História Treat You Better - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Scream (Série)
Personagens Audrey Jensen, Brooke Maddox, Emma Duval, Gustavo "Stavo" Acosta, Kieran Wilcox, Margaret "Maggie" Duval, Noah Foster
Tags Drama, Emrey, Romance, Scream
Exibições 154
Palavras 2.920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, lindas! Gostaria de agradecer pelos comentários e pelos favoritos. Isso é muito importante para mim.
Espero que gostem <3

Capítulo 3 - Double date


Fanfic / Fanfiction Treat You Better - Capítulo 3 - Double date

Já se tinha passado duas horas desde que Audrey fora embora, mas a loira continuava deitada no lugar onde a morena estava deitada, apenas sentindo o seu cheiro. Emma amava o cheiro de morena, ela sentia um sentimento gostoso em seu peito sempre ela estava por perto. A imagem delas deitadas na cama, do carinho da morena em seus cabelos... Ela suspirou quando sentiu um sentimento desconhecido passar pelo seu peito e decidiu que era hora de tomar banho. Andou até o seu armário e pegou uma roupa, parando na frente do espelho e se analisou.

A loira soltou um grande suspiro enquanto olhava para seu reflexo, ela se sentia estranha. Audrey a tratava muito bem, doía nela dizer, mas mais que seu próprio namorado. Ela se sentia acolhida quando estava com a morena, ela se sentia até... Amada. Claro, elas eram amigas desde infância. Audrey a amava, a loira sabia disso, mas ás vezes sentia como se fosse mais que isso, nem ela mesma sabia explicar. Emma pensava que ela não atraía o interesse de Audrey. Por um momento, esse pensamento a incomodou, mas algo dentro dela negava em si mesma esse tipo de pensamento a fazendo esquecer e pensar em outras coisas. Talvez o melhor fosse não pensar.

 

 

No dia seguinte, a loira acordou em cima da hora, então levantou correndo, colocou uma saia jeans, uma regata verde escura e foi para a aula. Ela não podia perder aquele período porque era matemática e a professora estava passando uma revisão para a prova e Emma precisava ir bem porque as suas notas não eram tão boas assim, essa matéria não era seu forte.

Audrey estava sentada em sua classe, já dentro da sala de aula, encarando o vazio quando Noah aparece com um sorriso de orelha a orelha e senta em sua frente. A morena levantou a sobrancelha se perguntando o que tinha acontecido para ele estar tão feliz nesse horário da manhã.

- Eu vou sair com a Lana – Ele pronunciou o nome, que Audrey até tinha esquecido, de sua nova namorada.

- Legal. Vocês vão para onde? – Perguntei prestando mais atenção na música do meu fone na orelha direita, do que no assunto.

- Então... A gente estava pensando em fazer um encontro duplo.

- Fala com a Emma e o Kieran então, eu não estou com ninguém. – Falei o óbvio e peguei o meu celular para mudar a música.

- Eu já falei, mas o Kieran não pode, ele tem o compromisso de noite com a tia dele.

- De noite? – Perguntei desconfiada.

- Sim – Noah disse sem entender o meu tom de voz. Para ele, era verdade.

- Ele tem um compromisso com a tia dele sexta feira á noite? Sério?

- Sim, por que mentiria? – Alguma coisa daquela história não caiu bem para Audrey, mas resolveu deixar de lado já que Noah não via nada demais. Kieran não fazia do tipo “familiar”, ele pouco se importava com isso e agora do nada ele começa a andar muito com a tia? Isso era, no mínimo, suspeito ou talvez ela realmente estivesse vendo coisa onde não tem.

- Deixa para lá, mas se ele não pode você vai com a Brooke e o Stavo? – Perguntou a morena.

- Não, eles já têm planos... Eu estava pensando então chamar você e a Emma.

Os olhos da morena se arregalaram e seu coração bateu forte em seu peito, a ideia dela ter um encontro duplo com Emma proporcionava uma sensação de nervosismo e entusiasmo. Ela sempre sonhou em sair com a loira.

- O que? A gente não é um casal... – Ela disse voltando a triste realidade. Emma nunca aceitaria, até porque ela nem ao menos gosta de garotas e certamente não iria querer sair em um encontro com outra pessoa a não ser seu namorado.

- E? É só para fazer companhia, a gente estava só pensando ir a um bar, não é como se ela fosse trair alguém. – Ele disse seus olhos estavam brilhando em expectativa. Ele esperava que ela aceitasse, até porque Noah e Lana estavam saindo já fazia um tempo, ele queria usar esse encontro como uma maneira dela ficar mais próximas de suas amigas. Queria incluir Lana no grupo.

