História Triângulo amoroso - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colin, Mark
Visualizações 3
Palavras 2.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 20 - Adeus irmão e mãe...


Fanfic / Fanfiction Triângulo amoroso - Capítulo 20 - Adeus irmão e mãe...

Capítulo 20

***************************************

Lisa P.O.V.

Desperto de meu sono com a claridade do sol batendo em meu rosto, olho para o lado e não vejo o Evan. Me espreguiço e me preparo para levantar, quando Evan entra pela porta do quarto com uma bandeja de café da manhã nas mãos.

- Evan! - Digo surpresa.

- Bom dia minha loira! - Ele diz vindo em minha direção e colocando a bandeja sobre a cama.

- Isso tudo é pra mim?

- Sim, um café de despedida! - Ele olha para bandeja. - Temos suco de laranja, café, torrada, geleia de morango, iogurte natural, queijo branco e mamão.

- Eu estou faminta. - Digo sorrindo.

Pego um garfo e começo a comer.

- Não vai comer também? - Pergunto.

- Vou, claro que vou.

Evan começa a comer também.

- Ainda não acredito que você vai embora! - Digo triste.

- Eu também não, mas tenho que ir.

- Eu sei que tem.

Ele se aproxima de mim e deposita um beijo em minha testa.

- Vamos sempre nos falar, vou ligar direto.

- Todos os dias?

- Sim, todos os dias! - Ele diz se aproximando de mim e me dando um beijo.

Eu correspondo seu beijo na mesma intensidade. Ele interrompe nosso beijo.

- Eu preciso arrumar minhas coisas, meu vôo é daqui a 2 horas.

- Eu vou ligar para a empresa e avisar que vou levar vocês ao aeroporto. - Digo pegando o telefone.

- Não precisa loira!

- Eu quero! - Digo discando o número e me afastando para fazer a ligação.

Ligo para a empresa e aviso ao Gabriel que concorda e pede para que eu vá trabalhar a tarde, já que eu tinha algumas horas na casa. Eu agradeço e encerro a ligação.

- Pronto! - Digo.

- Você é incrível, a melhor parte da minha viajem foi conhecer você. - Evan segura em minha cintura e me puxa para ele.

Eu sorrio e beijo seus lábios. Ficamos por alguns minutos nos beijando e depois ajudo ele a arrumar suas malas.

*************************************************

Emma P.O.V.

Acordo ao lado do Colin, dormir aqui na casa dele já estava virando rotina. Me espreguiço, coço meus olhos e pego meu celular ao lado da cama para ver as horas. Levo um susto, pois o relógio marcava 7:30 da manhã e o vôo da mamãe e do Evan, era daqui a uma hora e meia.

Faço um movimento brusco e acabo acordando o Colin.

- Bom dia amor! - Ele coça os olhos e me olha ainda sonolento.

- Bom dia, o vôo da mamãe é daqui a uma hora e meia Colin. - Digo.

Colin dá um pulo da cama e também começa a vestir suas roupas.

- Avisou ao Gabriel? - Ele pergunta.

- Sim, avisei.

Terminamos de nos vestir, pegamos uma fruta em cima da mesa e partimos para o aeroporto.

O aeroporto ficava a 40 minutos da casa do Colin. Vamos conversando no caminho. Colin me lembra do show que ele ia fazer em Milão, ele e Matt viajariam amanhã e ficariam uma semana fora. Eu fico feliz por ele está recebendo essa oportunidade, pois tudo que ele queria é que a banda fizesse sucesso e isso não está longe de se realizar.

**********

Chegamos no local e logo encontramos com Lisa e Matt. Fico preocupada por não ver nem a mamãe e nem o Evan. Me aproximo deles.

- Cadê a mamãe e o Evan? - Pergunto.

- Princesa, infelizmente você chegou tarde, eles já foram. - Matt diz.

Olho triste para os dois.

- Mais o vôo deles sairia daqui a 50 minutos ainda. - Digo triste.

- Eles resolveram adiantar. - Matt diz.

Eu abaixo a cabeça triste, Lisa tenta segurar uma risada, mais acaba a soltando.

- Estamos zoando princesa, seu irmão foi comprar as passagens e sua mãe foi ao banheiro.

- Seu idiota! - Dou um tapa em seu braço.

Evan e Anna se aproximam de nós e ficamos ali conversando e rindo até o horário do vôo.

Ouvimos a última chamada do vôo, então começam as despedidas. Vou de encontro a Anna a abraçando.

- Eu vou sentir sua falta. - Deixo uma lágrima cair.

