História Três direções e um Sonho! - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, One Direction
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Louis Tomlinson, Niall Horan
Visualizações 48
Palavras 1.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HOTEL ONDE AS MENINAS ESTÃO
ESTE HOTEL E LOCALIZADO MESMO EM LONDRES ~
Hotel Ibis London Earls Court

Capítulo 5 - A saída do hotel!


Fanfic / Fanfiction Três direções e um Sonho! - Capítulo 5 - A saída do hotel!

- eu vim com vocês? – eu perguntei.

- não… te enganas te de avião e depois voltas – te num avião público até aqui, depois quando chegas – te desmaias – te quando chegas te aqui ao pé da gente. Estávamos aqui a meia hora a tentar de acordar. – Louise disse. Elas me ajudaram e fomos para o hotel provisório como o sonho, só que desta vez eu subi com elas. E dormi. Agora sim eu dormi em Londres.

Voltando…

A noite

Nylla POV´S

Acordei com fome, eram 3 da manhã e as meninas ainda estavam a dormir obvio, nós todas somos muito preguiçosas, eu foi até a cozinha e não tinha muita coisa para comer ou seja tinha que ir comprar, peguei a minha carteira e fui de pijama mesmo, até ao restaurante do hotel. Ele estava vazio. Eu pedi, comi e voltei a subir quando eu estava prestes a subir o elevador as luzes do hotel de apagam, eu engoli a seco, e subi pelo elevador. Eu abri a porta do apé e me enfiei na cama. Deus do céu.

Horas depois

- NYLLA ACORDA PORRA.  ACORDA SUA VACA. – Louise como me ama muito decidiu me acordar a porrada.

- que é deixa – me dormir. – eu disse me virando para o outro lado.

- NÃO, ESTAMOS EM LONDRES E VAMOS NÓS DIVERTIR. – Ela disse.

- Não, me deixa dormir, eu quero dormir. – eu disse.

- Vamos. – ela disse, e saiu de cima de mim, agora me dando porradas com travesseiros.

- OK, ok..eu me levanto. – eu disse e ela saiu triunfante do quarto. Eu volto a deitar – me, sentei – me na cama, fiz a cama, tirei as coisas da mala e deixei tudo sobre ela e vi os look, tenho que comprar roupas.(notas finais roupas), peguei a minha mala e casaco porque estava frio, desci. E vi as meninas na porta, a Halsey estava a morrer de sono, olhei o primeiro Nokia na minha mão e vi as horas, 9: 30 e a essa hora eu estava a dormir no Brasil, e agora essa hora me dá sonho e fome.

- eu tenho fome. – eu disse.

- a gente já come. – Louise disse.

- a gente vai onde doida? – Halsey bocejou encostada a mim.

- Vamos tirar fotos, vamos comer, vamos visitar Londres. – Louise disse saindo do apé e indo para o Elevador. Eu peguei as chaves e saímos, a Louise abriu o Elevador e entramos. Saímos do hotel e vimos Londres vazia, tinha gente ali e acolá nós olhamos uma para a outra menos a Halsey que tinha dito que não com a cabeça, e corremos até ao ónibus vermelho, parecíamos um bando de loucas. Entramos e andamos pela cidade. Saímos numa paragem e fomos para o centro comercial fazer compras, claro que comemos, no Starbucks, amo aquele lugar, eu bebi a bebida unicórnio aquilo era muito bom.

- Vamos onde agora? – Halsey acordou agora.

- Vamos ao museu.  – Louise disse.

Nós as duas começamos a rir. E toda, mesmo toda a gente começou a olhar para nós duas.

- Vc ir no museu? Rsrsrs. – Halsey riu estranho.

- É sério… eu não sou tão bagunceira assim me digam uma vez que eu fui num museu e foi expulsa de lá. – ela disse.

- ok teve aquela vez que vc gritou porque achou que a estatua tinha se mexido. – eu disse uma. A Halsey continuou.

- tem aquela vez que você estava a mexer nas coisas do museu que vc foi expulsa por mexer em coisas no museu. – ela disse e eu continuei.

- também tem aquela vez… - eu ia falar mas a Louise me interrompeu.

- Eu disse uma, não a Wikipédia. – Louise disse.

- Mas já vistes tens muitas queres mesmo ir lá? – Halsey me perguntou.