 - Se a Emma topar... – Audrey falou dando os ombros.

- Ela já topou. – Ele disse sorrindo.

Como assim? A morena não estava acreditando que Emma tinha aceitado sair em um encontro duplo com ela, como acompanhante. Uma gota de suor escorreu nas costas da morena e seu coração se acelerou em seu peito, só a ideia já a deixava nervosa.

- Se é assim, claro. – Ela disse tentando controlar sua cara, mas seu amigo já tinha percebido a expressão do rosto da amiga, mas não comentou nada.

 

 

No final da aula, a morena saiu apressada pelo corredor pensando no encontro de hoje à noite, quando ouviu a tão voz que amava.

- Audrey! – Emma a chamou enquanto corria em sua direção, ela precisava falar com a morena sobre o encontro. Ela não sabia se tinha aceitado ou não, a loira esperava do fundo de seu coração, que sim.

- Emma, oi – Ela disse sorrindo a olhando, a loira sorriu de volta.

- Então, o encontro de hoje, vai rolar?

- Com certeza – A morena disse e a loira sorriu. Um alívio percorreu no peito da loira, ela pensava que Audrey não iria aceitar sair com ela. A loira passou a manhã inteira nervosa pensando se ela iria aceitar ou não. Pensava que Audrey não tinha interesse em sair com ela em encontros assim, até porque pensava que a morena nunca a olhou com esses olhos, apenas como amiga.

- Que bom. A gente vai ir junto com eles?

- Não, a gente vai encontrar eles lá. Quer ir junto comigo? – A morena perguntou e a loira sorriu.

- Perfeito, me pegue ás 22h. 

Em seguida, a loira foi embora deixando um sorriso bobo na cara de Audrey para trás.

 

 

Emma encarava sua roupa pela décima vez. Sua barriga doída de nervosismo e ela sentia calor. Ela não entendia por que estava tão nervosa, era Audrey. Sua melhor amiga. Não tem porque ela se sentir assim, não é? Ela soltou um suspiro. A morena tinha algo, ela não sabia o que, mas que a atraía. Sempre. Ela sempre preferiu a morena, sempre queria ela por perto. Se estivesse precisando de ajuda, ela sempre foi a primeira que a loira procurava. A morena a tratava diferente também, a loira sentia isso, ela amava toda atenção que Audrey dava, amava ser a preferida da morena também e odiava quando a morena dava atenção para Brooke, algo dentro do peito dela queimava.

Olhou novamente para o seu reflexo chegando se a maquiagem estava perfeita e sorriu para si mesma, ela não era profissional, mas não era uma completa inútil. Seu delineador gatinho estava impecável e seu batom vermelho vivo estava contornado perfeitamente em seus lábios. Aproveitou e olhou para sua roupa, mais uma vez. Estava usando um cropped preto de mangas compridas, ele tinha um decote “V” e ia até seu umbigo, junto com uma saia cinza rodada, com uma estampa preta e para completar usava uma bota de salto alto preta de cano curto toda fechada. Ela sorriu para si mesma e ouviu a campainha tocar. Seu coração se acelerou e ela pegou sua bolsa. Deu um tchau para sua mãe e abriu a porta de casa.

Puta merda.

As duas pensaram juntas enquanto se olhavam. A morena engoliu seco quando a viu, ela estava maravilhosa. Ela amava quando a loira enrolava seus cabelos, ela achava que ficava tão sexy e agora ela estava com um batom vermelho também. Ela não conseguia se controlar. Era a perdição, sentia vontade de jogar ela contra parede e de beijá-la. Muito. Porra Emma, que gostosa, a morena pensava. Teve que respirar fundo para continuar parada no mesmo lugar. Como ela sentia vontade de morder esses lábios...

A loira encarava a morena perplexa. Seu olhar ia do seu tênis preto e ia até chegar suas cochas grossas expostas, nem se lembrava da última vez que Audrey usou um short e nem em como ela ficava gostosa em um. Ela encarava o short de cintura alta de couro brilhoso e foi subindo o olhar até o top preto com dourado tomara que caia, até chegar ao seu rosto. Ela usava uma maquiagem leve em seu rosto, apenas com um rímel, mas em seus lábios usava um vermelho fosco. Emma sentiu sua garganta secar e uma sensação forte adentrou em sua parte íntima. Ela cruzou as pernas para disfarçar e fazer passar, não obtendo sucesso. A morena estava magnífica, o short marcava perfeitamente suas curvas, deixando-a incrivelmente linda.

