História Treat You Better - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Tags Fanfiction, Mendes Army, Romance, Shawn Mendes
Exibições 385
Palavras 2.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


NÃO ME MATEM, PELO AMOR DE TUDO IMAGINÁVEL.
Eu sumi de todas as redes sociais nos últimos dias por motivos de: a faculdade tá acabando com a minha vida.
Mas a notícia boa é que estou de volta e já organizei como vão ser todos os outros capítulos da fanfic, já está tudo lindo e organizado. Vocês vão amar, tenho certeza! Essa fanfic vai ter 60 capítulos, então vocês ainda vão me aguentar por MUITO tempo...
É isso e espero que gostem desse capítulo! Xêro, minhas coisas lindas.

Capítulo 16 - I got all I need when I got you and I


Fanfic / Fanfiction Treat You Better - Capítulo 16 - I got all I need when I got you and I

— ACORDA, GABI! — Escutei a voz da minha irmã gritando para que eu acordasse e logo senti todo o peso do seu corpo em cima de mim.

— Que horas são? — Perguntei coçando os olhos e a empurrando de cima de mim.

— Quase dez horas da manhã. — Ela respondeu sorridente.

— E por que você me acordou? — Perguntei a beliscando.

— Porque eu estou com fome e vamos para a casa do Shawn. — Ela respondeu enquanto pegava uma roupa na sua mala e corria para o banheiro.

— Eu mereço mesmo. — Falei bufando para mim mesma e cobrindo o rosto com um travesseiro.

Estiquei meu braço e tateei a procura do meu celular em cima do criado mudo. Encontrei-o e vi que tinham várias mensagens do Cameron e Nash.

“Você não vai se despedir de mim?”

“Acorda pra falar comigo antes que eu vá embora.”

Levantei num pulo e tomei um banho rápido no banheiro de visitas, enquanto Beatriz usava o meu. Preparei um café da manhã rápido e vi que tinha um bilhete na geladeira.

“Vamos passar o dia todo fora. Diga para os dois idiotas que vamos sentir falta deles. Abigail e Trevor.”

Terminei de preparar o café e logo Bia apareceu na cozinha. Comemos rápido e logo chamamos um táxi para irmos ao aeroporto. Chegamos em poucos minutos devido ao tráfego livre. Olhei no celular e faltava pouco tempo para o voo dos meninos. Fomos praticamente correndo até o portão de embarque e logo avistamos um pequeno tumulto.

— Às vezes eu acabo esquecendo que eles são muito famosos. — Falei rindo.

— Deve ser bem chato essa pouca privacidade deles. — Bia falou observando toda aquela movimentação.

— Mas eles já estão bem acostumados e, de certa forma, gostam. — Falei sorrindo ao ver a forma que eles tratavam os fãs.

Depois de algum tempo, os fãs foram saíram e os dando espaço. Logo eles nos avistaram e vieram correndo nos abraçar.

­— Pensava que vocês não iam vim. — Nash falou me abraçando.

— Eu já estava com raiva de vocês. — Cameron falou girando a Bia no ar.

— Vou sentir falta de vocês. — Falei fazendo bico enquanto abraçava o Cameron.

— Vocês podem ir nos visitar sempre que quiserem. — Nash falou enquanto enchia a minha irmã de beijos.

Ficamos ainda um tempo conversando e logo o voo deles foi anunciado. Nos despedimos e esperamos o voo deles decolar. Chamamos um táxi e decidimos ir almoçar em um restaurante chinês, nossa comida preferida.

Bia ficava encantada com todos os detalhes de Toronto e não parava de falar que tinha que ir morar comigo.

Almoçamos num restaurante na Downtown e depois fomos para a casa do Shawn, como tínhamos combinado no dia anterior. Fomos de táxi e quando paramos na frente notei que o carro dele não estava lá. Paguei o taxista e descemos do carro. Toquei a campainha e em poucos segundos a Aaliyah abriu.

