História Trilogia Luar- Ele é a bela - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Amor, Beta, Ômega, Trilogia
Exibições 32
Palavras 768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie
X
X
X
Curtam
E desculpem os erros.

Capítulo 5 - In shopping with the friends


            Narrador p.o.v

Thilo estava, pensativo em tudo o que já viveu em apenas dois dias de aulas. Ele estava em casa sozinho, em casa. Sua mãe, ainda estava no trabalho, ela chegaria mais tarde aquele dia.

O ômega olhou pela janela, e viu que chovia bastante e como ele adorava a chuva. Porém, Thilo sentiu um calor subir pelo seu corpo e ele já sabia o que era, seu cio havia chegado. O ômega subiu para seu quarto, ele estava um forno só.

Isso era uma época horrivel para qualquer ômega, Thilo não estava mais em si, e ele sabia que só voltaria ao normal daqui a sete dias.

_____----Ele é a bela----_____

Bobby estava a pensar, ele nunca viu um ômega tão bonito quanto Thilo. Será que ele estava apaixonado? Não, ele se negava a isso. Bobby e seus pais estavam a mesa jantando em silêncio.

-Pai, posso te perguntar uma coisa?     -perguntou o rapaz.

-Claro, Robberto!     -falou o alfa chefe.

-O que você acha sobre ômegas... machos?    -perguntou de novo.

-Sabe o que acho filho, é que esse tipo de raça não merece o perdão de Deus.     -falou o homem, que não acreditava em religião nenhuma, mas, tinha um certo preconceito sobre ômegas machos.     -E eu dou graças a ele de você ser um desses afeminados.

-Ricardo!    -soltou a mãe de Bobby.

-O que é?    -perguntou o homem.

-Filho, olha esse tipos de ômegas não tem culpa de ter nascido assim.      -falou a mulher.    -Quando você era pequeno, por exemplo, seu pai achava que você era ômega já que só vivia lendo livros e essas coisas.

-Aonde que já se viu mãe eu ômega.      -falou e a mãe riu.

-Mas, agora falando sério, nunca... cê tá me ouvindo nunca eu quero saber que você meu filho, se relacionou com esses afeminados.       -falou o homem, e Bobby em submissão concordou.    -Agora sim.

Como Bobby iria contar ao pai que estava apaixonado por um ômega macho. Ou será mesmo que estava?

_____----Ele é a bela----_____

-Oi Caterine!    -apareceu Thilo, na sala de aula assustando a garota que estudava. 

-Oi Thilo, onde você tava?       -ela perguntou e Thilo revirou os olhos sorrindo.     -Aí não me diga que foi....

-Foi isso, mesmo.    -ele falou e ela riu.    -Iai o que eu perdi esses dias?

-Bom não muita coisa....   -ela começou a falar.

Thilo e Caterine já estavam bem proximos, eles já gostavam um do outro. Eles foram para o vestiário trocar de roupa, era a aula de educação física.

-Oi pessoal!    -apareceu Merlinda.

-Oi Mel, como vai?     -perguntou Caterine.

-Vou ótima, melhor impossivel.     -a beta subiu em dos bancos que haviam no vestuário.     -Se é que vocês já estão sabendo da festa que eu dar esse fim de semana.

Merlinda entregou os convites aos ômegas à sua frente. Todo ano a beta dava a maior festa e todos da escola estavam convidados.

-Sério? Eu nunca fui a uma festa.     -falou Thilo e a até mesmo a nerd da Caterine já foi uma festa.     -Que tipo de roupa se usa?

-Sério, depois daqui agente tem que ir fazer compras. O que vocês acham?     -perguntou a beta e os ômegas concordaram. Eles ouviram um barulho de apito.

-O que é isso?    -perguntou Thilo.

-É o Sr. Patterson, ele tambem é professor de fisica.    -falou Caterine.

-Vamos meninas.... e meninos, pra quadra.      -todas as betas, e ômegas saíram arrasando com seu uniforme. Para as meninas (betas e ômegas) era um baby look com uma saia-short cor-de rosa, e para os meninos (ômegas) era um babby look também, e um short bem curto.

-Aí odeio usar essas roupas.    -falou Caterine.

-Por quê?   -perguntou Thilo.

-Por aquilo!       -a menina apontou para arquibancada onde estava cheio de alfas. Thilo ficou vermelho quando viu Léo.

-Vamo lá pessoal, esticando até os pés.     -todos obedeceram.

Na aquibancada...

-Eta, que eu queria um ômega daquele lá casa.      -um dos garotos gritou, quando o Sr. Patterson se agaixou.

-Hey não fala assim da minha mãe.     -falou Itam se levantando.

-Se prepara que eu vou ser seu padrasto.     -o garoto falou e todos riram.

-Ah eu vou me preparar, mas é pra dar na sua cara, seu....    -Itam nem terminou e partiu pra cima do garoto, os começaram a brigar, ivadindo a quadra. Quando o Sr. Patterson se virou....

-Itam!     -ele chamou o filho, e o mesmo olhou pra mãe.

O Sr. Patterson  começou a dar um sermão no filho, enquanto Thilo, Caterine e Merlinda corriam pro vestiário. Trocaram de roupa, e foram até o estacionamento, onde estava o carro de Merlinda.

-Partiu shopping!     -os três gritam, e a beta dá partida.

No shopping.... os três passaram o resto da tarde escolhendo roupas e fazendo compras. E Thilo havia ficado com medo, já que haviam fugido da aula, porém ninguém deu por falta deles, e o restante do dia foi emocionante pra Thilo.






Notas Finais


Desculpem o tamanho, tentarei compensar no próximo.
Beijos Flashes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...