- Tu achas que eu, Louise Eleanor Edwards quer ir num museu? Achas mesmo? – ela pergunta rindo. – Olha um pombo, não é o Kevin. – ela começou a correr atrás do pobre pombo. – Tadinho do pombo. – eu e a Halsey nós sentamos e vimos a ONE DIRECTION A SENTAR – SE BEM AO NOSSO LADO.QASWSSKSDSSSFBKD. Deus desculpa eu falo Nyllalândia quando estou nervosa.

- Halsey não é por nada mas olha só para o lado discretamente. – eu disse atando o meu ténis. – ela olhou indiscretamente.

- Olha é mesmo. É mesmo. E mesmo eles. – ela começou a correr feita louca atrás da Louise que corria atrás do pombo. Eu olhei eles, e eles para mim, eramos os únicos no parque, nós e os pombos. A Halsey, Louise e os pombos inverteram as posições, agora os pombos corriam atrás delas. Eu me ria, detalhe a minha risada é igual a do Niall escandalosa. Halsey me puxou quando passou por mim e me fez correr com elas.

- Sabem para a primeira impressão nossa para eles é que eles vão achar que somos loucas. – eu parei quando acabei de dizer aquilo, eu parei, fazendo a Halsey parar que fez a Louise parar e os pombos baterem na gente, eles voaram outra vez se afastando de nós ou melhor delas. Eu respirei e a Halsey entrou num ataque de asma. – Diz – me que trouxeste a tua maldita bomba. – eu disse olhando ela a Louise olhou para mim…. E depois começou a correr.

- Não trouxe não. – ela disse perdendo o ar.

- ok… tem uma farmácia a dois minutos daqui… eu vou fazer os meus poderes de acromática e voltar em um minuto te amo. – eu disse… olhei a farmácia, me alonguei e fiz coisas que eu fazia na ginástica, piruetas, seguidas, pinos, cambalhotas no ar, se eu foi líder de torcida. Eu voltei em um minuto certo, lhe dei a bomba e ela respirou.

- Tu és um anjo. – ela disse me abraçando.

- calma agora eu preciso respirar. – eu disse. - eu amanhã foi estar toda partida. – eu disse e ela riu.

- Que te deu? – nós as duas dissemos assim que conseguimos apanhar a Louise.

- não sei… eu necessito de ajuda para ajudar pombos indefesos. – ela disse olhando o céu. Eu e a Halsey nós olhamos.

- olha tu ficas aqui com a tua mulher e eu vou ali comer. – eu disse correndo.

- ESPERA NÃO ME DEIXA SOZINHA COM ESTÁ LOUCA. – ela disse mas eu corri até ao carrinho que vendia comida.

Halsey POV´S

Eu juro que mato a Nylla, ela me deixou com este demónio chamado Louise Eleanor Edwards.

- Tu estás com problemas, comes te a erva do Zayn ou a maconha do Louis? – Os meninos olharam para nós. Eu nem sequer olhei eles.

- Primeiro lugar o Louis não fuma maconha e em segundo eu não tomei merda de erva nenhuma. –ela disse.

- tu bebeste? – Eu perguntei.

- tu sabes que eu te amo amor. Não me deixes pelo amor de deus. – Help me.

- o que raio se passa contigo hoje merda. – eu disse gritando com ela.

- Desculpa mor brincadeira não fica assim. – ela disse zoando com a minha cara. A Nylla chegou com um pacote de batatas eu peguei no pacote e só de raiva taquei aquilo ao chão. A Nylla começou a chorar, eu sabia que a culpa era minha mas não ia dar o braço a torcer, a Nylla se ajoelhou e pegou o pacote. E abraçou o mesmo como se ele fosse um filho pra ela, eu engoli a seco, e me aproximei dela, eu comecei a chorar junto e minutos depois eramos três doidas a chorar.

- ESPERA? – A Louise gritou a Nylla parou de chorar assim que a viu comprar outro pacote de batatas. Ela me deu o pacote e eu dei a Nylla, que me abraçou e parou de chorar.

- que fofas. – nós ouvimos o Louis a dizer, nós olhamos eles e eles sorriram com aqueles sorrisos de matar uma pessoa.  Nós nos aproximamos deles e…


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...