— GABE! — Ela pulou em cima de mim assim que me viu.

— Oi, meu amor! — Falei a abraçando.

— Você deve ser a irmã da Gabe. — Aaliyah falou para a minha irmã.

— Sim. Sou a Beatriz, mas pode me chamar de Bia. — Ela falou um pouco tímida.

— Sou a Aaliyah. Gabe já me falou muito de você. — Ela falou abraçando a Bia.

— Cadê o Shawn? — Perguntei enquanto a Aaliyah mandava a gente entrar.

— Ele foi para o estúdio e deve voltar só mais tarde. — Ela respondeu enquanto nos puxava em direção à cozinha.

— Quem era, Aaliyah? — Escutei uma voz feminina distante.

— A amiga do Shawn que eu falei que vinha hoje. — Ela respondeu enquanto entrávamos na cozinha.

Observei uma mulher de costas desligando algo no fogão e virando sorridente para onde estávamos. Não pude deixar de reconhecer no mesmo instante: Karen Mendes, a mãe do Shawn e da Aaliyah.

— Oi, querida! — Ela falou enquanto limpava as mãos rapidamente e vinha na minha direção me cumprimentar.

— Oi, dona Karen. — Falei enquanto ela me abraçava.

— Não precisa me chamar desse jeito. Só Karen. — Ela falou sorridente.

— Está bem. — Falei com uma leve timidez.

— E quem é essa? — Ela perguntou cumprimentando a minha irmã.

— Sou a Bia, irmã da Gabriela. — Bia falou enquanto a abraçava.

— Fiquem a vontade, meninas. Estou terminando de cozinhar e logo chamo vocês para comer. — Ela falou olhando o relógio de pulso e tirando algo do forno.

Observei a cozinha por um instante e não pude deixar de lembrar o que aconteceu da primeira vez que estive aqui. Eu e Shawn com fome de madrugada. Panquecas e muita conversa. Briga para ver quem lavava os pratos e guerra de sabão. Nosso primeiro beijo.

— Vamos para o meu quarto. — Aaliyah puxou nós duas pelas escadas, me despertando do meu transe.

Subimos e entramos no quarto dela. Sentei na cama e fiquei observando Bia e Aaliyah decidindo qual filme iríamos assistir. Elas decidiram uma comédia romântica e deitaram cada uma de um lado do meu corpo para assistirmos. Passei a maior parte do tempo mexendo no celular. Depois de algum tempo recebi uma mensagem do Cameron.

“Chegamos em L.A.”

“Já estou com saudades.” Respondi.

“Nash está mandando um beijo. E eu só estou aproveitando o fato de ser importante na sua vida.” Ele logo respondeu.

“Retiro o que disse.”

“Brincadeira. Estou com saudade.”

“Estou na casa do Shawn e conheci a mãe dele.”

“Conhecendo os sogros. Vocês estão rápidos.”

“Nada disso. Vim porque a Bia queria conhecer a Aaliyah.”

“Péssima influência para a Bia.”

“Não fale assim da Aaliyah.”

“Ela me irrita. É o mínimo que eu posso fazer.”

“Vou terminar de assistir o filme com elas. Beijos.”

“Beijos. Seus na boca do Shawn. Ou onde mais você quiser beijar.”

“Você é um idiota pervertido.”

Guardei o celular no bolso da calça enquanto sorria largamente. O Cameron não presta. Não que isso fosse novidade alguma.

Comecei a prestar atenção no filme, mas notei que já estava quase no final. As meninas estavam completamente concentradas e, vez ou outra, comentavam sobre algo que tinha acontecido.

Algum tempo depois alguém bateu na porta e logo a mesma foi aberta.

— Aaliyah? — Escutei uma voz masculina e logo pude ver o pai dela.

— Oi, pai. — Aaliyah falou pausando o filme.

— Sua mãe pediu pra avisar a vocês que descessem quando o filme acabar. — Ele falou apenas com a cabeça para dentro do quarto.

