História Três Amigas, Uma Sorte - 2 Temporada. - Capítulo 53


Escrita por: ~ e ~poxaniall

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, One Direction
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Demi Lovato, Ellie Goulding, Harry Styles, Joe Jonas, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Nick Jonas, Selena Gomez, Taylor Swift, Zayn Malik
Exibições 434
Palavras 3.530
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse capítulo é um dos meus favoritos de todas as fanfics. Espero mesmo que vocês gostem.
É, oficialmente, o penúltimo capítulo da fanfic.

Trilha sonora: Once In a Lifetime - One Direction. Eu aviso quando vocês devem colocar.

Capítulo 53 - Está tudo bem, finalmente.


Fanfic / Fanfiction Três Amigas, Uma Sorte - 2 Temporada. - Capítulo 53 - Está tudo bem, finalmente.

P.O.V. STÉFANE ON.

- Nós precisamos te contar uma coisa. – Miri começou a falar, séria. Eu frisei o cenho e me preparei. Nós estávamos sentadas à mesa em um restaurante chique da região que ficava no segundo andar com uma vista muito bonita. Eu sabia que jantares entre amigas não eram marcados assim sem motivo num lugar tão diferente. Mari me analisou, cautelosa, antes de Miri continuar. – Por favor, não fique braba nem entre em pânico.

- O que foi? Você está me assustando! – Eu respondi, nervosa.

- O Liam já sabe. – Mari falou, direta.

- Já sabe? – Eu perguntei, tentando entender.

- Já sabe da gravidez. – Miri completou e meu estomago se revirou inteiro. Eu conseguia ouvir meu coração batendo forte.

- Como assim? Como ele descobriu? – Eu perguntei, um pouco alto demais.

- Niall deixou escapar. – Mari falou, sem jeito.

- Não estou surpresa. – Eu resmunguei, irritada. – E... E qual foi a reação dele? Acho que eu tenho que ir falar com ele agora. – Eu decidi, me levantando, mas Miri interveio.

- Não! Espere. Vou te contar a reação dele e você vai preparada. – Ela falou, fazendo suspense.

- Ai, Deus, foi tão ruim assim? – Eu perguntei, nervosa, voltando a sentar.

- Foi uma reação típica do Liam. – Miri encolheu os ombros, sem jeito e eu cerrei os olhos, confusa.

- Como assim reação típica do Liam?

- Ah... Tipo, igual ao que o Liam normalmente faria. – Mari completou, olhando para Sky que estava sentada na cadeirinha, ao meu lado, perto da janela.

- Eu não estou entendendo. Ele ficou muito irritado? Ele é tão certinho com essas coisas, deve ter ficado furioso. – Eu concluí, colocando a mão na testa.

- Dinda.

- Que foi, amor? – Eu respondi Sky sem realmente lhe dar muita atenção, porque estava nervosa.

- Dindaaaaa! – Ela me chamou, insistente, para que eu olhasse para ela. Eu virei, nervosa e percebi que Sky estava virada para o meu lado oposto, espiando algo na janela.

- O que ela está olhando? – Eu perguntei, perplexa.

- Não sei, não deve ser nada. – Miri respondeu, achando graça da reação da filha.

- Mãe! – Sky começou a chamá-la sem tirar os olhos de lá de fora.

- Filha, ei, olhe que legal! Um guardanapo! – Miri tentou distraí-la e eu frisei o cenho, porque Sky bateu a cabeça com tudo no vidro, para tentar olhar lá embaixo, fazendo um estrondo enorme. Ela estava inquieta. Tinha algo lá embaixo.

Eu me levantei da cadeira e fui para perto da janela, tentando entender o que Sky tinha visto no gramado lá embaixo. De repente, vi uma cabeleira loira correndo desengonçadamente pelo campo. Niall.

- O que diabos o Niall está fazendo correndo por ali? – Eu perguntei, surpresa.

- N-não sei. – Mari respondeu, nervosa, observando a janela. Tanto ela quanto Miri tinham se levantado para olhar também, enquanto Sky continuava na cadeirinha, rindo do tio Niall.

