntamente com a minha.

 Ele se aproximou um pouco mais de mim e tocou delicadamente a minha bochecha.Imediatamente,um calor delicioso irradiou o meu corpo por completo.Eu sentia grande falhas nas tentativas de respirar normalmente.Merda,aquilo estava me acabando.Eu precisava logo sentir o peso de seus lábios contra os meus.

 A sua outra mão deslizou até a minha cintura e a apertou contra ele,me fazendo sentir doces calafrios.

 Senti que o tecido de seu terno estava escorregando de meus ombros,e imediatamente o Nathaniel o empediu de cair.Suas duas mãos agora estavam sob os meus ombros e elas haviam me trazido para mais perto dele ainda.

 A distância entre os seus lábios e os meus é a única coisa que eu adoraria cortar.

 Ele me deu um sorriso tímido assim que acariciou a minha bochecha,olhei para os seus lábios e percebi que eles estavam se abrindo lentamente.Decidi fechar os olhos e esperar angustiada,e,quando finalmente aconteceu,senti o sabor do meu poche mesclado no seu.O contato era tão bom...

 Ele me beijava lentamente,mas ele conseguia ser tão amável em meio à isto.

 Por um lado,isso também é errado.Eu mal o conheço,mas o beijo está tão bom que eu não quero estragar a situação.

 Quando os seus lábios se afastaram dos meus,eu mantive os meus olhos fechados por alguns segundos.Logo após que os abri,pude ver o Nathaniel com um sorriso tímido desenhado em seus lábios.

 - Uau... - Mordi o lábio inferior com força. - Isso foi bom. - Sorri.

 - Concordo,mas pode melhorar,não?

 Antes que eu pudesse dizer mais alguma coisa,ele pôs uma de suas mãos atrás da minha nuca,enquanto a outra estava localizada na minha cintura,e colocou novamente os seus lábios contra os meus.

 Eu,sinceramente falando,não esperava por aquela ação dele.

 Devo admitir que sorri em meio ao beijo.

 Lentamente ele afastou os seus lábios dos meus e depois me olhou intensamente.

 - Eu adoraria ficar aqui e te beijar mais um pouco,mas...já está um pouco tarde e eu tenho que passar na casa dos meus pais ainda.

 - Ah...

 - Nos vemos na segunda?

 - Sim,claro. - Ele sorriu,segurou o meu rosto com as duas mãos e me deu um beijo tímido e rápido.

 - Tchau.

 - T-Tchau. 

 Ele sorriu,pegou as máscaras e me entregou a minha.Ele aproveitou também para pegar o seu terno do chão,que havia caído dos meus ombros em meio ao beijo.

 Enquanto ele ia embora,eu o observava.Acho que devo ter ficado por mais ou menos uns 2 minutos parada ali no mesmo lugar até ir procurar a Rosalya.


Notas Finais


A música é Earned It do The Weekend
Eu sei que rolou beijo muito cedo,mas vocês terão revelações do porque eu fiz isso acontecer.Não vou dar spoilers ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...