— Certo. Essa é a Gabriela que eu tinha falado. E a irmã dela, a Beatriz. — Aaliyah falou apontando para nós duas.

— Prazer, meninas. Sou o Manuel. E sintam-se à vontade. — Ele falou sorridente e fechou a porta em seguida.

— Vamos descer para comer, estou morrendo de fome. — Aaliyah falou desligando a televisão.

Descemos as três conversando sobre o final do filme e fomos para a cozinha. Karen estava terminando de colocar alguns cookies na mesa.

­— Desceram bem na hora. — Ela falou enquanto sentávamos.

Comemos enquanto conversávamos sobre várias coisas. Karen estava surpresa em saber que eu e Bia somos brasileiras e perguntava sobre várias coisas do Brasil. Algum tempo depois, o Manuel apareceu na cozinha e se juntou a nós. Ele falava sobre Portugal e como tinha vontade de conhecer o nosso país.

Passamos aproximadamente uma hora e meia conversando e comendo as coisas deliciosas que a Karen tinha feito.

— Mãe, as meninas estão me chamando para ir ao boliche. Posso ir e levar a Bia? — Aaliyah perguntou depois de ler algo no celular.

­— Pode sim. — Karen respondeu sorridente.

— Posso ir, não é Gabi? — Bia perguntou para mim.

— Claro. — Respondi.

— Eu levo vocês, meninas. Preciso resolver umas coisas por perto. — Manuel falou pegando a chave do carro.

— Tchau. — Bia e Aaliyah falaram ao mesmo tempo enquanto corriam até o carro, sendo seguidas pelo Manuel, que deu um beijo rápido na Karen antes de sair.

— Você vai ficar, não é? — Karen perguntou quando ficamos só nós duas.

— Acho que vou para casa, já incomodei demais. — Falei levantando.

­— Vai me incomodar se você me deixar sozinha. — Ela falou sorrindo enquanto tirava os pratos da mesa.

— Então vou ajudar a arrumar a cozinha. — Falei recolhendo o resto das coisas da mesa e indo em direção a pia.

Lavei a louça enquanto Karen guardava tudo que tínhamos utilizado. Ela puxava assunto o tempo todo e era muito simpática. Toda a família do Shawn era extremamente doce, não era à toa o jeito dele.

— Podemos fazer muffins enquanto o Shawn não chega. — Karen falou retirando alguns ingredientes do armário depois que a cozinha estava arrumada.

— São os preferidos dele. — Falei baixinho rindo.

— Daqui a pouco ele deve chegar. — Ela falou olhando o relógio de pulso.

Ajudei a pegar todos os ingredientes e panelas. Karen me ensinou a fazer um típico muffin de chocolate. Ela era muito paciente e uma cozinheira de mão cheia. Conversávamos sobre coisas aleatórias enquanto cozinhávamos. Ela disse que apenas me ensinaria como fazer e eu iria cozinhar sozinha. Ela ia falando tudo o que eu deveria fazer e eu obedecia enquanto tentava decorar todo aquele passo a passo.

— Agora só falta preparar as forminhas. — Ela falou verificando que a massa estava pronta e pegando várias forminhas no armário.

Começamos a untar as forminhas e escutamos a porta da frente sendo aberta.

— Tem alguém em casa? — Escutei a voz do Shawn e meu coração acelerou.

— Aqui na cozinha. — Karen falou.

— Espero que você esteja fazendo muffins. — Ele falava à medida que se aproximava da cozinha.

— Estou sim, mas hoje eu tenho ajudante. — Karen falou e logo Shawn apareceu.

— Espero que não seja a Aaliyah, porque ela acaba comendo tudo sozinha. — Ele falou entrando na cozinha e ficou surpreso ao me ver.

— Aaliyah saiu com a Bia. — Falei rindo da sua expressão.

— Imagino o que saiu de uma conversa vinda de vocês duas... — Ele falou dando um beijo na cabeça da sua mãe.

— Conversa de mulher. — Karen falou piscando para mim e eu ri.