- Eu também vou meu amor. - Ela me olha nos olhos e passa a mão sobre meu rosto. - Filha se cuida, toma cuidado, qualquer coisa me liga, que venho correndo pra cá.

- Ta bom mãe, eu te amo!

- Eu também te amo minha menina. - Ela deposita um beijo em meu rosto.

Evan se aproxima de mim, me abraça me suspendendo.

- Eu vou sentir muito sua falta minha branquela. - Evan diz. - Se cuida, eu amo você.

- Se cuida também e eu também amo você. - Deposito um beijo em seu rosto.

Evan e Anna entram para a área de embarque, dou um último tchau e eles desaparecem do campo de minha visão.

Saímos dali e vou para casa, pois como trabalharia a tarde, ainda possuía algumas horas para dar uma arrumada em meu apartamento que está uma zona.

Chego em casa, troco de roupa, ponho uma música e começo a arrumar minhas coisas.

Termino de arrumar meu apartamento, tomo um banho, ponho uma saia lápis listrada, uma blusa preta e meu tênis branco, faço um coque em meu cabelo, brinco um pouco com o Thor e vou direto para a empresa.

**************************************************

Mark P.O.V.

Eu desperto com a claridade em meu rosto, olho para o lado e vejo Cassidy ainda dormindo em minha cama.

Sim, nós dormimos juntos, mas a Cassidy, não passava de uma transa fácil, não sentia nada por ela. Olho em meu relógio e o ponteiro marcava 11:30hrs da manhã. Disse ao Ryan que precisava de um dia de folga e ele me concedeu esse dia para ficar em casa.

Cassidy desperta e vem em minha direção, ela tenta tocar em meu peito, mais seguro sua mão de imediato.

- Por que nunca deixa que toque aí? - Ela pergunta.

- Porque não. - Digo.

- Porque não, não é resposta.

- É sim. - Reviro os olhos. - Melhor se vestir e ir pra casa.

- Não posso ficar aqui?

- Cassidy, sabe que foi só uma transa. - Digo.

- Eu sei. - Ela se levanta da cama completamente nua.

Observo seu corpo, era um belo corpo, mas ela não me agradava nem um pouco. Olho para a grande janela de meu quarto e me perco em meus pensamentos.

- Me diz uma coisa. - Cassidy diz me tirando de meu transe.

Eu a olho curioso.

- Você nunca se apaixonou por uma mulher?

Eu fico surpreso com sua pergunta.

- Já, eu já me apaixonei! - Digo.

- E ainda gosta dela?

- Eu não sei. - Digo desviando meu olhar do dela.

- Gosta! - Ela confirma. - É aquela garota nova da empresa?!

- Por que acha que é ela?

Cassidy se senta na beirada da cama.

- Ah Mark, eu não sou idiota, eu vejo o jeito que você olha pra ela.

- Eu não olho de nenhum jeito! - Digo tentando disfarçar.

- Vocês já tiveram alguma coisa?

Me levanto da cama e vou em direção a janela.

- Eu não vou falar sobre isso com você. - Digo.

- Vocês já dormiram juntos, já transaram, não já?

- Cassidy...

- Eu sabia, vocês transaram, você se apaixonou e ela te deu um pé na bunda.

- Não foi nada disso, ela está namorando o Colin.

- E o Colin sabe que vocês transaram?

Eu reviro meus olhos.

- Eu não sei e se souber também, pouco me importa. - Digo. - Já está na hora de você ir embora.

- Eu estou indo. - Ela se aproxima e beija meu rosto. - Foi uma ótima noite Sr. Leviels.

Eu reviro meus olhos novamente e ela se retira do meu quarto sorrindo.

Tenho que confessar, foi uma ótima transa, mas não passava de sexo, não sentia nada pela Cassidy, a dona do meu coração ainda era a Emma.

Imediatamente lembro-me de nossa noite, como ela estava perfeita, lembro-me de seu corpo, de sua pele macia, de sua boca.

"Mark você precisa tirar essa mulher de sua cabeça." Brigo comigo mesmo em pensamentos.

- Eu estou precisando de um banho bem quente, isso sim. - Digo.

********************************************************

Emma P.O.V.

Desde o dia que eu e Mark brigamos, eu não tenho o visto mais. Parece que estamos nos escondendo um do outro. Eu fiquei muito magoada pelo que ele me disse aquele dia, mas eu não consigo odiá-ló, ainda o amo e me odeio por isso. Eu estou com o Colin, estou feliz com o Colin, eu tenho que tirar o Mark da minha cabeça, eu me recuso a pensar nele.

