História Triângulo amoroso - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Visualizações 3
Palavras 898
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


 Tommy tinha saído para beber e foi até um bar encontrar uns amigos para baterem papo. Uma hora ele notou uma moça bonita no balcão que estava de olho na mesa dele.
 - Amigos, olha lá no balcão. Disse ele
 - O que que tem?
 - Aquela moça está olhando para cá.
 - Hum... Bonita. Eu pegaria. Disse um dos amigos
 Depois, um dos amigos sai da mesa e ela discretamente manda alguém entregar um bilhete para o amigo de Tommy e em seguida vai embora.
 Ao voltar para a mesa ele entrega o bilhete para os outros lerem e nele tem o nome dela junto com um número de telefone e um recadinho 
para Tommy: "Loirinho lindo, você me encantou".
 - Loirinho lindo, você me encantou? Hum... tá podendo, hein. Disseram para Tommy com ar de chacota.
 Tommy olhou no balcão mas ela já tinha saído.
 - E aí. Vai ligar para ela?
 - Não sei. Depois eu vejo isso.
 - Se eu fosse você eu ligaria para jogar um xaveco nela e chamar para sair.
 Em casa, mais tarde, Tommy cria coragem e liga para a moça.
 - Alô. Gostaria de falar com Eliza?
 - É ela. Quem gostaria?
 - Meu nome é Tommy e você me mandou um bilhete no bar hoje á tarde.
 - Áh sim. Mandei.
 Eles começaram a conversar e marcaram de se encontrar no próximo fim-de-semana no mesmo bar.
 Durante a semana ela e umas amigas saíram para uma balada e Adam se encantou com a beleza dela e na hora que ela vai até o balcão 
ele se aproxima.
 - Oi. Deixa que eu pago uma bebida para você. Eu insisto.
 - Obrigado. Mas eu estou com minhas amigas. Meu nome é Eliza. E o seu?
 - Prazer, Adam. Você é muito bonita e eu estava de olho em você dançando. 
 Depois eles foram dançar e se sentar para conversarem até que ela disse que ia embora.
 - Deixa que eu te levo em casa. Estou de carro e posso muito bem deixar você e suas amigas em casa.
 - Espera aí que vou conversar com elas.
 - Eliza, quem é o bonitão com quem conversava?
 - Adam. Ele disse que está de carro e quer nos deixar em casa e eu vim chamá - las para ir embora. Ou é isso ou voltamos de táxi. Vocês 
é quem sabem.
 Acabaram aceitando a carona e cada uma foi deixada direitinho em suas portas restando apenas Eliza. Antes dela sair do carro, Adam 
segura a mão dela e a olha nos olhos sem deixar ela sair.
 - Você é linda e adorei esta noite. Gostaria de repetir a dose.
 Antes que ela saísse, ele a puxou e deu um beijo para que ela não o esquecesse e ainda deu seu número de telefone.
 Eliza foi no encontro com Tommy e depois daquele dia ela ficou na dúvida de qual ficaria, pois um era lindo e tinha uma voz envolvente e 
rouca e o outro tinha pegada.
 Um dia Tommy foi visitar Eliza mas não esperava que Adam também a conhecia e estava indo para o prédio dela tambem.
 - Tommy, você veio!
 - Oi. É bom te ver - Ele fala sorrindo. 
 Tommy fecha a porta e empurra Eliza na parede, então começa a beijar e vai tirando sua roupa, quando, já semi nús, Adam aparece e os 
flagra juntos.
 - Eliza, eu queria te dizer que... Diz Adam com os olhos se enchendo de lágrimas.
 - O que significa isso? Tommy você está com ela? Eliza você estava me traindo como o Tommy?
 - Como assim?! Eliza você disse que me amava e estava com o Adam por tráz de tudo? Eliza, você me fez de palhaço, não só a mim mas 
o Adam também. Eliza, sinceramente eu não te amo. Eu estava tentando me aproximar, tentando te amar de alguma forma e você faz isso?!
 Faz o seguinte: me esquece.ME ESQUECE, VADIA! Diz Tommy batendo a porta.
 Tommy desce correndo as escadas do prédio, até que encontra o adam sentado na calçada chorando muito, muito mesmo.
 - O que é que você esta fazendo aqui? Vai lá com sua namorada, falsa.
 - NÃO, Adam - Tommy fala enxugando as lagrimas de Adam. 
 - Sabe por que não vou? Porque eu te amo. Tentei te esquecer mas percebi que não posso esquecer o homem da minha vida e por mais
que tente me entregar a outra pessoa, sempre pensei e cheguei até chorar por você. Adam olha pra mim. Diz tommy levantando o rosto de
Adam.
 - NÃO, TOMMY! Eu tenho que te dizer... Eu estava tentando me enganar com a Eliza mas percebi que não há ninguém na Terra que vai tomar o seu lugar. Me perdoa por tentar encontrar outra pessoa.
 - Eu te amo, Adam, meu amor. Você é só meu. Fala Tommy sorrindo.
 - Adam, seu idiota! Você tinha que estragar tudo. Você vai ver. Eu vou fazer de tudo para separar vocês.
 - Pois você vai perder tempo porque eu amo o Tommy e ele também me ama. Você só foi um passatempo. Faz o seguinte: nos esquece, 
VADIA!!! HAHA. Vamos Tommy.
 - Adam, você é o melhor. Hahaha.
 Depois de Adam e Tommy reatarem o namoro, eles tiveram uma noite fever. E como diz o próprio Adam: enfim, nada pode acabar o amor
deles.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...