- Oh, meu Deus! O Ashton está ali! – Eu falei, confusa, enquanto via Ashton puxar alguma coisa que Niall não conseguia puxar sozinho. Seria um fio?

- A gente devia sentar. – Miri tentou pedir.

- O que seu marido está fazendo aqui? – Eu perguntei, sem paciência.

- Ah... Eu não queria confessar isso para você. Mas... Ashton é um ciumento patológico e me segue em todos os lugares para ver com quem eu estou. – Ela falou, de repente, e eu virei para ela, confusa. Que besteira era aquela?

- Como é que é? Ele te segue?

- Direto, Fany! – Ela falou, nervosa, enquanto Mari continuava quieta demais. – É horrível, eu me sinto presa e sufocada. Mas, ele não consegue parar.

- Você sabia disso? – Eu perguntei, me distraindo.

- Eu? Ah, é verdade. – Mari confessou, sem jeito. – Niall está tendo umas aulas com ele e me seguindo também.

- Quê? – Eu perguntei, mas queria bater nas duas. Tinha algo terrivelmente errado ali.

- PAPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI! – Sky começou a gritar, de repente, batendo na janela com força. Eu observei lá embaixo, enquanto agora Ashton e Niall corriam até que eu os perdi de vista. Miri pegou a filha no colo para evitar que ela quebrasse a janela, afinal uma vez que Sky viu Ashton ali, ela não iria sossegar até que ele viesse para perto dela. – NÃÃÃÃO! O PAPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI! – Pronto, ela ia chorar.

- Ele já vem, querida. Ele já vem. – Miri tentou acalmá-la e Sky ficou em silêncio, atenta.

- Ele já vem? – Eu perguntei, confusa.

- Estou tentando acalmar ela. – Miri me respondeu, mas algo atraiu minha atenção. Eu voltei a olhar lá embaixo e luzes se acenderam.

TRILHA SONORA: ONCE IN A LIFETIME – ONE DIRECTION.

“Stéfane, quer se casar comigo?” – As luzes formavam as palavras no chão.

- QUÊ? – Eu gritei, encostando na janela como Sky havia feito segundos atrás. Eu admito que não foi a melhor cena, mas eu estava preparada para tudo, mas não para um pedido de casamento.

- Oh! – Sky exclamou fascinada com as luzes. Meu coração batia tão forte que eu estava quase surda. Eu virei para as minhas amigas, desnorteada. O que estava acontecendo?

- O quê...? – Eu perguntei, mas Mari me olhou com um sorriso de cumplicidade e indicou com a cabeça para que eu virasse.

Liam. Bem atrás de mim. Usava um terno alinhado e o topete perfeito. Era como se fosse a primeira vez e cada detalhe foi regravado na minha mente. Como se eu me apaixonasse novamente a cada segundo. E de novo. E de novo. Ele abriu um sorriso, nervoso e pigarreou. Eu queria falar, mas apesar de sempre ter uma resposta pronta, dessa vez nenhuma palavra saía da minha boca.

- Em primeiro lugar, eu sei que é repentino. Sei que é maluquice. Mas, nós já namoramos por anos muito antes disso. – Ele disse com a mesma voz que eu tanto amava e que sempre me deixava mais calma. – Sei muito bem também que hoje você está carregando um filho meu que até uma semana atrás, eu nem sabia que existia. E sinceramente? Tudo foi repentino para a gente. No dia que eu te conheci naquele meet and greet, eu já estava completamente preso. Eu te afastava, porque eu sabia que não tinha escapatória mais. Eu era seu e você era minha. Então, um dia eu cansei e decidi que você seria minha. Nem sempre nós tivemos momentos bons, mas... Se eu estivesse com você, era bom o suficiente. Todo esse tempo longe foi terrível e torturante. E eu acho que é um enorme engano nós simplesmente continuarmos separados sendo que tudo conspira para ficarmos juntos. Estamos sendo teimosos com algo que é óbvio. A verdade é que eu não quero passar mais um dia se quer sem você ao meu lado. Sem poder cuidar de você, sem poder cuidar do nosso filho, sem poder te tratar como a mulher que você é e do jeito que você merece. Eu não vou mais me enganar sobre isso, Stéfane. E você pode estar insegura, você pode estar assustada e achar que é uma pessoa terrível. Mas, sinceramente, você é a melhor pessoa do mundo para mim. Eu não poderia estar mais feliz em saber que você vai ser a mãe do meu filho. Então... – Ele respirou fundo e deu uma risada nervosa. – Chega de enrolação, não é? – Ele se ajoelhou na minha frente, abriu a caixinha preta com um anel de noivado em sua mão e eu continuava paralisada. Talvez, estivesse chorando, mas não conseguia controlar. – Stéfane, você quer ser a mulher da minha vida para sempre? Quer ser não só a mãe desse, mas de todos os filhos que o futuro nos reserva? Quer se casar comigo?