— Principalmente sobre como você é um curioso. — Falei quando ele veio em minha direção.

Ele se aproximou para dar um selinho, mas eu o repreendi com o olhar antes que ele se aproximasse muito, fazendo-o dar um beijo na minha cabeça.

— Como foi no estúdio? — Karen perguntou enquanto eu colocava os muffins no forno.

— Conseguimos finalizar duas músicas hoje. — Ele falou extremamente sorridente.

— Vou tomar um banho enquanto os muffins não ficam prontos. — Ela falou saindo da cozinha.

— Então... Quer dizer que você e minha mãe são tipo melhores amigas agora? — Ele perguntou zombando enquanto sentava numa cadeira.

— Foi muito fácil trocar a Abigail. — Falei zombando também enquanto me aproximava dele.

— Falando sério agora... Fiquei feliz que você se deu bem com a minha mãe. — Ele falou enquanto puxava meu corpo para ficar entre suas pernas.

— Ela é uma pessoa maravilhosa. — Falei sorrindo.

— Claro, eu saí de dentro dela. — Ele falou se exibindo.

— Você é ridículo. — Falei dando uma tapa de leve no seu braço.

— Vem cá. — Ele falou me puxando para sentar no seu colo.

— Quando vamos escutar as músicas novas? — Perguntei passando uma de minhas mãos pelos seus cabelos enquanto ele me encarava.

— Em breve. — Ele respondeu com um sorriso sincero.

Passei minha mão pelo seu rosto e pousei a mesma na sua clavícula. Aproximei meu rosto e o beijei. Senti suas mãos pressionarem meus quadris à medida que intensificávamos o beijo. Senti meu corpo esquentando e suas mãos começarem a subir a minha blusa.

— Melhor não. Sua mãe está em casa. — Falei com nossas bocas ainda próximas.

— Droga. — Ele falou bufando.

— Eu conheci seu pai também. — Falei.

— Foi? — Ele perguntou interessado.

— Ficamos por um bom tempo conversando. — Falei passando os braços ao redor do pescoço dele.

— Já falei que você está mais cheirosa do que o normal hoje? — Ele falou se aproximando e passando o rosto no meu pescoço.

— Você está prestando atenção no que eu estou falando? — Falei tentando esconder o quanto estava arrepiada.

— Não tente mudar o foco. — Ele falou passando as mãos nas minhas costas.

— Quem está mudando o foco é você. — Falei com a voz um pouco fraca.

— Acho que minha mãe não vai ligar se a gente sumir por um tempo. — Ele falou colocando as minhas pernas ao redor do seu corpo e levantando.

— Pra onde você está me levando? — Perguntei rindo enquanto ele andava comigo naquela posição.

— Pra o meu quarto. — Ele falou tirando suas mãos das minhas costas e as apoiando na minha bunda, me fazendo soltar uma risada.

— Você é um pervertido. — Falei ainda rindo enquanto ele subia as escadas.

— Não tem como me controlar junto de você. — Ele falou dando uma piscada com um olho enquanto abria a porta do seu quarto com um pouco de dificuldade e fechava a mesma com os pés.


Notas Finais


SE NÃO LEU AS NOTAS INICIAIS, CRIA VERGONHA NA CARA E VOLTA PRA LER.
Só tenho uma coisa pra falar: esse otp tá maravilhoso demais.
Pra quem não sabe, eu criei uma playlist no spotify com todas as músicas que eu escuto para escrever. É só procurarem por "Treat You Better by ~camillarolim".
Me contem o que estão achando, isso é muito importante para mim. E eu fico sorrindo igual uma idiota com cada comentário de vocês. CADA UM. Às vezes eu não estou num dia bom e me encho de felicidade ao ler que vocês estão gostando e estão se envolvendo com algo que eu escrevo com tanto amor! <3
Minhas redes sociais que mais uso:
twitter: @rosesfromshawn
instagram e snapchat: @camillaroliml


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...