Brigo comigo mesma em pensamentos.

- Está tudo bem princesa? - Matt pergunta.

- Tá, tá sim! - Sorrio.

Matt me devolve o sorriso e volta ao seu trabalho, eu também concentro minha atenção toda no projeto que estava realizando.

*******

A Tarde passou bem rápida, Colin e eu saímos da empresa e fomos ao cinema, depois passeamos um pouco no parque e depois o Colin me deixa em frente ao meu prédio. Ele viajaria amanhã cedo para um show em Milão e estava um pouco nervoso, ele precisava descansar.

- Tem certeza que não quer que eu durma aqui? - Ele pergunta.

- Tenho, você precisa descansar e sabe que se dormirmos juntos, você não vai ter descanso.

- Eu não quero descansar. - Ele segura em minha cintura.

- Mais eu quero que você descanse, sabe que vou te esperar aqui quando voltar.

- Quando eu voltar, você não vai ter descanso por uma semana.

- Você é louco. - Sorrio e abraço seu pescoço.

- Sou totalmente louco por você.

Ele segura em minha nuca e me beija, eu correspondo com a mesma intensidade.

Eu interrompo nosso beijo.

- Você precisa ir.

- Eu vou! - Ele deposita mais um beijo em meu lábios. - Eu te amo!

- Eu te amo! - Digo.

Colin me abraça e se vai, eu subo para o meu apartamento, troco de roupa e me jogo na cama, ligo a TV, assisto a um filme e não demoro muito a pegar no sono.

*****************************************************

Colin P.O.V.

Desperto com os gritos do Matt em minha porta, ele dá murros e grita.

- Calma porra! - Grito.

Abro a porta, Matt me olha de cima a baixo.

- O que foi, gostou do meu corpo?

- Eu não acredito que você ainda ta assim! - Ele revira os olhos. - Você já viu a hora?

- Tá cedo ainda!

- Nosso vôo sai daqui a uma hora e meia.

- Caralho, preciso me arrumar. - Digo e vou em direção ao meu quarto.

- Vá se arrumar garota propaganda da Calvin Klein! - Matt ri.

- Vai se foder. - Reviro os olhos.

Matt fica na sala, enquanto eu me arrumo no quarto, ponho minha calça jeans preta, minha camisa branca e minha jaqueta preta por cima. Ainda bem que minhas malas já estão todas arrumadas. Termino de me arrumar e vou para sala.

- Pronto, bora?

- Demorou moça, a maquiagem está certa?

- Estava decidindo entre o batom vermelho ou rosa! - Digo rindo.

- Me parece que escolheu um nude. - Matt ri.

- Nude combina mais com o dia. - Digo e caio na gargalhada.

- Você é muito gay. - Matt gargalha.

- Somos meu camarada. - Bato em seu ombro.

Saímos de casa rindo, o táxi já nos esperava em frente a minha casa, colocamos as malas todas no carro e fomos em direção ao aeroporto.

No caminho eu faço uma ligação para a Emma.

======================================================

Ligação on

- Oi meu amor. - Emma diz.

- Oi amor, já estou no aeroporto.

- Tá bom, se cuida.

- Eu vou me cuidar e você também se cuida.

- Eu vou aproveitar pra aprontar na sua ausência. - Ela sorri do outro lado da linha.

- Eu volto pra casa agora!

- Para, tô brincando!

- Eu sei!

- Anda logo cara, para de melação no telefone e me ajudar com as malas. - Matt grita irritado.

- Calma Annabeli! - Digo rindo, Matt me mostra do dedo do meio.

- Amor, tenho que ir, o velho ta aqui enchendo o saco.

- Ta bom meu amor, boa viajem, eu te amo! - Emma diz.

- Eu também te amo! - Digo e encerro a ligação.

Ligação off

=======================================================

Matt e eu tiramos as malas do táxi, pagamos a corrida e vamos de encontro com o pessoal da banda.

Eles já estávamos com todas as passagens compradas, o funcionário olha nossas passagens e nossos passaportes.

- Esta tudo Ok, podem embarcar! - Ele diz.

Eu aceno com a cabeça e vamos em direção ao avião. Nós entramos e nos sentamos, pego meu fone de ouvido e ponho uma música em meu celular. Inclino um pouco a cadeira e relaxo, o vôo ia ser longo e eu precisava descansar um pouco. Ouço um pouco de música e logo após adormeço.

********************************************************

Até o próximo capítulo!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...