O silêncio se fez no restaurante e eu fiquei igualmente muda. Eu precisava ter um segundo para gravar tudo. Olhei em volta, enquanto todos no restaurante nos encaravam. Miri deixava uma lágrima escapar, emocionada. Mari me olhava com um sorriso enorme como se a vida dela dependesse disso. Sky não fazia ideia do que acontecia e olhava fixamente para Liam ajoelhado. Talvez, se ela soubesse as palavras certas, mandaria Liam se levantar dali. Finalmente, meu olhar foi para ele.

Eu era só uma fã. Uma em um milhão que teve a chance de ir numa festa com seus ídolos. E para o meu azar, eu irritava meu favorito. As coisas mudaram rapidamente e nós percebemos que eram faíscas que soltavam entre nós. Eu era completamente apaixonada por Liam muito antes de ele se apaixonar por mim. Mas, ele estava certo. Nós fugíamos. Nós tentávamos fingir que não devíamos ficar juntos. Mas, o destino nos pregava uma peça, como quem diz “ah, vocês não vão ficar juntos? Vocês vão ver só o que eu sei fazer” e hoje eu estava ali, grávida de Liam e recebendo um pedido de noivado.

- Sim! – Eu falei, finalmente. Era a única resposta a ser dada. Todos no restaurante aplaudiram. Para a minha surpresa, Niall, Louis, Harry, Ashton e Calum entraram no restaurante como se estivessem esperando até agora. Eu percebi que Harry acompanhava um casal conhecido: Meus pais. Como eles vieram parar ali? Liam me despertou do transe com um beijo. Eu ri, entre o beijo, honestamente, porque estava feliz. Ele me abraçou forte, mas me soltou rapidamente, colocando o anel de noivado em meu dedo.

- Eu te amo, Stéfane. Isso não vai mudar. – Liam declarou, me encarando de perto. Eu ri novamente, nervosa.

- Eu também te amo, Liam e isso nunca mudou. – Eu declarei, lhe dando mais um beijo ao som da comemoração de todos. Eu me separei deles e corri abraçar meus pais. Que saudades absurdas deles. Logo me confessaram que Liam os contatou e pediu para que viessem. Passagens pagas e tudo. Liam fez o pedido para meu pai, à moda antiga, antes de pedir diretamente a mim.

---*---

FLASH FOWARD: 2 MESES DEPOIS.

Eu sempre soube que seria daquela maneira. Eu encarei Liam que sorria abertamente para mim, a barba por fazer, o terno mais bem cortado, seu perfume exalava perto de mim. À noite, ao som de Once In a Lifetime, num casamento pequeno, apenas para os mais íntimos, foi que eu disse “sim” e me tornei a esposa de Liam Payne.

Mas a melhor parte foi reservada para o final. Eu pedi para que minhas amigas pegassem o resultado que apontaria qual o sexo do nosso bebê. Nem eu e nem Liam poderíamos saber. Nós apenas descobriríamos depois de casados, na festa, junto com todos os nossos familiares. A surpresa seria para todos e comemoraríamos juntos.

- Virem, virem! – Mari pediu, animada, para Liam e eu virarmos de costas para uma caixa enorme que os organizadores posicionaram na parte de fora do salão.

- Preparados? – Miri nos encarou, rindo. Todos os nossos familiares estavam de frente para nós. Eles viam a caixa, nós não. Tomamos o cuidado de contratar uma equipe de filmagem, porque não queríamos perder um minuto se quer.

