História Triângulo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Colegial, Drama, Original, Romance, Suspense
Exibições 6
Palavras 1.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello lovers!!

Me perdoem toda essa demora, mas parece que finalmente minhas inspiração voltaram (confetes) estou muito feliz por isso.

Próximo episódio já está pronto e promete hehe.

Leiam as notas finais!


Bjinhos e Boa Leitura!!

Capítulo 7 - Jaqueta


Fanfic / Fanfiction Triângulo - Capítulo 7 - Jaqueta

Carol havia pego uma gripe durante o final de semana. O que fez com que ela faltasse ao colégio por uma semana, e ela estava adorando tudo aquilo, pois assim não precisaria ver David.

Ela havia ido a casa dela a alguns dias atrás, com a desculpa de que precisava de um pouco de açúcar, mas para o seu terrível azar a menina tinha o visto subindo as escadas de sua casa e evitou descer. Até mesmo quando sua mãe a forçou descer para almoçar junto a ela e Jess.

Ela pesou que provavelmente deveria estar lá, mas ela estava enganada.

— Carol, o o diretor ligou. Você tem que voltar para o colégio — Jae adentrou ao quarta dela retirando o coberto de cima da garota.

— Você sabe que eu te amo Jae? — Carol a envolveu em um abraço.

— Eu sei, mas suas amigas estão preocupada.

— Quem? — Carol se perguntou sem entender — Caty e Lili sempre vem aqui, elas sabem que estou doente — Elas se desfizeram do abraço e a garota se jogou na cama novamente.

— Não as meninas, um garoto — Jae falou sorrindo.

O que era bom, pelo menos para Jae, ela nunca a vira trazer garotos para casa, exceto por David. Que praticamente já fazia parte da família.

— David? — Carol se levantou.

— Não, um outro garoto — Jae pegou a bandeja em seu colo e lhe entregou alguns biscoitinhos em sua boca — Ele estava preocupado.

— Anh — Ela deu de ombros sem nem mesmo se importa em saber quem era o tal garoto.

— Você gosta do David.

— Oi? — Os biscoitos que Carol havia mastigado quase saíram de sua boca quando Jae falou.

— Não Jae, ele nem mesmo é meu amigo.

— Isso não foi uma pergunta meu anjo — Jae se levantou — E agora já para o banho. Você esta atrasada.

— Não, Jae. Por favor — A garota se ajoelhou em cima da cama, suplicando para não ir ao colégio.

— Chega Carol, você já faltou uma semana. Esta parecendo que fez algo de errado no colégio e não que ser descoberta — Jae riu e saiu de seu quarto.

Algo havia acontecido no colégio, mas não fora Carol que fez e sim um ser chamado, David. Carol estava evitando sim, o colégio, mas porque não queria ver David. Parecia que ela cobrava uma resposta dela a cada vez que eles se olhavam.

Por esse motivo ela agradeceu muito quando ficou doente.

Porém isso acabava hoje.

— Já estou pronta Jae, estou indo — Carol arrumou sua mochila em sua costas — Maldito colégio — Resmungou abrindo a porta.

Ao portão se encontrava o ser mais improvável de estar ali.

— Boa dia princesa — Soriu abertamente ao vê-la.

— Hugo? — Se perguntou sem entender — O que faz aqui?

Carol fechou a porta atrás de si, mal percebendo que estava chovendo. Fraco, mas estava.

— Soube que estava doente e vim te ver — Sorriu alegremente.

Hugo passou um ano se perguntando o motivo dele gostar tanto dessa garota, e depois de algum tempo descobriu esse motivo. Ela era bonita, não tanto se comparar com as outras garotas do colégio, mas aos olhos dele ela tinha um certo charme.

— Onde vai?

Ele segurou seu braço.

— Anh? — Carol desviou seu olhar de um certo garoto que acabará de atravessar a rua — Pegar um guarda-chuva.

— Vem.

Hugo a puxou, fazendo a ficar próxima a ele . Ela se assustou com o ato dele, mas logo depois começaram a andar em direção ao colégio.

— Esta com friu? — Hugo a havia visto tremer, assim que chegaram ao portão do colégio.

— Anh, e-eu...

— Segura — Hugo entregou o guarda-chuva para ela, apos vê-la não se mexe complementou — Vou te dar minha jaqueta.

— Não precisa, e-eu ten...— Carol se desesperou e pegou sua bolsa rapidamente.

" — Jae deve ter colocado um casaco para mim"

Ela parou de procurar e levantou seu olhar. Hugo a olhava, seu olhos azul fixo nos dela, que por reflexo olhou para o lado vendo suas amigas encarando a situação.
Se coração desparrou no peito. Quem ela menos queria ver nesse momento a encarava de longe, um pouco atrás de Caty e Lili.

Carol voltou a olhar para Hugo, que se encontrava com a jaqueta em mãos, esperando-a pegar.

— E-Eu, eu trouxe uma jaqueta — Ela puxou a jaqueta de dentro da bolsa e a vestiu rapidamente.

— Deveria ter colocado antes — Hugo sorriu e  voltou a andar ao seu lado apos fechar o guarda-chuva — Agente se ver depois.

O loiro se afastou ainda sorrindo e acenou de longe.

— Porque não pegou a jaqueta dele? — Caty falou por fim, apos Lili a encher de perguntas, sobre a vinda deles para o colégio.

— E-Eu não sei — Carol espirou.

— Ainda está doente? —Lili perguntou pondo a mão na testa da garota, sentindo sua temperatura.

Ela esta quente, mas não pela febre. E sim por causa de um certo olhar que estava fixo nela, e ela tinha visto.

— Hmm — Lili a empurrou, entendendo tudo apos ela abaixar a cabeça envergonhada e pose ver David mais afastado.

— Por isso não aceitou a jaqueta de Hugo — Sorriu. Lily havia dado uma cutucada nela e fez um sinal com a cabeça, indicando onde David estava.

— Ei, ele esta vindo — Lili deu um leve empurrão em Carol, que saiu de seus devaneios.

— Anh — Gritaram as duas.

— Você viu? — Lily perguntou para Caty animada.

— Ele sorriu para você — Rirão —Arrazando corações.

— Ele sorriu por causa disso — Carol segurou a jaqueta.

"— Ela rejeitou ele." — David pensava, extremamente alegre.

E ele tinha motivos para estar, apesar de ter passado a semana toda tentando falar com ela e ela sempre fugindo dele. Ela tinha usado a jaqueta dele!

À alguns dias atrás sua estava procurando por essa jaqueta e ele disse-rá que não sabia, e realmente não sabia, até mesmo preocurou-a pelo seu quarto e não a encontrou. Agora ele sabia o motivo


Notas Finais


Perceberan que mudei o nome da fanfic?
Achei que estava meio nada a ver com a história, depois que começei a desenvolver mais. E mudei a capa, o que acharam da nova capa?

Comentários são bem vindos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...