- Vamos? – A voz rouca da morena fez a loira acordar, Audrey cocou a garganta e Emma sorriu, fazendo a morena pensar mais ainda em pensamentos impuros. Emma a matava.

- Claro – Ela saiu da casa, fechou a porta, entraram no carro e as duas foram até o bar, sem conversar muito. O pensamento das duas falava mais alto naquele momento.

 

 

Noah esperava as duas amigas ansiosamente, ele estava muito empolgado para aquele encontro e esperava de verdade que as amigas gostassem de Lana. Ele a olhou e sorriu bobo, ela tinha conseguido o conquistar tão facilmente, chegava até ser vergonhoso. Ele olhou para a porta de entrada e bem nesse momento as duas entraram. Ele não pode deixar ficar surpreso por ver sua melhor amiga de short, nem sabia que a mesma tinha essa peça em seu guarda roupa. Audrey nunca usava short. Nem mesmo para agradar Rachel, sua ex namorada. Ela havia dito uma vez que odiava essa roupa, por que estaria usando agora?

- Elas chegaram – Ele disse para a Lana, que sorriu para o mesmo.

Ele levantou e passou pelas pessoas, já que o bar estava lotado, até chegar perto delas.

- Oi – Emma disse assim que o viu, ele sorri e da um beijo em cada uma.

- Caramba, vocês estão lindas. Vem, vamos nos sentar.

Os três amigos demoraram até conseguirem chegar à mesa, por contas das pessoas, mas quando chegaram se sentaram e começaram a conversar. Emma aproveitou para pedir uma bebida e a morena apenas a ficou observando. Eles ficaram se divertindo e bebendo até que entrou um DJ e começou a tocar, fazendo as pessoas irem para a pista de dança.

- Gente, vamos dançar. – Emma disse um pouco animada demais por conta do álcool.

- Eu não sei dançar muito bem – Audrey disse e a loira soltou uma risada, a morena a encarou com vergonha, mas com os olhos brilhando. Ela não conseguia desgrudar seus olhos dela nem por um segundo, Emma estava simplesmente irresistível.

- Que nada, você consegue.

- Eu quero também, vamos Noah – Lana disse sorrindo para seu namorado e o puxando para a pista de dança.

- Eu não sei... – A morena disse sorrindo para a loira.

- Vamos – Ela fez um biquinho e a morena ficou tensa, sentindo uma vontade absurda de morder aquele lábio – Por favor... – Pediu manhosa e a morena resolveu aceitar só para ela parar de fazer essa cara e a voz senão ela não iria resistir.

- Tudo bem, tudo bem – A loira sorriu e a puxou até a pista de dança.

Emma sorriu quando escutou que estava tocando “High for this” do The Weeknd. Ela amava essa música e tinha uma batida muito boa. Quando elas chegaram até o centro da pista, estava tocando o refrão.

Open your hand

Take a glass

A loira começou a movimentar seu corpo conforme a música e fechou seus olhos sentindo a batida, cantando em sua cabeça. Ela olhou para a morena que estava meio sem saber o que fazer, isso fez com que a loira sorrisse e se aproximasse dela. Passou a mãos por todo o seu braço, fazendo com que a morena se arrepiasse.

- I'm right here – Emma falou cantando a música e a morena suspirou. O corpo da loira se mexia ao ritmo da batida e a morena começou a se soltar aos poucos, passando a mão pela cintura da loira. A mesma sorriu e fechou os olhos, apenas aproveitando toque da amiga e sentindo a música.

Emma passou a mão pelo seu próprio corpo e pegou a mão da morena, sem pensar, e colocou em seu quadril. Ela se aproximou mais até grudar seus corpos e colocou a mão em sua cintura, contornando sua curva. A morena respirou fundo e engoliu seco, Emma nunca a tinha tocado assim antes. A mão da loira foi subindo até chegar ao seu pescoço, descendo até seu quadril. Ela aproximou seu rosto e o coração da morena se acelerou, ela nunca esteve tão perto, a loira enfiou seu rosto no pescoço da amiga fazendo-a arrepiar e a fazer soltar o ar. Audrey sentiu uma sensação forte em seu estômago e apertou o quadril da loira, a puxando para mais perto. A vontade de beijá-la era insuportável, bem maior que ela. A loira se afastou e a ficou olhando, em seus olhos azuis. Tão linda, a loira pensava. As duas já não dançavam mais, apenas ficaram se encarando, com a música no fundo, as luzes brilhantes iluminando. Emma notou que Audrey estava encarando sua boca, isso fez com que sua boca secasse e ela sentisse uma vontade de absurda de beijá-la. Ela não resistiu, olhou para sua boca também. As duas se olhavam com desejo, mas nenhuma iria tomar atitude.

