História Três dias e uma Semana - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Dwayne Johnson, Fic Original, Futebol Americano, The Rock, Time Feminino
Exibições 15
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Esporte, Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - A confirmação do desafio


Fanfic / Fanfiction Três dias e uma Semana - Capítulo 7 - A confirmação do desafio

No dia seguinte, as meninas acordaram cedo para treinarem no quintal da mansão das Amazonas, Natália chegou a perguntar por que elas não passariam a treinar, permanentemente, lá mesmo, Blanca respondeu que não ousaria em transformar um lar em um estádio.

-Jane, você ficará na posição de receiver, és boa em intercepção, certo? –Indagou Blanca.
-Sim, muito até. –Respondeu orgulhosa. 
-Ótimo, a mesma fé que você usa para interceptar, usará para segurar a bola quando a Lene jogá-la para você. Brenda você será a halfback e a Natália a sua fullback. Tudo bem?
-Claro. –Respondeu Brenda e Natalia juntas.
-Eu e a Mia ficaremos na linha ofensiva, eu como tackle de direita e a Mia a center. Yara você evitará que a Lene leve sack, ficará ao lado da Mia, serás a guard. Precisaremos de mais duas meninas na linha ofensiva, uma guard de direita, uma tackle de esquerda, mais uma receiver e uma tight end.
-Acharemos fácil, só precisamos fazer algumas ligações. –Comentou Mayara já retirando seu smartphone do bolso.
-Ok então, treinaremos por duas semanas para repassarmos as jogadas e fazer alguns ajustes caso alguma das defensivas não se encaixe na posição ofensiva para qual foi escolhida. –Alegava uma Blanca empolgada e ansiosa. –Vencer esses idiotas é a coisa mais importante para nós, no momento.

Xx

- Mamá, papá me dijo que yo voy a verte pronto. –Falava Juan ao telefone. A noite chegara, as Amazonas estavam jogando sinuca na sala de jogos da mansão, Blanca estava como de costume, com os olhos cheios de lágrimas e um sorriso bobo no rosto.
-Sí, mi hijo, yo ir a su cumpleaños, yo, Mia y algunos amigos también.
-¿Está hablar serio, mamá? –Perguntou emocionando, ao fundo podia ouvir a voz aguda e irritante de Maria, a madrasta do Juan, pedindo-o para ir dormir, pois já era tarde.  
- Estoy hablando muy enserio, mi hijo, mamá amarlo mucho. –Respondeu fanha.
-Yo también amarla mucho, mamá. Buenas noches, besos mamá.
-Buenas noches, hijo.

Com a despedida de seu filho, Blanca desceu para a sala de jogos, até as mais novas integrantes do time já sabia o que ela estava a fazer em seu quarto, para animá-la, chamou-a para uma partida de sinuca, apostando com a Mia, quinze jardas do primeiro treino com o time completo. Blanca perdeu.

-Puta que pariu, mulher, quinze jardas a menos no primeiro treino? Vai detonar com a minha autoestima. –Xingava  Brenda, no caminho para a sala da escadaria.

Todas foram dormir, exceto a Blanca que ficara absorta, pensando no que a Brenda falara. Iniciar o primeiro treino com as ofensivas perdendo, não pareceu tão pesado quanto agora, isso significava mais força, mais proteção, mais agilidade e velocidade, isso significava que as ofensivas iam iniciar a primeira partida como Amazonas, sendo um time desesperado e vulnerável.  

Na manhã que se despertava com os afagos das meninas treinando na academia subterrânea, Blanca tentava entrar em um acordo com a Mia.
-Por favor, Mia. Desconsidere essa aposta. –Pedia com as mãos juntas como se estivesse rezando.
-De jeito nenhum, não é sempre que eu venço você em alguma coisa. –Retorquiu confiante.
-Então ao menos adie. O primeiro treino sempre é o que marca a vida dos profissionais.
-Deveria ter pensado nisso quando fez a aposta. –Alegou aproximando de Mayara que se agachava com vinte quilos em suas costas.
-Eu não estava raciocinando bem, o Juan, ele chorou quando eu disse que nós vamos ao aniversário dele... ele sente falta da rotina comigo, dos fins de semana com você, ele odeia aquela Maria que sempre o obriga a desligar o telefone para ir dormir cedo.
-Aquela mexicana do caralho pensa que pode mandar em nosso Juan? –Indagou com os olhos lagrimejados e o indicador mirando o peito de Blanca. -Olhe Blanca, vou desistir, ouviu bem? DESISTIR dessa aposta por causa do Juan, na próxima vez eu não desisto. –Concluiu enxugando as lágrimas. –VAI YARA! FORÇA NESSAS COXAS!  
-V-Vai a merda, Mia. –Esganiçou-se soltando o equipamento no chão e mostrando o dedo do meio para a loira.
-Me respeite que eu sou a sua treinadora. –Alegava em voz alta, Mayara retornava completamente suada e ofegante, aquela mulher era o dobro da Mia, esta recuava um paço. 
-No momento você é a center. –Disse aproximando o seu rosto do nariz suado da Mia que não hesitou.
-Até que no “zoom” você é bonita.

Todas que havia parado de fazer suas seções, começaram a rir, inclusive Mayara e Mia.

-É impossível ficar com raiva da Mia por mais de cinco minutos. –Alegou Blanca, sentando-se no Leg Press para trabalhar a musculação das pernas.  
-Deveria ir no supino reto. –Disseram em coro, Sheila e Keila, à Blanca.
-Por que acham isso? –Perguntou sádica, sabia o porquê, só queria ouvir das meninas.
-Vai precisar de força no peito e nos ombros para bloquear de baixo pra cima, os homens são mais altos que a senhora, eu os conheço e já os vi jogarem. –Respondia Sheila.
-Eles são uns idiotas e eu acho ótimo destruírem o defensive end deles, ele é o pai de dois idiotas lá da nossa escola. –Complementou Keila.
-Ele se acha porque é o melhor defensor do bairro dele, mas vocês... –Aqui Sheila aumentava o tom de voz.-... são as melhores jogadoras de Dallas e isso eles não sabem. Ouvia-se gritinhos determinados e jubilosos.
-Meninas. –Chamou Charlene que estava deitada em um coxão, fazendo abdominais e agora estava com o tablet em mãos. –O Mário acabou de me enviar a comprovação da partida em vídeo. –Concluiu virando o tablet para todas, quem estava distante se aproximavam.

-Olá meninas, sou o Jorge, defensive end do time do bairro, fiquei sabendo pelo Mário que vocês são um time (nesse momento ria debochado) eu quase não acreditei, mas quando ele disse que a Mayara e a Natália estão envolvidas, então deve ser verdade, aceitamos o desafio e damos duas semanas para se prepararem e com toda a certeza vou querer ser o primeiro a derrubá-las, por tanto, vocês tem a posse de bola. (concluiu o filme dando uma piscadela)

-Que idiota, guardou a granada sem o pino. –Comentou Keila, sorridente.
-Ótimo, meninas, temos exatamente duas semanas para treinarmos, o imbecil do Jorge nos deu as munições que precisávamos. No momento, as Amazonas é um time apenas de ofensivas. No três! –Gritou ponto o braço esticado a sua frente, todas as meninas fizeram o mesmo até ficarem ligadas por suas mãos. –UM, DOIS, TRÊS...
-AMAZONAS!  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...