- Você aposta no quê? – Harry perguntou para Niall, na nossa frente.

- Menina. – Niall respondeu com as mãos no bolso.

- Menina. – Mari, confirmou.

- Sério que vocês estão apostando sobre o sexo do meu filho ou filha? – Liam perguntou, rindo.

- Com licença, Liam, isso é muito importante. – Niall fez um sinal com a mão e virou para Louis. – E você?

- Menino.

- Menina. – Harry apostou contra.

- Sério? – Louis perguntou, confuso.

- É menina, eu sei que é. – Harry confirmou, dando de ombros.

- E você, Ashton? – Niall virou para Ashton.

- Não posso apostar, eu sei o sexo. – Ashton falou, rindo.

- Ah, não! – Harry falou, surpreso. – Sua traíra!

- Que foi? Ele me ajudou a contratar o serviço! – Miri se defendeu, rindo.

- Eu devia ter lido então o resultado! – Mari falou, irritada.

- EI! VOCÊS VÃO DISCUTIR AQUI? – Eu perguntei, sem paciência.

- Vamos logo! – Liam falou, dando um pulinho de nervosismo, ainda segurando na minha mão.

- Certo! Contagem! – Miri iniciou. – TRÊS, DOIS, UM...!

Nós viramos rapidamente para a caixa que se abriu imediatamente liberando balões azuis. Era menino. Liam levantou as mãos para o céu, surpreso.

- HÁ! É UM MENINO! – Ele gritou, empolgado, me fazendo rir, para logo depois me beijar sem pedir permissão e sem vergonha dos outros nos observando. Todos comemoravam, porque a surpresa era para todos nós.

P.O.V. STÉFANE OFF.

P.O.V. MIRIANE ON.

FLASH FOWARD: UM MÊS DEPOIS.

Eu encarei o pequeno exame de plástico branco na mão. Tinha sido rápido demais. Estava comprovado. Era incrivelmente fácil engravidar logo após dar à luz ao primeiro filho. Eu sentei na cama, ainda tentando absorver a ideia. Era óbvio que Ashton e eu queríamos mais um filho. Mas, nós nem tínhamos planejado quando começaríamos a tentar novamente. Será que nunca teríamos um filho planejado?

- Amor, já está pronta? – Ashton entrou no quarto, de repente, e eu escondi o exame na coberta, mas era tarde. Ele me olhou, desconfiado, imediatamente.

- Estou quase. – Eu falei, me levantando num pulo e me dirigindo à penteadeira. Olhei de canto de olho e prendi a respiração, porque Ashton nem fez cerimonia e simplesmente mexeu nas cobertas, tirando o exame de lá. Alguns segundos longos demais se passaram, enquanto ele encarou o exame. Eu mordi o lábio, esperando ele falar.

- Você não vai me falar o que diabos essa cruzinha quer dizer? – Ele falou, agoniado e manhoso. – Eu não sei o que significa! – Ele disse, frustrado. Ok, não era a reação que eu esperava e imediatamente eu comecei a rir. – Por que você está rindo?

- Oh, não, Ash. – Eu falei, ainda rindo, enquanto me aproximava. Eu tirei o exame da mão dele e coloquei na penteadeira e voltei a encará-lo, respirando fundo. Ele continuou me encarando com os olhos verdes enormes, apreensivo.

- Por que você está fazendo isso comigo? – Ele perguntou, sem conseguir parar quieto. – Só diz logo!

- OK! – Eu falei alto demais, porque estava nervosa e ele fechou a boca, imediatamente. – Estou grávida de novo. – Eu falei na lata, porque não havia outra maneira de falar. Eu me encolhi, nervosa, mas Ashton me abraçou tão forte que eu quase não conseguia respirar. – Está... Está um pouco apertado demais.

- Desculpe, desculpe. – Ele me soltou, de repente e segurou meu rosto, me olhando com um sorriso enorme. Meu corpo finalmente relaxou, porque ele parecia ter aceitado a ideia rapidamente. – Eu acho que podemos dizer que eu sou muito bom nisso.

- Nisso o quê?