- Olá, gata – Uma voz masculina disse puxando Emma para ele, ela olhou assustada para a cara do homem desconhecido.

- Me solta. – Ela disse nervosa, se chacoalhando, mas ele não a soltava.

- Qual é linda, eu só quero um beijo. – Ele falou bêbado e Emma sentiu desgosto e uma vontade de sair correndo.

- Mas eu não quero agora me solta.

- Não se faz de difícil – Ele disse a puxando e tentando beijá-la, fazendo a loira ficar desesperada.

- Eu estou namorando, seu nojento. – Ela disse desesperada tentando se soltar, mas ele a apertava muito fortemente, machucando-a. – Tá me machucando. Para.

- Acha mesmo que foi cair nessa, é?! De que esta namorando? – Ele pegou em seu rosto e ia beijá-la.

- Solta ela, desgraçado – Audrey disse chutando a canela do mesmo, fazendo-o gemer de dor e aproveitou para puxar Emma para longe.

- Filha da puta! – Ele disse e a loira olhou para a amiga desesperada.

- Vamos embora.

A morena assentiu e puxou Emma para fora do bar, até seu carro. Elas entraram e a morena saiu catando pneu.

- Que ódio, que ódio! – Audrey disse gritando, socando o volante. – Que vontade de voltar lá e socar a cara dele.

- Não. Audrey, você viu o tamanho dele? Eu não quero que ele te machuque.

- Eu não me importo, eu só quero bater nele. Ele estava machucando você, não foi?! – A morena perguntou com raiva e a loira abaixou o olhar ainda sentindo as mãos do homem em seu quadril. Audrey deu mais um soco.

- Ainda bem que o Kieran não viu isso – A loira se assustou de repente, pensando que se seu namorado descobrisse isso, ele ficaria muito bravo. – Não conte ao Kieran.

- O que?! – A morena perguntou.

- Ele não pode saber, ele iria pirar e a gente iria brigar muito feio. Audrey me promete, tu não vai contar para ele. Eu nem contei para ele que estaria aqui no bar hoje, senão ele não me deixaria vir.

A morena soltou um suspiro e sua raiva cresceu ainda mais. A situação estava pior do que ela pensava, ele iria brigar com ela se soubesse que ela foi para um bar com os amigos? Isso era demais, muito demais. Kieran parecia estar completamente possessivo por Emma e Audrey não gostava nenhum pouco disso. Queria conversar com a amiga sobre isso, mas não queria estragar sua noite mais ainda.

- Tudo bem, eu não vou contar nada.

Emma relaxou um pouco e ficou em silêncio até chegar a sua casa. Quando chegou ela olhou para Audrey, que estava pensativa olhando para frente.

- O que foi?

- Eu só não queria que aquele idiota estivesse estragado o nosso encon.... – Ela parou de falar assim que percebeu o que ia dizer, mas Emma já tinha percebido. Ela sorriu para a amiga, se sentindo feliz por ela ter pensado que era um, já que para a loira tinha sido.

- Ele não estragou o nosso encontro, eu amei. Foi perfeito igual. Tudo é perfeito quando estou do seu lado. – Emma disse com sinceridade para a morena e a mesma sorriu boba para ela.

A loira se aproximou e deu um beijo lento na bochecha da amiga.

- Boa noite – Ela disse.

- Boa noite.

Emma entrou em sua casa e tirou o sapato de salto. Por mais que sua noite tivesse sido arruinada pelo homem, foi perfeito. Elas dançando, a vontade que a loira sentiu de beijar a morena não saía de sua mente e isso a assustava um pouco. Ela estava enlouquecendo. Ela não poderia sentir vontade de beijar sua amiga, isso era errado. Ela tinha namorado. Emma afastou esses pensamentos e subiu até seu quarto, era melhor não ficar pensando. Quanto mais ela pensava, mais confusa ficava.

Ela abriu a porta do quarto e tomou um susto.

- A onde você estava? - A voz dura e fria de Kieran fez um eco e ela arregalou os olhos assustada.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Fiz com muito carinho.
Comentem e favoritem! Obrigada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...