História Três para seis - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Exibições 45
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Ficção, Harem, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - O que está havendo comigo?


Subaru queria me morder, mas ai brotou o Ayato e deu um belo murro nele, e eu estou aqui parada observando a treta.

–O que satanás você quer? –Disse Subaru encarando Ayato.

–Que você fique longe dela, entendeu? LONGE! –Ayato falou já alterando o tom de voz.

–Pra quê? Você quer fazer o mesmo que fez com a Yui?

–Não ouse tocar nesse assunto, Yui já morreu faz um ano. –Ele disse isso e pegou minha mão. –Vamos embora daqui Any.

Ele me levou para meu quarto, e trancou a porta... pra quê trancar a porta?

–P-Por que bateu nele? –Disse ficando um pouco longe dele.

–Porque sim, ele não pode ficar com você. –Ele disse ríspido e se sentou na minha cama.

–... ele ia me morder... por quê? –Me sentei do lado dele e observei o seu rosto pensativo... cada detalhe... cada mínimo detalhe, seus olhos eram tão verdes... um verde chamativo e cheio de vida... PERA!!! POR QUE EU TÔ OLHANDO PRA ELE?!

Virei meu rosto rapidamente e fiquei vermelha, acho que ele não percebeu. Minha barriga roncou.

–Hm... tá com fome? –Ele olhou pra mim.

–Sim... –Me levantei.

–Vamos para a cozinha, deve ter alguma coisa lá. –Se levantou junto comigo.

Saímos do quarto e fomos andando pelos corredores frios daquela enorme mansão, vi uma janela e dava vista do céu nublado e uma floresta densa com névoa, no meio da névoa vi alguem se mecher... não pude ver quem era, mas que estava nos observando estava.

–Any? Você está bem? –Ayato me chamou a atenção me fazendo sair de meus pensamentos.

–Sim! Ah eu estou ótima, vamos? –Sai andando rapidamente para a cozinha, acho melhor não contar à ele oque eu vi...

Chegamos na cozinha e eu fui procurar algo pra comer, achei umas frutas fresquinhas e não hesitei em come-las, Ayato pegou uma maçã.

–Any... fique longe do Laito e do Subaru, ouviu? –Mordeu sua maçã.

–Do subaru eu entendo o porque mas... o Laito?

–O Laito é tarado... não quero que ele toque no seu corpo com aquelas mãos imundas.

–Ciuminho bateu do nada, hein? –Dei uma risada e ele ficou meio vermelho.

–Não estou com ciúmes, só não quero você perto dele! Você quer ser estrupada por acaso? Eu mesmo posso fazer isso.

–N-Não quero ser estrupada, aish! –Fiquei vermelha e fiz cara emburrada.

–Tão fofinha com raiva... –Ele sorriu.

Ah que sorriso lindo... assim você me mata querido!

Ele se aproximou e me deixou contra a mesa e colocou as mãos dele em volta da minha cintura, chegou tão perto e pude sentir a respiração quente do mesmo, meu corpo ficou quente... eu o quero, preciso ter ele só para mim. Seus lábios estavam a milímetros dos meus, mas do nada um forte trovão caiu fazendo um barulho enorme nos assustando. Dei uma risada e me afastei dele, sim eu o quero... mas não posso dar mole, acabei de conhecer ele e pode ser que o mesmo esteja só me enganando... que nem aquele que me fez sofrer.

–Por que se afastou? –Ele disse confuso.

–Vinhemos aqui comer e não se pegar. –Sai da cozinha andando e um cheiro de sangue tomou conta dos meus pulmões... o cheiro não estava forte então deixei para lá.

Sangue, sempre o mesmo sangue... mesmo cheiro... o que está acontecendo comigo? Esse cheiro me trás uma vontade tão grande de... multilar os outros.
Continuei andando e vi Kanato falando com aquele urso dele sentando no sofá.

–Ei Teddy... o que você achou das novas noivas? Será que elas vão morrer que nem a Yui-chan?

Eu ia falar com ele mas alguém me puxou.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...