- Em te engravidar. Estou ficando craque. – Ele fez piada, me fazendo rir. Eu dei um tapa no braço dele imediatamente.

- Seu idiota! Não era para essa ser a primeira coisa que você fala ao descobrir que estou grávida! – Ele riu, se encolhendo com os tapas que eu continuava dando.

- Desculpe, desculpe! Não, vem cá. – Ele falou, me puxando para perto dele novamente, me fazendo parar de lhe distribuir tapas. – Era tudo que queríamos, não era? Eu estou muito feliz.

- Mas, Sky só tem um ano! – Eu disse, nervosa e ele sorriu, me dando um selinho.

- Estou animado para começar tudo de novo. – Ele confessou, me fazendo sorrir. – E Sky vai ter um irmãozinho ou irmãzinha, então isso é perfeito. – Ele disse, rindo. – Por que você escondeu o exame?

- Eu acabei de descobrir. Não sabia como ia te contar.

- Eu não sabia nem que você desconfiava que estava grávida. – Ele disse, chateado.

- Eu não queria levantar falsas esperanças. – Eu disse, sem jeito e ele sorriu, me dando mais um selinho demorado.

- Tudo bem. – Ele sorriu. – Agora vamos?

- Vamos. – Eu sorri. Ashton me soltou, enquanto eu peguei os brincos e terminei de colocar.

- Sou oficialmente pai de dois! – Ele comemorou, saindo do quarto.

P.O.V. MIRIANE OFF.

P.O.V. MARIANY ON.

Eu observei a sala da casa da Miri cheia. Nós cantávamos parabéns para Sky em seu primeiro aniversário. Ela, por sua vez, como sempre, exibia um sorriso de covinhas, na cadeira em frente ao bolo. Haviam colocado um chapeuzinho de festa em sua cabeça, mas os cachos dourados pareciam ter vida própria para fora dele.

Assim que terminamos, Sky assoprou as velinhas, mas se assustou logo em seguida com a quantidade de gritos e aplausos, começando a chorar sem parar. Ashton que usava um chapeuzinho de festa para acompanhar a filha, a pegou no colo e a acalmou rapidamente com um brigadeiro. Ele era o marido que Miri merecia após tantas dificuldades.

Miri tinha acabado de anunciar: Estava grávida do segundo filho. Para alguém que recebeu a noticia da primeira gravidez nas piores condições possíveis, a segunda gravidez seria maravilhosa e planejada.

Todos os meninos da 5sos estavam ali usando chapeuzinhos de festa como se fosse um traje completamente normal. Eu pude notar o anel enorme de noivado na mão de Arzaylea. Ela estava noiva de Luke.

Liam tentava usar um chapeuzinho de festa também, porque Sky exigiu, mas isso arruinava completamente seu topete. Ele não se importava. Parecia que era pai muito antes de o filho de Fany ser concebido. Ele tinha um dom natural para a paternidade e isso se tornava ainda mais evidente agora que ele cuidava da minha amiga e de sua barriga que crescia sem freios diariamente. O casal se tornou ainda mais empolgado e ligado à Sky, talvez, justamente, porque teriam o seu próprio filho muito em breve.

- Tudo bem? – Niall sussurrou no meu ouvido, enquanto tentava encaixar um chapeuzinho no cabelo loiro alto.

- Tudo bem. – Eu disse, respirando fundo. – Finalmente, tudo bem.

- Ainda falta o mais importante. – Ele falou, sorrindo.

- Ando tão cansada de pensar e preparar nosso casamento que só quero curtir a festa um pouquinho sem pensar nisso. – Confessei, rindo. Eu não dormia faziam tantas noites e agora faltava apenas quatro meses para o meu casamento. Seria enorme. Seria do jeito que Niall queria e com todos os seus amigos. Mas, seria com a minha decoração e com todos os meus sonhos realizados.

- Você merece um descanso. – Niall confessou, sorrindo e me dando um beijo no rosto. – Estava pensando em fugirmos no final de semana.

- Como assim? – Eu perguntei, perplexa.

- Que tal fugirmos para uma lua de mel adiantada? É uma nova moda. Diz que ajuda os noivos a relaxarem antes do casamento em si. – Ele disse, sem jeito, me fazendo rir. Niall era meu sonho. Os olhos azuis me encararam animado após ouvir minha risada.

- Eu topo!

- Para onde você quer ir? – Ele perguntou, empolgado.

- Sinceramente? – Eu perguntei, sem jeito.

- Sinceramente. – Ele pediu, curioso.

- Fui para a Irlanda quando era muito nova com a minha vó. Queria voltar lá com você antes do casamento. – Eu pedi, tímida e ele riu alto.

- É sério? Você não precisa ir lá só para me agradar. – Ele disse, sem acreditar.

- Eu realmente gosto da Irlanda. – Eu falei, empolgada. O que era pura verdade. Desde sempre, meu sonho era conhecer a Irlanda e eu pude realizá-lo, ainda adolescente com a minha vó. Mas, faziam tantos anos. Eu precisava voltar.

- Então, para a Irlanda, nós vamos. – Ele decidiu, satisfeito.

- Te amo! – Eu ri, empolgada e o abracei.

- Eu amo mais. – Ele sorriu, me dando um selinho.

- Ei, olhem só. – Harry nos chamou e nós viramos para encarar Sky que agora estava no colo de Miri com Ashton de um lado. Do outro, Fany e Liam também encaravam a afilhada, atentos.

- Você entendeu? – Miri perguntou. Sky lançou um olhar, desconfiada, para a mãe, mas parecia entender.

- Você vai ter um irmãozinho. – Ashton repetiu para ver a reação de Sky. – A barriga da mamãe vai ficar igual a da dinda. – Sky olhou para a barriga da dinda e voltou a olhar para a mãe, em dúvida. Ela estava completamente muda. Parecia muita informação.

- Aqui tem um bebezinho. – Fany encorajou a afilhada, colocando a mão sobre a sua barriga. – Vem cá. – Ela voltou para o sofá e deixou Sky sentar ao seu lado. – Escuta.

Nós observamos atentos enquanto Fany tentava ensinar Sky a ouvir a barriga do bebê. Pelo visto, Sky não ouviu nada, porque levantou a cabeça, desconfiada.

- Tem um neném? – Ela perguntou, finalmente apontando para a barriga.

- Tem um neném! Vai ser amiguinho da Sky! – Liam explicou, sentando ao lado da afilhada.

- Ou namorado. – Niall falou, empolgado.

- NIALL! – Ashton fechou a cara, emburrado.

- Qual é, cara? Eles vão ter quase a mesma idade. – Niall falou, rindo.

- Não confunda ela. – Eu disse, rindo.

- OH! – Sky deu um gritinho fino ao sentir a barriga de Fany mexer.

- Viu, amor? – Fany perguntou, empolgada. Sky estava de boca aberta, literalmente, encarando a barriga como se fosse mágica.

- Sky, mamãe vai ter um bebezinho também, tudo bem? – Miri se abaixou para encará-la, mas a menina fechou a cara imediatamente e fez biquinho.

- Nããão. – Ela disse, chateada.

- Por que não? – Miri perguntou, achando graça, mas Sky estava quase chorando.

- Eu sou o bebezinho! – Ela falou, manhosa e começou a chorar imediatamente.

- Ooooh! – Foi o coro na casa. Nós tentamos não rir, porque seria maldade, mas até Miri ao segurar Sky no colo para abraçá-la, sorriu, achando graça.


Notas Finais


VOCÊS JÁ VIRAM AS NOVAS FANFICS QUE POSTEI QUE ESTÃO SOB VOTAÇÃO?
https://spiritfanfics.com/perfil/mdcardozo/jornal/novo-metodo-de-atualizacao-das-fanfics-6721569

INDICAÇÃO DE UMA FANFIC MARAVILHOOOOOOSA COM LUKE HEMMINGS, EU SE FOSSE VOCÊ, DAVA UMA OLHADINHA. <3
https://spiritfanfics.com/historia/dear-brother-3850895

APROVEITA E DÁ UMA OLHADA NESSA DO CALUM HOOD E CHORA COMIGO:
https://spiritfanfics.com/historia/my-letters-to-you-6769332


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...